segunda-feira, 4 de julho de 2011

SRI AUROBINDO - 04 de julho de 2011 - Autres Dimensions




04 de julho de 2011.

Mensagem publicada em 07 de julho, pelo site AUTRES DIMENSION.


Eu sou Sri Aurobindo.

Irmãos e Irmãs na humanidade, recebam Graça e Bênçãos, de meu Espírito ao seu Espírito.

Tenho a honra, hoje, de começar a desvendar-lhes o conjunto de modificações que ocorrem quando da revelação da Luz Metatrônica ou Luz do Supramental, inteiramente, bem além de suas três Lareiras, em seu Templo Interior, que é esse Corpo.

Esse Corpo é à imagem do Um.
O que não quer dizer que o Um, o Único, a Fonte tenha, necessariamente, sua forma e seu corpo, mas que, nesse corpo, exprime-se certo número de ressonâncias, diretamente religadas à Unidade, às capacidades dela.

O que nele foi alterado e falsificado corresponde, sobretudo, aos mecanismos que foram suspensos nesse corpo e que, hoje, voltam a revelar-se em vocês.

A revelação da Luz Metatrônica faz-se segundo uma sequência específica nesse Templo Interior, que é o corpo.

Durante esses alguns anos, vocês tiveram a oportunidade de percorrer, de viver algumas percepções, algumas Vibrações, em ressonância direta com a ação da Luz Vibral em suas estruturas.

Hoje, a revelação da Luz Vibral pode realizar-se na totalidade de seu corpo, na totalidade de suas células, permitindo, então, como lhes foi dito, viver, aqui mesmo, sua própria Ressurreição.

As novas estruturas foram ativadas a seu tempo, tendo permitido desvendar e revelar, há menos de um ano, os pontos chamados Estrelas, ao nível da Coroa Radiante da Cabeça. Esses pontos, quando de sua ignição em Consciência, tornam-se, agora, as Portas de Passagem, entre a Coroa Radiante da Cabeça, a Coroa Radiante do Coração e o Sacrum.

Ao revelar-se, as arestas do Cubo e as faces do Cubo, ao nível do corpo, vão movimentar certo número de funcionamentos que lhes são, ainda hoje, para a maior parte, desconhecidos, mesmo se vocês vivam deles as primícias ou algumas manifestações, eu diria, mais completas, para alguns de vocês.

O desenvolvimento do Cubo Metatrônico vai seguir uma sequência lógica, permitindo que se apoiem, através dos Atalhos, em estruturas existentes e em circuitos novos, chamados Atalhos de Luz, o que permitirá uma comunicação que havia sido interrompida entre esses pontos, devido mesmo à falsificação. Esse desenvolvimento e essa sequência de desenvolvimento vão seguir um apoio.

Esse apoio é, ao mesmo tempo, anterior e posterior.
Existe, de fato, um quadro ilimitado, mas, apoiando-se na Vibração, anterior e posterior, que permite, quando da ativação da Lemniscata Sagrada em suas diferentes partes, realizar, inteiramente, o que pôde ser chamado por Um Arcanjo, o Abandono à Luz e, doravante, que se concretiza pela Crucificação, pela Ressurreição e pela Transfiguração.

Vamos, hoje, evocar as funções do Primeiro Atalho e das duas Portas presentes nesse corpo, que vão permitir o desenvolvimento do conjunto dos outros Atalhos. Esse apoio anterior da Luz é um circuito que vai movimentar-se entre o que é chamado o ponto OD, ou 8º Corpo, situado entre o plexo solar e o plexo cardíaco.

O segundo Ponto está situado na parte inferior de seu Sacrum.
Existe, portanto, um trajeto de Luz que se leva a efeito entre esse ponto do esterno, sobre o ponto OD, e outro ponto, situado bem abaixo do Sacrum, que está em ressonância, especificamente, com o ponto AQUI de sua cabeça e o ponto IM, se preferem, que é o mesmo, presente em vocês.

As funções desse circuito são, antes de tudo, ligadas à Transfiguração e à Crucificação. Em outros termos, isso corresponde a uma passagem delicada, permitindo, pela Porta Estreita, viver e conscientizar a Passagem do impulso do corpo de desejo ao impulso do Coração.

O impulso do corpo de desejo está em ressonância direta com o sentido de apropriação. É a consciência do ego que, é claro, vai tudo guardar para ela, seja em suas experiências relacionais, seja em sua vivência, seja, mesmo, no sentimento de amor possessivo, em outros termos, o fogo do ego.

A conexão que vai estabelecer-se entre esse ponto OD e esse ponto situado na parte inferior do Sacrum, a que chamaremos, se efetivamente quiserem, AQUI, permite construir o OD-AQUI, ou seja, a passagem específica que lhes permite sair da História dessa Matriz, permitindo-lhes dissolver as ilusões dessa Matriz, queimar, como foi dito, o Corpo Causal, a fim de reencontrar a Unidade.

Isso foi chamado de diferentes modos: a porta estreita, a frase do Cristo, também, concernente à Passagem desse buraco da agulha: o momento em que o Ser reencontra-se, de algum modo, nu, despojado de todos os seus artifícios, para penetrar o Templo do Coração, o Templo do Amor.

Esse circuito é, portanto, uma Transmutação, uma Transformação e, na finalidade, uma Transfiguração do conjunto do corpo de desejo. A energia e a consciência do corpo de desejo é uma atração para a densidade, uma atração para o apego e, em particular, para tudo o que é da natureza dos apegos materiais, diretamente oriundos de um modo de comportamento reptiliano chamado, aliás, apego material.

Tudo o que faz com que o ser humano, no curso de sua vida, reencontre-se apegado a um número incalculável de posses, desde seu próprio corpo, passando por sua própria família, seu próprio trabalho, seu próprio automóvel, até seus objetos, os mais ínfimos, nos quais o sentimento de propriedade e de pertencimento é quase constante e sugerido, permanentemente, por certos comportamentos induzidos, ligados, justamente, a esses apegos.

A superação do ego e a transcendência do ego, a ativação desse circuito vai permitir nutrir não mais o fogo do ego, mas o Fogo do Coração.

Ao nível da Consciência, isso se traduz pela percepção, cada vez mais lúcida, de diferenças fundamentais existentes entre o que é da ordem do ego e da ordem do Coração.

O ego será sempre uma reivindicação.
O Coração será sempre uma Doação e um Abandono.

O ego apropria-se, o Coração restitui.
Esse Ponto importante, em ressonância com o ponto OD, é também a base de uma alquimia específica. É, de fato, a última zona do corpo a situar-se ao nível subdiafragmático, ou seja, no estágio Terrestre, permitindo a passagem do ar.

Assim como eu o disse há numerosos anos, como Mestre Ram, a respiração é um elemento importante que permite, em diversas técnicas perfeitamente descritas em muito numerosos yogas, modificar a circulação da consciência e da energia.

A passagem desse ponto OD permite, de algum modo, inverter o sentido do Fogo.

O fogo do corpo de desejo arrastá-los-á, sempre e inevitavelmente, para a noção de posse.

Mesmo se isso não é confessado francamente, nem mesmo compreendido francamente, o princípio mesmo do ego será sempre essa apropriação e essa referência, sempre, em relação à própria experiência, à própria consciência, aos próprios condicionamentos, às próprias feridas e ao conjunto do que define, numa vida ou no conjunto de suas vidas, os apegos de natureza material a essa densidade, a esse plano.

Cristo dizia, também, em ressonância com essa Porta: «Ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não volta a tornar-se como uma criança».

Uma criança é aquela que não tem História.
Uma criança é aquela que se instala no Aqui e no Agora.
É aquela que centra sua Presença no instante e que define sua Presença, independentemente de qualquer circunstância, vinda de um passado ou projetando-se num futuro.

Isso foi chamado, pelo Arcanjo Anael, HIC e NUNC, AQUI e AGORA.
O conjunto de seres despertos desse planeta, quaisquer que sejam suas culturas e suas tradições, todos legaram a vocês essa noção de Aqui e Agora, que procura reencontrar tanto a meditação como alguns yogas, como algumas formas de respiração.

Hoje, o apelo da Luz, devido ao crescimento da Luz Supramental que chega até vocês e que revela essa famosa Luz Vibral Branca, inteiramente, nessa Terra, permite realizar esse distanciamento com a personalidade, com seus mecanismos e suas engrenagens.

Essa Transfiguração, Crucificação, que ocorre em seguida (porque são duas etapas que se seguem, uma após a outra), corresponde, portanto, à atualização, de algum modo, do conjunto de impulsos do corpo de desejo no qual, pouco a pouco, a consciência vai distanciar-se do conjunto de seus desejos, não para suprimi-los por um ato de vontade, mas para vê-los tal como eles são e pelo que eles são.

Existe, portanto, uma tomada de distância, que não é um desligamento artificial, mas, efetivamente, um mecanismo da própria consciência, distanciando-se de seus próprios desejos, a fim de deixar o lugar para a Passagem ao Coração.

Esse Atalho é o primeiro a revelar-se quando o conjunto de Coroas Radiantes ativa-se, permitindo, aí também, pôr, literalmente, o Fogo do Coração, permitindo, também, num tempo exatamente seguinte, realizar uma alquimia específica entre o Fogo da Terra e o Fogo do Coração, permitindo transcender, de algum modo, o fogo do ego.

O fogo do ego sempre foi apenas uma incapacidade, consciente e programada para além de sua própria vontade, para poder mantê-los na Ilusão, para mantê-los em condicionamentos, em ressonância com os desejos, quaisquer que fossem.

É claro, os desejos fazem parte da vida, uma vez que alguns desses desejos, como lhes foi explicado, são necessidades de natureza fisiológica. Mas o conjunto desses desejos, e mesmo dessas necessidades, a partir do instante em que o Fogo do Coração instala-se e alquimiza-se, de algum modo, com o Fogo da Terra, como lhes será evocado ulteriormente, vai permitir, pouco a pouco, ver seus desejos pelo que eles são: condicionamentos, oposições, e nada mais.

O ponto de partida ou de chegada, OD, está, portanto, em ressonância, ao longo desse Atalho, com a ponta inferior de seu Sacrum.

Essa ponta inferior do Sacrum é, aliás, chamada a fonte que jorra.
Essa fonte que jorra é diretamente religada, vocês o apreenderam, ao Kundalini e, mais próximo de vocês, ao Canal do Éter, pelo qual se eleva a energia purificada do ego, permitindo transcender o fogo dos desejos por intermédio do Fogo da Terra, a fim de juntar-se ao Fogo do Coração.

Esse atalho central anterior corresponde, ao nível da Consciência, à Clareza, manifestando-se na compreensão desses mecanismos, de vê-los e, então, transcendê-los sem o querer, mesmo sem ter a vontade absoluta, mas a iluminação simples.

Ou seja, a tomada de Consciência vai permitir, progressivamente, que o impulso do corpo de desejo, atraindo-os para essa Atração e essa Densidade de apegos materiais, vai encontrar-se, de algum modo, transmutado pelo Fogo da fonte que jorra, invertendo, de algum modo, o movimento da energia da atração para baixo, num movimento de liberação para cima.

Assim, esse ponto chamado a Porta Estreita, OD, não vai mais ser alimentado unicamente pelo fogo do ego, mas, sobretudo, será alimentado pela fonte que jorra, ou Fogo da Terra, vindo, por esse circuito, misturar-se ao fogo do ego e fazê-los confrontar-se aos seus últimos engramas de apegos materiais, chamados também, frequentemente, o Anjo do Abismo.

É o momento do que poderia ser chamada a segunda morte, o momento em que, definitivamente, vocês aceitam sua Crucificação ou, definitivamente, sua consciência vai tornar-se ilimitada.

Naquele momento, a consciência não é ainda ilimitada, haverá uma segunda etapa que se manifestará na consciência e que é ligada ao apoio posterior desse desenvolvimento da Luz Vibral em seu seio, que será desenvolvida ulteriormente, mas que, entretanto, é totalmente associada a esse processo entre OD e AQUI.

OD e AQUI traçam o Atalho da Redenção Final.
Uma vez o conjunto de cruzamentos, uma vez o conjunto de Cruzes implementado na Coroa Radiante da Cabeça, as conexões de ponto a ponto, ao nível da Luz, presentes nesses pontos, realizam, portanto, um Ponto de Luz, uma Porta, permitindo à Luz difundir e multiplicar, no corpo, outros Pontos.

É por esses Novos Pontos, religados por Atalhos, que o Corpo de Existência realiza-se. É também nesse nível que a Consciência percebe a diferença fundamental que pode existir entre o impulso do corpo de desejo e o impulso do Coração.

Esse mecanismo é, antes de tudo, Vibratório, antes de tudo, um mecanismo da Consciência e vai, obviamente, traduzir-se por modificações de percepção da própria consciência, na qual o conjunto da Ilusão vai começar a aparecer pelo que é e na qual a alma e o Espírito vão começar a dissociar-se, a distanciar-se, ao mesmo tempo integrando-se ao ego e à personalidade.

Naquele momento, não é mais o ego e a personalidade, no corpo de desejo, que conduz o que vocês são, mas, realmente, a Vibração da alma e, depois, do Espírito.

Naquele momento, e unicamente naquele momento, vocês podem tornar-se Mestres de si mesmos, sem exercer qualquer vontade, sem exercer qualquer poder contra sua personalidade, mas esta se reencontra, de fato, integrada numa percepção da Consciência muito mais ampla, conduzindo-os a Vibrar no Coração, na Coroa Radiante do Coração e permitindo, então, pelo impulso do Fogo da Terra, penetrar o Fogo do Coração, penetrar o Samadhi e viver, dele, a Essência e a totalidade.

Esse Atalho, é claro, não tem necessidade de vocês.
O mais frequentemente, esses Atalhos vão ativar-se por si mesmos, perceptíveis ao nível de efeitos diretos sobre a Consciência, mas, também, ao nível de pontos de partida, chamados Portas.

No caso, aqui, o ponto OD e o ponto AQUI permitem, então, realizar esse trabalho de Consciência. É claro, assim como lhes foi dito em muito numerosas reprises, a Luz Vibral é Consciência, a Vibração é Consciência e, se sua Atenção e sua Intenção colocam-se, então, sucessivamente, sobre esses dois pontos, vocês vão, então, realizar, muito mais facilmente, a Passagem desse corpo de desejo para o impulso do Coração, no qual não existe mais qualquer desejo, a não ser aquele de Ser, de irradiar e de viver na Unidade.

Essa Porta, essa Passagem (porque é uma) vai permitir-lhes, de algum modo, estabelecerem-se quando da revelação da Luz, e vai permitir-lhes, também, como eu o dizia, ver cada vez mais claramente em vocês, sem poder enganar, em momento algum, o que age em vocês, a saber: é a personalidade ou é o Coração?

Para além de toda consideração moral, religiosa ou mesmo espiritual, mas na retidão a mais total.

Esse eixo Vibratório, esse Atalho específico entre OD e AQUI é, de fato, o Primeiro Pilar anterior no qual vai revelar-se a Luz e as outras funções da Consciência Unificada.

É, portanto, essencial superar, nesse nível, os apegos materiais, e é por isso que lhes foi comunicado, bem antes do acesso à Existência, pelo Protocolo de Integração da Existência, através de Cristais ou da prática das Cruzes, certo número de fatores comportamentais vindos de seu cérebro o mais arcaico, tendo sido modificado mais recentemente, que impede, justamente, de passar do ego ao Coração (ndr: ver, em especial, as rubricas «protocolo / Liberação dos apegos coletivos» e «protocolo / Finalização do corpo de Existência», de nosso site).

Assim, portanto, e em conformidade com o que lhes foi anunciado desde muito tempo, a revelação da Luz Vibral Metatrônica vai permitir realizar, mesmo nesse mundo de ação/reação, o Princípio da Graça.

Ainda é necessário aceitá-lo, ainda é necessário aceitar transcender, superar, pela Crucificação, o próprio princípio de apegos materiais, quaisquer que sejam.

Compreendam, efetivamente, que, nesse nível, não é questão de renunciar, voluntariamente, ao que quer que seja, mas, efetivamente, ter uma iluminação perfeita do que se joga, mesmo em sua Consciência, mesmo no que vocês são.

A revelação da Luz Vibral na Luz Metatrônica e no Cubo Metatrônico tem, estritamente, esse objetivo.

Além da Fusão das Três Lareiras, além da vivência, mesmo, do Samadhi, é a própria consciência que se verá em seus diferentes funcionamentos, em seus diferentes papéis e em seus diferentes comportamentos, permitindo, então, realmente, ver-se como do exterior. Mas essa palavra não é completamente exata porque, em Verdade, é unicamente naquele momento que vocês se verão do Interior, que vocês se considerarão como uma Ilusão total, na qual vocês estão, mas que não é vocês. É apenas naquele momento que a Consciência total do que vocês são aparecer-lhes-á.

Os apegos materiais desaparecerão, um atrás dos outros, e permitir-lhes-á viver certa forma de liberdade, mesmo nesse mundo, em todo caso, da Consciência que poderá, então, exprimir-se nos modos ilimitados, através da Alegria e da Paz.

Certo número de medos será superado pela liberação desses apegos materiais e pela revelação desse trajeto OD-AQUI e, em particular, o medo da perda (o medo de perder esse corpo, o medo de perder aquilo ao que vocês estão apegados), porque vocês estarão, literalmente, desprendidos de toda posse, pela inversão do fogo do desejo para o Fogo do Coração, revertendo-se, então, para a Consciência Crística.

É naquele momento que poderá instalar-se a Consciência da Ressurreição, paralelamente, em ressonância com o apoio posterior que lhes será desenvolvido um pouco mais tarde.

Não me cabe dar-lhes o modo de trabalhar nessa Consciência, porque retenham que o que é importante é a ATENÇÃO e a INTENÇÃO que vocês levam sobre esses dois pontos.

O Atalho despertando, em si mesmo.
Mas, é claro, como em qualquer yoga ou como em qualquer atividade da Consciência, qualquer que seja, existem meios diversos, durante este período, de favorecer essa transformação, essa Transfiguração do fogo do desejo em Fogo do Coração.

Seja pelos Cristais, seja por si mesmos ou por uma alma que aja em vocês, através de seu próprio corpo, mas isso será comunicado diretamente àquele no qual eu me exprimo hoje.

Esse desenvolvimento conferirá, efetivamente, uma mudança de densidade.
Essa mudança de densidade é, literalmente, um alívio que os faz ir para a leveza, suprimindo o peso da densidade, tanto ao nível da consciência como ao nível de suas próprias percepções desse corpo e desse mundo.

A ativação desse Atalho e a ignição desses dois pontos. ou dessas duas Portas de Luz, traduzem-se, também, por modificações de mecanismos da própria consciência, concernentes ao próprio ritmo de seus desejos, ao próprio ritmo de suas necessidades, tornando-se, então, transcendidos pela Luz, para não mais persistirem completamente ou, então, apenas em alguns momentos precisos.

Mas tudo isso vocês verão claramente ou, em todo caso, seu corpo, disso, exprimirá a manifestação, se vocês vão ao encontro, é claro, do Fogo do Coração, ao encontro do Impulso do Coração, para reencontrar-se sob o fogo do desejo.

Naquele momento, certo número de manifestações aparecerá, que serão, para vocês, o sinal de uma eliminação. Essa eliminação pode traduzir-se ao nível da esfera digestiva, hormonal, sexual ou circulatória. Naquele momento, vocês começarão a ver, em vocês, o que é da ordem do peso e o que é da ordem da leveza, o que é da ordem do alívio.

