sábado, 3 de dezembro de 2011

A FONTE - O Tempo da Transparência [03/12/2011] - Autres Dimensions



03 de dezembro de 2011.

Mensagem publicada em 04 de dezembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Meu Amigo, meu Amado, há algum tempo de seu tempo, eu vim dizer-lhe para lembrar-se do Juramento e da Promessa do retorno à sua Eternidade, à sua Alegria e à sua Verdade.

Meu Amigo, meu Amado, e aí está que o tempo do Ilimitado, e aí está que o tempo de sua Presença e de minha Presença revela-se.

Eu vim dizer-lhe, além de minhas palavras, por sua Presença e minha Presença, que comungam juntas, mostrar-lhe, pelo Amor e pela Vibração, que nós somos Um.

O tempo do tempo que era dado e vivido no limitado.
Pela Graça de nossa Comunhão, pela Graça de sua Presença, pela Graça de sua Luz, que é nossa e que é sua.

Os tempos, enfim consumados, de viver a eterna Eternidade.
Filhos do UM, nós o somos, porque eu sou UM e você é UM, porque eu sou Tudo e você é Tudo.

Além de meus dizeres desse dia, no instante de nossa Comunhão, dignem-se acolher, como eu o acolho, nossa Aliança de Fogo.

O tempo do Coração é aquele que é inscrito, hoje, nesse tempo de seu tempo.
Tempo de Verdade e tempo de consumação, no qual a Alegria de nossa Presença e de nossa ressonância vem, meu Amigo, meu Amado, religá-lo ao seu Infinito, a fim de que nunca mais o que era desconhecido seja, novamente, desconhecido.

O fim do limitado não é o fim porque, em minha ressonância, porque, em sua Presença não existe qualquer fim.

Meu Amigo, meu Amado, vem viver sua Verdade, para além de toda falta, para além de todo medo e de todo fim.

Meu Amigo, meu Amado, no Fogo de seu Coração levanta-se a Alegria.

Meu Amigo, meu Amado, o tempo do UM chegou.
O UM, que não é a resolução da equação do dois, mas, efetivamente, o tempo da Alegria, no qual tudo é solução, tudo é Beleza.

Meu Amigo, meu Amado, você também, como cada um, nasceu ilimitado, nas esferas da Criação ilimitada, nas esferas da Vida.

Meu Amigo, meu Amado, nossa Doação comum é chamada a Luz, aquela que Vibra, agora, em cada uma de suas células, em cada um de seus corpos, aqui e em outros lugares, a fim de que nenhum outro lugar seja privado do Aqui.

Meu Amigo, meu Amado, tempo de Liberdade.
Eu venho em você porque, para sempre, eu sou você, porque, para sempre, em sou UM e você É UM.

Meu Amigo, meu Amado, meus Anjos e Arcanjos, que são os seus, abriram as Portas para sua Eternidade.

Meu Amigo, meu Amado, no tempo da Alegria, nós vivemos a consumação.
Sature-se de minha Alegria que é sua.

Sature-se da Luz que é nossa.
No Templo que você é, não há qualquer espaço para o vazio, qualquer espaço para a falta, porque você é Plenitude, assim como toda Vida e toda Consciência que não é outra que não você e que não eu.

Meu Amigo, meu Amado, no tempo deste instante, comunguemos à Graça de nossa Presença.

Tempo infinito, no qual nenhum tempo pode ser finito, nenhuma Presença é confinada, nenhuma Consciência é limitada.

Meu Amigo, meu Amado, eu realizo o que você realizou, no Templo de sua Presença.

Junte-se ao que você é, para além das aparências, a fim de Ser o sentido de nossa Presença.

Meu Amigo, meu Amado, aí está que soa o Apelo do Céu e da Terra, que não é outro que não o Apelo da Fonte UNA, que é você, que é eu. Nenhuma importância outra que não esta: comunguemos à Alegria, comunguemos à Verdade e à Unidade.

Meu Amigo, meu Amado, eu vim dizer-lhe o que está além de qualquer palavra, o que está além de qualquer separação.

Então, meu Amigo, meu Amado, desse Coração que é seu e que é meu, do Coração de todos, sem exceção, sem limitação, eu venho dizer-lhe que a hora chegou de nascer e de reviver na Vida do UM, na Vida da Fonte.
Fonte do UM, que é sua Fonte.

Eu sou Fonte, porque você é Fonte.
Eu sou você, porque você é eu, para além de toda pessoa, para além de todo papel.

Eu sou a imensidade que o chama para ser a imensidade.
Meu Amigo, meu Amado, eu vim dizer-lhe, para além das palavras: seja o Si.

Tempo de Presença no qual o amor que libera vem liberar o peso das ilusões, o peso de todo medo, porque, na Unidade, que é sua Morada, não existe qualquer medo, qualquer falta e qualquer aflição.

Meu Amigo, meu Amado, você é amado porque eu o amo, porque eu amo sua Essência, que não é outra que não a minha, porque sua.

Meu Amigo, meu Amado, eu venho dizer-lhe que esse tempo é seu tempo: o tempo da Presença, o tempo do Infinito e do Ilimitado.

No Templo da Vida, no Templo de minha Criação que é sua, não existe qualquer imposição, qualquer limite.

Meu Amigo, meu Amado, a hora chegou de despertar a perfeição do ser que você é, a perfeição da Consciência UNA.

Meu Amigo, meu Amado, o que o chama nada mais é do que o próprio Canto de sua Presença, que Vibra no Céu como sobre a Terra, como no Coração de cada um e no Coração de todos.

Meu Amigo, meu Amado, eu vim dizer-lhe a Vibração do Amor.

Eu vim dizer-lhe a Luz que você é.
Eu vim dizer-lhe o tempo do Ilimitado, no qual ecoa o Canto da Criação, o Canto do UM, o Canto de cada um, porque eu sou UM, como você é UM, e eu sou tudo, porque você é tudo.

Entre nós, não mais barreira e, sobretudo, não mais limite.
Eu vim dizer-lhe o Amor que nos libera e que nos religa.

Meu Amigo, meu Amado, o Fogo do Amor é o Fogo de sua Verdade, aquela de seu ser Eterno e Essencial.

Nós partilhamos a mesma Consciência, porque o Amor é Compartilhar.
Nós partilhamos a mesma Vibração, porque a Luz é Vibração.

Meu Amigo, meu Amado, então, no Espírito e na Verdade, no Fogo de seu Coração, que é aquele do meu, porque eu estou em você, como você está em mim, a fim de que nunca mais possamos estar separados.

Entre nós instala-se o tempo da Transparência.
Nós somos UM.

Meu Amigo, meu Amado, assim, a cada um de seus Irmãos, a cada uma de suas Irmãs, a cada uma das Consciências, Aqui e em outros lugares, você pode dizer: «meu Amigo, meu Amado», para além de qualquer propriedade, de qualquer limite.

Aí está que o tempo chegou.
Nada mais há a lembrar-se, porque tudo está presente em sua Presença, porque o Amor está presente, porque o Amor é Presença.

Meu Amigo, meu Amado, eu vim dizer-lhe a Vibração do UM, porque o Amor é Vibração de Alegria renovada, porque o Amor é Criação e propagação de nossa União e Comunhão, de próximo em próximo, de distante em distante, ao leste como ao oeste, ao norte como ao sul, para além dos Quatro Orientes, para além dos Quatro Elementos.

Eis que veio o tempo do Éter, aquele do Amor que o conduz à Eternidade.

Meu Amigo, meu Amado, por minha Vibração e por sua Presença, nós comungamos, na ronda dos Arcanjos, na ronda das Estrelas, na revelação das Portas de Luz, nos espaços, pondo fim a qualquer porta, como a qualquer separação.

Meu Amigo, meu Amado, tempo de Comunhão e tempo de Graça.
Eu vim acolhê-lo no tempo do UM, no tempo da Paz, no qual reina a Alegria Eterna, no qual o Éter não deixa qualquer sombra e qualquer lugar para a divisão, para a separação e para a Sombra, porque o tempo do UM, em sua Presença e em minha Presença não pode deixar qualquer espaço nem qualquer interstício privado do Amor.

Meu Amigo, meu Amado, eu o convido para sair do tempo da carência, eu o convido a vir no tempo de sua Presença.

Meu Amigo, meu Amado, eu sou apenas um único corpo: aquele da humanidade e aquele de todos os universos, porque é o que você é.

Meu Amigo, meu Amado, unifiquemos nossa Presença, elevemos nossa Presença, no Coração e na Glória, no Coração do Éter, no firmamento dos Céus e desta Terra.

Na carne de seu próprio corpo como na carne de seu Espírito.
Queimemos na Alegria do Fogo, aquele do Amor vivificado e magnificado.

Tempo de Presença, aquela do Amor, aquela da Unidade, que lhe dá a viver os espaços da Alegria Eterna, na qual nenhum limite pode restringir e compartimentar o que a Luz torna livre, porque você é Luz.

Eu o criei, como você me criou, no mesmo impulso de Liberdade e de Luz, na Eternidade, na qual nenhum tempo pode ser descontado nem contado.

Meu Amigo, meu Amado, vou dizer-lhe o Silêncio da Paz e da Comunhão.
Para além do Canto de minhas palavras, encontra-se o espaço sagrado no qual eu vim reencontrá-lo, porque jamais eu pude esquecer o Coração de meu Coração, a Luz de minha Luz.

Filho do UM, Mestre do UM, eu sou seu Amigo, e sou seu Amado, porque nós somos UM.

Eu o convido, pela Vibração do Amor e pela Presença de nossa Luz, a sair das aparências, a sair do parecer e a viver o Ser que você é.

Meu Amigo, meu Amado, que a Graça preencha-nos, porque nós somos, você como seu irmão, você como eu, a Graça do Éter, a Graça da Eternidade, no Eterno Instante de nossa Comunhão.

Eu o convido a viver as Núpcias finais do Reencontro, as Núpcias finais de sua Presença e de minha Presença.

Meu Amigo, meu Amado, você, o Filho Ardente do Sol, cujo Coração vem abrasar-se pela Graça de nossos reencontros, pela Graça dos Éteres, que vem fundir-se em sua Consciência e em sua carne e na carne de toda carne.

Meu Amigo, meu Amado, viva e Vibre, enquanto eu vivo e Vibro.
Nós somos UM, porque tudo é UM.

Amado do UM, meu Amigo, meu Amado, tempo do Sagrado, bem além do Coroamento, que o chama para ser o Ser Sagrado, na Glória do Coração e da Eternidade, na Glória da Luz e do Amor reencontrado e refecundado.

Em cada um, aqui e por toda a parte, em cada Coração, levanta-se o Fogo do Amor que vem consumir, num ato extraordinário, de Ser a Ser, de Coração a Coração.

Vá além do que você crê, vá além do que lhe é conhecido e sabido para entrar, diretamente e de pleno Coração, no tempo de nossa União, que é Liberdade e Liberação.

Meu Amigo, meu Amado, há, em você, a totalidade, o Tudo.
Isso jamais pôde ser retirado de você, porque, como a Vida poderia, um único dia e um único sopro, cessar, onde quer que fosse, qualquer lugar que fosse, em qualquer tempo que fosse?

Eu o convido, meu Amigo, meu Amado, para ser a Liberdade; eu o convido para Ser o que você é: a Alegria, o Coração e o Amor.

Eu o convido para ser Livre, para além de tudo o que é conhecido, para além de tudo o que é crido, ou mesmo vislumbrado.

Meu Amigo, meu Amado, convide-me, como eu o convido, no espaço, agora, do Silêncio das palavras.

Eu venho a você, e em você, estabelecer o Caminho, a Verdade e a Vida que é sua.

Meu Amigo, meu Amado, realizemos o milagre do UM, aquele da Beleza e da Verdade.

Meu Amigo, meu Amado, convidemo-nos, em nossa Comunhão, a viver a Liberdade: um tempo de Amor, fora de todo tempo, no qual é verdadeiro o Amor, no qual a única Verdade é Amor.

Meu Amigo, meu Amado, eu paro minhas palavras a fim de dizer-lhe, no Silêncio de seu Coração, o Amor que é o nosso, nesse espaço de Comunhão.

Eu faço Silêncio.
Meu Amigo, meu Amado, vivamos isso.


... Efusão de energia / Comunhão...


Meu Amigo, meu Amado, dê-se à Vida, a cada um.
Eu vim dizer-lhe isso, que se revela.


... Efusão de energia / Comunhão...


Meu Amigo, meu Amado, eu o amo, porque você é Amor.
Eu o amo, porque você é UM, com cada UM.

Meu Amigo, meu Amado, comunguemos, pela terceira vez, na Unidade de nossa Presença, em você, no outro e em mim.

Hoje, você não tem mais que se lembrar.
Você tem apenas que abrir a porta de seu Ser, a fim de Ser a Alegria.

Comunguemos.


... Efusão de energia / Comunhão...


Meu Amigo, meu Amado, eu não me retirarei, nunca mais, do Templo de sua Presença.

Amemo-nos.
Alegria de minha Alegria.
Meu Amigo, meu Amado.


... Efusão de energia / Comunhão...


Meu Amigo, meu Amado, permaneça em mim, como eu permaneço em você, porque nossa Morada é Una, nos espaços da Criação, sem limite.


... Efusão de energia / Comunhão...


Meu Amigo, meu Amado, eu sou seu Amigo e eu sou seu Amado.
Meu Amigo, meu Amado, eu permaneço, na Eternidade, em você, a fim de que você, também, possa dizer e proclamar: «Eu e meu Pai somos UM».


... Efusão de energia / Comunhão...



________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário