terça-feira, 22 de novembro de 2011

MARIA - 20 de novembro de 2011 - Autres Dimensions





20 de novembro de 2011.

Mensagem publicada em 21 de novembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.



Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.

Filhos bem amados, eu venho dirigir-me ao seu Coração.

Eu venho dar-lhes, além de minhas Graças, um encontro, um encontro Vibratório importante – porque ele será o último deste ano, em termos terrestres – porque, como vocês veem, tanto em vocês como ao seu redor, o conjunto de adventos da Luz e de eventos que estão presentes, doravante, a fim de viver o que há a viver, a fim de abrir, em vocês, a totalidade do Amor e de criar esse Amor, por sua Presença.

O Apelo da Luz vai tornar-se cada vez mais importante em cada um de vocês, e nós festejaremos, juntos, quando desse encontro, esse último Apelo.

Nós nos reuniremos, em conjunto, para isso, em Consciência, em Unidade, em Comunhão e na Graça, com os elementos que lhes foram dados para realizar essa Comunhão, no 17º dia de seu mês de dezembro, exatamente após a fase de Alinhamento, às 19:30h (hora francesa - 16:30h horário de Brasília), quando o conjunto de minhas Irmãs, o conjunto de Estrelas, o conjunto de Consciências alinhadas e unificadas juntar-se-ão a essa Comunhão específica, inaugurarão o tempo da Luz.

Como vocês o vivem, talvez, é-lhes cada vez mais acessível e facilitado viver sua Unidade, seu Amor.

De onde estamos, perto de vocês e em vocês, nós rendemos Graças à sua ação, nós rendemos Graças à sua Presença. Convém, portanto, festejar, dignamente, nossa Aliança e nossa Liberdade.

Ao final de seu Alinhamento, teremos meia hora de Comunhão, de 19:30h às 20h horas, e eu apresentarei, naquele momento, às 20 horas, o que terei a dar-lhes para os tempos do fim deste ano.

Como lhes disseram os Anciões, tudo está consumado, no mais alto dos Céus e no mais alto das Dimensões.

Essa Consciência deve tornar-se a sua, e esse é o caso, eu sei, porque o que nos dá a ver nosso Coração é o Despertar total de Consciências à Verdade.

Vocês são cada vez mais numerosos a viver o Coração, seja efêmera ou permanentemente.

Vocês são, sempre, cada vez mais numerosos a penetrar as esferas da Graça, da Verdade e da Beleza.

Então, é tempo de festejar isso dignamente: a Unidade, a Luz e a Verdade que se instalam.

Elas afloram, agora, à consciência comum; elas afloram em sua vida e no conjunto de vidas deste planeta.

O Sol participa, agora, ativamente, de sua Comunhão e de sua Graça.
A Terra vive, também, sua Comunhão com vocês.

A hora da Liberdade, a hora da Alegria aproxima-se, a grandes passos, de seu Coração, isso vocês vivem, por seus próprios estados, por seu próprio Amor e sua própria vibração.

Uma vez mais, o conjunto de Irmãs, de Estrelas, rende Graças pela Beleza de seu Ser e pela ação do Ser, a ação da Graça.

Vocês têm trabalhado, e trabalham, ainda.
A cada minuto desse tempo que existe sobre a Terra, nós amplificamos nosso reencontro e o espaço de nosso reencontro.

Existe uma forma de alegria que, talvez, vocês começam a perceber, na Paz de seu Coração.

Essa alegria nada é, comparável a uma excitação, mas ela é, de qualquer forma, a exata retribuição de sua ação, o exato resultado de seu Abandono e de sua confiança na Luz.

Os estados de Graça que são os seus vão aparecer, e para aqueles que os vivem, vão intensificar-se, reforçando-os no lugar que é o seu, na Verdade que é a sua.

Nesses tempos, nada mais escutem do que o que lhes diz seu Coração, porque ele é a exata partitura desses tempos, ele é a exata Verdade do que há a viver.

Nesse Coração, que é seu, há todo o Amor de todos os mundos, de todas as Consciências.

Vocês podem, hoje, mostrar-se tal como vocês são.

Nada, nem ninguém, pode julgar seu Coração.
Nada, nem ninguém, pode alterar o que vocês são.

Sejam, então, exatos.
Sejam, então, amorosos, para com tudo e todas as coisas.

Alguns de vocês percebem a Última Verdade da Consciência, que lhes dá a viver esses estados nos quais vocês não fazem mais do que apenas um com a Vibração Una, com a Fonte.

Não, vocês não estão sonhando.
Não, vocês não estão imaginando.
É apenas a Verdade que nós lhes anunciamos há tanto tempo.

Durante este tempo, contentem-se em ser o Coração, porque todo o contentamento vem daí.

Não julguem absolutamente nada.
Não julguem ninguém.
Mais do que nunca.

Contentem-se em ser essa Paz, esse Coração, essa Alegria e esse Amor autêntico e verdadeiro.

Se vocês se contentam com isso (que é, de fato, a totalidade do que é pedido, por sua Consciência, nenhuma desordem desse mundo pode alterar o que vocês São. Isso, vocês vão afirmar como uma Verdade, essencial e absoluta.

O tempo chegou, por sua Presença, de mostrar ao conjunto da humanidade essa Verdade, que é a única: aquela do Coração.

Vocês têm, dela, ao mesmo tempo, o potencial e a responsabilidade.

Sigam o que vocês são, ou seja, a Luz.
Quanto mais vocês estiverem imersos no que vocês são, mais o que poderá produzir-se, de maneira exterior, ainda presente nesse mundo, Não poderá afetá-los.

Não há outra força que não o Amor.
Não há outro poder que não o Amor.

Isso, agora, vocês são chamados a mostrar e a demonstrar, por sua Presença.

Estejam na Alegria.
Estejam na Comunhão, seja com vocês mesmos, com seus Irmãos e suas Irmãs, com o universo.

Os espaços de Comunhão vão crescer até tocar o Infinito, os Céus e a Terra, sem nada querer, sem nada perguntar, sem nada pedir, porque vocês são tudo isso ao mesmo tempo.

O que me disse, e o que lhes disse nossa Irmã, NO EYES, ver-se-á confirmado por sua própria vivência.

O Céu rasgar-se-á, dando-lhes a ver a Verdade, dando-lhes a viver a Transparência.

Vocês penetrarão, diretamente, espaços de Beleza inconcebíveis, mesmo em seus sonhos os mais escondidos.

Cada dia que vai escoar-se, cada elemento de sua vida vai chamá-los a isso. O que quer que se desenrole, segundo o ângulo da personalidade, há sempre outro ângulo que é bem maior, bem mais vasto, bem mais significativo, e que é Amor.

A Luz convida-os a estabelecer-se, cada vez mais, na Unidade do Coração, na Luz Una.

Sua vivência, a vivência desta Terra confirmam-lhes a exatidão do que vocês vivem, do que há a viver e a instalar.

Nós os esperamos cada vez mais numerosos a juntar-se a nós nessa Comunhão comum desse dia desse dezembro.

Lembrem-se de que a única verdadeira força, a única verdadeira potência é aquela do Coração, que a única Porta é o Coração.

Que, nesse estado, nada há a perguntar, nada há a pedir porque vocês ali estão, porque tudo é Consciência e tudo é Interior.

Nós não lhes escondemos que, é claro, aqueles de seus Irmãos e Irmãs que têm medo da Luz esperam, é claro, servir-se dessa Luz para outra coisa. Mas, como poderiam eles fazer outra coisa, doravante, com a Luz?

Porque apenas o medo pode, ainda, conduzir algumas Consciências para isso.

Permaneçam firmes em sua Consciência.
Permaneçam firmes no Amor.
Permaneçam firmes na Unidade.

E cada dia vocês verão crescer sua Alegria.
Cada dia vocês verão crescer os instantes em que vocês são Um com o Todo.

Acolham, de Coração aberto, o que acontece.
Qualquer que seja o elemento de sua vida, entreguem-no à Luz, não como uma pergunta, não como um pedido, mas, bem mais, como a Verdade instantânea da Luz.

Como lhes disseram, cada um e cada coisa está em seu exato lugar, hoje, e, se vocês estão no Coração, em Verdade e em Unidade, nada pode atingir a Paz do Coração.

Nada pode desestabilizar o Coração.
Vocês são, todos, chamados a viver isso.
Ninguém é afastado da Alegria da Unidade.

Tudo é possível.
Tudo está em vocês, em cada um.
Vocês estão em Comunhão, agora.

Nós o sabemos, nós o vemos.
Essa Comunhão estende-se, de cada Coração a cada Coração, em toda Liberdade.

Não tenham em conta o que poderia ser visto como enganos, porque tudo se instala, verdadeiramente.

A pureza de suas intenções nos aparece claramente.
Como poderia ser de outro modo, na Alegria e na Unidade?

Não tenho grande coisa mais a acrescentar do que lhes foi dito e dado, durante suas Comunhões e suas reuniões de hoje e de ontem.

O que nós lhes damos é apenas o exato reflexo do que vocês aspiram e do que vocês estão estabelecendo.

Eu apenas posso, portanto, render Graças e Comungar, por minha vez, com cada um de vocês, porque vocês vão, realmente, tomar consciência, se já não o fizeram, entre uns e outros, que, entre nós, não há distância, não há diferença e que, quando a consciência vive isso, então sim, tudo está consumado.

Não há qualquer caminho a percorrer.
Há apenas, efetivamente, a Ser.

Isso não será mais, para muitos de vocês, uma vã palavra ou mesmo uma esperança, nem uma espera, mas, efetivamente, uma Verdade vivida.

Cada dia, vocês são cada vez mais numerosos a perceber isso.
Então, eu paro aí minhas algumas palavras, porque tudo o que eu tinha a dizer-lhes é dar-lhes encontro, naquele dia, naquele instante, ao mesmo tempo sabendo que muitos de vocês, daqui até lá, já terão tido encontros comigo ou com uma de minhas Estrelas.

É claro, vocês se dão conta, por si mesmos, que isso não é uma projeção, um desejo, mas, efetivamente, a Verdade, porque o Coração não pode mentir, porque a Luz não pode mentir.

Estabeleçamos, juntos, tudo isso, e, aliás, esse momento de Comunhão que prefigura aquele de nosso encontro.

Eu me dirijo a cada um de vocês, agora, nessa Comunhão.

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.

Comunguemos, agora.


... Efusão de Energia / Comunhão...

Eu lhes digo, portanto, até dia 17, em nossa Comunhão coletiva.

E eu lhes digo, até cada instante, em nossa Comunhão de Coração a Coração.

Até breve.


******
NDR: As horas indicadas correspondem à hora francesa que, atualmente, correspondem a três horas à frente do horário de Brasília (19h em Paris corresponde às 16h em Brasília).


Em 17 de dezembro, a intervenção de MARIA far-se-á num âmbito privado e será divulgada nas horas que se seguirão.




________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário