terça-feira, 7 de novembro de 2006

O.M. AÏVANHOV - Perguntas & Respostas [07/11/2006] - Autres Dimensions



07 de novembro de 2006.
do site AUTRES DIMENSIONS.
Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

Bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los.
Então, primeiramente, recebam todas as minhas saudações habituais, e estou muito contente, verdadeiramente, de estar com vocês esta noite, para trocar coisas.

Eu espero que lhes permitam ir muito mais ainda para a Luz que vocês procuram do fundo de seu coração.

>>>

Questão: qual é a diferença entre o perdão e a redenção?

É uma questão extremamente filosófica essa.
Então, o perdão corresponde ao apagamento de algo que foi feito, que não está conforme: perdoar a si mesmo, perdoar aos seus pais, perdoar ao seu inimigo.

A redenção vai bem além do perdão porque, quando se perdoa, isso não quer dizer, necessariamente, que se está redimido.

A redenção é, ao mesmo tempo, o perdão, mas, também, a redenção, a um nível extremamente elevado, uma aspiração para os planos espirituais os mais puros, ligados ao perdão do que foi feito.

Mas o perdão, sozinho, não é a redenção.
A redenção compreende o perdão.

Perdoar é, por vezes, extremamente fácil, mesmo se isso pareça muito difícil para alguns seres encarnados que não conseguem perdoar o que eles viveram.

A redenção é uma etapa suplementar, porque a redenção permite, ao mesmo tempo, perdoar, mas, sobretudo, redimir os erros dos outros, e isso é algo que não é possível a muitas almas encarnadas.

Mas a redenção não é algo que necessite de atos, a redenção é uma atenção espiritual, pura, que não tem que se colocar fundamentos em uma ação ou em palavras precisas nessa dimensão.

É uma atitude do Espírito Santo, que vai provocar essa redenção.
A etapa humana, ao nível da terceira dimensão é, unicamente, estar no perdão.

A redenção sobrevém após.
A redenção é algo que não passa pelas palavras.
E inúmeras pessoas dizem que perdoam, embora elas nada perdoem.
Elas se servem das palavras para trair o próprio espírito.

>>>

Questão: poderia lembrar-nos, brevemente, a que corresponde, verdadeiramente, o “Todos os Santos”?

O Todos os Santos, simplesmente, festa de todos os santos, mas, também, festa de todos os mortos, ou seja, é um momento privilegiado no qual, teoricamente, eu digo, efetivamente, teoricamente, as portas de comunicação na terceira dimensão entre o que está desse lado do véu e do outro lado do véu é muito mais fácil, porque esse é o dia de comemoração em relação aos mortos da família que se honra, mas, também, comunhão com todos os santos e todos os personagens que tiveram uma ação de Luz nesse planeta.

>>>

Então, meus amigos, eu lhes aporto minha bênção, meu amor.
Eu lhes digo até muito em breve.

Fiquem bem, caros amigos e, ainda uma vez toda a minha bênção.
Até breve.

******************
Mensagem de O.M. AIVANHOV no site Francês Autres Dimensions:
http://autresdimensions.info/articleb760.html
07 de novembro de 2006 (Publicado em 07 de novembro de 2006).
Tradução do francês para o português: Célia G.
via: http://leiturasdaluz.blogspot.com.br

Um comentário:

Postar um comentário