Bastar-lhes-á, portanto, então, ajustarem-se, adaptarem-se, a fim de, simplesmente, concretizar, de maneira definitiva, essa Crucificação, esse Abandono à Luz e essa Transfiguração, que os conduzirá a viver, sucessivamente, a etapa da Realização do Cristo Interior que é, de fato, o apoio posterior em seu corpo.

A transformação dos impulsos é um elemento inicial importante, permitindo estabelecer-se, de maneira definitiva, na Consciência Unificada, não mais unicamente fazer idas e voltas de uma à outra, mas, efetivamente, ali estabelecer-se de maneira estável e, sobretudo, dela compreender as engrenagens, como eu dizia, como uma observação exterior ou com a impressão paradoxal de perceber esse corpo e esse funcionamento como não sendo você.

Eu esclareço que isso nada tem a ver com uma despersonalização ou qualquer perturbação física ou psicológica, mas, efetivamente, com uma verdade da Consciência que lhes permite, justamente, passar do Impulso desse corpo de desejo ao Impulso do Coração.

Eis alguns elementos; eu espero ter sido suficientemente claro em minhas palavras.

É claro, se existem questões que podem ainda existir, em vocês, em relação a isso, dar-me-á uma alegria responder e continuar nossa interação.


Questão: a ativação desses Pontos faz passar diretamente ao que é chamado, em algumas tradições, de «chamado» para «escolhido»?

Cara Irmã, isso corresponde, inteiramente, ao que você acaba de dizer, ao mesmo tempo sabendo que a Crucificação não é totalmente a Ressurreição, mas que ela conduz, de maneira inexorável, efetivamente, à Ressurreição na Existência.
É uma etapa.

A conscientização dessa etapa, através de elementos que lhes serão comunicados, permitirá que vocês vivam, por si mesmos, a experiência dessa transformação do impulso do corpo de desejo para o Impulso do Coração.


Questão: é necessário ter vivido o Fogo do Coração para passar a Porta Estreita e viver a Crucificação?

O Fogo do Coração foi ativado, independentemente desse circuito, para alguns de vocês, devido à ativação total da Coroa Radiante da Cabeça e da capacidade, talvez mais facilitada, para alguns de vocês, de viver o Abandono à Luz.

A revelação do Cubo Metatrônico é, de algum modo, o último impulso da Luz Vibral que lhes permite, justamente, passar ao Fogo do Coração e, portanto, à Crucificação.

A ativação das cinco frequências, dadas pelo Senhor Metatron quando do verão de 2009, foi um primeiro impulso.

A revelação das doze Estrelas foi um segundo impulso.
A revelação do Cubo Metatrônico é o terceiro e último impulso.

Ele terá, portanto, batido em sua porta por três vezes.
Não haverá outras vezes.

O Fogo do Coração não é preliminar, mas será uma consequência lógica da passagem do impulso do corpo de desejo para o Impulso do Coração ou, se preferem, do fogo do ego ao Fogo do Coração.


Questão: a ativação desse primeiro Atalho acompanhar-se-á de eliminações ao nível do corpo físico?

Cara Irmã, tudo dependerá de seu avanço, eu diria, no Abandono à Luz e da persistência ou não de alguns apegos materiais.

Alguns já começaram a viver eliminações corporais e, já quando da última Passagem da garganta, realizada pelo Arcanjo Uriel no mês de dezembro, após a liberação da Terra e do Sol.

E alguns não terão qualquer eliminação.
Isso é da ordem do possível.

Isso dependerá do que resta a transmutar dos últimos apegos e dos últimos impulsos do corpo do desejo.


Não temos mais perguntas, agradecemos.

Irmãos e Irmãs na humanidade, todo o meu Amor está em vocês.

Eu voltarei, é claro.
Deixarei o lugar, amanhã, ao Irmão K, que lhes falará da Consciência ligada ao apoio posterior da Luz, diretamente religado a KI-RIS-TI, ao Cristo.

Eu lhes digo, portanto, quanto a mim, até muito em breve, na Verdade.



________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário