quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Especial: O.M. AÏVANHOV (3a. Parte - 2005 a 2009) - Autres Dimensions



06 de fevereiro de 2013.
Especial: O.M. AÏVANHOV (3a. Parte - 2005 a 2009) - Autres Dimensions

Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui


Questão: o sofrimento tem uma utilidade e poderia passar?

Individualmente, ele pode ter certa utilidade, a um dado momento, para uma alma, provocando forças de atrito e de resistência que vão conduzir para a Luz.

O Fogo nasce do atrito, certamente, e o Fogo do Amor, também.
Entretanto, é necessário compreender que nesta dimensão dissociada, o sofrimento é o lote diário de encarnação.

Entretanto, não é se solidarizando com o sofrimento da Humanidade que você vai ajudá-la a superar o sofrimento.

Isso é muito importante compreender.
A melhor maneira de ajudar no desaparecimento do sofrimento é elevar a Vibração da Luz.

Você ajudará muito melhor os seres em resistência e em sofrimento elevando suas Vibrações ao invés de jogando de salvadores como isso foi criado pelos movimentos humanitários que, eles, mantém a Ilusão da dualidade.

Porque há o mal, o sofrimento, então, eles levam o bem e eles levam o consolo e, isso, isso pode durar milhões de anos.

A única maneira de sair disso é subir as Vibrações.
Isso não quer dizer, atenção, que não é preciso se compadecer ou que não é preciso olhar o sofrimento.

Isso quer dizer, simplesmente, que não é preciso dar-lhe demasiada atenção vibratória.

A melhor maneira de ajudar aquele que sofre, é talvez estender-lhe a mão e compadecer, mas, é, antes de tudo, subir o nível vibratório que é o seu e aquele da Terra.

Está longe de ser um ato de egoísmo, bem ao contrário, é um ato de Serviço.
É necessário bem compreender que a ajuda levada, mesmo com a emoção do coração, não é o coração.

O importante é trabalhar sobre a Vibração e, hoje, vocês o sabem mais que jamais.

Progressivamente e à medida que vocês sobem as Vibrações, progressivamente o sofrimento se dissolverá, e ele está se dissolvendo.

Mas ele passa por forças de resistência extremas.
Não se esqueçam, não mais, que não foram as dimensões superiores que quiseram o sofrimento, não é?

Foi sim a conduta do humano que conduziu a isso e nenhum outro.
A Luz não está aí estritamente para nada.

É justamente a ausência de Luz que gera o sofrimento.
***

Questão: Pode nos falar de novo da noção de julgamento?

Então, vou tentar retomar, em palavras simples, os ensinamentos que lhes deu o Arcanjo Anael.

Eu os lembro que o Arcanjo Anael é o Arcanjo da relação, do ar e regente ou reitor, se preferem, do planeta Vênus que é o planeta, como o sabem, do amor.

O julgamento, qualquer que seja e, sobretudo quando uma pessoa não está presente, os faz descer ao nível da personalidade.

É um nível vibratório.
A partir do momento que você coloca uma opinião ou um julgamento, mesmo sobre uma situação que é, que você vê e que você discerne e que você discrimina como sendo de natureza oposta à Luz, o simples fato de dizê-lo o afasta da dimensão do coração.

É uma realidade vibratória.
E você lê, muitas vezes, que não se deve julgar.
Então, há também seres que se servem desta noção de não julgamento para continuar seus malfeitos, vocês vão me responder.

Mas não é problema seu.
Seu problema é, para você, estar desperto e em fase de despertar, de não julgar.

Deixem os outros evoluir como quiserem, mas vocês têm, vocês, que fazer o esforço indispensável de permanecer no coração.

Ora, o julgamento, o que vocês chamam mesmo, para alguns, o discernimento do bem e do mal, os afasta inexoravelmente de seu coração.

Se você é um ser intuitivo e sensitivo, você vai funcionar com o que chamamos o terceiro olho e vai se tornar muito orgulhoso de você porque é capaz de discernir o bem e o mal.

Você é capaz de ver os prós e os contras de uma situação.
Mas, isso, você o faz com o terceiro olho, não é?

Você não pode fazê-lo com o coração, porque, quando você está na Vibração do Coração, está no Amor e, estando no Amor e a Vibração da Luz, nada além da Vibração da Luz pode existir.

Isso não quer dizer que você está indiferente ao sofrimento, que você está indiferente ao que se passa nesta dimensão, na Sombra e Luz mas que seu status vibratório e de Consciência o coloca, queiramos ou não, acima desta dualidade.

E é o que lhes é pedido hoje.
Então, o julgamento participa da dualidade.

A Vibração e o amor participam da Unidade e se você julga, você se afasta tão seguramente da Verdade e do Amor como se você fosse qualquer um que serve as forças da Sombra ou as forças dos maus rapazes, se preferem.

É muito importante compreender porque os maus rapazes, e esta dimensão dual, é uma Criação. Isso, agora, muitos de vocês compreenderam: uma Criação artificial e não da Fonte, uma Criação de maus deuses, se quiserem, que são de fato os maus rapazes.

Mas esses maus rapazes são talvez muito mais luminosos que vocês.
Em outras dimensões, mas eles empurraram o jogo tão longe, eles quiseram tanto se separar da Luz que eles foram em parte bem sucedidos e, eles, o que lhes interessa, é que esta dimensão perdure, não é?, na dualidade.

Portanto, eles são obrigados de se servir de leis da dualidade e quais são as leis da dualidade?

É o julgamento, o bem e o mal.
Quando Miguel lhes disse que combate o mal e como ele é representado, se querem na iconografia, quando derruba o Dragão, isso quer dizer que ele separa, ele faz desaparecer a distância existente entre a Luz e a dualidade, nada mais.

Ele remove, ele limpa o que está situado nos planos intermediários que não pertencem à Luz, ou seja, os mundos astrais.

Ele libera as entidades.
Ele libera alguns desencarnados.
Ele limpa algumas egrégoras e, em particular, as egrégoras de medo nas quais vocês foram mantidos.

Portanto, se você participa no combate do bem e do mal, você participa da dualidade.

Hoje, é preciso compreender e aceitar que a solução não é o combate do bem e do mal.

Ela está na aspiração para a Unidade, para a Luz.
As palavras de Cristo não disseram outra coisa: «Procurai o Reino dos Céus e o resto lhes será acrescentado».

Certamente, Cristo expulsou os demônios.
Certamente, vocês podem expulsar os demônios, mas vocês não são ainda o Cristo, não é?

Portanto, obviamente, há seres cuja missão foi, durante muito tempo, classificar o bem e o mal e caçar o mal, mas, caçando o mal, vocês participam do bem e do mal.

Procurando a Luz e estabelecendo a Luz, você sobe vibratoriamente, sem, no entanto ser desenraizado ou desencarnado.

Você participa da elevação vibratória da Terra que é demandada hoje e quando Cristo lhes disse que à medida que julgar, você será julgado, é a estrita Verdade, infelizmente, para alguns entre vocês.

Quer dizer que se você passa seu tempo a ver o bem e o mal, quando chega do outro lado, será focalizado sobre o bem e o mal que fez e as menores ações que são pecadinhos, eu diria, lhe aparecerão como tarefas impossíveis de retirar, compreenda isso.

No mais, quando você julga alguém, quando você coloca uma afirmação sobre qualquer um, que é um julgamento, quer você queira ou não, você vai emitir uma onda, uma Vibração.

Esta Vibração não está mais em seu coração porque eu os lembro que a própria Fonte disse: «quando você não puder abençoar alguém, siga seu caminho».

Não procure justificar ou julgar porque quando você julga, você emite uma Vibração e segundo o princípio eletromagnético de atração e de repulsão desta dimensão, você vai criar também certamente uma ligação que pretende afastá-lo e separá-lo.

Isso quer dizer que se você diz: «Atenção, tal situação ou tal pessoa é negativa», você vai criar uma Lei de retribuição cármica de ação/reação, de atração e de ressonância relacionada, de um lado, à situação que você criou, emitido do julgamento, mas também com relação à pessoa e você responderá um dia ou outro, obrigatoriamente.

Então, se você quer superar a ação-reação, penetre na ação da Graça, ou seja, no não-julgamento.

Você deve se manter nisso, cada minuto de sua Vida, a cada vez que tenha um pensamento que os atravessa, mesmo em relação aos maus rapazes.

É todo o paradoxo, é que hoje, por exemplo, com relação ao medo da vacina, há muitos seres que se erigem como salvadores, é preciso informar: «atenção, perigo».

O que você faz?
Você alimenta as egrégoras de separação e de divisão e, nesse sentido, também, independentemente dos bloqueios do DNA.

É por isso que o mês de setembro foi vivido com certa inquietude, por vocês, não de nossa parte, mas uma inquietude por vocês.

Vocês devem superar isso.
Vocês não devem cair nas armadilhas, uma vez mais, da dualidade.

Vocês são seres a despertar e a iluminar.
Vocês devem ir para além das aparências.

O medo da vacina é ainda mais nefasto que a vacina.
Vocês compreendem isso?

Porque vocês criaram, naquele momento, Vibrações de medo e a Vibração de medo é oposta da Vibração do Amor e da Vibração da Luz.
Poderíamos resumir dizendo que a Sombra, em sua totalidade, é apenas o medo da Luz e nada mais, absolutamente nada mais.
***

Questão: que será da ascensão daqueles que não tiveram a oportunidade de consultar seu site ou ter acesso a esse gênero de informações?

Mas, espere, há seres que viverão a transição e a transformação e que estarão acima daqueles que estão a par, como dizem.

Não creia que, porque você lê o site, ou que você ouve minhas palavras, que você está acima.

Você está simplesmente informado.
Estando informado, você tem uma responsabilidade maior.
Mas, entretanto, as crianças precisam ler Internet ou me ouvir falar para ascensionar?

Certamente não.
É o mesmo para aqueles que vivem nos confins da floresta amazônica, eles estão muito mais perto que vocês da Luz, não se inquietem por eles.

27 de setembro (1ª Parte) - [Clique aqui]

>>>

Questão: como pai de uma criança de 2 anos e meio, como gerir o aprendizado sobre o bem, o mal, o tempo, com relação às evoluções atuais?

Bem, obviamente, se você nada diz ao filho se ele coloca a mão sobre o Fogo, ele vai se queimar, ele vai se fazer mal, você é um pai em falta.

É preciso bem compreender.
Entretanto, há modo de proceder.

Você pode também interessar uma criança tão jovem a outras dimensões.
Fale-lhe e interrogue-lhe sobre o que ela vê.

Não coloque em dúvida o que ela vê, o que ela percebe, seu contato com os Anjos, seu contato com Maria.

Muitas crianças, inúmeras crianças, estão em contato espontâneo com Maria.
Coloque-lhe a questão e você verá que é a Verdade, uma vez que Maria se interessa particularmente pelas crianças.

Então, evidentemente, há regras ligadas à dualidade que vocês vivem ainda, que devem ser inicializadas com as crianças, mas, paralelamente a isso, vocês devem também lhes falar da Luz e da Unidade formá-las, literalmente, a isso.

Então, elas não podem ler, mas vocês devem lhes mostrar as estrelas.
Vocês devem lhes ensinar a elevar seus olhos para o Céu. E não unicamente em Espírito, mas em Verdade, também.

Faça-as olhar o ar, faça-as olhar a Vida, essencialmente, as árvores, as borboletas, os pássaros e as nuvens e pergunte-lhes o que elas vêem, simplesmente.

27 de setembro (2ª Parte) - [Clique aqui]

>>>

Há um fenômeno de aceleração, se querem, dos limiares da consciência, quanto ao acesso ao Estado de Ser.

Muitos seres humanos vão começar a viver e a fazer viagens um pouco específicas. Então, assegurem-se, aí, isso não vai fazê-los «delirar » porque não há mais «touffe» (tufo?).

Isso quer dizer que irão se voltar diretamente aos espaços interiores onde o mental não pode intervir de qualquer maneira.

Obviamente, o que vão fazer como experiências, cada um segundo seu nível, certamente, talvez, pela primeira vez, extremamente confusos e, no momento em que voltarem à consciência comum, o mental vai tentar lhes dizer que tiveram, justamente, «delírio» ("yoyoté de la touffe").

Vocês se aperceberão por vocês mesmos que o que viveram, qualquer que seja o lado completamente «sobrenatural», completamente «extraordinário», não poderá deixá-los na impressão de falsidade.

Obviamente, haverá ao redor de vocês pessoas que vão lhes dizer que é o astral, que isso não existe.

Então, eu lhes peço expressamente de bem compreender que o que vocês vivem e o outro não vive, obviamente, ele não pode compreender e, obviamente, ele o colocará em dúvida.

Então, há interesse, durante um primeiro período em que esses flashes da Luz vão se fazer, de guardar isso em seu interior, para guardá-lo, de algum modo, no calor, a revelação da Luz.

Ou seja, não jogue para o exterior, para pessoas que não poderão compreender e que poderão mesmo ser atingidas pelo que vocês vão viver, em suas convicções as mais íntimas.

Vocês não convencerão ninguém da realidade do que vivem, vocês apenas convencerão da realidade de vocês mesmos, com relação a seu interior, com relação à espiritualidade e à Verdade desses contatos novos.

Imaginem, por exemplo, que você vê um Arcanjo e que você se coloque a descrevê-lo numa forma que corresponda a estados dimensionais e ao limite do antropomorfismo, ou seja, por exemplo, e, bem antes das dimensões de civilizações ditas «Triângulos» e que você encontra na rua alguém que conhece e que, ele também, viveu, por exemplo, os Casamentos de Miguel ou o reencontro com a Luz, e, ele permaneceu sobre uma forma específica do Arcanjo Miguel que era uma representação que fez dentro de si, relativa a seu sistema de crenças.

E você, imagine que você faz uma viagem, fora desse corpo, no corpo de Estado de Ser e que você encontre um Arcanjo que pareça a um «sputinik», isso vai soar engraçado.

Obviamente, não é «sputinik», mas isso poderá bem fazer esse efeito.
Quer dizer que você vai se encontrar confrontado com uma estrutura de Luz que estritamente nada tem a ver com a representação Angélica ou Arcangélica habitual que há em suas iconografias.

Então, obviamente, se você encontra este amigo (mas pode ser igualmente sua mãe ou sua mulher, ou seu marido) e lhe diz «eu vi isso», o que ele vai dizer?

Ele vai dizer: «você é tolo», e ele terá razão, porque ele não terá acesso, no mesmo momento, a esse nível de realidade.

É necessário bem compreender, como disse o Arcanjo Miguel, que todos aqueles que viveram o despertamento interior até o som ouvido, às pressões percebidas na cabeça ou no chacra do coração, vocês são os Transmissores da Luz.

Então, por favor, as transmissões da Luz se fazem no silêncio e tendo a humildade de não contar necessariamente o que viveram porque é a melhor maneira de fechar o outro que não acessou ainda esta dimensão.

Então, permaneçam, como disse a Fonte, nesta humildade da experiência que vão viver, especialmente porque não poderão colocar necessariamente em palavras sensatas.

Ancorem a Verdade do que viveram.
Para vocês, isso será uma evidência mas, para aquele que não a vive, aceitem que as limitações que ainda não caíram são obstáculos à aceitação mesmo do que vocês viveram.

Aproveitem, ao contrário, dessas experiências de evidências e das rajadas da Luz, para compreender que é este estado, particularmente, que vocês devem irradiar em torno de vocês.

E recordem-se que a irradiação da Luz não é uma vontade deliberada de enviar a Luz sobre qualquer um, isso, é um ato de poder.

Basta-lhes simplesmente religarem-se a seu estado de ser, eventualmente lembrarem-se, pela memória e vibratoriamente, a fulgurância da Luz que viveram.

02 de outubro de 2010 - [Clique aqui]

>>>

Questão: parece que a heliosfera está se abrindo. Isso poderia corresponder às modificações que se fazem sobre o espaço/tempo?

Vocês sabem, desde muitos anos, as modificações em seu Sistema Solar são extremamente importantes. Elas dizem respeito a todo o Sistema Solar, todos os planetas. Elas dizem respeito às órbitas planetárias. Elas dizem respeito às Radiações do Sol. Elas dizem respeito também às radiações emitidas pelo cosmos e por certos lugares da galáxia.

Isso leva a tensões incomuns, ao nível dos planetas, mas também das Consciências que vivem nesses planetas. Então, sobre o que você fala, vamos resumir e falar ao nível um tanto científico, com termos que me são próprios. Vocês traduzirão com os diferentes termos que vocês empregam.

A Terra é banhada pelo que é chamado uma magnetosfera, uma força que é responsável do que chamam as forças gravitacionais, por exemplo, mas também de todo eletromagnetismo na Terra.

O conjunto desse Sistema Solar está sob influência das mesmas forças, que vocês denominam magnetosfera, mas que é chamada, porque está ligada ao Sol, heliosfera.

Quer dizer que é uma espécie de trama, efetivamente, uma matriz curvada do espaço/tempo, na qual se inserem modelos tridimensionais de controle da Consciência. Isso, efetivamente, faz parte do que vocês chamam a matriz.

Existem também camadas que estão muito mais próximas da Terra, chamadas ionosfera. A ionosfera, como seu nome o indica, é carregada de partículas. Ora, as primeiras modificações havidas sobre esse Sistema Solar são muito mais antigas que aquelas que vocês percebem.

Obviamente, os astrofísicos e os observatórios astronômicos estão a par, perfeitamente, disso, mas eles lhes esconderam e esconderão até o último momento.

Há, de início, o fato de que seu Sistema Solar foi cortado de sua verdadeira Fonte. Esse Sistema Solar (que vocês chamam Sol, os planetas que conhecem...) orbita em torno da galáxia mas foi fechado, literalmente, nesta heliosfera para, justamente, evitar as irradiações do Centro da Galáxia, e para que a irradiação do centro da galáxia ligado a Alcyione não pudesse manifestar-se senão a intervalos específicos ligados à precisão dos equinócios, ou seja, todos os 52.000 anos.

E vocês entraram nesta época.
Mas havia também outras finalidades, ou seja, independentemente da heliosfera, que isolou o conjunto de seu Sistema Solar da influência galáctica, seu planeta, ele mesmo, foi fechado numa magnetosfera, isolando-o mesmo da qualidade específica da irradiação do Sol.

Porque, eu os lembro, para aqueles que não acompanharam, que seu corpo espiritual, sua dimensão estelar, permaneceu prisioneira no Sol.

Mas seria necessário também, para vir sobre este planeta, que vocês fossem cortados, não unicamente da influência estelar, que era a sua, mas também exterior. E para isso há uma segunda esfera isolante que foi criada em torno da Terra, que é a magnetosfera, que os isola, vocês, como personalidade, de seu corpo espiritual que está no Sol.

Portanto, há uma tripla ruptura, não uma simples ruptura. Há uma tripla ruptura, o que é algo muito sábio e muito original que foi feito, que trancou, literalmente, a criação, dentro de uma bolha, a fim de que ela evoluísse dentro dessa bolha e que todo o sistema de Consciência que interfere no interior desta bolha ficasse prisioneiro.

E vocês tem várias bolhas: há uma bolha sobre o conjunto do sistema Solar, gerada pelo Sol (não naturalmente, mas porque a fizeram, não vocês, hein, não é, mas os outros, vocês sabem o que quero dizer).

Os outros, eles trancaram o sol e o cortaram da influência do Sol Central. Eles não puderam, ao contrário, modificar a órbita desse Sistema Solar com relação ao Sol Central da galáxia, felizmente. Era seu objetivo final e, isso, eles jamais puderam realizar.

Nós vigiamos para que esta experiência particular de isolamento não fosse demasiadamente longe. Mas lembrem-se que o Sistema Solar modificou-se, bem antes de lhes imporem bobagens sobre o aquecimento climático. Foi algo que estava ligado à revolução dos planetas e, já, planetas de seu próprio Sistema Solar, antes mesmo de falar de outros planetas ou outros Sóis, que chegam agora ao nível máximo de seus efeitos.

Mas é preciso saber que há uma brecha que se criou, no final do ano passado, que colocou fim ao isolamento do Sol em relação a esta Terra. Quer dizer que há arcos elétricos, raios de Luz e feixos de raios que ligam, agora permanentemente, a Terra e o Sol.

O que explica que a energia do Conclave pôde entrar em ação e que o Arcanjo Miguel pôde lhes propor, mesmo nesse Sistema Solar, os Casamentos Celestiais, ou seja, reencontrar sua dimensão Celestial que está no Sol. Primeira etapa.

A segunda etapa, efetivamente, que se produziu desde o final dos Casamentos Celestiais e que permitiu a intervenção do Arcanjo Uriel, é ter perfurado esta heliosfera que era muito mais compacta que a magnetosfera, a fim de permitir (e, isso, é influência direta, não do Conclave, mas da irradiação Central da Fonte e também de seu impulso interior), de algum modo, desprender a atração magnética ligada à Ilusão. São as primeiras etapas.

Então, obviamente, há outras que vão chegar e que são cada vez mais visíveis e cada vez mais vibrantes e cada vez mais perceptíveis. Há outras.

Há a passagem dos cometas. Há os cometas que vão sobrevoar e que sobrevoam já seu Céu. Vocês têm meteoritos por todos os lugares, atualmente, sobre a Terra, porque vocês atravessam nuvens de meteoritos e nuvens de cometas. No momento, nenhum vai tocá-los.

E, de um outro lado, vocês têm também a influência do que foi chamado por Orionis, Hercobúlus ou Hercólubus, que é, de fato, o Sistema Solar gêmeo do seu, que é denominado, pelos cientistas, a Anã Negra, o Sol Negro, se preferem. Isso é uma realidade. E é o planeta que é anunciado desde muito tempo que é aquele que manifestará o surgimento da nova dimensão.

Aí estão as principais coisas que devem se produzir. Agora, é verdade que esta Luz que vocês vêem, que foi vista pelas observações da heliosfera, vai criar um arco elétrico gigantesco entre o sol e esta periferia, a fim de colocar, literalmente, seu Sol e esse Sistema Solar sobre a irradiação de Alcyone, a irradiação Galáctica dos raios gama.

Mas também, esse véu de Luz foi criado, do mesmo modo, pela sinergia dos raios que vêm das Supernovas, ao nível da mesma região do Sistema Solar.
***

Questão: a heliosfera é considerada como uma proteção contra os raios cósmicos.

É um isolamento, efetivamente, dos raios cósmicos. O que fez com que desde muito numerosos milhares de anos nenhum raio cósmico lhes pudesse chegar.
***

Questão: esse fenômeno de corte parece gerar muito medo, atualmente.

Obviamente, tudo está voltado a fazer-lhes medo. Dizem-lhe a Verdade, mas a finalidade não é boa.

Essa é a estratégia extremamente experimentada e que funciona sempre sobre a humanidade desde o começo dos tempos. Eles se servem de uma Verdade, para uma finalidade que não é a Verdade. Isso funciona sempre assim e funciona sempre muito bem.

Quando lhes dizem que a heliosfera os protege dos raios cósmicos, não, ela bloqueia os raios cósmicos. Ela os protege de nada, justamente, ela os protege sobretudo de sua própria Divindade e do acesso de sua Consciência a sua Unidade.
***

Questão: o que você entende por alinhamento Galáctico final?

O alinhamento Galáctico final é o momento evidente em que vocês terão um alinhamento total do Sol, e não da Terra, do Sol com o Centro Galáctico.

Vocês entraram na influência de raios particulares, com partículas extremamente específicas, que denominamos «tachyons» (partículas hipotéticas cuja velocidade seria superior à da luz) e «bosons» que estão se infiltrando em massa em sua dimensão.

Vocês ainda não estão sob o máximo de bombardeamentos. Isso ocorrerá no final do ano de 2011 e terá, do mesmo modo, um alinhamento planetário extremamente preciso que ocorrerá durante o ano de 2012.

Mas os fenômenos de mutação da Consciência serão concluídos no final de 2012, reajustamentos planetários e não a Consciência humana. Eu o chamei final simplesmente porque, depois disso, jamais qualquer sistema Solar desta parte da galáxia será cortado da Fonte. Portanto, é bem o final de uma época.

17 de outubro de 2009 - [Clique aqui]

>>>

Questão: quando uma emoção forte chega e o mental sabe que ela exprime a natureza inferior, qual é o melhor modo de superar isso?

Você tem várias maneiras.
Depois de uma emoção forte, frequentemente o mental se põe de lado, não é?

Nesse momento, de nada serve dizer: «eu vou parar de pensar nisso».
Você não chegará ali e, ainda, o constatou.

Você dirá: «de nada serve ficar triste» ou alguém vai lhe dizer, enervando-o mais: «vai, não vale a pena ficar triste ou ter medo».

É uma atitude completamente estéril e que de nada serve.
Quando você prova o medo, o medo está aí.

Como você quer se dizer, mentalmente: «não tenho mais medo?».
Isso não funciona.

E se alguém vem lhe dizer para não ter medo, você terá vontade de lhe dar um tapa.

É lógico.
O importante é derivar, de algum modo, o que se manifesta.

Então, você tem várias técnicas: pode ser a respiração, pode ser a visualização, podem ser os cristais, podem ser também os protocolos dados por Mestre Ram que permitem derivar a energia cristalina no Coração e colocá-la numa Fluidez mais importante, ou seja, tentar encontrar a Alegria.

A Alegria, o estado de Ser, é algo que vai diluir as emoções e as faz desaparecer.
***

Questão: que fazer com as pessoas que amamos e desejamos talvez ver também tomar nosso caminho?

Então, caro amigo, há uma regra absoluta aí: você não pode forçar ninguém a segui-lo, quer seu caminho seja de Sombra, quer seu caminho seja de Luz.

E eu digo isso, em particular, para as pessoas que lhe são próximas.
Obviamente, no plano estritamente humano, uma Mãe tem a tendência de querer que seus filhos sigam o caminho que ela imagina como o mais Luminoso, para ela, mas é uma violação total da liberdade do outro e uma entrada plena no poder.

Os choques no retorno são terríveis nesse nível, sobretudo quando temos o conhecimento espiritual de Vibrações.

Então, a melhor coisa a fazer é sobretudo nada fazer.
Imagine, por exemplo, que um dentre vocês aqui descobre realmente algo extraordinário.

Obviamente terá vontade de compartilhar mas é a melhor maneira de se colocar de costas aqueles que não acreditam, e de ser tomado como um tolo.

Contente-se de ser você mesmo na bondade, no Amor.
Não se sirva de palavras.

E, sobretudo, não se sirva de sua experiência vivida para enviá-la a um outro.
Imagine que diga que há um velho Croûton que veio falar-lhes da 18ª dimensão.

Se você diz isso a um psiquiatra, mesmo que seja seu irmão, ele vai querer interná-lo, não é?, e ele terá razão, porque ele não vive isso.

Portanto, é preciso sempre se colocar, não de seu ponto de vista, mas do ponto de vista do outro.

E, sobretudo, compreenda que querer fazer o outro aderir é já uma tomada de poder.
***

Questão: como permanecer centrados na Vibração, não em palavras, com os parentes afastados?

Mas, cara amiga, a Vibração ignora a distância.
Se você está no Ser, se você está na Vibração do Coração, os seres que estão ligados a você (porque são seus ascendentes, descendentes, parentes, pessoas com as quais você está em relação) vão necessariamente sentir o que você é.

Não há necessidade de palavras para isso.
Portanto, os problemas da distância é um falso problema e quando ele disse: «procurai o Reino dos Céus e o resto ser-lhe-á acrescentado», contente-se de estar no Coração.

Lembre-se o que disse, e repeti e repeti: A Luz é Inteligência suprema.
Ela é muito mais inteligente que você.

Você não atingirá jamais a Inteligência da Luz.
Nós tampouco, aliás.

01 de novembro (1ª Parte) - [Clique aqui]

>>>

Questão: o abandono total vem do colocar de lado a personalidade?

Você não pode decidir colocar de lado sua personalidade.
Por que? Porque ela vai recusar.

Porque se você diz: «eu coloco minha personalidade de lado», quem é que diz «eu»?

É a personalidade.
O abandono à Luz pode ser comparável a um ato de fé total na Inteligência da Luz.

É verdadeiramente, a um dado momento, a experiência vivida por Cristo na Cruz. E, antes da cruz, ele disse: «mas, Pai, por que eu, eu devo viver isso? Afaste de mim esse cálice».

Sobre a cruz mesmo ele disse: «mas, por que tu me abandonastes?».
E pois ele se apercebe que não o abandonou, a partir do momento em que, ele, se abandona.

Vê a diferença? É muito sutil.
Mas você não é obrigado a ir até a crucificação, hoje, porque as coisas são muito mais fáceis.

Mas, entretanto, esse passo fundamental, você tem que realizar você mesmo.
O abandono à Luz é por vezes difícil porque, enquanto você não viveu a energia do Coração, você tem belo ser espiritual, tem ações terapêuticas, conhece todos os Mistérios do universo mas você não está no Coração.

E, enquanto você não está no Coração, você está no ego.
E o ego vai entrar, cada vez mais, em reação contra o Coração porque ele não quer soltar, o ego e você não podem fazê-lo soltar.

Se você diz: «eu solto», bem, você soltará porque é seu ego que diz isso.
O abandono é um ato de basculamento extremamente preciso que a faz penetrar completamente na Unidade.

Portanto o abandono à Luz não é jamais um ato consciente de decisão.
A palavra que foi empregada pelo Arcanjo Anael e por outros é a palavra «passo», «dar um passo».

Ousar dar esse passo.
Ousar atravessar é difícil a explicar com palavras porque não é uma decisão da personalidade. É o momento final ou o impulso da alma e do Espírito.

É tão forte que submerge a personalidade, que vai eliminar, mesmo temporariamente, todos os medos, todas as apreensões, todos os jogos do mental, todos os jogos do poder, todos os jogos da sedução: o momento em que voltamos a ser soberanos, em que abandonamos todos os sistemas de controle, exteriores e interiores.

É por isso que seres que viveram o que você chama os estados Místicos ou as experiências de morte iminente, chegam a este estado, porque eles estão fora do corpo e vivem a Luz.

Eles não têm mais os meios de reagir ao nível da personalidade ou do corpo, eis que estão fora desse corpo e estão na Vibração de uma outra Dimensão.

Portanto, é nesse momento que se produz a Iluminação e, quando eles voltam, eles estão diferentes. Aliás, depois disso, as doenças podem desaparecer, as anomalias podem desaparecer totalmente.

Mas você, enquanto ser que recebe a Luz pelo alto do corpo, precisa conduzi-la para o Coração. Mas você tem muitas experiências ao seu redor, mesmo você mesmo, onde você recebe as energias, você tenta descer as energias no Coração, mas você não sente o Coração.

Por que você não sente o Coração?
Porque seu ego se opõe a isso porque ele sabe muito bem que se a energia, a Luz, desce no Coração, é o fim, inconsciente e conscientemente.

O medo impede a Luz de descer.
O poder impede a Luz de descer.

E é por isso que São João disse: «haverá muitos chamados e poucos escolhidos».

Os chamados são aqueles que recebem a Luz na cabeça mas, para poder ser escolhido, é preciso ser humilde e simples, é preciso que a Luz chegue ao Coração.

É a fusão da Coroa Radiante da cabeça e a do Coração.
Então, aqueles que têm a chance de sentir, pelo corpo, as Vibrações ao nível do Coração, sabem que a solução está aí.

Então, obviamente, as flutuações de suas vidas, as pessoas que você encontra, as oposições que você pode encontrar, pela dualidade desse mundo, o afasta do Coração mas, aí também, há um aprendizado.

Progressivamente e à medida em que você chegue a estabilizar a Consciência ao nível do Coração e a viver no Fogo do Coração, suficientemente longo tempo, você viverá o Fogo do Amor, ou seja, o Fogo da Unidade reencontrada. Mas não é uma decisão que se toma assim, decidindo «eu quero ir no Coração».

Há uma cultura, eu diria, da humildade, da simplicidade.
Toda uma cultura da renúncia ao poder.

Eu lhe asseguro que você não pode penetrar o Coração enquanto restar a menor vontade pessoal, a menor vontade de poder.

Mas, entretanto, todas as decisões Vibratórias são reunidas, desde setembro, sobretudo desde o final dos Casamentos Celestiais, para permitir-lhe ir no Coração.

Mas se você quer fazer descer a energia no Coração e ela não desce, não é preciso acusar a energia.

Não é preciso se acusar mais, de nada serve culpar, mas isso quer dizer que em você ainda existem resistências que podem estar ligadas ao medo, que podem estar ligadas aos pesos do passado, ou seja, que você não superou o passado.

Isso pode estar ligado a circunstâncias familiares, isso pode estar ligado a jogos de poder, isso pode estar ligado a coisas muito variadas, de fato.

Mas o dia em que você descer a Vibração no Coração, você sabe que quase chegou porque a partir do momento em que você acendeu o Coração, não pode mais jamais apagar-se, definitivamente.

Mas é preciso dar o primeiro passo.
***

Questão: Anael disse que é preciso afastar os Mestres. Ora, eu encontrei uma pessoa despertada que me proporcionou a Alegria, me fez sentir no Coração.

Sim, porque você é, você mesmo, Ser de Luz.
Miguel repetiu longamente: o período dos Mestres terminou.

Em minha vida, eu me chamava Mestre Miguel Omram Aïvanhov.
Era uma certa época.

Hoje, nesta época, a Luz não está nos Mestres.
A Luz está aí, em tudo ao seu redor, portanto, você não tem que encontrar um Ser portador desta Luz.

Você tem, você mesmo, que se tornar esse Portador de Luz.
O problema é que para a matriz, não em tempos tão velhos como esse, era preciso encontrar um Mestre para «viver» a Vibração que era capaz de nos transmitir.

Hoje, você se torna grande.
Você não tem mais necessidade de ninguém do exterior de você para ser perfeito, para estar na Unidade.

E mais, Buda disse: «é preciso matar todos os Mestres, todos os Modelos».
Então, obviamente, pode ser extremamente sedutor sentir no Coração e na Luz junto de alguém. Mas se, logo que você se afasta da pessoa, você não está mais na Luz, o que quer dizer isso?

É preciso ser extremamente prudente na relação de dependência.
O verdadeiro Mestre é aquele que o libera, é aquele que não lhe pede nada e que o retorna para você.

Não é ele que o prende como discípulo, mesmo se ele é um verdadeiro despertado.

O verdadeiro despertado não é aquele que vai mobilizar as multidões, é aquele que o retorna a você mesmo.

É como se, em sua vida, não sei, o Cristo quisesse ter mais de doze discípulos e tivesse querido juntar as multidões com ele, para se fazer adorar. O que não quer dizer que os Seres não são para frequentar quando são despertados, bem ao contrário.

Você pode ter encontros com eles, trocar com eles, mas você deve considerá-los como iguais a você.

Você não é nem inferior, nem superior.
Vocês estão simplesmente em instantes diferentes.

O problema é que, se você considera isso como uma possibilidade de despertamento, você se engana.

Mostre-me um só exemplo existente de um Mestre tendo sido reconhecido no século passado, ou seja, antes desse período de trinta anos, que foi capaz de desencadear ou mesmo despertar em outros Seres.

Isso não existe.
Só existia, na tradição oriental, a transmissão de Consciência total de um Mestre que morria para com seu discípulo que iria se tornar o Mestre: a filiação espiritual total.

Aquele que desperta, desperta-se sozinho, porque é preciso que ele dê o passo e nenhum ser dará o passo em seu lugar.

Nem a Fonte, nem Cristo, nem Buda, nem outra pessoa.
Portanto, a procura de Mestres, mesmo se você vibra muito forte com um Mestre, é talvez para ajudá-lo a liberar etapas, para trazer-lhe um conforto, certamente útil, não nego, mas os tempos, hoje, são diferentes.

A Luz está por toda a parte.
Ela não é obrigada a passar por qualquer um outro além de você.

Você deve recuperar sua soberania.
Agora, se você tem necessidade de um Mestre, viver na atmosfera Vibratória de Amor de um Ser despertado, faça-o, mas não perca seu tempo.

Você perde um certo tempo em relação à sua própria soberania.
Você não poderá jamais encontrar sua soberania junto de um Mestre.
Você pode encontrar uma filiação, mas mesmo esta filiação, a um dado momento, é preciso transcendê-la porque, para se tornar você mesmo, na Unidade, você é obrigado a se desfazer de toda dualidade.

Ora, o Mestre está no seu exterior, mesmo se ele o toma em sua órbita, mesmo se, quando você está em sua Presença, em sua irradiação ou em sua oração ou em sua Consciência, você perceba um estado de Unidade.

Mas este estado de Unidade é o que está definitivo em você, como ele é nele?
Não creio.

Sem isso, aquilo não seria e vocês seriam, todos, despertados sobre a Terra.

01 de novembro (2ª Parte) - [Clique aqui]

>>>

Questão: no caso de país que sofre uma regressão, não lhe é possível dar uma ajuda, intervir? Qual é sua margem de manobra?

Enquanto o livre arbítrio for respeitado, enquanto alguém quiser estapear alguém e o outro se deixar estapear ou reage, não temos o direito de intervir. É assim simples.

A Luz não pode intervir no combate Sombra/Luz em sua dimensão porque isso significaria o fim de sua Dimensão nas circunstâncias que não seriam tão adequadas que aquelas que devem se produzir, segundo os planos da Luz. Isso vocês devem compreender.

Nosso quadro de intervenção forçada não pode se fazer senão em três casos: violação do livre arbítrio do humano que queria acessar a Unidade.

Segundo caso: tentativa de instauração da extinção da Humanidade, totalmente, por armas biológicas, que vocês chamam vacina. Aí, nós intervimos.

Agora, ao nível do que vocês chamam nuclear, o Fogo nuclear, se ele diz respeito aos primeiros ataques, nós não poderemos nada fazer. Ação-reação.

Em contrapartida, se isso devesse colocar em alteração nossos próprios planos para a distorção do espaço/tempo e o restabelecimento da reunificação à Fonte, nós interviremos necessariamente. Isso, nós não poderemos tolerar e a Fonte é formal nesse assunto.

Nenhum universo deve permanecer curvado. E a ajuda não é possível porque significaria intrusão, na ação /reação. E se nossa intrusão ao nível da ação/reação não respeitasse as leis do livre arbítrio, seríamos instantaneamente culpados, ao mesmo tempo da destruição de um sistema Solar e também da continuação do plano da dualidade, o que não pode ser possível.

21 de novembro de 2009 - [Clique aqui]

>>>

Questão: de qual dimensão vêm aqueles que criam os círculos de colheita, e qual mensagem querem nos dar através de suas criações geométricas?

Então, os traços geométricos foram ondas de formas destinadas a despertar sua Consciência. São, geralmente, para aqueles autênticos, criados pelas Inteligências vindas de Arcturus, extremamente precisos, e cujo objetivo é revelar-lhes a trama multidimensional.

Este ano, eles foram extremamente importantes, porque mostraram o mecanismo celestial, falsificado, e a intervenção de um certo número de forças da Luz, mas também efeitos de certos tipos de irradiações nesse sistema Solar.

O ano que acaba de se escoar era o ano em que os círculos de colheita estavam diretamente em relação com as etapas dos Casamentos Celestiais. Era o ano mais importante.

Se tiverem a possibilidade de ver os gráficos que correspondem a este ano que acaba de se escoar, eles anunciam, quase todos, a translação dimensional e os eventos cósmicos aos quais vocês são confrontados, já há vários meses.
***

Questão: chamando Deus, significa que chamamos a Fonte?

Não.
Chamam o Diabo.
É assim simples.

É preciso bem compreender que os Arcontes amarraram tanto seu plano, que vocês foram persuadidos de terem sido criados por Deus.

Mas vocês não foram criados por Deus, vocês foram criados por uma Criadora, nesta entidade biológica que habitam, e é por isso que Maria reivindica o status de Rainha dos Céus e da Terra e a maternidade de todos os Seres Humanos sobre o planeta, nesse corpo biológico.

Mas, Deus/Diabo é o jogo dos Arcontes, de mantê-los sob a falsificação e a ilusão da dualidade, à qual todos aderimos, quando estivemos encarnados.

Mas existem mundos que não funcionam completamente como vocês funcionam aqui. Na 5ª Dimensão, as sombras levadas não existem. Nada é opaco. Tudo é transparente, mas em todos os sentidos do termo enquanto que, nesse mundo, obviamente, tudo é opaco.

Sobretudo no que se refere a Deus. Olhem os textos: jamais a palavra Deus aparece, no Antigo Testamento.

A palavra que aparece, desde o início, é Elohim.
Elohim ou Eloha nada tem a ver com Deus ou Yahvé. Tudo isso é uma paródia.

Vocês chamam sistematicamente o princípio de dualidade e reforçam o princípio de dualidade.

Hoje, muitos seres humanos no planeta vão além das crenças. Vocês são todos habitados pelas crenças, quaisquer que sejam, sem exceção.

O Ser Humano é um ser de crenças que crê em sua própria existência. Mas existem mundos onde a crença não tem mais lugar de ser, porque a crença se esvai diante da Consciência.

Nesses universos, cada vez mais seres humanos (que viajam no Sol, em veículo de Existência ou corpo de Estado de Ser) chegam a viver em consciência o que é Deus, o que é Diabo e o que é a Fonte.

E não há qualquer possibilidade de confundir Deus /Diabo e Fonte. São dois princípios profundamente diferentes.

A Fonte é Liberdade. A Fonte é Eternidade. Ela é Amor ilimitado.
O que vocês chamam Diabo ou Deus, são nomes criados pelos povos, em dados momentos, sob a influência efetivamente daqueles que se diziam chamarem-se Deus, mas que não eram Deus.

O nome de seus Criadores é Eloha.
É a Criadora.
É Maria.

Agora, o nome do que vocês são Filhos da fonte, Filhos da Unidade e Filhos da Lei do Um, que eram os nomes utilizados no tempo de Atlântida e, bem antes, em Lemúria.

Agora, vocês são livres a acreditarem no que quiserem. Mas, entretanto, se chamarem o que chamam Deus, chamarão, do mesmo modo, o Diabo, ou seja, chamam a dualidade.

A Unidade está além dessas contingências. Então, dito isso, isso pode lhes parecer bizarro, certamente, e eu o concebo completamente. Mas, enquanto vocês não tiverem acessado esta Unidade, vocês não podem aceitar perder suas crenças.

Vocês bem que dirão «eu não quero crer nisso» (ou crer no que eu digo, o que dá no mesmo), vocês podem apenas fazer a experiência.

Enquanto estiverem submissos à menor crença, não serão livres.
Ora, acessar a multidimensionalidade necessita voltar a serem Seres livres. Totalmente livres. Livres de toda dominação.

O que não quer dizer tudo abandonar, certamente, mas ter um olhar da Consciência liberada de todos os apegos (mas, isso não é novo, existe em todos os ensinamentos Místicos, não é?).

A única diferença é que, hoje, quando descobrem a multidimensionalidade pela Vibração da Consciência, são obrigados a tomar Consciência que vocês estão, aqui, numa matriz, e que esta matriz está se desagregando. Então, caros amigos, espero não lhes ter dado crenças a mais, mas, sobretudo crenças a menos.

Sobretudo, não é preciso crer, como dizia Buda, no que lhes dizem. Mas façam a experiência.

E, hoje, vocês vivem uma etapa extraordinária desta Humanidade.
Jamais a humanidade esteve tão próxima da Revelação do que quer dizer uma Ilusão nesta Dimensão.

Esse trabalho se faz em milhões de Seres Humanos, dezenas de milhões que descobrem a Unidade e sua multidimensionalidade.

Não há mistério aí. Não há mérito. Há, simplesmente, como disse o Arcanjo Anael, muito longamente no início deste ano, o abandono à Luz e o abandono à Unidade .

O abandono é certamente a coisa mais importante para reencontrar a maestria e a Unidade. Então, meditem sobre isso, se quiserem. Eu lhes peço para não me acreditarem, mas viverem a subida Vibratória, porque a solução está na subida Vibratória, não está em sua cabeça. Está unicamente no Coração, despertado pela Coroa Radiante da Luz.

O Novo Estado de Consciência [03/12/2009] - [Clique aqui]

>>>

Veja também:
- Especial: O.M. AÏVANHOV (1a. Parte - 2005 a 2009) - [Clique aqui]
- Especial: O.M. AÏVANHOV (2a. Parte - 2005 a 2009) - [Clique aqui]


*****************
Trechos extraídos das mensagens do site francês Autres Dimensions:
http://www.autresdimensions.com

***
Traduzidas do francês para o português por:
Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com.br
Zulma Peixinho - http://portaldosanjos.ning.com

***
Seleção e edição:
Elizabeth Rodrigues

Formatação e edição:
André MA - www.mestresascensos.com
Beto Junior - www.despertardaluzinterior.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário