sábado, 9 de julho de 2011

URIEL - 09 de julho de 2011 - Autres Dimensions



09 de julho de 2011

Mensagem publicada em 10 de julho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.



AUDIOS EM FRANCÊS:

PARTE 1:

URIEL_part1-09-07-2011 por autresdimensions

PARTE 2:

URIEL_part2-09-07-2011 por autresdimensions


Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.

Bem amados Filhos da Luz, juntos, Presentes uns aos outros, vou revelar, em sua Presença, pela Vibração de minha Presença (bem além de simples palavras, em Essência), vou Revelar o que deve ser revelado; Revelar o que deve ser Revertido, a fim de ver a Verdade; a fim de apreender, na Consciência, por que vocês foram invertidos; a fim de permitir-lhes, se tal é sua Vibração e se tal é sua Liberdade, ver além dos olhos.

Ver, por si mesmos, em seu Ser Interior.
Pela revelação do Espírito na alma, pela Reversão das forças invertidas presentes na Porta VISÃO, ver a REPULSÃO.

Assim, nada mais poderá ser-lhes escondido sobre esta Terra como em vocês.

A revelação da Verdade vai chamar à iluminação e à Transcendência de todas as coisas, onde a Sombra não terá mais lugar para esconder-se; onde a Sombra não terá mais espaço para manifestar-se, quer seja em vocês, como sobre esse mundo.

Então, juntos, Amados do Um, escutemos o Som, escutemos o Canto da revelação da Verdade.

O Canto da alma, aquele que os abre para o Espírito.
Aquele que põe fim à visão alterada, a fim de fazê-los penetrar no AL e na Verdade de ER, para além da inversão, da alteração.

Juntos, agora, penetremos esses Atalhos da Luz, de VISÃO a REPULSÃO, que lhes permitem Ver com o Coração o que deve ser Visto.

Não mais a aparência e não mais as imagens, e não mais as projeções de sua presença, mas, efetiva e realmente, o que se jogava de sua Presença, confinando-os na Ilusão, na sedução e nos jogos permanentes.

Assim, pela iluminação do Espírito, a alma vai poder desviar-se do que não é Verdadeiro e retornar à Verdade dela mesma ou do Espírito.

Filhos do Um, escutem o Canto da Verdade.
O Anjo METATRON, ANAEL e eu mesmo, restauramos a Verdade.

Aquela da Vibração inabalável de sua Unidade.
Aquela de seu Espírito, bem além dos jogos, bem além das imagens.

Então vamos, juntos, ressoar nossa Presença na VISÃO, na REPULSÃO, permitindo Ver, para além da imagem e para além dos papéis, e para além dos jogos, a estrita Verdade.

Assim, vocês se aperceberão e viverão o inverso do cenário, desse cenário, aquele que é feito apenas de ouro e de ostentação, que é feito apenas de camadas e que nada tem a ver com o Espírito.

O Espírito revela-se.
A alma abre-se à Verdade.
O Coração pode, enfim, Ver o que dele era escondido, pelo fígado e pelo confinamento.

Então, a Verdade aparecerá.
Ela os encharcará com sua Alegria.

Ela os encharcará de Luz.
Mas, sobretudo, com o Amor inefável da Presença dela em seu Templo.

O Fogo do Espírito revela-se, doravante.
Eu abro o caminho.

Eu abro o espaço, aquele do Infinito, aquele onde nada de sombrio e nada de opaco podem persistir ou existir; onde não existe qualquer reivindicação, qualquer predação e qualquer Ilusão.

Então, juntos, nós cantamos o Canto da Verdade.
Aquele de sua Presença na Presença d’Ele; aquele de sua presença, nunca mais separada, nunca mais alterada.

Penetrem, penetrem agora a Essência da Verdade e a Essência da Beleza.

Não aquela que seus olhos viam, nem aquela dos dramas que seus olhos percebiam, mas, efetivamente, a Verdade, para além das aparências, para além dos jogos de sombras e de luzes.

Penetrem a Essência, penetrem onde tudo é Transparência, onde tudo é Cristal, onde nada pode alterar o brilho da Luz, o brilho da Verdade.

Abram-se à alma, que a alma abre, e revela-lhes, o Caminho, a Verdade e a Vista.
Aquela da verdadeira Vista, para além da Visão, aquela que lhes permite viver na carne, assim como no Espírito desvendado.

