quinta-feira, 12 de abril de 2007

O.M. AÏVANHOV - Os mundos emocionais [12/04/2007] - Autres Dimensions



12 de abril de 2007.
do site AUTRES DIMENSIONS
Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

Bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los, após já tê-los visto, parece-me, em seu dia de ontem.

Então, vamos retomar, se quiserem, após ter-lhes apresentado, é claro, todo o meu amor e as minhas saudações.

Então, vamos entrar, agora, certamente, na parte a mais importante porque, aí, vamos entrar nas transformações e nas modificações importantes que acompanham a passagem de um organismo de terceira dimensão a um organismo de quinta dimensão, passando por uma purificação do que se chamam os mundos emocionais.

Então, é preciso, efetivamente, compreender que essas transformações não se fazem de um dia para o outro, é preciso, efetivamente, compreender que essas transformações, também, não podem ser concluídas, totalmente, no corpo de terceira que vocês têm hoje.

É preciso, efetivamente, compreender que essa transformação vai estender-se em vários ciclos de vida para durar um tempo dificilmente apreciável com seu tempo de terceira dimensão porque, obviamente, vocês vão passar a um espaço/tempo que nada mais tem a ver com o espaço/tempo habitual, tal como vocês o têm vivido e experimentado há cinquenta mil anos.

Então, há certo número de transformações que estão em curso há agora, eu diria, muito exatamente, vinte e três anos, desde o mês de agosto de 1984, quando seu Sistema Solar, no tempo em que eu ainda estava vivo, começou a entrar sob a influência do que é chamado o Sol Central da Galáxia.

A transformação foi iniciada nesse período do mês de agosto de 1984 e amplificou-se, progressivamente e à medida dos anos, completou-se segundo ciclos e movimentos completamente sincrônicos ao nível de organismos vivos, mas, também, do planeta.

Então, essas transformações foram, primeiro, processos puramente, eu diria, energéticos, que têm por vocação, durante esse período que se estendeu durante mais de vinte e três anos agora, para permitir ao ser humano, ao nível de seu corpo físico, de seus casulos de Luz, poder penetrar na quinta dimensão em estado de ajuste máximo, ou seja, sem sofrer ou sem ter inadequação entre os mundos ligados à quinta dimensão e os veículos ligados à terceira dimensão.

É preciso, efetivamente, compreender que, nos anos 84 a 90, esse processo de transformação era extremamente lento, porque as estruturas de terceira estavam profundamente enquistadas, eu diria, na matéria, e não deixavam entrar a energia transformadora de maneira fluida, como é o caso para os anos que acabam de escoar-se, nos quais inúmeros seres humanos são capazes de fazer esse trabalho de maneira extremamente rápida.

Então, é preciso, efetivamente, compreender que esses movimentos de transformação são, primeiro, iniciados por uma energia específica, essa energia específica manifesta-se apenas a cada cinquenta e dois mil anos e nos sistemas solares de terceira dimensão.

É a influência do sistema central da galáxia, do Sol Central da galáxia, que é uma irradiação extremamente específica, que é de cor azul, que pode ser chamada, se quiserem, o Espírito Santo ou, também, a energia Micaélica, energia, em todo caso, cuja virtude é a de reverter os movimentos de energia, ou seja, transformar todas as polaridades que estavam voltadas para o interior ao exterior e do exterior para o interior.

É uma revolução, uma reversão total de funcionamentos da consciência, que acompanha a passagem da terceira à quinta dimensão.

É sob o impulso dessa irradiação específica que as coisas tornam-se possíveis, é uma diferença essencial a compreender porque, quando vocês olham os escritos de Mestres de diferentes tradições, quando eles quiseram aceder ao Si Superior, eles foram obrigados a fazer um trabalho, durante várias vidas, de purificação, de preparação, de limpeza do ego, de limpeza dos chacras para permitir ao despertar do Kundalini vir fazê-los realizar a própria transcendência.

Isso são os caminhos que existiam no antigo tempo, antes que a energia do Sol Central fosse retransmitida sobre este planeta e sobre o conjunto desse Sistema Solar, aliás.

Então, desde 1984, as coisas são profundamente diferentes.
Vocês compreenderam que o caminho da ascensão era um caminho puramente individual, anteriormente, que era reservado aos iniciados que acediam a certo grau de purificação do ego, através de um lento trabalho de maturação, progressivamente e à medida de vidas, que permitia pacificar a personalidade, o ego e aceder à dimensão do coração, através de um movimento que pode ser qualificado de ascendente.

A grande diferença essencial é que a cada cinquenta e dois mil anos, a energia do Sol Central é uma energia que se impacta em vocês, em todo sistema vivo, a partir do topo da cabeça.

Essa energia, que se pode chamar Espírito Santo, por comodidade, virá, primeiro, de processos energéticos, ela vai ativar o que se chamam chacras, mas, contrariamente ao antigo tempo, em que havia purificação do terceiro chacra antes de aceder ao coração e antes de purificar todos os chacras que vão permitir deixar subir o Kundalini, hoje, esse processo é diferente.

O que quer dizer que lhes basta não ser purificados ao nível do ego, mas estar em situação de abertura, ou seja, de recepção da energia do Espírito Santo, de deixá-la efusionar-se no interior de vocês e de fazer o trabalho de purificação necessária.

Então, retenham que, antes de 1984, era um movimento de ascensão que partia dos chacras inferiores, enquanto, hoje, esse movimento faz-se a partir dos chacras superiores, graças a essa energia específica que vai descer, progressivamente e à medida dos anos, dos meses, para alguns e vai purificar, progressivamente, os diferentes chacras pela penetração da energia desse Espírito Santo até o nível do canal mediano, ao nível da Shushumna, ou seja, ao nível da parte inferior da coluna vertebral.

Então, uma vez que essa energia tenha purificado todos os chacras superiores, ela irá encontrar a energia Kundalini que está no interior do sacrum.

Então, naquele momento, as duas energias vão fusionar e subir, ambas, ao longo do canal mediano, a Shushumna, para fazê-los tornar-se um ser realizado.

Progressivamente e à medida que essa energia – que compreende, portanto, a energia shaktica, que havia descido – mais a energia do Kundalini vai subir, vai produzir-se um processo específico de emergência de novas funções.

E eu dizia, ontem, que inúmeros atributos do corpo físico de terceira dimensão não eram funcionais, vocês se lembram, eu tomei o exemplo do timo.

Então, quando o Kundalini e a Shakti sobem juntos, é preciso, efetivamente, compreender que não é mais um fogo devorador, porque não há mais necessidade de queimar os grãos dos chacras, eles foram queimados pela descida da Shakti.

Essas duas energias vão subir e, progressivamente e à medida que elas sobem, elas vão permitir passar do sistema de sete chacras para um sistema de doze chacras e, do mesmo modo, de um sistema de sete corpos ou casulos de Luz para doze casulos de Luz.

Então, são novas virtudes que vão ativar-se no ser humano.
O que é importante compreender é que hoje, no ano em que vocês estão, 2007, ano extremamente importante, o processo de transformação toca ao seu fim, ao nível do planeta, ao nível de organismos vivos.

O que quer dizer «tocar ao seu fim»?
Isso quer dizer que seres humanos constituíram os corpos de Luz, os doze corpos: os cinco novos, os sete antigos.

Os cinco novos estão prontos para viver os processos da ascensão à quinta dimensão.

Outros seres humanos viveram essa recepção da energia do Sol Central da galáxia, constituíram um corpo de Luz novo, mas não poderão ascensionar com o corpo, e deverão passar pela porta da morte para renascer na quinta dimensão, diretamente, e não mais na terceira dimensão.

Restará, também, o problema daqueles que recusaram, de maneira consciente ou inconsciente – porque era o caminho de alma deles – ativar os casulos de Luz novos e que renascerão em um mundo de terceira dimensão, para recomeçar um novo ciclo.

Mas nós nos interessamos, obviamente, ao que acontece para os seres que receberam esse Espírito Santo e que aceitaram constituir o corpo de Luz.

Então, não vou voltar às etapas de constituição dos cinco novos corpos, vocês verão isso com o cabeça de caboche [o canal Jean-Luc], que conhece isso muito bem, há muito numerosos anos.

Em contrapartida, o que é importante compreender é que, nessas fases finais que vocês vão viver muito em breve, é extremamente importante, para aqueles que não puderam despertar esses novos corpos durante o antigo tempo – o antigo tempo, para mim, que é situado no período intermediário entre 1984 e 2002 – e que, hoje, colocam-se questões, lembrem-se de que Jesus dizia que «os últimos serão os primeiros», ou seja, aqueles que se abrem, hoje, não terão necessidade de fazer esse caminho de purificação extremamente longo, aqueles que se abrem estarão diretamente prontos para aceder a essa dimensão.

Então, é preciso, efetivamente, compreender, eu diria, as engrenagens que permitem a essa nova dimensão instalar-se, livremente, no corpo; disso, eu falei em muito numerosas reprises.

Os únicos obstáculos inerentes à penetração da energia do Espírito Santo é, obviamente, o medo, mas, uma vez que o primeiro medo seja vencido, destaca-se, obviamente, a segunda armadilha, a armadilha é o ego.

Assim que a energia do Espírito Santo chega ao chacra coronal, há manifestações extremamente importantes que se chamam, no Oriente, os Siddhi, ou seja, os poderes da alma: a capacidade para ver, a capacidade para sentir.

A maior parte dos seres vai encontrar-se bloqueada nessa etapa, porque o ego não se preparou para isso.

Eles não leram, não se interessaram pela oração, pela meditação e não são capazes de compreender que essas energias que chegam não devem ser deixadas na cabeça, elas devem descer ao mais profundo, elas devem fazer um trabalho de purificação que pode ser, eu repito, ainda uma vez, desde 2002 e, sobretudo, agora, completamente instantâneo, na condição de que o ego deixe passar essa energia e não desvie as energias para servir-se dos poderes.

Buda dizia, à época: «quando você encontra os Siddhi, os poderes, salve-se, rapidamente», porque há um perigo enorme nesse nível.

Ora, infelizmente, São João dizia, no apocalipse, «haverá muitos chamados e poucos escolhidos», porque muitos chamados são marcados na fronte e sentem as energias ao nível do terceiro olho, mas o sentir, mesmo a correção do sentir não é a prova da realização espiritual.

A realização espiritual sobrevém apenas quando há abandono de todas as resistências e de todas as vontades do ego, para deixar as energias irem encontrar, casar-se com o Kundalini para subir.

Quando a energia sobe, naquele momento, os obstáculos são extremamente limitados.

As duas armadilhas as mais importantes são o medo dessa nova energia e, sobretudo, a apropriação pelo ego dessa energia espiritual em proveito de dons de vidências, por exemplo, que seria puramente catastrófica, porque isso desviaria a alma e o espírito do caminho da ascensão.

Isso é um preâmbulo que explica que, frequentemente, eu insisti sobre a noção de resistência, a noção de soltar e a noção de não querer, em relação à energia espiritual que desce nos seres humanos que estão prontos.

Então, aqueles que não estão prontos para acolher esse Espírito Santo pelo sétimo chacra vão acolhê-lo no plexo solar, no qual essas energias virão despertar e impactar o ego, mesmo o mais espiritual, e a pequena personalidade, com todos os jogos de poder e de violência e de guerra que vocês veem, atualmente.

Aqueles que são despertados espiritualmente, mas que bloqueiam as energias ao nível do terceiro olho, vão encontrar-se como que grandes gurus, porque, com potencialidades extremamente fortes, mas que não correspondem, absolutamente, ao processo de iniciação da quinta dimensão, mas um desvio, eu diria, do processo do ego.

Portanto: medo e, em seguida, ego.
É preciso, efetivamente, compreender que o mais importante não é explicar os mecanismos sutis de engrenagens de energias quando da descida delas, é muito, demasiado tarde agora, isso era bom há Agora, é preciso compreender que, quando a energia ativa-se, é preciso deixá-la penetrar, não pará-la ao nível do coração, tampouco, deixá-la ir encontrar as energias do Kundalini para preparar o processo de ascensão.

O processo de ascensão necessita da implementação dos cinco novos corpos espirituais, com pontos de ancoragens específicos ao nível dos novos chacras.

O que é importante compreender é que essas transformações não se difundem mais, agora, a partir do corpo etéreo, elas dizem respeito, também, aos corpos físicos, obviamente, mas, também, ao corpo astral e ao corpo mental; essas são, certamente, as modificações as mais importantes.

O processo ascensional ligado à energia do Espírito Santo tem por vocação, se se a deixa penetrar, fazer desaparecer a personalidade inferior, e vocês vão encontrar-se com um funcionamento que vai parecer-lhes, no mínimo, bizarro, ou seja, ao nível emoção, vocês vão encontrar-se em processos de distanciamento em relação às suas próprias emoções.

As emoções não estão mais presentes.
Então, isso não é incômodo, por não mais sentir a tristeza, por não mais sentir o medo, mas, também, o prazer, porque o prazer é uma emoção que é diferente da alegria interior.

Então, tudo o que fazia, antes, suas motivações – a busca de satisfações, de prazeres que eram ou prazeres do conhecimento, prazeres da sexualidade, os próprios prazeres da espiritualidade – terá, completamente, desaparecido, porque o corpo astral viverá uma sublimação e, diretamente, um desaparecimento.

É a grande novidade da ascensão à quinta dimensão.
Vocês não podem ascensionar com um corpo astral, o corpo astral é um corpo que não é necessário na evolução, é um corpo que foi iniciado pelo grande mestre Orionis, regente planetário, no momento da criação de Atlântida.

Então, é preciso, efetivamente, compreender que o processo de ascensão não será possível para aqueles que mantiverem resquícios do corpo astral, corpo astral que contém o conjunto de codificações vibratórias de suas emoções, mas, também, de suas doenças, que correspondem à terceira dimensão, a oposição entre a sombra e a Luz.

Então, é preciso, efetivamente, compreender que o acesso a essa quinta dimensão far-se-á através de um desaparecimento do corpo astral, um desaparecimento do ego, mas, em contrapartida, enquanto vocês estão, ainda, na terceira dimensão, isso pode ser, para alguns, processos um pouco penosos, nos quais vocês têm, talvez, a impressão de não mais estarem vivos, entre aspas, de sentir-se como destacados de tudo o que fazia, antes, seus polos de interesses na vida.

Não é preciso, absolutamente, inquietar-se com isso.
Lembrem-se de que, mesmo nessa fase, deixar fazer a energia do Espírito Santo, a energia do Sol Central, essa é a primeira transformação importante ao nível energético, é o desaparecimento do corpo astral.

O corpo mental, também, vai tomar um aspecto, uma forma, uma conformação que nada mais tem a ver com um corpo mental de terceira dimensão.

O corpo mental de terceira dimensão era limitado à parte superior do corpo, o corpo mental vai, como dizer..., incorporar o conjunto do corpo físico, ou seja, o conjunto das totalidades de suas células, desde a cabeça até os dedos dos pés serão penetrados por essa energia mental diferente da energia mental de terceira dimensão, a tal ponto que ela foi chamada Supramental, por exemplo.

A energia que os orientais chamam a energia da Città, porque ela vibra em uma frequência que está além da frequência da Luz de terceira dimensão.

A estrutura do corpo mental vai ancorar-se através dessa nova vibração do mental, que é ligada à nova Luz autêntica, a uma Luz que é diferente, na qual a velocidade da Luz será mínima e a estrutura de Luz, também, é diferente.

Então, o corpo mental, que era limitado na parte superior do corpo de terceira dimensão, vai substituir, de algum modo, o ovo astral que vocês conhecem de terceira dimensão e vai investir a totalidade do corpo físico, em especial com pontos de ancoragens extremamente fortes, que estão situados atrás dos joelhos, onde há chacras menores, mas, também, não sob os pés, mas no exterior dos tornozelos e no interior dos tornozelos.

São os novos pontos de cristalização do ovo mental – e não do ovo astral – do corpo de quinta dimensão.

Paralelamente a isso, os novos corpos põem-se no trabalho e permitem o aparecimento de funções espirituais superiores.

Então, quais são essas funções espirituais superiores?
Elas são ligadas a novas potencialidades que são, elas mesmas, ligadas à instauração da estrutura do novo corpo mental e do novo corpo causal.

É ligado, antes de tudo, à possibilidade de religar-se telepaticamente a outras consciências encarnadas e funcionar não mais, unicamente, através da linguagem, mas vibratoriamente, diretamente, de espírito a espírito.

Essa é uma potencialidade extremamente importante.
Há uma segunda função espiritual, que é a possibilidade de fazer fusionar todas as energias inferiores ao nível do coração, como se as energias do primeiro, segundo e terceiro chacras fossem transmutadas ao nível do chacra do coração, o que lhes permite sentir o amor incondicional, como foi chamado, mas o amor autêntico é a palavra a mais exata.

A terceira potencialidade que se atualiza, progressivamente e à medida que vocês deixam entrar a energia divina, a capacidade para irradiar o divino, a capacidade para estar não no prazer, mas na alegria interior, a capacidade para irradiar essa energia Luz a partir de um ponto que está situado acima do coração.

E depois, restam três potencialidades novas, ligadas a essa cristalização do corpo mental, que vão permitir-lhes ativar a memória akáshica, a possibilidade de conhecer, eu diria, de maneira figurada, os segredos do universo.

Depois, resta a possibilidade, mas isso está se ativando unicamente este ano, do que se chama o verbo criador, a potência vibratória conferida à pronúncia das palavras e não unicamente nas línguas sagradas, mas a vibração do espírito, também, não unicamente a língua, mas, também, o pensamento criador, no verdadeiro sentido do termo, de criar, de maneira instantânea, sua realidade, que é o apanágio dos mundos de quinta dimensão.

Na quinta dimensão não há necessidade de servir-se de ferramentas para criar uma casa, basta pensar na casa para que ela se crie, realmente, com tijolos de Luz, mas ela se cria, realmente.

E a última função, enfim, é a capacidade de fazer desaparecer sua dissociação em masculino/feminino, a possibilidade de reunificar suas duas polaridades, o que é extremamente importante para a quinta dimensão.

Quando eu falo de duas polaridades, eu não falo da sombra e da Luz, eu falo do masculino e do feminino que, enfim, reunificam-se.

No que diz respeito a esse processo de ascensão, não é preciso vê-lo como um fenômeno único, no qual vocês vão ascensionar com o seu corpo físico e todos os seus corpos/casulos de Luz.

Houve, primeiro, uma ascensão etérea, é aquela de que eu falei em relação à ativação da Shakti e do Kundalini juntos.

Esta já ocorreu para a maior parte de vocês, já, há numerosos anos.
A ascensão astral está terminando, para a maior parte de vocês, ou seja, a capacidade para não mais sentir as emoções.

A ascensão mental está cristalizando-se, o que explica as dores na parte inferior das costas, as dores dos joelhos ou dos pés que alguns podem sentir.

Resta, obviamente, a ascensão da matéria, essa é a última fase.
Mas todos os seus corpos são, para a maior parte, despertados, prontos para ascensionar com o corpo físico.

A ascensão do corpo físico necessita de uma transformação alquímica muito mais importante.

Ao nível dos constituintes de todas as células de seu corpo, a primeira das transformações é uma mutação que vai se referir ao átomo de carbono que deve ser substituído por um átomo de silício, com ejeção de certo número de elétrons.

Em seguida, há uma transformação do DNA, que deve duplicar-se seis vezes, de maneira a dar um DNA com doze fitas, é muito importante, porque a modificação de carbono em silício vai acompanhar uma modificação extremamente importante da vibração celular que passa à quinta dimensão, o que quer dizer que vocês terão um corpo de quinta dimensão que será um corpo físico penetrado pela vibração mental, ou seja, um corpo que será transparente, entretanto, com certa corporeidade.

Então, inúmeros órgãos vão perder sua eminência, eu já desvendei um pouquinho disso, ontem, ou seja, por exemplo, a esfera sexual não poderá mais existir, a esfera de procriação tampouco, uma vez que a sexualidade e a procriação serão totalmente diferentes.

A esfera abdominal, digestiva deve, progressivamente e à medida de suas encarnações, totalmente, desaparecer, porque a nutrição far-se-á a partir da Luz, diretamente.

Obviamente, a boca, também, vai transformar-se, vocês não terão mais necessidade da linguagem vibratória da palavra, vocês passarão pela telepatia, então, a utilidade dos dentes e da boca será totalmente diferente.

A força que vocês chamam gravitacional, nas esferas dimensionais de quinta, ligadas aos planetas e aos sóis que ali se encontram, faz com que seus corpos sejam transparentes e muito maiores do que o que vocês observam hoje.

A conformação do sistema nervoso, também, será profundamente diferente, com o aparecimento de zonas suplementares ao nível do cérebro.

Obviamente, o sistema respiratório será conservado, o coração será conservado, certo número de novos corações instaurar-se-á, eu também falei disso.

Vocês deverão possuir, para a ascensão física, um timo perfeitamente ativo, que os preservará de toda possibilidade de doença, que não existirá mais na quinta dimensão.

A dimensão física, a ascensão física acompanhar-se-á, também, de modificações extremamente importantes ao nível de estruturas de todos os órgãos dos sentidos: o olho não será mais com a mesma conformação.

Sua pele tampouco, não terá mais a mesma cor: vocês passarão a vibrações que se chama a raça azul, que prefigura algo que se instalará, progressivamente e à medida de encarnações, porque isso não pode transformar-se totalmente em uma dimensão, em uma vida, em um instante.

Mas a ascensão física deverá ocorrer para conservar, obviamente, o apoio vibratório de novas formas de vida, ou seja, o DNA, DNA que será profundamente transformado e os átomos constituintes serão, também, profundamente diferentes.

A vibração de seus corpos será totalmente nova, se se toma o exemplo em relação a algumas civilizações que, por exemplo, desenvolveram um corpo de quinta dimensão, que pode aparecer tão denso como o seu, porque eles não conhecem a emoção, eles são sem emoção, desprovidos de emoção em sua linhagem evolutiva.

Em contrapartida, vocês têm experimentado a emoção, a emoção é tudo o que vocês têm vivido há cinquenta mil anos, que lhes permite, também, cristalizar muito mais a Luz, pela certeza de Luz.

Paradoxalmente, o fato de ter passado certo número de milênios a experimentar a sombra e a Luz, reforçou, para aqueles que estão prontos, a Luz e, portanto, uma faculdade, no absoluto, de desembaraçar-se do peso da matéria, através da transcendência direta do corpo mental, o que não é o caso dos casulos de Luz daqueles que não passaram pela fase emocional como, por exemplo, algumas raças do Intraterra ou, ainda, os povos de Vega da Lira.

Então, é importante compreender que sua estrutura será uma estrutura de dimensão quinta, mas que lembrará vibrações muito mais altas como, por exemplo, a décima oitava dimensão, que são ligadas aos seres de Sírius.

Vocês não terão o mesmo processo evolutivo que aqueles que foram desprovidos de corpo astral.

Então, inúmeras modificações estão sobrevindo, é preciso acompanhá-las de maneira simples, ou seja, tentando, o menos possível, fazer intervir sua personalidade inferior, porque ela está se desagregando, desaparecendo, pouco a pouco.

São as coisas as mais importantes a reter, mas não é preciso embaraçar-se, precisamente, com essas transformações que eu acabo de falar, porque a Luz é inteligente.

A partir do momento em que vocês se obrigam a buscar a Luz, a não resistir, a não ter medo, a não deixar o ego manifestar-se, bem, as coisas desenrolar-se-ão, verdadeiramente, sem atravancar, essa é a maior das lições.

Não se esqueçam, também, de que aqueles que se abrem, hoje, estão mais aptos, na condição de não ter medo e de não captar as energias com o ego, de aceder, ainda mais rapidamente, que alguns de vocês, a essa dimensão quinta, com uma ascensão etérea, uma dissolução astral e uma ascensão mental muito mais rápida do que era possível há ainda alguns anos, porque as energias do Espírito Santo, eu diria, se se quer fazer uma escala em porcentagem, são, hoje, a noventa e cinco por cento chegadas.

O processo de ascensão planetária ocorreu ao nível etéreo em parte, ao nível astral, ao nível mental.

Falta apenas, para a Terra, o nível físico e causal, que sobrevirá muito proximamente.

Então, tudo isso, vocês veem ao seu redor, as fases de despertar da Terra.
Elementos estão ativando-se, de maneira coletiva, ao nível do planeta; basta olhar, tudo isso está sendo levado a efeito com extrema rapidez.

Então, não se deve atrasar em dizer o que vai acontecer, como o carbono vai passar ao silício, como o DNA vai passar de duas fitas para doze fitas, porque para nada serve analisá-lo, isso se faz sozinho, contrariamente ao que alguns puderam pretender e dizer que é preciso limpar as memórias, que é preciso limpar os carmas, que é preciso limpar as células, que é preciso limpar o mental.

Tudo isso é perda de tempo ligada ao ego.
É preciso, simplesmente, não entrar na resistência e deixar as energias do Espírito Santo agirem em vocês.

Como dizia Cristo e como eu já disse, em numerosas reprises: «Pai, que sua vontade faça-se, e não a minha».

Deixem trabalhar o Divino em vocês, é a única coisa que é possível fazer hoje, e entrar no que foi chamada, eu creio, a fluidez da unidade, de maneira a tentar viver com o mais de fluidez o que vem, quaisquer que sejam o que vocês chamariam, ainda hoje, de provas, como perder isso ou perder aquilo, porque vocês não sabem o que a vontade divina quer para vocês.

Em todo caso, tudo o que acontece, mesmo se seja contrário à sua vontade pessoal, será necessário acolher com a vontade de deixar fazer a Divindade em vocês; isso é a coisa a mais importante a dizer a todo mundo, para aqueles, em todo caso, que estão prontos a fazer o caminho da ascensão, com ou sem o corpo.

Quanto àqueles que resistem e que escolheram, eu diria, o campo deles, não há mais possibilidade, agora, de dar marcha à ré, as coisas foram estabelecidas de uma vez por todas.

Restam apenas alguns indecisos, que se decidirão no último momento, mas aqueles que fizeram a escolha do ego fizeram-na, irremediavelmente.

As escolhas foram inscritas nos livros de vida, não há possibilidade de marcha à ré para essas pessoas que escolheram o ego.

Restará, simplesmente, uma escolha, para aqueles que estão na indecisão, não ligada ao ego, mas ao medo, quanto à realidade da verdade da quinta dimensão e de transformações finais que chegam sobre o planeta e sobre suas almas e sobre seus corpos.

Aí está o que é preciso reter disso.
Então, eu disse muitas coisas, mas, agora, se vocês têm questões, bem, eu os escuto.

>>>

Questão: hoje, parece possível descer as energias do Espírito Santo sob o coração, o que era para evitar antes, por quê?

Simplesmente porque, hoje, a etapa da ascensão é possível.
O que era uma heresia há um ano e meio tornou-se, hoje, possível, pela elevação do planeta e a elevação do Espírito Santo.

Essas energias do Espírito Santo sempre foram destinadas a descer mais baixo do que o sacrum, para ativar o Kundalini, mas, aí, o que eu disse que descia não era a energia do Espírito Santo, eu disse, efetivamente, que era a energia do corpo mental; isso nada tem a ver, vocês confundem dois tipos de energias.

Eu não disse que a energia do Espírito Santo devia descer até os pés, eu disse que é a energia do corpo mental que devia cristalizar-se atrás dos joelhos e nos tornozelos, não é a mesma energia.

>>>

Questão: em que a energia mental e a energia do Espírito Santo são diferentes?

A energia mental, quando é irradiada pela energia do Espírito Santo, ela começa a revelar o que se chama o supramental, essa energia supramental vibra de modo muito mais forte do que a energia mental.

O casulo mental não podia descer muito mais baixo, hoje, a energia supramental, ou seja, o mental iluminado pelo Espírito Santo, é capaz de descer para enraizar-se no mais profundo dos tornozelos, em todo o corpo, a energia mental transformada pelo Espírito Santo.

Quanto à energia do Espírito Santo, ela não desce mais baixo do que o sacrum.

São duas energias diferentes.
A energia do Espírito Santo vem e é retransmitida pela vigésima quarta dimensão, a energia supramental pertence à quarta dimensão despertada, isso nada tem a ver.

>>>

Questão: é desejável acompanhar o desenvolvimento do timo e, se sim, como?

Absolutamente, não.
Eu disse que o mais importante era deixar fazer.
A partir do momento em que vocês querem trabalhar nesses últimos níveis de energia de integração, através de técnicas energéticas ou outras, vocês arriscam distorcer o trabalho.

Lembrem-se de que as últimas etapas – constituição de DNA a doze fitas, constituição de três corações, efusão de três corações – são um processo absolutamente natural.

A única coisa que vocês têm a fazer, permanentemente, é deixar fazer a vontade da Luz.

>>>

Questão: podem-se acompanhar essas transformações adotando um estilo de vida específico?

Obviamente, é um estilo de vida que vai manifestar-se a vocês, progressivamente e à medida que o poder da Luz for maior.

Não é uma decisão a tomar, unilateralmente, mas vocês serão confrontados a escolhas vibratórias, vocês não poderão mais suportar, por exemplo, o álcool, vocês não poderão mais suportar alguns tipos de alimentos, mas não é uma diligência deliberada, ela se fará naturalmente.

>>>

Questão: entidades sem corpo físico manifestam-se, portanto, em que o DNA é tão fundamental?

Ele é tão fundamental porque seu corpo de quinta dimensão é um corpo de matéria sublimada, mas é um corpo de matéria.

Há entidades que estão na quinta que, jamais, passaram pela encarnação, nem pela dimensão corpo físico, nem corpo astral.

Tudo é possível.
Mas sua linhagem evolutiva passa pela sublimação da matéria.

>>>

Questão: essas regras aplicam-se a todos, mesmo aqueles que estão encarnados, mas não de origem terrestre?

É um caso específico.
Para cada ser humano é diferente.

>>>

Questão: assim que se tenha desencarnado, reencontram-se as características da própria origem?

Ainda uma vez, é profundamente diferente, de acordo com cada entidade.

>>>

Questão: as transformações da evolução vão fazer-se no espaço de quanto tempo?

Elas já ocorreram, para a maior parte dos seres que está no caminho, há muito tempo agora.

Vocês compreenderam, é algo que pode produzir-se quase instantaneamente.
Eu fiz, efetivamente, a diferença entre 1984 e 2002, e 2002 e agora.

Antes, era um processo extremamente lento, agora, quanto mais isso vai, mais é um processo que pode ser quase instantâneo.

>>>

Questão: poderia falar-nos da ascensão causal?

A ascensão causal corresponde à reversão do corpo causal.
Hoje, o corpo causal é chamado o corpo imortal, o corpo sem costura, ele é ligado ao chacra da garganta.

Hoje, o corpo causal é voltado – desde a descida na encarnação, ou seja, bem antes do período de cinquenta mil anos – para a matéria.

Era a experimentação da queda.
Com o processo de acesso à quinta dimensão, o corpo causal reverte-se, ele não está mais voltado para a queda, ele está voltado para o retorno à Divindade.

Esse retorno à Divindade não é, unicamente, um processo de ascensão, é, também, um processo vibratório que visa transformá-los em seres vibratórios cada vez maiores, cada vez mais irradiantes, que acompanharão sua passagem, progressivamente e à medida de éons que passarão e ciclos de encarnação (entre aspas, encarnação) para sua dimensão final.

É um processo no qual o corpo causal está, ainda, voltado para a encarnação.
O dia em que ele se volta para a Luz não há mais razão para estar encarnado em terceira dimensão.

>>>

Questão: para esse acesso à quinta dimensão, quais são os acompanhamentos os mais eficazes?

Soltar, ensinar ao outro a soltar.
Todos os meios são bons.
Não há precaução.

Com qual direito vocês proibiriam alguém de viver algo?
Não há noção de estar pronto ou não pronto, eu disse que isso podia fazer-se instantaneamente.

O mais importante, ainda uma vez, como eu disse e repito, não é compreender como isso funciona, o importante é deixar trabalhar a Luz em si, encontrar o amor, soltar, o abandono à vontade divina, e é tudo.

>>>

Questão: o que é das meditações no coração, preconizadas por alguns ensinamentos?

Desenvolver uma energia ao nível do coração é perfeitamente louvável.
Louvável, mas no antigo tempo.

Nos antigos ensinamentos, focalizando-se ao nível do coração, você busca pacificar o ego, abrir o coração para viver o amor, mas isso não permite viver a quinta dimensão, isso permite viver o amor incondicional na terceira dimensão, o que era o caminho dos Mestres há extremamente muito tempo.

A abertura do coração não permite purificar os chacras abaixo, é uma transmutação de um nível, a transmutação para a quinta dimensão tem múltiplos níveis.

Então, a energia no coração, está ótimo, mas é preciso, sobretudo, deixar penetrar a energia divina pelo topo do crânio, para deixá-la fazer o caminho, reencontrar o kundalini e voltar a subir.

Isso não perturbará a energia do coração, bem ao contrário.
O que eu quero dizer com isso é que a energia do coração é um esquema que corresponde a um funcionamento de terceira dimensão.

Isso não bastará para viver a ascensão.
O que eu dizia é que a energia divina penetra pelos chacras.
A partir do momento em que se polariza a meditação sobre o sétimo chacra e que se diz «Pai, que sua vontade seja feita e não a minha», vocês vão deixar infusionar a energia do Espírito Santo em vocês, ela vai entrar muito, muito rapidamente no coração, mas não se deve parar no coração, é preciso deixá-la descer ao nível do sacrum.

Depois, poder-se-á fazê-la subir ao coração, fazê-la subir ao alto, reestabilizá-la no coração, mas isso é outra etapa.

Mas isso deveria ser tanto mais fácil se o coração está aberto, mas não se deve bloquear a consciência, unicamente, no coração, mesmo se o objetivo seja o amor, concordamos nisso.

Mas é preciso, efetivamente, diferenciar o objetivo na terceira dimensão do objetivo da quinta dimensão.

Aí, há muitos seres humanos que estão no caminho espiritual, que creem que, porque eles abriram o coração, vão encontrar a iluminação e a transcendência. Isso era válido no antigo tempo, porque era um caminho ascensional do ego ao coração.

Hoje, não é a mesma coisa.
Eu disse, efetivamente, na preliminar, que a energia estava invertida: a energia espiritual deve descer ao coração, a Shakti deve descer, perfurar os chacras, ir até o Kundalini e voltar a subir juntos.

Mas não, unicamente, pôr todas as energias do coração, porque, aí, vocês vão sentir o amor incondicional, mas bloqueado na terceira dimensão, mas não no acesso à multidimensionalidade.

Nos caminhos antigos, isso era verdadeiro, era preciso purificar o ego para aceder ao coração.

Hoje, é-lhes solicitado receber essa energia que vai, ela mesma, purificar os chacras. É um trabalho de focalização de consciência: ao invés de focalizar aqui (ndr: OMA mostra o coração), focaliza-se no sexto e sétimo chacras e, quando a energia ativa-se, deixa-se descer, simplesmente.

Não se esqueçam de que a ascensão, no antigo tempo, era a passagem do ego ao coração, é um processo individual.

Ora, aí, vocês estão em face de um processo coletivo, cósmico, planetário e galáctico, não é, de modo algum, a mesma coisa.

>>>

Questão: qual é a diferença entre o Espírito Santo e a energia Micaélica?

Nenhuma, há uma adequação total entre a Shakti, o Espírito Santo, a energia Mariana e a energia Micaélica.

É a energia de cor azul, que vem do Sol Central da galáxia de Sírius.

>>>

Questão: como se faz com que ela tenha sido dissociada nessas três expressões?

Não há apenas três descrições, há múltiplas delas, ela pode, também, ser chamada a Shekinah, na cabala.

Eu tomei isso porque Espírito Santo é a pomba que desce, o pentecostes, se preferem. Lembrem-se de que, no antigo tempo, a crucificação, a ressurreição, a ascensão e, depois, pentecostes.

Hoje, não é o mesmo caminho, é primeiro pentecostes, antes da ascensão.

>>>

Questão: portanto, o sucesso dessa ascensão é ligado à capacidade de abandonar-se?

Completamente.
É a maior frase: «Pai, que sua vontade seja feita e não a minha».

Porque, se você está abandonada, completamente, não pode mais ali haver medo, exceto abandonar-se, ainda mais, os medos desaparecerão.

>>>

Questão: como se situam, nesse contexto, os trabalhos nas memórias?

É muito simples, todo trabalho, hoje, com as energias do Espírito Santo que estão presentes, que quereriam trabalhar em memórias, é um trabalho que contraria o advento da ascensão.

A ascensão é algo, lembrem-se, que deve libera-los de seu corpo astral, o que é o caso para a maior parte.

As memórias são ligadas ao corpo astral, ou seja, através desses processos de liberação dita memorial, vocês vão atrair, novamente, vocês vão impedir a dissolução do corpo astral, porque vão despertar memórias.

Vocês não as eliminam, vocês as despertam.
Isso não se elimina, as memórias, não há qualquer modo, tal como vocês são constituídos, de desembaraçar-se de uma memória.

O único modo é fazer desaparecer o corpo astral, em sua totalidade, e vocês constatarão que a maior parte das pessoas que trabalha nessas memórias são grandes emotivos.

Eles têm a impressão de controlar as próprias emoções através disso, mas o problema não é controlar a emoção, não é lutar contra, é transmutá-la pela energia do Espírito Santo.

Ora, vocês não podem transmutá-la portando sua consciência acima, é como se eu lhes dissesse, no antigo tempo, que se vai aceder ao coração meditando no ego, é exatamente a mesma heresia.

Vocês podem passar milhares de anos a meditar no ego, restarão, sempre, manchas escuras.

Do mesmo modo, nesse processo dito de liberação memorial, isso faz apenas reativar o emocional, o corpo astral.

Vocês densificam o corpo astral, impedem-no de desaparecer, mesmo se haja desaparecimento de algumas perturbações, elas serão substituídas por outras, então, vocês têm a impressão de progredir, porque tal perturbação ou tal outra perturbação desapareceu, mas ela é substituída por outras.

Isso é uma história sem fim.

>>>

Questão: é o mesmo para os acompanhamentos verbais?

Não, porque se o verbo é levado a efeito, não é obrigatório agir ao nível da emoção, ele pode agir ao nível do mental e, justamente, permitir abrir o mental a outra realidade, na condição de que o mental não esteja voltado para a emoção.

>>>

Questão: poderia falar-nos da fusão dos três corações?

É uma bem grande palavra, a «fusão dos três corações».
Eu lhes expliquei que há coração físico, coração espiritual, coração divino.

Se preferem: coração físico, timo e átomo espiritual ou átomo embrião.
A fusão dos três corações é a penetração do Espírito na alma e a penetração da alma no corpo, ou seja, a reunificação de três níveis que havia não desaparecido, mas que estava dissociado pelo processo de encarnação ligado ao corpo causal.

Ora, como vocês passam a outro modo de encarnação, no qual o corpo astral desaparece, vocês tomam consciência da tripla unidade que é a sua, ou seja, a reunificação do corpo, do coração e do Espírito.

Aí está o que se chama a fusão dos três corações: coração físico ligado à estrutura física, coração, digamos, tímico (timo, que é ligado ao corpo mental, ligado à alma, se preferem), e coração espiritual, que é ligado ao Espírito.

O Espírito penetra a alma, a alma penetra o corpo e os três entram em ressonância, porque não há mais a barreira do emocional.

>>>

Questão: a que corresponde a duplicação das fitas de DNA?

Isso significa, simplesmente, que, ao invés de haver dois pares de cromossomos, vocês têm seis deles, isso quer dizer que as potencialidades de vida serão profundamente restauradas.

Você é um ser que, antes de descer na encarnação, através da terceira dimensão, possuía, de maneira vibratória, esse DNA. Esse DNA vibratório é sua herança ao nível de doze fitas, você vai reencontrá-la.

É difícil a explicar, porque a célula vai funcionar, eu diria, de maneira profundamente diferente em modos de quinta dimensão nos quais a sombra não existe mais.

Então, eu não vejo o que eu poderia explicar mais.
Vocês vão passar de um sistema com certo número de ligações no DNA, que era baseado em um sistema de codificação em quatro bases, vocês vão passar para um sistema de trinta e duas bases.

Mas eu não posso entrar nos detalhes disso, é extremamente árduo.
Cada base vai, novamente, por sua vez, dividir-se em quatro bases.

>>>

Questão: e quanto à regulação dos hormônios?

Evidentemente, a hipófise existirá, mas alguns hormônios, que não são reconhecidos hoje, vão modificar a própria secreção.

Novos hormônios, também, vão aparecer, mas que são hormônios, lembrem-se, não em bases carbonadas, mas na base silício, muito mais vibrantes e muito mais ativos em domínios totalmente diferentes que o que vocês têm experimentado.

Os hormônios sexuais não terão mais razão de ser.
Hormônios mais ligados à consciência farão sua aparição.
Os hormônios ligados ao que vocês chamam o simpático não existirão mais, tampouco.

>>>

Então, eu lhes aporto toda a minha bênção.
Boa coragem, bom caminho, e eu lhes digo até muito em breve.

******************
Mensagem de O.M. AIVANHOV no site Francês Autres Dimensions:
http://autresdimensions.info/article5709.html
12 de abril de 2007 (Publicado em 12 de abril de 2007).
Tradução do francês para o português: Célia G.
via: http://leiturasdaluz.blogspot.com.br

Um comentário:

Postar um comentário