domingo, 20 de maio de 2012

GEMMA GALGANI - Fusão com a Luz [20/05/2012] - Autres Dimensions



20 de maio de 2012.

Mensagem publicada em 21 de maio, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Áudio da Mensagem em Português do Brasil

Link para download: clique aqui

Áudio da Mensagem em Português de Portugal

Link para download: clique aqui

Eu sou GEMMA GALGANI.

Irmãs e Irmãos na humanidade, eu venho a vocês, como Estrela UNIDADE, como portadora do Manto Azul da Graça.

Que o Amor estenda-se entre nós.
Eu venho a vocês, aqui, neste instante e, também, pela primeira vez, de outro modo: para aqueles de vocês que percebem, de uma maneira ou de outra, o Canal Mariano, estou, também, ao seu lado, à sua esquerda.

O som de seus ouvidos modifica-se quando uma Presença aproxima-se de vocês.

Eu venho falar-lhes para fundirem-se na Luz.
Vou dar-lhes, se efetivamente quiserem, após ter-lhes descrito meu mecanismo íntimo de reencontro com o CRISTO e a Luz CRISTO, o que advém, hoje, para vocês, possivelmente, e o que adveio, para mim, nessa Fusão e, por vezes, nessa Dissolução na Luz.

É nesse sentido que seu Canal Mariano aberto permite-me exprimir diretamente, não, unicamente, naquele que me acolhe, mas, também, para cada um de vocês que me acolhe.

Isso nada tem de uma Ilusão.
Lembrem-se de que, daí onde estamos, nossa Consciência é multilocal.

Eu posso estar nesse Corpo, como estar ao lado de vocês, de cada um de vocês, a partir do instante em que vocês me acolhem, a partir do instante em que seu Antakarana está aberto, onde o Canal Mariano está constituído. Então, eu posso esgueirar-me ao seu lado e exprimir minha Presença, ao mesmo tempo em que falo aqui.

Gostaria de dizer-lhes que tudo o que lhes foi dado, concernente à Fusão e ao Casamento Místico (com o CRISTO, com MARIA, com um Duplo, encarnado ou não), tem por único objeto e por único Final esse retorno à Unidade da qual eu lhes falei e, possivelmente, ao estado Final, Absoluto.

Quer seja o CRISTO, quer vocês sejam únicos a ter vindo sobre a Terra, cada um de vocês reencontrará o CRISTO, reencontrará o Duplo, reencontrará a Luz, quer saiba o que é, quer aceite-o ou recuse-o, procure-o ou negue-o.

Porque isso é inscrito e é, efetivamente, o que foi chamado o Retorno da Luz, o Retorno do CRISTO, o Retorno à multidimensionalidade, à Unidade.

Essa União Mística, não vejam, simplesmente, uma imagem no espelho, através do CRISTO, mas vejam, verdadeiramente, esse Final que os espera.

O Duplo, quer seja o CRISTO ou seu Duplo Etéreo, mesmo, é apenas um dos meios de fazê-los transcender a última forma a reencontrar.

Quer essa forma seja inscrita através de CRISTO, através de um Ser de Luz, através de seu verdadeiro Duplo, isso, estritamente, não tem qualquer importância, que não de decuplicar a Alegria, de realizar a Simbiose das Lemniscatas Sagradas, a Reunificação em sua Unidade, sozinho ou a dois, voltando a essa Unidade e, sobretudo, a esse Final.

Os tempos que se vivem, para vocês, são, muito exatamente, os tempos que lhes foram anunciados por diferentes vozes, por diferentes escritos, há extremamente muito tempo ou mais recentemente.

Então, é claro, através desse evento que é essa Fusão na Luz, aceito ou não, alguns quererão ali ver o que lhes convém: o prosseguimento de um mundo, o desaparecimento de um mundo, a transformação de um mundo, a transformação de uma vida, a partida de uma vida para outra vida. Mas tudo isso são apenas argumentos porque, obviamente, cada Irmã, cada Irmão irá para onde o porta o que ele é, nada mais e nada menos.

Quando vocês partem para algum lugar, não exigem que seus vizinhos, sua família sigam-nos. Para essa viagem, é exatamente o mesmo: cada um tem um lugar, e um único.

E é seu lugar, não é o seu.
As circunstâncias atuais, esses Casamentos Místicos, essas Uniões Místicas, esses reencontros com o CRISTO e, mesmo, com a Presença que se manifesta à sua esquerda, é um meio de Fusionar.

Isso não é uma finalidade.
A finalidade, se posso dizê-lo, é a Unidade, é o Absoluto, é o retorno à Graça, o retorno à Eternidade, o retorno ao que vocês São, todos, e o que nós Somos, todos.

Este período é propício para viver certo número de elementos.
O primeiro desses elementos é, de algum modo, o reencontro consciente com a Luz.

Lembrem-se de que a Luz é, primeiro, vista e é, em seguida, experimentada.
Mas, enquanto vocês permanecem aí, isso se situa fora de vocês.

O Si, a Unidade é uma etapa na qual a Luz instala-se, de maneira mais ou menos permanente, na consciência, como nesse corpo, nesse mundo no qual vocês estão. E, depois, há outra coisa, que vocês descobrem agora, talvez, já, que é essa aproximação de mecanismos de Fusão e de Dissolução.

Quer isso seja com o Duplo, quer seja com o CRISTO, quer seja com uma Entidade de Luz que vem portar-se e postar-se ao seu lado, ou sozinho, se vocês vieram sós, e se vocês consideram que devam estar sós. Mas eu os tranquilizo: na Unidade, nesse processo de Fusão, a palavra «só» nada quer dizer, absolutamente nada.

Então, o que quer que a vida dê-lhes a viver, é uma preparação.
Mas essa preparação não é de sua responsabilidade: é a preparação da Terra e do Céu, para essas Núpcias Finais, para essas Núpcias Místicas, para esses reencontros que os restituem ao que vocês São, bem além de todos os Véus, bem além de tudo o que vocês possam imaginar.

Fundir-se na Luz é a experiência que vem, a um dado momento, apreendê-
los. Porque há uma tal sede, uma tal alquimia que se realiza, realmente, entre o Sol e vocês, entre um Ser de Luz e vocês, com seu Duplo ou não, isso não tem qualquer importância.

Lembrem-se: a finalidade é fundir-se.
Mas fundir-se em CRISTO, como eu o vivi em minha curta vida, é, de algum modo, apenas um prelúdio para tornar-se, si mesmo, o CRISTO: isso lhes foi anunciado.

E, portanto, para tornar-se, si mesmo, a Luz.
Isso quer dizer que, naquele momento, não há uma Luz que é percebida, uma Luz que é vista, uma Luz que é experimentada, mas há, de algum modo, uma facilitação para tornar-se a Luz.

Tornar-se a Luz é superar a forma, é superar a identidade, é superar o Duplo, é superar o Sol. É Ser e tornar-se o próprio Princípio da Luz, para além de toda forma, para além de qualquer identidade, para além de qualquer corpo.

Isso concorre para estabelecê-los no que foi chamada a Infinita Presença, na qual vocês se esquecem de si mesmos, porque os sintomas diversos de seus corpos invadem a consciência e sua consciência torna-se isso: esse Coração que Vibra e que treme.

Há perda do sentido da identidade, há perda do sentido de ser uma personalidade.

Vocês se fundem na Alegria, vocês se fundem no Samadhi e, para alguns de vocês, vocês Abandonam, mesmo, essa Fusão, para penetrar na Dissolução total da consciência.

Essa penetração, que não é uma, é a revelação do Final.

Naquele momento, vocês São, realmente, inteiros.
Naquele momento, vocês ultrapassam, real e concretamente, os limites desse corpo, dessa vida que vocês creem ser, de momento.

Tudo isso se desenrola nesse momento mesmo.
O que quer que lhes seja dado a viver, como Duplo ou como contato, à esquerda de seu corpo ou em suas noites, vivam-no.

O que vocês temem?
Nada há a temer para aquele que está na Luz.
Nada há a temer para aquele que supera a Dualidade, que aceitou Ser Luz e fundir-se na Luz.

E as experiências que lhes são dadas a viver, agora, concorrem para realizar sua Fusão e sua Dissolução na Luz.

Essa interação que corresponde, de fato, à fusão dos Éteres, ao nível de seu corpo, que corresponde ao fim da separação e ao fim das camadas isolantes da humanidade, vocês são os privilegiados nisso.

Vocês são mais do que as testemunhas disso, porque vocês o vivem ou vão vivê-lo. E, nesse sentido, vocês desempenham seu papel, que não é mais, unicamente, de Ancorar e de Semear a Luz porque, a cada vez que um ser humano, a cada vez que um Irmão ou uma Irmã realiza essa alquimia com o CRISTO, com MARIA, com um Ser de Luz que está à esquerda, vocês encantam o mundo, e realizam um trabalho enorme, sem o querer.

Simplesmente, exprimindo o Amor que vocês São, simplesmente, reconhecendo o Amor que vocês São. Então, naquele momento, o Amor irradia, totalmente, porque vocês estão Fusionados à Luz, vocês estão Fusionados, de diferentes modos, com o Duplo, com o CRISTO ou com a Presença que está à sua esquerda.

E, naquele momento, o que vocês São torna-se um elemento que termina de pôr fim, de algum modo, às camadas isolantes.

Esse é o trabalho desses Seres que vivem a Fusão e a Dissolução com a Luz, com o Duplo, com o CRISTO, com MARIA ou com qualquer Ser de Luz do qual é, de algum modo, uma função: restituí-los a si mesmos.

Nada tomar-lhes, nada dar-lhes, mas apreendê-los, pela ressonância, para estar na Espontaneidade, para tornarem-se, total e inteiramente Transparentes, ou seja: nada parar nem nada bloquear, viver a Vida, viver a Luz, porque há Vida, há Luz e vocês São a Vida e a Luz.

Tudo isso se desenrola, nesse momento mesmo.
O que quer que vocês vivam, mesmo se não o vivam, como lhes disse o Arcanjo ANAEL, isso se realizará, agora, muito rapidamente.

Resta-lhes, simplesmente, deixar fazer o que se desenrola.
Fundir-se com a Luz é não mais pôr qualquer distância com a Luz.
A Luz não é vista, a Luz não é mais experimentada, mas ela é vivida, carnalmente, totalmente, nessa Dimensão e nesse corpo, levando-os, como foi pronunciado (ndr: ver a intervenção de O.M. AÏVANHOV, de 19 de maio de 2012), a espiritualizar a matéria, o que quer que se torne essa matéria que é esse corpo, quer vocês o levem ou não.

Isso não terá mais qualquer espécie de importância porque, naquele momento, o que vocês São, em Verdade, sua consciência é Livre e Liberada.

Vocês não são mais apegados a um eu, não são mais apegados a um Si, vocês São Livres.

Além da consciência, como foi exprimido, há a não Consciência.
Naquele momento, vocês se tornam Absoluto, e as Passagens permitem-lhes realizar uma Comunhão nesse Absoluto sendo, vocês mesmos, Absoluto, assim como retomar uma forma ilimitada ou uma forma limitada, em qualquer Dimensão, em qualquer lugar, e em qualquer Tempo.

Vocês perceberão, naquele momento, através desses contatos que estabelecem, que essa Fusão, que quaisquer que sejam as palavras que empreguem (Casamento, necessidade de fundir-se, Tensão para o Abandono, explosão de Alegria, quaisquer que sejam as palavras), é a mesma Realidade, são os elementos que concorrem para estabelecê-los na Presença Infinita, ou mesmo no Absoluto.

Tudo isso não é um sonho, a partir do instante em que vocês param de crer no que lhes diz o mental, em que vocês param de crer no que lhes põem os limites, em vocês, e as barreiras, que são inscritas nos medos, nas dúvidas, nos a priori, no medo de qualquer Sombra que não existe em outro lugar que não na personalidade.

O Mundo é Luz.
Tudo é Luz.

Não há qualquer exceção a essa regra, exceto no princípio de confinamento, mas isso termina, inteiramente.

A partir do instante em que vocês reconectam, em que recontatam essa aproximação da Fusão com a Luz, essa Fusão será vivida. Sem qualquer dificuldade porque, em momento algum, vocês poderão duvidar do que quer que seja.

A intensidade dessa alquimia, a intensidade da consciência e, também, o que lhes disse UM AMIGO, concernente a esse novo Corpo Etéreo, completamente Transfigurado, completamente diferente e radicalmente oposto, eu diria, em seus mecanismos de funcionamento, ao que vocês têm conhecido, estabelecê-los-á, de maneira cada vez mais evidente, no riso, na Alegria (ndr: ver a intervenção de UM AMIGO, de 20 de maio de 2012).

Permanecer Simples e permanecer Humilde quer dizer, naquele momento, não fazer intervir qualquer conhecimento, qualquer mental qualquer necessidade de saber ou de ver, mas, efetivamente, viver o que há a viver.

O Apelo vai tornar-se cada vez mais premente.
Muitos de vocês vão ver, vão sentir, vão perceber que acontece – em seu ambiente o mais próximo, ao redor de si, em seus corpos sutis – uma aproximação de algo. Essa aproximação traduzir-se-á por uma modificação de seus Sons, extremamente intensa, em seus ouvidos.

É como se seu Som, que se modulava (o que havia sido nomeado o Som da alma, ou o Antakarana), completasse-se. Aí também, ao nível do Som, vocês apreenderão, mesmo sem nada conhecer de notas musicais, que existe uma complementaridade que se instala.

Esse Som, que é a analogia da Trombeta Celeste, que vai, em breve, soar está, exatamente, em relação com a aproximação do CRISTO ou do Duplo, em suma, a aproximação da Luz, que lhes dá a estabelecer-se na Luz.

Esse processo de Fusão na Luz é o que os restitui à Eternidade.
Então, é claro, aquele que está instalado, firmemente, na personalidade, no confinamento de si mesmo, em suas sombras, que não pode e não aceita viver isso, pode viver o que chega como um fogo devorador, como algo que vem destruir o que é nomeada a vida nesse mundo. Mas isso é falso, é claro, é apenas um ponto de vista.

Aquele que está confinado chama a Luz de fogo.
Aquele que está aberto chama o Fogo de Batismo do Amor.

O Braseiro de Amor que se derrama em vocês, seja à sua esquerda, seja na Onda de Vida que se propaga, e que se lançou para seu Coração e sua cabeça, tudo isso concorre para estabelecer a mesma coisa: restabelecê-los na Unidade, restabelecê-los na Luz, porque é o que vocês São.

Tudo isso se desenrola nesse momento mesmo, em seu ritmo, que lhe é
próprio. É claro, vocês constatarão que aqueles que nada vivem, ao seu redor, vão, de algum modo, exprimir desagrados, porque a Luz é intolerável para eles, porque eles ainda não a reconheceram. Mas eles são, também, aqueles que têm a mesma Luz em si.

O Manto Azul da Graça permitiu agir, modificando sua capacidade para receber e para acolher a Luz.

O acolhimento que vocês têm realizado expandiu, de algum modo, suas capacidades de acolhimento.

O Canal de Luz (ou Corda Celeste, nomeada Antakarana) ampliou-se.
O Canal Mariano dá-lhes a ouvir e a perceber a Presença que se aproxima de vocês.

E isso não é uma ilusão.
Quaisquer que sejam as manifestações (que lhes tomem o braço, que lhes falem à noite, que vocês se sintam aspirados fora desse corpo ou que sintam, ainda, essa Presença arrepiante à sua esquerda), tudo isso participa da mesma Realidade, da mesma Verdade, que é sua Fusão com a Luz, qualquer que seja a forma que isso possa tomar.

Mas isso é feito apenas para engajá-los a superar a forma.
E vocês a superarão, sem qualquer problema, a partir do instante em que começarem a perceber, de uma maneira ou de outra, o que se desenrola em vocês e ao seu redor.

Tudo isso há a viver.
Tudo isso não é, simplesmente, algo que passe.

Como vocês o constatam, e como o constatarão, cada vez mais, a pressão – se posso nomear isso assim – da Luz vai tornar-se cada vez mais intensa em sua vida, nos diferentes mecanismos de sua vida, o que lhes dá a viver uma percepção das Vibrações cada vez mais nítida, cada vez mais fina. Isso os chama a superar, aí também, essas Vibrações, a tornar-se esse Contentamento, esse Êxtase, que não os deixará mais.

Virá um momento, qualquer que seja esse mundo, qualquer que seja sua duração, em que vocês serão instalados permanentemente, nesse Êxtase. Sem nada procurar, sem nada fazer, sem meditar, sem o querer, não importa em qual hora do dia e da noite.

É isso que é sua Liberdade.
É isso que é sua Liberação.
O resto é apenas acessório.

O que quer que se torne esse mundo, o que quer que se tornem suas relações, instalando-se no que vocês São, instalando-se nesse Contentamento e nesse Êxtase permanentes, vocês constatarão, por si mesmos, que o que, hoje, pode representar um peso, uma dificuldade, não existirá, simplesmente,
mais. Porque isso será expulso de seu campo de percepção, de seu campo de consciência.

O que era pesado tornar-se-á Leve, porque a Luz torna Leve, porque o que vocês São é Leve. Isso não tem, de modo algum, a mesma densidade do que o que vocês conheciam até o presente.

Não se colocará mais, então, a questão de qualquer Evolução, de qualquer data, de qualquer estado, porque o que vocês tocaram e vivem é sua Eternidade, sua Liberdade e sua Liberação.

Esses mecanismos da consciência são bem reais, e eles vão concernir a cada vez mais seres humanos na superfície deste planeta e vão generalizar-se. De maneira a provar-lhes, pelos testemunhos que vocês aportam, de sua vivência, vocês mesmos, de que isso não é uma ilusão e de que é o que vocês acreditavam ser que é uma ilusão. Isso, inúmeros Anciões, inúmeros Arcanjos disseram e repetiram, de múltiplos modos.

Isso, mesmo, é-lhes comunicado, atualmente, por alguém que não é mais alguém e que os engaja a serem lógicos consigo mesmos (ndr: BIDI).

Cabe a vocês colocarem a única questão, como dizia MA ANANDA: que é o que é importante para vocês e onde está esse importante?

Vocês não podem reivindicar uma Luz e manter o que não é a Luz.
Apreendam isso.

O compromisso não é mais possível, qualquer que seja.
O Duplo, o CRISTO, MARIA, nós, Estrelas, estamos aí.

E, em face disso, vocês devem, vocês também, ser Transparentes, ser Humildes, Ser Simples, ser Espontâneos.

É apenas adotando isso que seu Coração será Transpassado, que ele estará em um estado Vibratório e de estremecimento que vocês jamais conheceram, que as Presenças manifestar-se-ão a vocês (qualquer que seja o mundo de percepção, quer ele seja ligado aos sentidos visuais ou táteis, ou que ele seja ligado à própria intimidade de sua consciência com a Eternidade).

Tudo isso se desenrola nesse momento mesmo e, eu repito, independentemente de qualquer vontade.

A partir do instante em que vocês soltam, a partir do instante em que abandonam tudo o que fez suas certezas, até o presente, tudo o que fez suas crenças, tudo o que fez seus apegos.

Cabe a vocês ver, cabe a vocês viver.
O que vocês são?
Onde vão vocês?

E isso apenas pode ser função de sua capacidade para Fusionar-se, e para fundir-se na Luz ou não.

E o que se funde, é claro, na Luz, desaparece.
Então, é claro, se o Comandante chamou isso um planeta grelha, é preciso substituir isso nas circunstâncias da época, porque, à época, muitos seres humanos estavam na personalidade.

E havia, de algum modo, um elemento de medo ou de interrogação que, em algum lugar, estimulava-os para tentar viver o que era proposto pelas Núpcias Celestes.

Muitos de vocês ali chegaram.
Muitos de vocês, hoje, penetram os Espaços do Ilimitado, os Espaços da Consciência, nos quais não existe qualquer limite, qualquer imposição, nos quais tudo é Alegria, tudo é Leveza, tudo é riso.

Como se não houvesse diferença entre esse corpo, que permaneceu aí, e sua consciência, que já está Liberada, e que explora os diferentes campos possíveis da Consciência Liberada, nas outras Dimensões, ao mesmo tempo conservando essa forma.

É, muito exatamente, isso que vocês vão ser chamados, eu diria, a conscientizar-se, cada vez mais, porque é a experiência desse tempo que conduz à Fusão, a fundir-se na Luz e a tornar-se Luz.

Essa é uma Realidade que será traduzida pelas próprias Vibrações.
E, para alguns de vocês, os estados Vibratórios levá-los-ão a transcender a própria Vibração, a fim de estabelecê-los na não Consciência, na não Vibração. Mas, qualquer que seja seu lugar, quer seja no Absoluto, no Si ou na Infinita Presença, não haverá diferença, porque, nesses casos, nenhum mental pode interagir, nenhuma vontade pessoal pode manifestar-se porque, naquele momento, vocês vivem, realmente, que vocês não São esse corpo.

Isso não é mais uma crença, não é um desafio, mas é a Realidade que vocês vivem. Isso lhes é aberto nos próprios campos da experiência encarnada que está, ainda, presente.

É uma Graça, que jamais existiu, viver isso.
Então, vocês vão recusar?

Vocês vão tentar escapar disso?
Ou, então, vocês vão aquiescer?

E, como o dizia MA ANANDA, acolher essa Luz, fazê-la sua?
Quer seja pela Fusão com o Duplo, com MARIA, com o CRISTO, pouco importa: o importante não é isso, mas é reencontrar essa Unidade perdida, é reencontrar esse Absoluto.

E isso se desenrola agora.
Os sinais, as percepções disso são os testemunhos privilegiados de sua época que lhes dão, de algum modo, pontos de referência para determinar, em consciência, o que acontece (e não refletir nisso, através de qualquer interrogação do mental, de qualquer dúvida que possa manifestar-se na personalidade).

Vocês São o que lhes está acontecendo.
Vocês São o que está se produzindo.
Então, aquiesçam, como lhes disse MA.
Acolham.

Tudo ficará bem.
As únicas coisas que ficarão mal são ligadas à personalidade.
O que quer que sua vida peça-lhes para viver, o quer que sua vida peça para experimentar ou manifestar, mesmo sobre esse mundo, façam-no, porque vocês São algo que é bem mais do que essa pessoa. Isso se revela, agora, como uma Verdade da Luz, uma Verdade da Vibração, uma Verdade da Consciência e uma Verdade que está além de tudo isso.

A dúvida faz parte apenas da personalidade, e de nada mais.
Quando a Luz está aí, e quando a Fusão realiza-se, não pode existir a mínima dúvida sobre o que é vivido, quer isso concirna ao reencontro com CRISTO, com MARIA, com o Duplo, com o próprio Sol.

Tudo isso é, exatamente, a mesma coisa, com diferentes modalidades de vivência que lhes pertencem, porque, além da história de suas vidas, é sua história de descida nesse mundo e de sua ação nesse mundo e sobre esse mundo que os restitui ao que vocês Eram, antes de estarem sobre esse mundo e nesse mundo.

É, muito exatamente, isso.
Então, sejam cada vez mais Leves, cada vez mais Felizes, porque não há outra possibilidade que não a de ser Leve e Feliz.

Somente aqueles de nossos Irmãos e Irmãs que estão na ausência disso é que viverão, num primeiro tempo, os elementos que serão, de fato, apenas a colocação face a face com sua própria negação da Luz.

A Luz não pune, jamais.
A Luz revela e desvenda e põe na Alegria.
Em contrapartida, se a personalidade opõe-se, ela será confrontada, ela mesma, aos próprios sofrimentos.

Aí está o que é chamado a desvendar-se, cada vez mais.
Quer isso seja através de seus sentidos, quer seja através da Visão Etérea, da Visão do Coração, a percepção das Vibrações, o próprio estado da consciência, para vocês, eu repito, não dará mais qualquer dúvida de que acontece algo de verdadeiramente extraordinário, de verdadeiramente desconhecido e de verdadeiramente incrível.

Aí estão as algumas palavras que, como portadora da Estrela UNIDADE e do Manto Azul da Graça, eu tinha a transmitir-lhes. Se há, em vocês, interrogações em relação ao que exprimi, eu os escuto.

>>>

Questão: a fim de deixar fazer tudo e a fim de que o mental e meu hábito de centrar-me não intervenham mais, minha Atenção e minha Intenção devem tornar-se inativas?

Sim, como foi exprimido (ndr: intervenção de UM AMIGO, de 20 de maio de 2012), e será exprimido cada vez mais.

Eventualmente, você pode portar-se ao novo Som, quando ele se aproxima de você.

Eventualmente, você pode portar sua consciência à Presença que chega à sua esquerda.

Isso basta.

>>>

Questão: no caso em que os sons agudos são mais perceptíveis do lado direito do que do esquerdo, poder-se-ia dizer que o Canal Mariano não está completamente instalado?

Eu não falei disso, eu disse, simplesmente, que o Som modificava-se.
O Canal Mariano está, sempre, à esquerda, ele jamais está à direita.

O importante é a modulação do Som, que lhes dá algo que lhes aparece como completo, a partir do instante em que um Ser de Luz, qualquer que seja, aproxima-se de vocês.

Quer o Som seja percebido de maneira mais forte à direita ou à esquerda, nada tem a ver com isso.

>>>

Questão: formigamentos em todo o corpo, há dois ou três dias, são ligados ao processo em curso?

Tudo, absolutamente tudo o que vocês percebem e sentem é ligado ao processo em curso. Apenas o mental e a personalidade é que vão tentar prender-se a uma doença ou a algo de anormal.

Os sintomas, os sinais que vocês percebem fazem apenas começar.
Qualquer que seja a intensidade de onde você parta.

>>>

Questão: toda tentativa de tratar-se por meios clássicos torna-se inútil, quando as manifestações físicas são ligadas às evoluções em curso?

Por qual razão?
Não há razão alguma, nem qualquer interdependência.

A Luz, no âmbito da Fusão com a Luz e de fundir-se à Luz vai demonstrar-lhes que esse corpo não tem mais qualquer importância.

Não são vocês que decidem negligenciar o corpo, apreendam, efetivamente, isso. Mas a Luz leva a consciência ao que vocês São, de toda a Eternidade, e não mais à inscrição em um corpo.

Agora, se esse corpo está sofrendo, e ele tem a consciência disso, é claro, é preciso tratá-lo.

>>>

Questão: a cada Alinhamento, sou perfurada pela cabeça, por algo frio.

É preciso, efetivamente, partir, um dia.
Por onde você partirá?

Pela cabeça, que é a Liberação, ou pelo ventre, que é, ainda, uma forma de confinamento.

>>>

Questão: isso pode ser a presença do Duplo?

O reencontro com o Duplo pode ocorrer nesse corpo, como no Sol.
Portanto, se você é aspirada, é que o reencontro ocorrerá em outro lugar, que não nesse corpo.

Ser aspirado ou ser penetrado pelo Ponto o mais alto da cabeça – que é o ponto ER – assinala a Liberação e a Liberdade.

Quer você vá ao Sol, quer o Duplo dê a você o impulso pelo Ponto ER ou manifeste-se pela esquerda, é exatamente o mesmo princípio.

>>>

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Irmãs e Irmãos, aqui e por toda a parte, vivamos uma Comunhão.
No que se manifesta a vocês, qualquer que seja o lugar (o Coração ou a cabeça, à sua esquerda, em vocês ou atrás de vocês), a Luz trabalha.


... Partilhar da Doação da Graça...


Eu sou GEMMA GALGANI.
Minha Luz Branca cubra-os.

Eu estou em vocês, porque eu sou vocês, como vocês são eu, na Unidade, no Absoluto.

Meu Amor acompanha-os e Minha Presença também, para alguns de vocês.

Eu lhes digo até breve.



________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com

Versão do francês para o português: Célia G. –
http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário