terça-feira, 30 de abril de 2013

Espelho ...




30 de abril de 2013.

ESPELHO ...
Por Elizabeth Rodrigues






Áudio da Mensagem em vídeo

Já faz algum tempo que eu desenvolvi uma necessidade enorme de água.
E com isso tenho passado muito tempo na banheira.

Naquele dia não foi diferente. Eu estava tranquila em minha casa e houve um momento em que tudo o que eu queria era estar na água. Então lá fui eu pra banheira, tudo normal.

Mas de repente eu percebi um espelho enorme na parede à minha frente. Ele ia do teto até a borda da banheira, e eu não entendia como aquele espelho tinha ido parar ali. Vi meu reflexo e fiquei pensando que não me lembrava de ter colocado um espelho naquela parede. Aquilo me deixou intrigada, mas até então eu estava bem.

De repente eu vi pelo espelho um homem todo vestido de preto saindo da parede atrás de mim. Foi um movimento muito rápido, bruto, agressivo. Ele parou atrás de mim e a postura era ameaçadora. Não consegui reparar nas feições dele, apenas o formato do rosto, que não parecia ser humano. Era um rosto comprido, ovalado, e a pele extremamente branca. Fiquei alguns segundos parada vendo pelo espelho o reflexo daquele Ser ameaçador atrás de mim. Meu coração disparou, fiquei com falta de ar. Eu sentia que a vibração dele era terrível. A única coisa que consegui fazer foi sair da banheira o mais rápido possível. Eu queria ir para longe daquele Ser.

Durante toda a noite a imagem dele me perseguiu. Eu tentava pensar em outra coisa, mas só lembrava dele o tempo todo, e me sentia ameaçada. Chamei Miguel, Maria, chamei todo mundo.

Horas depois, quando finalmente consegui dormir, tive um sonho que explicou o que havia acontecido.

>>>

Eu e várias outras pessoas estávamos em um lugar aberto, com muita natureza ao redor. Estávamos todos com
cara de assustados. Parecia que tínhamos visto fantasmas.

Ficávamos nos olhando meio desconfiados. Ninguém falava com ninguém.

Aí ela chegou. Sorrindo.
E começou a falar:

Como vocês se sentiram neste último exercício? Onde se situaram?
Ninguém respondeu.

Ela disse: Vocês todos que estão aqui foram testados. E minha pergunta é simples: Como se sentiram?

Alguém perguntou: "Que teste foi esse? Qual o objetivo dele?"
Ela respondeu: Mostrar a cada um de vocês onde se situa a sua fé em si mesmo. Confiar na Luz é fácil quando tudo vai bem. Mas e se um de vocês se deparasse com um Ser sombrio, o que faria? Qual seria o seu nível de desprendimento, qual seria a sua real confiança na Luz? Haveria alguma dúvida? Haveria algum medo? Você seria capaz de sozinho, expulsar demônios assim como o Cristo fez quando esteve em seu mundo? Ou você precisaria solicitar nossa ajuda? Sua segurança seria tal que você não se sentiria abalado, ou surgiriam dúvidas? Você seria capaz de lembrar-se que é Luz e que sendo Luz nenhuma sombra pode afetá-lo, ou precisaria de nossa Presença para lembrá-lo disso?

Este era o objetivo, ou seja, mostrar a cada um de vocês o que irá se desenrolar em seu mundo a partir de agora, e dar a cada um de vocês a oportunidade de eliminar o que ainda precisa ser eliminado.

A cada um de vocês foi mostrado uma imagem diferente. O que havia em comum era a vibração provocada. Buscamos em vocês aquilo que sabíamos que poderia abalar sua fé. E a cada um foi dada uma imagem de acordo com o que poderia levantar questionamentos. O objetivo era exatamente este: colocá-los frente a frente com suas sombras e deixá-los observar suas atitudes de entrega ou não entrega. E aqui eu quero lembrá-los que quando falamos em entrega falamos também em confiança. Não há entrega à Luz se não houver confiança a mais absoluta e inabalável. Qualquer abalo em sua confiança denota um vacilo em sua entrega. E isto é perfeitamente normal.

Não esperamos de vocês uma ausência total de espanto diante daquilo que ainda possa assombrá-los. Mas esperamos e torcemos para que vocês sejam capazes de identificar este espanto o mais rapidamente possível, e que o mais rapidamente possível percebam que só há sombra onde vocês permitem que haja, e assim, tendo esta percepção, que vocês sejam capazes de deixar que as sombras sejam iluminadas, e não que vocês as fortaleçam através dos medos que ainda possam sentir.

Então, eu lhes digo que todos vocês, sem exceção, se saíram muito bem em alguns determinados pontos, e não tão bem em outros.

Todos vocês foram capazes de identificar imediatamente o nível de vibração que se apresentava. Nenhum de vocês se deixou enganar ou teve dúvidas a respeito daquilo que lhes foi mostrado. Este, se eu posso dizer assim, é um ponto positivo, pois nenhum de vocês poderia ser enganado por qualquer força das sombras. Em um mundo como o seu, onde os enganos foram tantos, e se perpetuaram por tanto tempo, isto é sem dúvida alguma um grande avanço.

Mas em outro ponto, muitos se esqueceram do principal: e o principal é o que há de mais importante a ser lembrado sempre e a cada instante: eles não terão jamais força alguma além daquela que vocês mesmos lhes conferirem. Traduzindo isso para simplificar seu entendimento, eu digo que se um Ser das sombras se aproxima e você se mantém em sua Luz, ele apenas pode se enfraquecer cada vez mais. Porém, se este mesmo Ser das sombras encontra em você qualquer tipo de preocupação, então ele se fortalece.

A maioria de vocês teve em sua experiência a imagem de um espelho. Isto deveria ser claro para o seu entendimento, mas eu vou explicar assim mesmo, porque vejo que poucos foram capazes de compreender. O espelho significa que aquele Ser não possui autonomia, ele não pode nada além de refletir aquilo que você mesmo direciona a ele. Se você está confiante e seguro em sua Luz, então ele é impotente diante de sua Presença. Se você se coloca na insegurança e no medo, então ele irá refletir isto sob a forma de ameaça. E acreditem: neste caso ele realmente poderá se tornar uma ameaça.

Então, qualquer Ser que se apresente diante de você apenas irá refletir o que há em seu interior. Seja um Ser de Luz ou um Ser das sombras, ele não fará nada além de lhe apresentar o que você mesmo está vibrando.

Fizemos este exercício com muitos de vocês, em muitas partes de seu mundo. Isto porque neste momento não há mais nenhuma barreira. Não há mais nenhum impedimento à manifestação de qualquer tipo de vibração sobre este mundo.

A partir de agora, e cada vez mais, todos irão se deparar com aquilo que há em seu interior, e cabe a vocês que estão neste serviço de doação, fazer um trabalho de limpeza ao seu redor. Muitos de seus irmãos e irmãs atraem, a cada dia, mais medos, mais inseguranças, mais dúvidas. E tudo isto pode, e vai se materializar diante de seus olhos, seja da forma que for. Seja no lugar de seu mundo que for, a qualquer momento. E para todos.

Cabe a vocês estar na paz, estar na tranquilidade, estar na confiança e saber que de sua neutralidade, de sua transparência para que a Luz possa transpassá-los, as circunstâncias do que virá poderão ser muito atenuadas. Se cada um de vocês for capaz de se colocar nesta neutralidade e nesta confiança, então todo o resto se resolverá pelo simples trabalho da Luz através de vocês e com vocês.

Nada façam. Eu repito novamente e repetirei quantas vezes forem necessárias: nada façam. Apenas lembrem-se da Luz e permitam que ela aja no que tiver de ser.

Não julguem, e principalmente nada tentem compreender. À medida que tentarem compreender algo vocês se afastarão da Luz. Ela não é entendimento, Ela é Vibração.

Jamais se esqueçam disso.
Sabemos que é natural que, estando onde vocês estão, vocês sintam a necessidade de alguns apoios. Mas que isso não se estenda além do mais básico e simples possível. E que este apoio não se torne seu ponto de referência além de sua própria certeza na Luz.

Então, os pontos de apoio vocês já os tem. O primeiro, é a Saudação de Orion, que eu devo dizer que poucos de vocês se recordaram de fazer no momento do exercício que foi proposto. O segundo, e ainda mais eficaz que esta saudação, é a focalização de sua atenção na vibração do ponto ER em seu peito.

Eu explico agora que a vibração deste ponto específico em seu peito gera em torno de vocês uma espécie de campo de força. Um escudo que nenhum Ser das sombras é capaz de atravessar. Ele poderá até mesmo estar próximo, mas jamais será capaz de tocá-los ou afetá-los de qualquer forma, porque esta vibração os coloca imediatamente no interior de um centro de Luz impenetrável pelas sombras.

Então façam disto o seu exercício diário, se assim o desejarem: a cada dia tirem alguns minutos de seu tempo para levar sua atenção ao ponto ER em seu peito, façam-no vibrar. E depois sigam com suas vidas normalmente. Este exercício simples irá colocá-los cada vez mais à parte do que se desenrola neste mundo, sem com isso tirá-los daí, que é onde vocês ainda devem permanecer por mais tempo.

Não vou responder a nenhum de seus questionamentos agora. Deixarei que reflitam sobre tudo o que foi dito, e vocês perceberão por conta própria que não há mais necessidade de perguntas.

Sigam em paz.
Sigam na Luz.

**************
Publicação autorizada por Elizabeth Rodrigues.
via: www.despertardaluzinterior.blogspot.com.br

3 comentários:

Postar um comentário