sábado, 11 de agosto de 2007

MIGUEL - Não olhem ou atribuam importância ao combate da Luz no exterior de Si [11/08/2007] - Autres Dimensions



11 de agosto de 2007.

do site AUTRES DIMENSIONS.



Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

Saudação, bênção, proteção.
Eu sou Miguel, príncipe e regente das milícias celestes.

Primeiro, certo número de indicações.
Esqueçam-se de todas as referências a representações imaginadas de um jovem excitado.

Eu sou apenas esfera de radiância.
Meu papel limita-se, nas últimas esferas da criação, a separar o que deve sê-lo, para que cada coisa siga seu caminho.

Em sua dimensão, isso se chama bem/mal.
Minha densificação e minha presença em sua dimensão apenas podem fazer-se através do que vocês chamam os elementos.

Eu estou presente nos cometas, como elemento fogo.
Eu estou presente nos ares, como tempestade.
Eu estou presente, essencialmente, nesses dois elementos: fogo, ar.

Compreendam, efetivamente, que o que eu corto em sua dimensão: bem/mal, sombra/Luz são apenas duas vertentes evolutivas.

Uma dirigida para o alto, a outra dirigida para baixo.
A Luz que segue a sombra.

A sombra que é apenas a Luz não manifestada.
Meu papel é o de vir cortar, permitir à Luz ir para seu objetivo, cortando a influência da sombra sobre a Luz.

A sombra, em outros espaços-tempos, tornar-se-á Luz.
Eu venho julgar e pesar o que vocês não têm que julgar e pesar.
Eu venho separar, como dizia Cristo, o bom grão do joio.
Eu intervenho, de maneira extensiva e intensiva, quando de grandes fases de separação, nas quais o que deve ir para o alto vai para o alto, e o que deve ir para baixo vai para baixo.

Eu represento a autoridade suprema, que é aquela que vem cumprir a palavra.
Não me procurem em outro lugar que não onde eu estou.

Meu papel é aquele que eu venho definir nessa dimensão.
Em outras esferas e, portanto, em outras dimensões, meu papel percebido é diferente.

Eu sou, também, aquele que pode, nesses períodos de separação, vir eliminar em sua chama os últimos apegos, liberar as últimas sombras, porque tal é minha missão.

Como membro da nova trindade eu serei, na dimensão nova, um ponto de apoio essencial à sua elevação nova de sua nova evolução.

Minha espada corta, separa e aperfeiçoa a Luz no interior de sua Luz.
Eu sou o protetor da Luz e regenero a sombra não ainda luminosa, precipito-a em sua encarnação.

Meu papel é essencial nessa etapa.
Eu sou aquele que aperfeiçoa sua ascensão para Cristo.
Eu sou aquele que prepara as condições de sua ascensão, pelo alívio de sombras ainda presentes em sua presença.

Minha presença elimina, portanto, em sua presença, o que deve sê-lo.
A proteção, a purificação, o despertar de seu fogo é a missão atribuída em sua individualidade, em sua coletividade e no conjunto de formas de vida desse planeta.

Minha missão é anunciada há agora mais de doze anos, quando de minhas passagens cometárias.

Em instantes planetários privilegiados, eu vim oferecer-lhes a cruz da redenção.

Vocês tiveram mais de doze anos para perfazer seu caminho.
Contando segundo seus anos terrestres, isso começou quando do aparecimento da cruz, quando do período pascal de 1995.

Vocês estão, agora, doze anos depois.
Doze anos, durante os quais vocês fizeram a seleção, as escolhas, aliviaram, purificaram sua estrada em seu destino.

O tempo veio de suas núpcias celestes, de suas núpcias de Luz.
O retorno à sua totalidade, o retorno à sua inteireza está programado, anunciado.

Vocês chegaram a esse momento esperado para alguns, esperado para outros, temido, ainda, por outros.

Nenhum dos obstáculos da sombra que visem submetê-los ao medo pode ou deve atingir sua inteireza.

Eu sou a muralha, eu sou a Luz que vigia nesse período.
Eu sou o despertador da Luz a título pessoal, não, unicamente, para os homens, mas, também, para os planetas.

Se eu os transformo em Luz, é preciso compreender que eu sou, também, capaz de acender um Sol.

A passagem transicional da terceira dimensão encarnada para a quinta dimensão eterizada acompanha-se do nascimento de um sol, ao mesmo tempo em que sua inteireza desvenda-se e passa à sua dimensão interior, que é o interior real da vida e, portanto, o interior do planeta de vida.

Uma Luz apaga-se, outra se acende.
Uma aurora nova chega.

Quando vocês nascem nessa dimensão, o nascimento acompanha-se da promessa do fim dessa encarnação e, no entanto, vocês temem essa morte?

Não, porque ela aparece como distante, diferida, como se não fizesse parte de sua vida nessa encarnação e, no entanto, a inexorabilidade da coisa é certa.

A diferença essencial é que, desta vez, vocês não morrem, mas entram na vida real, unificada e luminosa.

A revolução deve acontecer em sua consciência, na aceitação da verdadeira vida e da Luz.

Aí está seu destino nesse ciclo que termina, nesse ciclo que começa.
Seu destino e seu objetivo é Luz.

Em sua alma e, se possível, em seu corpo, é para isso que vocês se dirigem nos dias que vêm.

Não olhem ou atribuam importância ao combate da Luz no exterior de si.
Esse é meu combate, esse é meu destino.

Interessem-se pela construção de sua inteireza, nada mais deve perturbar seu campo de consciência nessa encarnação.

As palavras as mais importantes são estas: busquem, em si, a Luz que está em vocês.

A sombra exterior nada pode contra vocês, nada pode contra a Luz.
Apenas sua ferramenta intelectual quererá fazê-los crer o inverso.

Não há qualquer perigo para sua Luz.
Cabe a vocês, portanto, permanecer na Luz.

O melhor modo de permanecer na Luz tem por nome Amor, Luz, Verdade, Probidade, Pureza.

Vigiando para respeitar esses conceitos, nada do que é exterior ou desse combate poderá atingi-los.

Se interrogações persistem em vocês, unicamente em relação a esse processo, estou pronto a iluminar essas interrogações.

>>>

Questão: é correto recorrer a você em proteção?

Sim.

>>>

Questão: há um modo específico de fazê-lo?

O apelo feito com a vontade do coração e a vontade de bem basta.

>>>

Questão: é verdade que o Monte Gargano, na Itália, é-lhe religado?

O lugar consagrado há séculos é chamado, na Itália, o monte do Arcanjo.

Existe, nesse lugar, o que vocês chamam igreja, não consagrada pela mão do homem, mas por mim mesmo, que está sobre o solo desse planeta com seu Monte, nesse país, os dois lugares – entre outros – os mais prontos para minha presença.

Ele se chama o monte Santo Ângelo, que se encontra em Puglia.

>>>

Questão: na França, trata-se do monte São Miguel?

Sim.
Mas não se esqueça de que minha presença está, antes de tudo, sobre seu mundo, nos cometas e nos ares.

>>>

Questão: você poderia dar-nos um marcador no tempo do momento da passagem à quinta dimensão?

Isso é agora.
Entendam, por agora, o dia presente, o dia de após, mas, certamente, não os anos após.

>>>

Questão: sua festa de 29 de setembro é portadora de um simbolismo ainda ativo?

Mais do que nunca.

>>>

Questão: e como acompanhar isso?

Respeitando, mais do que nunca, a Probidade, a Luz, o Serviço, a Honestidade, o Amor.

>>>

Questão: como se articulam suas intervenções com Maria e Cristo?

Elas se articulam em perfeita Unidade Tri-Unitária.
Devido à minha não forma em qualquer linhagem evolutiva, é-me muito mais fácil entrar em manifestação em sua dimensão através dos elementos precipitados.

Eu trabalho no conjunto dos planetas desse Sistema Solar.
Vocês são apenas uma parte de minhas preocupações.

Eu diria, de momento, que seu país é o menor de minhas atenções.
Eu diria, felizmente.

Não confundam meu papel de proteção e meu papel em minha manifestação.

>>>

Questão: poderia falar-nos do comandante Ashtar Sheran?

Existem múltiplas forças reais, densas e menos densas, presentes, de maneira antiga ou recente, em sua região.

O nome é conhecido.
Mas nem tudo o que diz ser dele é dele.
Eu chamaria isso de um supervisor galáctico.

>>>

Questão: alguns dizem que Ashtar Sheran é você mesmo?

Eu esclareci que não pertenço às diferentes linhagens evolutivas.
As linhagens chamadas arcangélicas jamais fizeram parte de ciclos evolutivos.

Nós estamos, de toda a eternidade, nos mesmos papéis, nas mesmas dimensões e nas mesmas funções, quaisquer que sejam os mundos.

>>>

Questão: qual é o papel de Lúcifer?

Lúcifer pertence à linhagem arcangélica não evolutiva, assim como os outros arcanjos.

Lúcifer é uma forma de sombra que participa da evolução da Luz e que, entretanto, não participa da nova trindade.

>>>

Questão: Lúcifer teria sido, efetivamente, «reabilitado»?

Se esse fosse o caso, vocês não teriam necessidade de mim.
Nesse mundo aí, em todo caso, a resposta é não.

As entidades luciferianas não são a obscuridade.
Elas trabalham, unicamente, no terceiro olho.

Se se trata de uma entidade que se manifesta quando do que vocês chamam canalização, a diferença vai fazer-se entre o aporte ou a retirada de energia.

A Luz autêntica e os planos e os seres que a sustentam manifestam-se aportando a radiância, a vibração deles.

As entidades que pertencem às legiões luciferianas aportam, também, a energia, mas não no coração, unicamente no terceiro olho.

As entidades da obscuridade aportam o frio e subtraem a energia.

>>>

Questão: fora o sentir do coração, qual outro critério permite-nos o discernimento?

O sentir do coração depende do nível de consciência.
Se seus centros, que vocês chamam energéticos, não estão abertos, seu sentir do coração é o sentir de seu ego e, pelo fenômeno de afinidade, vocês serão atraídos pelo que se assemelha a você.

O sentir vibratório do coração é fiável apenas se o coração está aberto.

>>>

Questão: pode-se dizer que a sombra e a Luz são os motores da evolução?

De sua evolução, sim.
Para além, certamente não.

>>>

Questão: onde está, hoje, a força arimaniana?

Vocês a têm sob os olhos em seu mundo.
As forças arimanianas que são, eu o lembro, forças da obscuridade, da fossilização, foram, inteiramente, precipitadas sobre a Terra e não existem quase mais nos planos intermediários.

Não se esqueçam de que os combates que eu realizo nos céus desenrolam-se, sobretudo, em sua dimensão.

A etapa preliminar à separação do que sobe e do que desce foi, efetivamente, encarnar ao máximo as forças ditas involutivas, para separá-las de vocês.

Uma coisa é simples: quanto mais vocês entrarem na interioridade, na inteireza, respeitando Amor, Serviço, Probidade, Honra, Luz, Pureza, mais vocês estarão, portanto, centrados em suas virtudes, menos serão enganados.

>>>

Questão: mas essas virtudes foram utilizadas para fins de poder pelas religiões?

Mas essas virtudes não pertencem à religião, qualquer que seja.
Não é porque uma religião ou um movimento esteja envolto nessas palavras que essas palavras pertençam-lhe.

Não é porque eu sou representado em alguns lugares que eu esteja presente.

>>>

Questão: o que é da festa do Wesak?

É preciso, efetivamente, compreender que o que vocês chamam de lua cheia de touro, lua cheia de Páscoa (precedente), São João (tanto de verão como de inverno), solstícios, equinócios, luas cheias, luas novas, representam peneiras de abertura.

A intenção é capital para determinar o sentido e a orientação da energia.
As forças obscuras, as forças da sombra, as forças Crísticas utilizam o mesmo reservatório.

Apenas difere a finalidade.
Os ensinamentos podem ser os mesmos.

As palavras empregadas podem ser as mesmas.
Apenas a finalidade é diferente.

O que determina a finalidade não é a festa em si.

>>>

Questão: então, como vivê-la, o melhor possível?

Mas é, sempre, a mesma resposta: no coração.

>>>

Questão: o que é da «chama azul»?

A chama azul é ligada ao manto de Maria.
É outra purificação, proteção, proferida pela chama azul.

É outra iniciação feminina.

>>>

Questão: qual é sua relação com a chama violeta?

Eu não mantenho relação com esse gênero de manifestação.
Não é de minha responsabilidade.

>>>

Questão: há uma cor que corresponda à sua vibração?

Eu não sou limitado a uma cor.

>>>

Questão: há uma representação mais adequada para você?

O melhor modo está no nome Miguel (ndr: foneticamente, MI HAEL, pronunciando o h).

>>>

Questão: é verdade que o arcanjo Uriel tomaria sua sequência?

Eu não tenho mais papel algum, a partir do momento em que a sombra não exista mais.

A quinta dimensão não tolera a sombra.
Eu nada mais tenho a fazer ali, mesmo se eu seja o pilar da nova trindade.

>>>

Questão: o fim da sombra é para breve?

Assim que vocês estiverem desembaraçados dessa terceira dimensão.

Compreendam, efetivamente, que o jogo da sombra e da Luz é a condição sine qua non da experiência dessa terceira dimensão.

>>>

Questão: o melhor caminho a seguir é, portanto, aquele de Cristo?

O melhor caminho, prioritariamente, é o seu.
Enquanto você se identifica a algo de exterior, sem poder reproduzi-lo inteiramente, na imitação, você não está em seu caminho.
Você segue uma via exterior.

Onde há menos de perigo é, efetivamente, a via do Cristo.
Eu não falo de religião, eu não falo de igreja, eu falo de uma vida que existiu sobre este planeta.

>>>

Questão: portanto, na via de Cristo, experimentam-se todas as virtudes que você citou?

Sim.
Ela pode exprimir-se, essa lista, em muitos outros seres humanos que percorreram o caminho do despertar e da realização.

Mas a potência espiritual ligada ao sacrifício de Cristo é a semeadura do planeta por Seu sangue é o maior mistério da redenção.

Eu não lhes peço para aderir, eu repito, a uma religião, a um movimento, a uma prática, mas a um caminho.

>>>

Saudação e bênção a vocês todos.
Na paz de Cristo, sejam abençoados.

************
Mensagem de MIGUEL no site francês Autres Dimensions:
http://autresdimensions.info/article9eb4.html
11 de agosto de 2007 (Publicado em 11 de agosto de 2007).
Versão do francês para o português: Célia G.
via: http://leiturasdaluz.blogspot.com.br

Um comentário:

Postar um comentário