Assim, em Espírito e em Verdade, no Espírito de Verdade, nunca mais uma Sombra poderá ser levada; nunca mais uma Sombra poderá ser suportada, nem aportada.
Vocês serão Livres e Liberados.

Filhos da Lei de Um, na Vibração CRISTO, KI-RIS-TI, que os conduz à Existência e à Verdade.
Filhos, juntos, percorramos os Atalhos do Despertar verdadeiro, aquele do Caminho, da Verdade e da Vida, onde nenhuma separação, onde nenhuma compartimentação pode persistir, fazendo despedaçar-se o conjunto de estratégias da Sombra em oposição; conduzindo-os a estabelecer-se na Morada de Paz Suprema.

Presença e Unidade.
Presença e Verdade.
Instalem-se no Caminho, escutando o Caminho d’Ele; escutando a Verdade d’Ele, que é a sua, para a Eternidade.

Filhos da Unidade, a alma impulsiona, em vocês, a Luz do Espírito, que lhes permite desviar a alma da sedução, desviar a alma da Ilusão.

Que lhes permite liberar-se, definitivamente.
Que lhes permite apreender, na Consciência aberta, a ausência de separação, na qual tudo é apenas Ilusão, nesse mundo que vocês percorreram, valentemente, de vida em vida, não perdendo, jamais, o sentido de seu Retorno, inscrito em vocês, pela Promessa e pelo Juramento.

A hora chegou, de Ver.
A hora chegou, de levantar-se, em Espírito e em Verdade.

Saiam.
Saiam do enterro, saiam da Ilusão e penetrem as esferas da Alegria Eterna.

Juntos, vocês e nós, fazendo apenas Um, no Si, onde tudo é Um.
Filhos do Um, levantem-se e despertem, em vocês, o Fogo da alma e do Espírito, que vem pôr fim ao fogo da ilusão, ao fogo por atrito, aquele que os atraía, permanentemente, à visão alterada, para viver a alteração, que os impedia de viver sua alteridade.

A hora chegou, Filhos da Unidade, Filhos do Um.
Revelem a Verdade.
Revelem a Luz.

Nesse corpo, aqui, nesse corpo presente.
Não há outro lugar no Si.

Tudo se desvenda e tudo se Revela.
Não existe qualquer passado.

Não existe qualquer futuro, porque tudo está inscrito na Eternidade da Luz Presente.

E isso é agora.
Então acendam, acendam em vocês o conjunto de lâmpadas.
Acendam em vocês o conjunto de Estrelas.
Abram o conjunto de Portas para a Eternidade.

Filhos do Um, Filhos da Verdade, juntos, eu canto com vocês, pelo Canto de sua Presença, o Canto da Liberdade.

Filhos do Um, escutem, e, juntos, escutemos a revelação e o Canto da alma, trombetas magníficas, que os Elevam à Verdade, ao Espírito, preparando seu reencontro, a fim de desposar, para a Eternidade e para sempre, a Luz da Verdade.

Filhos do Um, sejam o que vocês São.
Para além dos véus.

E isso se revela em vocês, criando o Fogo do Espírito, criando os Fogos da Liberdade, percorrendo os fogos da Ilusão e queimando-os.
Para sempre.

Fazendo-os voltar ao nada.
Vocês não são o nada.
Vocês são a Totalidade.
Vocês são Filhos da Fonte, e vocês são a Fonte Revelada, desvendada a ela mesma.

Humildade.
Humildade e Simplicidade.
Aquiesçam a nada ser na Ilusão, para ser Tudo na Verdade.

A Visão, a Vista real, é-lhes oferecida, para além do Éter, dando a Visão do Coração, permitindo-lhes perceber, em seu Templo, onde está a Verdade e onde ela jamais esteve.

Para além de toda crença, para além de toda projeção, para além de toda condição, para além de todo inferno, para além de todo confinamento.

Vivam a Alegria, porque essa é sua Essência.
E a Presença da alma, que se revela em seu Corpo, abre em vocês as válvulas do Amor, de sua Presença, para sua Unidade, para sua Verdade.

Juntos, nós comungamos.
Com o Anjo METATRON, em breve em vocês, inteiramente.
Comunguemos, juntos, ao retorno do Um, ao retorno da Fonte, em seu Templo.

Levando a Transparência e a Beleza da Verdade, para além da beleza opaca, daquela que os havia confinado. Para além da beleza da Ilusão, que os conduz a sempre mais densidade, a sempre mais desejo, a sempre mais insatisfação.

As esferas da Eternidade, aquelas da Unidade e da Presença não conhecem, de modo algum, a mínima insatisfação, o mínimo desejo, porque nada há a desejar na Verdade, porque Tudo está presente, em sua totalidade.

Filhos do Um, juntos, reunidos para sempre e Unificados na Vibração da Presença, levantemos, juntos, o louvor da alma Elevada.

O Louvor da alma Revelada, no Espírito, na Verdade.
E, mesmo nessa densidade em que vocês estão, abram-se, porque o Espírito vem Liberá-los.

O Espírito é Verdade.
O Espírito de Vida, aquele que não conhece qualquer opacidade.

Essa vida que não conhece qualquer Ilusão.
Espaço de Verdade, onde nenhuma densidade pode alterar a Alegria permanente que é sua Essência e sua

Natureza; onde nenhuma interrogação pode existir.
Porque, na Verdade, vocês são a resposta, o início e o fim, o Alfa e o Ômega, inscritos na Eternidade.

Sua Verdade, Verdade da Fonte, Unidade e Vibração.
Filhos, Filhos do Um, juntos, acolhamos o derramamento da alma em seu mundo.

Chamando o Espírito nesse mundo.
Revelando o que havia sido enterrado e para sempre escondido.
A fim de que, jamais, o mínimo jogo Dual possa enterrá-lo, nunca mais, nos meandros da Dualidade.

A hora chegou de fazer o silêncio.

Silêncio de palavras.
Silêncio de jogos.
Silêncio de apropriações.
Silêncio de projeções.

Acolham a Totalidade, na qual nenhum desejo pode existir, porque nada pode ser desejado.

Porque, na Presença, tudo está aí, tudo está realizado.
Assim, Ele lhes dirá, em seu Templo.

Ela lhes anunciará, MARIA, Rainha dos Céus: tudo está realizado.
Permitindo-lhes ressuscitar no Caminho, na Verdade, na Unidade e na Presença.

O fluxo da Luz, impulsionado na alma, não mais desviado pelas forças opostas, mas, efetivamente, voltando a ser impulsionado pela Verdade Ascensional da Luz, retornando à sua Eternidade.

Ouçam.
Ouçam o Canto do Fogo do Espírito em suas células.
Ouçam o Despertar da Verdade em sua Consciência.

Deixem-se regar e apaziguar, pela Água do Alto, aquela que fará com que vocês não tenham sede, porque a sede não existe mais; aquela que fará com que jamais vocês tenham fome, porque a fome não existe mais; aquela que fará com que jamais haja lembrança de uma gravidade qualquer, porque tudo será apagado.
E tudo será Transcendido na Verdade do que vocês São.

Filhos do Um, resta, apenas, tornar-se o que vocês São.

Agora, abram.
Abram as válvulas da alma, aquela que se revela no AL, Elevando-os.
E permitindo-lhes superar e transcender a Repulsão e a Atração.
Permitindo-lhes ser Livres, porque é sua Essência, aqui.

Vocês são Livres de ser o que vocês São?
Ou vocês têm a impressão de uma liberdade?
Qualquer que seja a satisfação de desejos, não pode existir satisfação real, porque ela é, para sempre, abalada pelo peso do desejo.

Então, Filhos do Um, juntos, revelemos, nesse Atalho, a totalidade da Verdade, o Som cristalino da alma Despertada e Revelada.

É agora.
O tempo chegou, porque os Tempos estão realizados: aquele da Ressurreição, aquele da Unidade.

Filhos, escutem, juntos, na comunhão, e nossa comunhão, com o Espírito de Verdade, preparando e abrindo a Porta para aqu’Ele que vem assistir à sua Ressurreição.

Que vem chamá-los para sair do desejo, para sair do que é falso.
Na Alegria, porque isso é Alegria.

O Fogo do Alto, o Fogo do Espírito é um Fogo de Alegria, que preenche todos os interstícios de Sombras, todos os pesos, acumulados pela experiência desse mundo.

Tudo isso será queimado, pela Alegria e pela Verdade.
Tudo isso desaparecerá, e não existirá mais, jamais.

Filhos do Um, a FONTE vem cumprir, pelo Anjo METATRON e por sua irradiação, aquele da Presença dela, e de todo o conjunto de Universos e de Criações, o que Ela lhes havia prometido.

Jamais vocês foram abandonados.
Jamais vocês foram isolados.

Somente a máscara do sofrimento, imposta por aquele que os confinou, pôde fazê-los crer e fazê-los viver o medo.

Na Verdade, em CRISTO, não pode existir medo algum.
Porque Ele é a totalidade.

Ele é a Plenitude.
Ele é o Espírito de Verdade, que é chamado a revelar-se.

Acolhamos, juntos.
E revelemos a alma, a alma universal, que é Canto de Vida, acompanhando o Espírito, nos Mundos Liberados e Livres.

Isso é agora.
Percebam.

A Fusão dos Éteres, concluída, conduz agora à Luz Branca.
Aquela da Inocência e aquela da Potência.
Bem além de toda sedução, bem além de toda Ilusão.

Juntos, por minha Presença e sua Presença, vamos, agora, comungar, no silêncio das palavras e na Potência da Vibração da Luz Branca, CRISTO.


... Efusão Vibratória...


Filhos Ardentes da Verdade, que o Fogo da Verdade resgate-os da ausência d’Ele e de sua própria ausência.

Abandonem-se à Luz, porque é o que vocês São, de toda a Eternidade.

Filhos do Um, realizemos, agora, uma parcela do abrasamento, aquele que é chamado a Elevar, em vocês, o conjunto de suas células, para a Ressurreição, para a Etereação e, sobretudo, para a Liberdade da Consciência, aquela que não conhece qualquer limite, qualquer freio e qualquer alteração.

Agora, juntos, vocês e eu, por minha Presença Total e Unificada, não mais nesse canal, mas em vocês, diretamente, Unifiquemo-nos na comunhão, agora.

Alguns instantes no silêncio, antes do alinhamento da Merkabah, Embarcação de Luz, de retorno entre vocês.

Yerushalaïm volta.
Abram as portas da Verdade.
Abram as portas da Vida.
Acolhamos, juntos.


... Efusão Vibratória...


Revelemos a Luz Una.
Da alma Elevando-se ao Amor.


... Efusão Vibratória...


Então, tornando-se seu próprio ALFA e ÔMEGA, vocês percorrerão as Esferas da Alegria, aquelas da Liberdade.

A separação não poderá mais manifestar-se, de maneira alguma, se vocês aceitam Abandonar-se a Ele e, portanto, à Luz.

Acolher.
O Acolher, em Unidade e em Verdade, a fim de Tornar-se Ele.
Fogo de Alegria, na Consciência e no Corpo, aqui mesmo.
Pondo fim à ATRAÇÃO-VISÃO e à REPULSÃO.

Liberdade reencontrada.
Pulsação e Fogo.
Presença e Unidade.

Amor.
Amor Livre, aquele da alma voltada para o Espírito, e não mais submetida à Dualidade.

O Coração levanta-se e Eleva-se, assim como se levanta e Eleva-se em vocês o Fogo da Alegria.

Apenas estabelecer-se no Ser.
Apenas tornar-se o Tudo.
Canto da alma e do Amor.
Agora.

A todos vocês, os Amigos do Amado, eu lhes digo Paz, no Fogo do Espírito.
Presença e Unidade.

Doação.
Doação total.
Transparência total.
Vibração.
Unidade.
E Amor.
HIC e NUNC.


... Efusão Vibratória...


Amigos do Amado, e Amor do Amor, eu sou URIEL.
Vibração e Silêncio.

Na Eternidade da Vida, e na Eternidade do Fogo.

Eu estarei com vocês, no alinhamento, de Coração a Coração, e de Fogo a Fogo.

Eu rendo Graças por nossa comunhão.
Eu rendo Graças à nossa Unidade.

Amor do Amor.
Vibração.
Eternidade.

URIEL lhes diz: até sempre, em vocês, e para sempre.
Porque nunca mais estarei ausente.

Até já.



________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário