sábado, 18 de fevereiro de 2012

ANAEL - 18 de fevereiro de 2012 - Autres Dimensions



18 de fevereiro de 2012

Mensagem publicada em 19 de fevereiro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.



Eu sou ANAEL, Arcanjo.

Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes de Estrelas, que a graça esteja em sua Presença.

Eu venho a vocês, neste espaço, a fim, se efetivamente quiserem, de interrogar-nos, juntos, em relação a conceitos atuais, concernentes ao Absoluto e ao relativo, concernente ao Abandono à Luz, concernente à Deslocalização, concernente à Ilusão e à Verdade.

Assim, não farei discursos, mas, simplesmente, em relação aos seus questionamentos, emitirei o que é capaz, além da pronunciação dessas palavras, de fazê-los Vibrar na Unidade e em sua Presença.

Assim, portanto, eu lhes dou a palavra e escuto o que vocês têm a perguntar.
Ao final de nossa troca, será realizado, por intermédio de minha Presença, assim como de outros Arcanjos e, sobretudo, por sua Presença, o milagre da Graça do Manto Azul de MARIA.

Comecemos, primeiro, por suas interrogações.

>>>

Questão: a Deslocalização acontece, sempre, em consciência, mesmo parcial?

Bem amada, a primeira etapa da Deslocalização é, talvez, diferente da Consciência.

De fato, durante os momentos privilegiados, que são seus e que vocês escolhem ou que são comuns à Terra (Alinhamentos, Radiâncias e outros), é-lhes possível, como alguns e inúmeros de vocês o observam, desconectar a consciência comum sem, contudo, aceder à Consciência do Absoluto (ndr: ver detalhes na rubrica «protocolos a praticar», de nosso site, notadamente, no que concerne ao «Acolhimento do Manto Azul da Graça », ao «Ajuste à Luz Vibral / Radiância Arcangélica» e a «Conexão à Merkabah Coletiva/Alinhamento Vibral»).

Essa é uma primeira etapa, que visa, de algum modo, apagar o relativo, para fazê-los penetrar o Absoluto.

Nos primeiros tempos, o relativo não se importa com o Absoluto.
Assim, portanto, quando vocês voltarem à consciência comum, nos primeiros tempos, nesses momentos privilegiados, não persistirá qualquer lembrança, nem qualquer memória do que foi vivido durante esse tempo, exceto um aspecto essencial, chamado distorção do tempo porque, frequentemente, o que durou cinco minutos parecer-lhes-á horas, e o que durou horas parecer-lhes-á cinco minutos.

Essa é uma primeira abordagem da Deslocalização, induzida pelo Manto da Graça, pela construção do Canal Mariano ou pela Presença do Impulso Metatrônico ao nível das costas.

Esses mecanismos visam estabelecer a consciência no Absoluto.
Mas, para alguns de vocês, isso não se realizará em uma vez, nem em um tempo, mas necessita de vários tempos, pela reprodução da experiência, a fim de que, a um dado momento, preciso e identificável, o último véu rasgue-se, permitindo, então, viver o Absoluto, em Consciência, saindo do relativo.

>>>

Questão: isso faz parte do mesmo processo de ir dormir meia-hora, à tarde, e ter a impressão, ao acordar, de ter dormido uma noite?

Bem amada, isso pode ser o caso, como pode não ser o caso.
Existem, é claro, necessidades fisiológicas do humano, ou pessoas que, realmente, têm necessidade de dormir.

Contudo, aí também, virá um espaço de tempo em que, então, vocês viverão o que o CRISTO havia dito: «vigiai e orai, porque ninguém conhece o tempo, o instante e o momento de minha vinda».

O acesso Consciente ao Absoluto assinala, bem além do Despertar (ou do Acordar), a Realização do Si, assim como da Borboleta, qualquer que seja o tempo que reste a percorrer, para a Lagarta, sobre esse mundo.

>>>

Questão: a que corresponde o fato de sentir a garganta como muito fortemente fechada?

Bem amada, o que vocês nomeiam garganta é um lugar de Passagem.
Essa garganta é o reflexo – ou imagem no espelho – da Porta Estreita, situada no Ponto OD.

Ao nível dessa zona existe, também, um Ponto de Vibração, chamada Vibração IM, que corresponde ao décimo Corpo.

Em algumas tradições, essa zona é chamada Dahat, Porta do Insondável e do Incognoscível.

Eu os lembro que o Triângulo falsificado, inscrito ao nível da cabeça, deve reverter-se: Reversão do Triângulo anterior do Fogo, que faz com que o Ponto AL da cabeça insira-se ao nível das sobrancelhas, e não mais na raiz dos cabelos.

Essa Reversão, acompanhada pela ativação do que é nomeado décimo segundo Corpo (ou Corpo da Androginia Primordial), vem, então, progressivamente, despertar o décimo primeiro Corpo, situado sobre o lábio e, em seguida, vem estabelecer sua morada (no basculamento final, de algum modo, dessa Reversão) em seu lugar lógico.

Kether (ou Coroa) vem, então, colocar-se na garganta, em Dahat, que era seu lugar, antes da falsificação.

Um conjunto de processos, Vibral, presente em sua garganta – e, portanto, nesse Templo que é seu corpo – pode traduzir-se por certo número de sinais ou sintomas, que traduzem a finalidade dessa Reversão que precede, de pouco tempo, a Passagem da Porta Estreita OD, ou seja, o acesso ao Absoluto (ou à Borboleta).

>>>

Questão: estar deitado e não poder levantar sem, contudo, sentir-se entorpecido, faz parte dos processos da estase?

Sim, isso são, bem amada, as primícias, absolutamente.

Virá um tempo em que esse corpo, que é seu, não responderá mais.

>>>

Questão: é verdade que podemos carregar em nós almas defuntas?

Bem amada, é possível levar, em si, múltiplos apegos, múltiplas Ilusões enxertadas na Ilusão.

Entre esses apegos, efetivamente, existe o que é nomeado: desencarnados, entidades astrais, entidades do baixo astral.

Mas elas pertencem, do mesmo modo que seu corpo, à Ilusão.
Aquele que realiza o acesso ao Si, à Borboleta, ao Fogo do Coração, à Coroa Radiante do Coração, está Liberado, inteiramente, de todas essas Ilusões (tanto as dele, como aquelas que se enxertaram).

Agora, se existe um acesso à Luz Vibral e, em vocês, manifestam-se algumas Ilusões outras que não a sua, é que existem falhas presentes, em vocês, que permitem isso.

O que permite isso é o que é nomeado o fogo do ego, que se substitui ao Fogo Espiritual Vibral (Fogo do Espírito).

Há, portanto, naquele momento, uma espécie de confusão, porque o ego apropriou-se da Luz, por uma razão ou por outra. E, portanto, há desvio da Luz Vibral ao serviço da personalidade e não ao Serviço da Luz.

«Haverá muitos Chamados e poucos Escolhidos»: isso não é um julgamento, mas um mecanismo fundamental da Luz, que corresponde ao Abandono (ou não), total e absoluto, à Luz.

>>>

Questão: poderia evocar-nos o Absoluto?

Bem amado, essa é uma das características essenciais da ação do Manto Azul da Graça.

Sua pergunta será, portanto, realizada no momento do Ajuste, que eu mesmo realizarei, com vocês e sua Presença, ao final de minha intervenção.

O Absoluto não pode ser, de modo algum, definido.
Ele pode conceber-se apenas pelo que ele não é.

Assim, portanto, dizendo-lhes: «vocês não são esse corpo», dizendo-lhes: «vocês não são essa vida», dizendo-lhes: «vocês não são suas emoções», dizendo-lhes: «vocês não são seus apegos», e, assim, de próximo em próximo, de Lucidez em Lucidez, as coisas clarificar-se-ão e iluminar-se-ão.

Quando vocês tiverem eliminado o conjunto do que é efêmero, o conjunto do que é relativo, inteiramente, então, e unicamente naquele momento, o Absoluto poderá criar-se.

Não é uma criação, simplesmente, o que foram camadas isolantes, Ilusórias.
Pouco a pouco, a realização do «Eu Sou Um», do «Eu Sou», ao final e em definitivo, põe fim, também, à afirmação do «Eu Sou Um».

Naquele momento, revela-se o que eu chamaria o Verdadeiro Conhecimento, que concerne ao Conhecimento de quem vocês São, e não um conhecimento projetado (que, em definitivo, continuará apenas ignorância).

Assim, portanto, de acordo com um princípio imutável, enquanto vocês não tiverem tudo rejeitado, do que vocês pensam ser, do que vocês pensam crer nesse mundo, o Absoluto não poderá Revelar-se, porque o Absoluto é apenas uma experiência e um estado.

Ele não pode ser definido nem em palavras, exceto, justamente, por tudo o que ele não é.

Tendo, assim, eliminado o que não é, restará, unicamente, o que É.
Esse momento, identificável entre todos, põe fim às dúvidas e põe fim a toda Ilusão.

Obviamente, o conjunto de crenças humanas, quaisquer que sejam, oriundas do conhecimento desse mundo (sejam energéticas, psicológicas, emocionais, mentais), não é de qualquer ajuda para viver o Absoluto.

Isso se junta ao que eu havia exprimido durante o ano de 2009, concernente ao Abandono à Luz (ndr: intervenção de ANAEL, de 11 de maio, 13 de maio, 17 de maio e 5 de outubro de 2009).

Vocês São a FONTE, vocês São a Eternidade.
É necessário, portanto, de algum modo, aparar tudo o que não é isso.
Naquele momento, e unicamente naquele momento, quando vocês tiverem rendido as armas da personalidade e das Ilusões, viver-se-á o Absoluto.

Nenhuma abordagem de Absoluto pode ser direta por palavras.
É nesse sentido que ele é, antes de tudo, estado da Consciência, Absoluta, ela mesma, bem além das palavras.

É o instante em que a própria Vibração da Luz Vibral deixa lugar à Dissolução total na Luz.

Isso é chamado de Núpcias de Luz.
Assim, querer colocar-se a questão do que é o Absoluto afasta do Absoluto.
Viver o Absoluto é rejeitar tudo o que ele não é.

Assim, por esse método (perfeitamente conhecido dos sábios), vocês poderão, de camada em camada, ir à Essência e, portanto, ao que vocês São.

Não há outros modos.
Todo o resto, ou seja, o conhecimento, é, aliás, perfeitamente exprimido por São Paulo: quando vocês tiverem o conhecimento de todos os mistérios, quando tiverem o conhecimento de suas vidas passadas, se lhes falta a Humildade, vocês não viverão o Absoluto.

A Humildade é ser Simples.
A Humildade é ser Transparente.

(ndr: ver, notadamente, as intervenções de IRMÃO K, de 15 de setembro de 2011, sobre a Humildade, e de 19 de novembro de 2011, sobre a Transparência, assim como a intervenção de SRI AUROBINDO, de 16 de setembro de 2011, sobre a Simplicidade).

Ser Transparente é deixar Trabalhar a Luz e não mais ser outra coisa que não essa Luz.

É isso que há a concretizar.
É isso que há a Revelar.
É isso que É, de toda a Eternidade.

Apreendam, efetivamente, que em toda essa transformação, iniciada desde a primeira chegada do Espírito Santo sobre esta Terra, em agosto de 1984 de seu calendário, foi necessário construir certo número de elementos.

Mas essas construções eram tão Ilusórias quanto sua própria Ilusão.
Mas era necessário construir para desconstruir.

Agora, é tempo de Transcender e de superar tudo o que foi construído, mesmo pela Luz, a fim de Ser a Luz, o Absoluto.

Há, portanto, tomada de consciência, mesmo na Ilusão, camada por camada, estágio por estágio, até o momento em que vocês percebam que não há nem camadas, nem estágios.

Tal é o Absoluto.
O que eu digo, neste dia, não teria, jamais, podido ser acolhido antes do que foi construído, porque não se trata de fazer disso uma afirmação ou uma crença, mas de fazer disso uma experiência e validá-la, por si mesmos.

>>>

Questão: quando se toca esse Absoluto pode-se, ainda, ter atividades artísticas?

Bem amada, a resposta é profundamente diferente para cada Um.
Alguns Seres, devido ao próprio exemplo de sua vida, passaram essa vida encarnada na retirada absoluta de toda ação no fazer.

Assim o foi para MA ANANDA MOYI, assim o foi para GEMMA GALGANI, e outros exemplos, inumeráveis.

Outros, enfim, conscientes desse Absoluto, puderam ter atividades frenéticas, no sentido da Ilusão.

Um não exclui o outro, porque cada Ser e cada Um manifesta, nesse mundo, mesmo na dualidade, um estado diferente, mas há a Lucidez sobre essa Unidade.

>>>

Questão: um sonho pode ser uma crença, assim como algo que se lesse?

Bem amada, há algum tempo, dois ou três Anciões exprimiram-lhes a própria natureza da Consciência.

Existem, de fato, quatro consciências: a consciência de vigília, a consciência de sono, que é não consciência, a consciência de sonho e, enfim, um quarto estado da consciência, chamado Turiya.

O sonho (assim chamado), frequentemente e, sobretudo, durante este período, torna-se Turiya (mas o cérebro não pode aceitá-lo).

Agora, nem todos os sonhos são a consciência de sonho, alguns vêm de Turiya. A diferença é que os sonhos vividos, não mais como consciência de sonho, mas Consciência Turiya, deixam uma vivência extremamente forte, mesmo se o cérebro não se localize, e seja abatido no momento do acordar.

Naquele momento, vocês não sabem mais quem são, onde estão, em qual dia estão.

Vocês não sabem mais, tampouco, quem vocês são, habitualmente, na consciência de vigília.

Nesses momentos, é evidente que vocês não saem da consciência ou da inconsciência, mas que saem de Turiya, para entrar na consciência de vigília.

>>>

Questão: quando o pericárdio rasga-se, é o fim do corpo físico?

Não.
Muitos seres, desde o Impulso Metatrônico, ocorrido há alguns meses (ao nível da Porta KI-RIS-TI), vivem essa ruptura do pericárdio, de modo mais ou menos feliz ou doloroso.

Isso assinala o acesso à Existência, o acesso à Unidade e a vivência do Absoluto, de maneira mais ou menos brutal, mais ou menos fulminante.

Mas isso não assinala o fim do corpo físico.
Em todo caso, para a grande maioria de vocês, vocês estão, ainda, presentes sobre esta Terra, exceto aqueles, entre os Despertos, os Filhos da Luz e as Sementes de Estrelas, cuja finalidade é a de partir um pouco antes, em relação ao Tempo Coletivo da Terra, a fim de assumir algumas Vibrações, algumas Funções quanto ao que eu poderia nomear a Consumação.

>>>

Questão: poderia desenvolver sobre o fato de ser a Totalidade no Absoluto?

Bem amado, seria necessário, também, que eu compreendesse o que significa, para você, a Totalidade no Absoluto.

Ser o Tudo é não mais ser localizado, ao mesmo tempo mantendo uma capacidade de localização em relação à presença desse corpo, sobre esse mundo. Assim, o Absoluto assinala, igualmente, o acesso ao Nada como ao Tudo, visto desse ponto de vista encarnado, como do ponto de vista da Existência.

Não há mais diferença nem distância, nem separação entre o fio de erva e a FONTE.

A Consciência é tudo isso ao mesmo tempo.
Isso faz parte da instalação do Manto Azul da Graça.

>>>

Questão: qual é a segunda Estrela, ligada à afirmação «a Estrela que anuncia a Estrela»?

Bem amado, a segunda Estrela assinala o Retorno do CRISTO em seus Céus, a partir do instante em que o Manto Branco recobrir a Terra, assinalando, então, o Retorno do CRISTO e o Retorno na unidade.

«A Estrela que anuncia a Estrela» é, portanto, esse corpo estelar (chamado, em seu mundo: cometa), que passou no hemisfério Sul, que será, por outra Estrela, visível no hemisfério Norte, durante seu mês de março deste ano.

Então, «a Estrela que anuncia a Estrela», será realizada.

>>>

Questão: a estase, os Três Dias correspondem, simbolicamente, ao túmulo, antes da Ressurreição do CRISTO?

Sim, isso pode ser dito assim.
Não temos mais questionamentos, agradecemos.

Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, é, agora, o instante de viver a Comunhão, no Manto Azul da Graça.

Pela Graça de sua Presença e pela Graça das Presenças de Três Arcanjos, Portadores dessa Vibração.

Um dos Arcanjos, METATRON, não estará presente, mas será substituído por aquela que é sua Mãe, MARIA.

Assim, neste espaço de tempo que é seu, acolhamos, juntos, a Tripla Presença.


... Efusão Vibratória/Comunhão...


Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, que a Paz, a Alegria, o amor e a Graça sejam sua Última Verdade.

Eu sou o Arcanjo ANAEL, e rendo Graças.

Até breve.



________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com

Versão do francês para o português: Célia G. –
http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário