sábado, 14 de julho de 2012

AÏVANHOV - Vocês não têm mais o tempo de saber os porquês [14/07/2012] - Autres Dimensions



14 de julho de 2012.
Mensagem publicada em 15 de julho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.

Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui


Bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los.

Eu lhes transmito todas as minhas bênçãos.


Questão: a que corresponde uma dor no ombro direito?

É ligado ao Canal Mariano?

Uma cristalização do mental, como sempre, com os ombros.
Algo que tem medo de ser solto.

>>>

Questão: é, igualmente, uma cristalização, se é uma dor no ombro esquerdo?

A dor do ombro esquerdo nada tem a ver com o Canal Mariano, mesmo quando é à esquerda.

Vocês podem sentir uma pressão ou uma dor, ao nível do Ponto KI-RIS-TI; vocês podem sentir dores ao nível das Portas AL e UNIDADE; vocês podem sentir trajetos que vão de trás para frente ou da frente para trás, mas, se a dor é, estritamente, localizada no ombro, isso nada tem a ver.

Francamente! Vocês não vão colocar tudo nas costas de MARIA, não é?

>>>

Questão: nos tempos que vivemos, qualquer que seja a dor, é preciso ali portar atenção, ou é melhor deixar fazer, ou refutá-la?

O método BIDI é Refutação, porque vocês não São esse corpo.
Mas vá dizer isso a uma dor que não solta.

O que é importante é: vocês não têm mais o tempo de saber os porquês do como de uma dor em tal lugar.

Portanto, ou vocês tomam medicamentos, ou vocês se fazem tratar, ou esqueçam-se: cabe a vocês ver o que podem fazer, com o que vocês vivem. Mas é claro que, devido à interpenetração desse Plano – no qual vocês estão – e de nosso Plano, se vocês voltam a consciência e ocupam-se das dores, da personalidade, dos medos e tudo isso, vocês vão reforçá-los, é claro.

Eles vão explodir-lhes na cara, ainda mais.
Mas é diferente para cada um.

Mas reflitam nisso (e MARIA disse isso, eu creio): se, durante este período, manifestam-se elementos em sua vida, que são um pouco difíceis (seja no corpo ou não importa em qual domínio de sua vida), coloquem-se, verdadeiramente, a questão de porque está aí.

É um convite para olharem-se.
Não para explicar (por quê?, como?, o que isso quer dizer?), mas, mais, para ver o que está aí e para superá-lo. Então, se para superá-lo, vocês precisam de um produto químico, então, tomem-no.

Se, para superá-lo, vocês precisam fazer como BIDI, façam como BIDI.
Mas, quanto mais vocês estão no Amor, mais estão na Transparência, menos há razão de ter a mínima dor.

Isso não quer dizer, tampouco, que vocês devam culpar-se se têm uma dor no joelho há dez anos, não é?

Mas, simplesmente, quanto mais vocês estão Leves, menos o corpo tem impacto em sua consciência, mesmo comum.

Qualquer que seja a idade.

>>>

Questão: quando de uma meditação rica em pensamentos, a ativação do décimo segundo Corpo provocou a parada desses pensamentos e o estabelecimento de um silêncio.

Em qual nível situa-se esse silêncio?
Não há nível: o silêncio é o silêncio.

É o momento em que você não é mais o mental e no qual você não é mais o corpo. É o Instante Presente, é a Presença, é a Infinita Presença ou a Última Presença.

É o que sobrevém um pouco antes do Absoluto.
Por que você quer saber o significado, dado que você mesmo tem a explicação?

Quer isso se produza ao nível do décimo segundo Corpo, isso teria podido produzir-se ao nível do nono Corpo ou ao nível do kundalini, ou ao nível de uma Porta: é, sempre, o mesmo processo.

Os Pontos de Vibração ou os Pontos que se manifestam (sejam Estrelas, Portas ou outra coisa), atraem sua Atenção, para vocês, sobre o processo que está em curso, para permitir-lhes fazer cessar o mental, sem o querer.

É a Vibração, uma vez que nós sempre temos dito que a Consciência é Vibração. Portanto, a Consciência, a Vibração do décimo segundo Corpo é a Vibração da Androginia Primordial, é aquela que harmoniza os dois cérebros.

E, portanto, normalmente, efetivamente, o mental para.
É por isso que MARIA – e outros intervenientes – falaram-lhes para portarem-se, ao nível da Atenção, sobre o décimo segundo e o décimo primeiro Corpos: porque são os dois Corpos que permitem a parada total do funcionamento, eu diria, do cérebro, de acordo com um modo normal, habitual.

>>>

Questão: qual é a relação entre o Canal Mariano e a Onda da Vida?
Um pode ser estabelecido sem o outro?


Durante as Núpcias Celestes, foi feita referência à construção do Antakarana, com o som Si no ouvido. Esse Antakarana forrou-se de Partículas Adamantinas, ele se tornou o Canal Mariano.

A Onda da Vida favorece o Canal Mariano, é claro, mas esse Canal pode ser constituído sem a Onda da Vida.

O que seria incômodo seria ter a Onda da vida e não o Canal Mariano, porque isso quereria dizer que, em algum lugar, há resistências na personalidade, mesmo a mais transformada pelo Coração: isso quer dizer que a Onda da Vida, em seu desenvolvimento, foi bloqueada.

Vocês sabem que os desenvolvimentos fazem-se a partir dos pés até o períneo (ao nível dos dois primeiros chacras) e, depois, até o Coração e, depois, ao nível do da Lemniscata e, depois, isso gira e, depois, revela-se, lateralmente. Mas o desenvolvimento lateral da Onda da Vida apenas pode fazer-se se, realmente, no Interior dos mecanismos que lhes estão inaparentes, vocês soltaram, inteiramente, a personalidade e suas ilusões.

Senão, não pode haver desenvolvimento lateral da Onda da Vida.
Mas vocês podem ter, também, o Canal Mariano sem a Onda da Vida.
Mas a Onda da Vida e o Manto Azul da Graça são elementos extremamente facilitadores.

Em resumo, isso quer dizer que o Canal Mariano preenche-se de nossas Presenças, muito mais facilmente, se a Onda da Vida e o Manto Azul da Graça estão implantados, inteiramente, porque isso significa que tudo o que era ligado às resistências da personalidade desapareceu.

O Manto Azul da Graça é conjunto à Onda da Vida, mas o Manto Azul da Graça é a Energia de Sírius.

Ela vem trabalhar nas Portas que se chamam ATRAÇÃO, VISÃO (ndr: relacionado à posição dessas Portas, ver a rubrica «Protocolos a praticar – Yoga da Eternidade: Integração de Passagens»), para cruzar a Porta OD, que é a morte da personalidade.

É por essa razão que isso se conjuga com a Onda da Vida.
Mas, eu repito, vocês sabem muito bem: apenas vocês é que podem fazer a Passagem.

Então, se você está apegado, como disse BIDI, à sua pequena pessoa, à sua pequena evolução espiritual, à sua pequena transformação, é tempo de voltar-se, inteiramente, para os outros, ou seja, você mesmo: para o Amor. Não há outra possibilidade para que o Canal Mariano esteja totalmente presente e ativo.

Eu já desenvolvi isso, na última vez (ndr: sua intervenção de 3 de julho de 2012), tendo escapado uma expressão um pouco violenta, digamos: enquanto vocês estão olhando o outro sem Amor, ou seja, falando mal do outro, se vocês não estão no Absoluto e dizem isso, vocês reforçam suas estruturas egoicas, sobretudo, neste momento.

Se a Onda da Vida nasceu, se o Manto Azul da Graça perfurou tudo o que devia ser perfurado, vocês têm o direito de gritar como BIDI, isso não tem qualquer consequência para vocês.

Vocês não estão – como dizer? – no mesmo grau.
Não é uma hierarquia, não é?

Não é algo que seja melhor do que o outro, simplesmente, em um nível, vocês devem, ainda, estar atentos ao que emitem.

Quando o Absoluto percorre-os, quando a Onda da Vida está aí, quando o Manto Azul da Graça dissolveu, totalmente, a personalidade, quer a Porta OD esteja aberta, quer a Onda da Vida esteja Presente, também, ao nível das mãos, isso não tem qualquer consequência para vocês.

>>>

Questão: a Onda da Vida, que se desenvolve, lateralmente, descendo até as mãos, pode provocar dores e queimaduras?

Pode ser quente, mas as dores, em geral, são, sobretudo, ligadas às primeiras subidas, quando os primeiro e segundo chacras não estão, totalmente, liberados. Isso dá dores nas pernas, pode dar câimbras, pode dar dormências, pode dar congestões pélvicas.

Do mesmo modo que o Manto Azul da Graça pode congestionar o fígado e o baço, se ele encontra resistências (que são ligadas à personalidade, é claro). Mas, na Onda da Vida, não há, verdadeiramente, dor, mesmo quando é muito intensa.

Não é como a Coroa Radiante da Cabeça, que pode dar muita dor, porque, aí, quando a Onda da Vida sobe, isso quer dizer, verdadeiramente, que vocês estão, já, quase totalmente Purificados, e quase totalmente Transparentes.

Portanto, quando a Onda da Vida desenvolve-se, lateralmente, ela não pode dar dor.

É um estado de Êxtase permanente.

>>>

Questão: eu ouvia mais o Som à direita, depois, eu o ouvia à esquerda, associado a queimaduras ao nível da orelha, depois, nada mais. É ligado a resistências?

Sempre.
Simplesmente, o Antakarana é bilateral, portanto, era normal – e já foi feita referência a isso nas Núpcias Celestes – que o Som fosse dos dois lados. Mas, quando vocês estão em acordo consigo mesmos, o Som é à esquerda, preferencialmente à esquerda (mesmo se possa, às vezes, bascular à direita).

Em especial, como disse MARIA, e como foi repetido (por SRI AUROBINDO, eu creio, ou IRMÃO K), quando há uma Presença que chega, uma Presença de Luz, um pensamento de Luz (de alguém como nós, que estamos aí onde estamos, de um Irmão ou de uma Irmã), se esse pensamento é Luminoso, o Som aumenta no ouvido esquerdo. Mas se você tem alguém, que está conectado a você, que pensa em você, ou você mesmo, que não está nessa Transparência, o que é que acontece?

O Som aparece à direita, ele se apaga à esquerda.
É um problema consigo mesmo.

Agora, nos meses e anos que passaram, era perfeitamente normal ter o Som dos dois lados e, por vezes, mais forte à direita do que à esquerda. Mas, devido à abolição dos Véus de separação, as Presenças estão aí.

E ela pode ser, também, um Irmão e uma Irmã: você pode, por exemplo, conectar-se com Amor, com um Irmão, uma Irmã, ou alguém conecta-se a
você. E, conforme o que acontece em seus ouvidos, você deduz certo número de coisas.

Eu o remeto, para isso, ao que havia sido amplamente explicado, eu creio, por SRI AUROBINDO (ndr: ver sua intervenção de 21 de maio de 2012).

As resistências, eu repito, são os medos.
Porque, assim que há o medo de perder esse corpo, assim que há o medo de perder a pequena pessoa, vocês bloqueiam tudo.

Hoje, ainda mais do que antes, porque não é mais, unicamente, a Luz que desce, é, também, a Onda da Vida que sobe. E essa Onda da vida, poder-se-ia chamá-la Graça, poder-se-ia chamá-la Onda do Éter, poder-se-ia chamá-la Liberdade.

E, se vocês têm medo da Liberdade, ela não subirá.
E, naquele momento, os testemunhos, que são os Sons, vão inverter-se ou modificar-se.

Com a experiência, se vocês chamam MIGUEL, e, depois, se vocês se dignam a chamar-me, se vocês chamam MARIA, vocês verão diferenças.

Vocês vão sentir características, contatos, efusões de Vibrações diferentes.
Mas é sempre um problema em relação a si, hein?

Cada vez mais, vocês vão dar-se conta, aí, onde vocês estão: vocês têm medo ou não?

É, certamente, neste período que é necessário realizar as últimas purificações. MARIA disse-lhes isso, em outros termos, mas é isso (ndr: ver sua intervenção de 14 de julho de 2012).

Vocês não podem mais dar marcha à ré, agora.
Ou, então, são vocês que o decidiram e, aí, como sempre, nós, estritamente, nada podemos por vocês, sobretudo, neste período.

>>>

Questão: quando de Alinhamentos, ou quando eu escuto canalizações, por que tenho a sensação de pulsações que batem no ouvido direito.

A pulsação que bate no ouvido nada tem a ver com os Sons do Antakarana (ou da ampola da clariaudiência). É, simplesmente que, quando você escuta ou quando se alinha, há uma vasodilatação das veias da cabeça.

Como você acredita que a modificação da arquitetura do cérebro ocorreu?
Houve uma redistribuição das veias, ao nível da cabeça, que eram responsáveis, para aqueles de vocês que estão abertos há muito tempo, por dores de cabeça, por vezes, assombrosas, quando há o Sol que age, quando vocês estavam no Alinhamento.

São as modificações da vascularização do cérebro.
Vocês observaram, também, talvez, que, por momentos, vocês estão quase vertiginosos [tontos], também.

É normal.
Mas, menos vocês resistem, mais isso acontece sem dor, e mais isso acontece de maneira serena. Porque, se há uma dor na cabeça, isso não quer dizer que vocês tenham a cabeça mais dura, isso quer dizer que sua consciência está, ainda, demasiado focada em seu corpo.

Então, eu sei que o ego vai dizer: quanto mais é forte, melhor é.
Isso não é completamente exato nesse momento, era válido há alguns
anos. Mas, agora, as percepções Vibratórias (seja das Coroas, das Estrelas, das Portas), se elas se manifestam de modo doloroso (por exemplo, se vocês estão na fase de despertar do kundalini), vocês podem, muito bem, ter dor nas costas, mas, quanto mais rapidamente vocês aceitam o que acontece, menos a dor permanece presente.

>>>

Questão: é o observador que pode impedir a subida da Onda da Vida?

É claro.
Há, primeiro, os medos e as resistências da personalidade, nos dois primeiros chacras.

Depois, há a Onda da Vida que se põe a circular, em espiral, de trás para frente e da frente para trás. Mas o desenvolvimento lateral realiza-se a partir do instante em que não há mais qualquer resistência na personalidade.

Portanto, é sempre a personalidade que resiste.
Ela está, geralmente, em relação com a Passagem da Porta Estreita, da qual eu disse – e isso foi dito por vários Anciãos – que é a Passagem pelo buraco da agulha. É o momento em que é preciso voltar a tornar-se como uma criança, isso foi explicado no comprimento, largura e diâmetro.

Isso quer dizer que, mesmo o observador – como diria BIDI: o «eu sou», o Si – deve apagar-se. Enquanto vocês se têm ao seu Si, vocês continuam, em algum lugar, em uma resistência em relação à Luz Absoluta que vem.

E BIDI explicou-lhes isso, perfeitamente (como ele chamou isso?): as camadas de Verdade.

E ANAEL também, quando ele falou, há quase dois anos, da verdade relativa e da Verdade Absoluta (ndr: ver, em especial, a intervenção de ANAEL, de 10 de agosto de 2010).

>>>

Questão: a que corresponde o fato de sentir o Triângulo atrás da cabeça muito ativo?

Ele está muito ativo, neste momento.
O que é o Triângulo atrás da cabeça, com a ponta em OD?

É a Transmutação da Terra.
Muitos de vocês sentem, ou KI-RIS-TI, ou o Triângulo da Terra, que é muito, muito ativo, muito doloroso.

É normal, eu repito.
Em contrapartida, são as resistências de sua terra, ou seja, desse
corpo. Porque o corpo, ele tem um apego a ele mesmo, independentemente de sua própria consciência.

Portanto, é um trabalho de transmutação, que se faz nesse nível, que visa alquimizar as células. É a fecundação do último estágio, ao nível dos Véus, ou seja, o corpo físico.

Há os que têm, ainda, resistências ao nível mental, outros, ao nível emocional, outros, em relação a histórias vividas pelo passado, e, outros, enfim, que têm dificuldade para apreender o que é essa alquimia desse corpo.

>>>

Questão: esse Triângulo, atrás da cabeça, ativa-se ao mesmo tempo que a Porta KI-RIS-TI das costas?

É ligado.
É totalmente religado.
É religado, também, de outro lado, à Lemniscata Sagrada.
Porque essa Lemniscata Sagrada, disseram-lhes que ela estava entre os Pontos OD e ER.

Ela está, também, nas costas, entre ER e KI-RIS-TI e, portanto, ela passa, necessariamente, pelo Ponto OD da cabeça, e o Triângulo da Terra.

>>>

Questão: eu tenho a sensação energética de que meu tornozelo e minha panturrilha direita estão como cercadas por algo ...

Então, isso significa, provavelmente, que a Onda da Vida permaneceu fixada nesse nível.

Devido a feridas, que estão em relação com o medo e o segundo chacra, ou seja, tudo o que é ligado ao elemento masculino, ao poder e ao papai.

BIDI diria a você, gritando: esqueça-se.
Eu lhe digo a mesma coisa.

Como lhes dizia BIDI, vocês não são seu passado.
Ou vocês são o Coração, ou vocês são seu passado.
Ou vocês são o Coração, ou são, ainda, uma pessoa.

Mas terminou, pessoas com Coração.
Como eu dizia, frequentemente, em minha vida, quando havia uma melhoria que devia fazer-se: era preciso manter a luz, era uma vontade pessoal. Agora, nenhuma vontade pessoal pode ser-lhes de qualquer ajuda, uma vez que – isso foi dito – é o Abandono do Si.

A Graça está aí.
Não é como quando eu estava vivo, sobre a Terra, quando eu dizia que era preciso trabalhar sem folga.

Os tempos são diferentes.
Se vocês estão aí, é que, quaisquer que sejam as resistências, vocês já trabalharam suficientemente, não?

Pelo passado?

>>>

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Eu lhes transmito todas as minhas bênçãos, todo o meu Amor, e eu lhes desejo, sobretudo, efetivamente, Abandonar-se.

E viver a magia do Amor, a magia da Graça, porque é a única coisa que pode acontecer-lhes que é a mais extraordinária que vocês podem viver.

Eu lhes transmito todo o meu Amor.

Até breve.


________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. –
http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário