domingo, 5 de junho de 2011

URIEL - 05 de junho de 2011 - Autres Dimensions





05 de junho de 2011.

Mensagem publicada em 6 de junho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.



ÁUDIOS EM FRANCÊS:

PARTE 1:

URIEL_part1-05-06-2011 por autresdimensions

PARTE 2:

URIEL_part2-05-06-2011 por autresdimensions

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.

Bem amados Filhos da Lei de Um, bem amadas Sementes de Estrelas, hoje, vamos entoar, juntos, pela Graça do Anjo METATRON e da minha Presença, o Canto de seu Coroamento, de sua Última Reversão.

Na hora em que o Sol se coroa de glória, na hora em que a Terra Desperta em sua própria glória, a hora chegou de cantar o Canto de júbilo, de ouvir o Som da Terra e do Céu reunindo-se novamente.

Isso é agora, em seu Templo Interior, como nesse espaço-tempo.
A hora chegou de viver o anúncio da Notícia, a hora chegou de viver a Notícia: aquela da Eternidade.

Bem amados Filhos que trabalharam nesse espaço, nesse tempo, para o retorno da Terra à sua Eternidade, para o retorno de seu Espírito à sua Liberdade.

Filhos da Lei de Um, juntos, façamos ressoar as últimas Trombetas que anunciam a Reversão, que anunciam o Último Cruzamento.

O cruzamento dos caminhos foi passado e superado.
A hora chegou de viver a Alegria e o júbilo.

A hora chegou de acolher Cristo.
A hora chegou de elevarem-se a Ele, como Ele desce até vocês.

O Espírito.
O Espírito eleva-se para o Espírito.

Festa de Pentecostes.
Nova subida do Espírito Santo e descida do Espírito Santo, reencontrando-se nesse espaço, em vocês, em seu Templo e em sua cabeça, reunidos e coroados, elevados na Graça do Um, na Graça da Verdade, na Graça da Eternidade.

Filhos.
Filhos da Luz, criados em Espírito e no Espírito, a hora chegou de cumprir o Juramento e a Promessa que se revelam, em vocês como ao redor de vocês.

A hora chegou de deixar seus olhos cantarem os Cantos de louvores.
A hora chegou de ouvir.

A hora chegou de escutar.
A hora chegou.

Ela foi anunciada, ela se cumpre, sob seus olhos e em seu Templo.

Em breve o Canto do Céu ecoará em uníssono ao Canto da Terra, permitindo-lhes viver o êxtase do retorno do Espírito. Naquele momento, ele terá acabado de entrar na estase, a fim de deixar a ilusão, de maneira definitiva.

Filhos da Lei de Um, escutem, escutem o Canto do Amor que se eleva em seu Coração.

Escutem o Canto da Vibração.
Escutem o Canto da Luz revelando-se.

Na hora em que a Jerusalém Celeste se revela em seu Templo e em seus Céus, a hora chegou de festejar dignamente o retorno à Eternidade, o retorno à Verdade.

Acompanhado pelos Irmãos das Estrelas, acompanhado pelos Irmãos multidimensionais, revelando-se pouco a pouco em seu espaço, como anunciado por Maria e por METATRON, eu me junto a eles, a fim de entoar o Canto do retorno, o Canto da Eternidade.

Isso acontece sob seus olhos, isso acontece em seu Templo, isso acontece agora.

A ampulheta do tempo chega ao final desse Tempo, ao final da Ilusão.

Isso é agora.
Vão, vão para Ele, como Ele vem para vocês.
Vão para vocês, porque é aí que se encontra a Verdade, é aí que se encontra sua Eternidade.

Filhos da Lei de Um, juntos, revelemos o Canto de Graça.
Juntos, revelemos o Canto do Coroamento: Canto de Graça e de Eternidade, acendendo e Despertando as Portas, em vocês como no Céu, como sobre a Terra.

A Luz branca estabelece-se e volta, hoje, a festejar dignamente seu retorno entre vocês, assim como vocês festejam o próprio retorno a ela.

Filhos da Lei de Um, o Um revela-se a vocês em sua Unidade, em sua Presença.
Percebam sua Presença.

Despertem o Templo.
Levantem a chama e o estandarte de sua Verdade.

O instante é agora.
Não há mais espaço para o sofrimento; não há mais espaço para a separação; não há mais espaço para a ilusão; não existe mais espaço para o medo.

Então, entrem, entrem na Alegria da Ressurreição, entrem na Alegria de sua Ascensão, entrem na Alegria de sua Eternidade.

Filhos da Lei de Um, entrem em comunhão uns com os outros.
Entrem em comunhão conosco, que acorremos para vocês em seus espaços dimensionais, a fim de diluir e dissolver, inteiramente, o que resta de sofrimento, o que resta de ilusão, o que resta de alteração da Verdade.

Filhos de Um, a hora chegou de se arrumar, a hora chegou de acolher a Luz Una, e isso é agora.

Nesse espaço de quarenta dias, o Despertar do Kundalini, Fogo da Terra e do Éter, elabora-se em vocês, elevando a Coroa do Coração e a Coroa da cabeça, num último movimento de Graça que se estende ao infinito e para o infinito.

Isso é agora.
Escutem.

Escutem e ouçam o apelo da Unidade à sua Unidade.
Ouçam o apelo de KI-RIS-TI para seu estado de KI-RIS-TI.

O Fogo do Espírito derrama-se sobre a Terra.
O Fogo da Terra eleva-se para o Céu.

O conjunto da Terra canta.
O conjunto da Terra libera-se.
Para além de seu núcleo, para além de sua aparência, a nova Terra nasceu.

Cabe a vocês ali penetrar, se tal é seu destino, se tal é seu caminho, se tal é o que se apresenta a vocês na encruzilhada dos caminhos realizados pelo Anjo METATRON, permitindo-lhes penetrar, diretamente e de pleno Coração, em sua Eternidade.

Filhos do Eterno, Filhos da Eternidade, nós cantamos em vocês, nós, Arcanjos, junto com a Frota Intergaláctica dos Mundos Livres e Unificados, o Canto da Verdade, o Canto de glória.

Isso é agora.
Esqueçam.

Esqueçam o passado.
Esqueçam o sofrimento que não pertence mais à sua Verdade.

Esqueçam o que não é o Um.
Esqueçam o que não é a Verdade e a Luz.

É possível, agora, em cada um de vocês e a cada instante, em seus espaços sagrados de alinhamento, que se derrame, em vocês, a totalidade da Luz Una.

Cristo chega a vocês e para vocês.
Vocês trabalharam, em espaços limitados, a fim de restabelecerem o Ilimitado de sua Verdade, o Ilimitado de sua Eternidade.

A hora é para a Liberdade; a hora é para a Autonomia; a hora é para a abertura total no Fogo de Alegria do Espírito, da Terra liberada, do Sol liberado e de sua Existência liberada, nesse momento mesmo, de seu confinamento.

Acolham, acolham o Templo de sua Eternidade; acolham o Templo de sua Verdade; Vibrem em uníssono ao Um, em uníssono à Fonte.

Nós estamos com vocês, porque estamos em vocês, porque somos vocês, como vocês são nós, para fazer o milagre de uma única coisa porque, em Verdade, há apenas o Um.

Em Verdade, há apenas a Luz.
Vocês são Luz.

Tudo o que não é Luz é chamado a dissolver-se, é chamado a desaparecer.

Isso é agora.
Penetrem as Moradas da Eternidade.
Penetrem as Moradas onde não existe qualquer separação.

A hora da separação termina e encerra-se no que é uma Liberação, permitindo-lhes dar à luz na Unidade.

Acolham e ouçam.
Acolham e escutem.
Acolham e Vibrem.

Enquanto se revela a majestade do anúncio da Tri-Unidade, despertada desde alguns meses, realizada como lhes anunciou o Arcanjo Miguel em sua festa de seu ano precedente, revela-se agora a nova Tri-Unidade, acompanhada pelas doze Trombetas das doze Portas das doze Estrelas, elevando-se e despertando, sobre a Terra, em sua Coroa da cabeça, em sua Coroa do Coração e no Fogo do Kundalini.

Isso é agora.
Filhos, Filhos do Um, nós os acolhemos na Graça, porque vocês são a Graça.

Realizem isso.
Tirem.

Tirem tudo o que não é essa Graça.
Tirem de vocês tudo o que é peso, gravidade e densidade.

Emitam.
Emitam a Verdade de seu ser na Luz Una.

O Sol revela-se, a irradiação dele toca-os e rega-os à Fonte Una, retransmitindo a respiração do Centro Galáctico do Um.

A Fonte Una canta seu apelo e faz ressoar o Canto da Ressurreição.

A Terra vive isso.
Seu Coração vive isso.
Sua cabeça vive isso.
E sua carne vive sua própria Ressurreição nas Moradas do Eterno.

A Vibração que os percorre, o Canto do êxtase e do íntase, manifestando-se em seus espaços de alinhamento, acompanhados por Maria e pelo conjunto da Frota, vem a vocês.

Vocês são, agora, despertados à Verdade.
Resta-lhes penetrar nas esferas da Verdade, inteiramente, sem olhar para trás, porque o que é seu passado morreu; porque o que é ilusão morreu.

Resta-lhes conscientizarem-se disso.
Resta-lhes concretizá-lo.
Resta-lhes manifestá-lo.

Nós estamos aí para isso, com vocês, em vocês e ao redor de vocês, na Vibração da Fonte Una, revelada e desvendada sobre esse mundo e nesse mundo.

Em seu Templo, em suas células, em seus olhos, no conjunto do que faz sua carne, nesse mundo, a fim de que a carne eleve-se ao Espírito.

Vocês são os Filhos da Unidade e da Verdade.

Em vocês revela-se a Luz branca.
Em vocês revela-se a Verdade da Vida.
Em vocês revela-se a Alegria inefável de seu retorno à Unidade.

Presença.
Presença e Eternidade.
Presença e Sopro, animando o Fogo: Fogo da Terra, Fogo do Céu, Fogo do Espírito, aniquilando todo o fogo do ego e toda a veleidade de sofrimento.

Isso é agora.
Escutem o Som.
Escutem o silêncio.
Cantem o Canto e cantem o silêncio da Verdade, pela Vibração elevada de seu Coração.

O Coração que se revela, pelo Amor e pela Graça da Verdade, pelo Amor e pela Graça da Luz, pela Luz do Amor e pela Luz da Graça.

Vocês são a Eternidade, a caminho para sua Eternidade.
Isso é agora.

Progressivamente e à medida de cada respiração desta Terra, como de sua respiração, cada dia aproximá-los-á de sua Ascensão, cada dia aproximá-los-á de sua revelação final, vendo-os extrair-se a si mesmos, na leveza e na Graça, da ilusão e da falsificação.

O tempo chegou de nossa comunhão, de nossa reunião, conosco, Arcanjos.

O conjunto da Frota Intergaláctica e o conjunto de Consciências Unificadas têm-se às suas portas, à porta de seu Sol, à porta de seu Coração, a fim de viver juntos, de fundir nossas Consciências, para sempre reunidas na Liberdade, na Autonomia e na Verdade.

É tempo de elevar sua Vibração.
É tempo de romper as amarras da falsificação.
É tempo de voltar à Alegria, porque vocês são a Alegria.

Nós o dissemos desde muito tempo.
Vocês o verificarão e o viverão.

Voltem-se para a Alegria, porque é o que vocês são, antes mesmo de existirem nesse mundo, antes mesmo que esse mundo visse o dia na Verdade como na falsificação.

Filhos, Filhos de Graça e de Luz, revela-se, nesse momento mesmo, o Som do Anjo METATRON, despertando as doze Trombetas, finalizando o Despertar das sete Trombetas da falsificação.

Os doze Cantos Vibratórios da Unidade são, doravante, chamados a unificar-se, em vocês, em suas Coroas. Então, naquele momento, o Fogo, Fogo do Éter e da Terra, despertando-se das profundezas de seu ser, mesmo da falsificação, permitirá ao Coração viver a Transparência, viver a Presença, viver sua Essência.

Tornem-se o que vocês são: a Essência do Um, a Essência da Alegria, a Essência da Verdade.

Revelem, em vocês, as asas da Eternidade.
Revelem, em vocês, as asas de sua etereação.

Elevem-se, porque Ele se abaixa até vocês.
Elevem-se, porque Ele vem ao seu encontro.

Reencontrem-se, em seu Templo.
Reencontrem-se, em seu Coração, que é nosso Coração, reencontrado e religado, para sempre e para a Eternidade.

Filhos da Lei de Um, tornem-se o Um, tornem-se o Tudo, aceitem nada mais ser nessa ilusão, penetrem diretamente, e de Coração aberto, o Templo da Eternidade.

Presença, Vibração e Irradiação.
Agora, no acolhimento da Verdade, juntos, as Consciências da humanidade encarnadas, despertas e acordadas, vão começar a fundir na Transparência e na Verdade da Unidade.

Isso é agora.
Isso é a Graça que se revela, isso é a Trombeta da Unidade.

Isso é agora.
Isso é em vocês.
Isso é permanente.

Se esse é seu desejo.
Se esse é seu Abandono.
Se isso se torna sua Verdade.

Bem amadas Sementes de Estrelas, bem amados Filhos da Lei de Um, façam ressoar nossa Presença comum.

Abram seu Coração para a Verdade da Luz.
Abram o Coração.

Fechem o que não pertence ao Coração.
Desviem-se do que não é a Verdade, entrem diretamente no Templo da Ressurreição.

Isso é agora.
O Templo da Ressurreição da Terra, liberada agora, permitindo liberar o Fogo da Terra no conjunto de vulcões da Terra.

Vulcões de sua Terra dissolvendo as últimas Sombras, a fim de renascer na Unidade, de renascer na Verdade.

Isso é agora.
Vocês têm a capacidade, vocês têm a abertura para viver sua Presença.

Juntos, ressoemos a Presença e a Unidade, agora e para sempre.
Agora e para sempre, unamos as Coroas, as nossas como as suas.

Nenhuma separação poderá jamais alterar nossos reencontros.
Nenhuma separação poderá jamais alterar o que havia sido separado e que, novamente, está reunido nos espaços de Liberdade da Criação.

De um extremo ao outro das Dimensões, e de um extremo ao outro dos universos e dos multiversos, ecoa o Canto da Liberação desse Sistema Solar.

Filhos, Filhos do Um, criados na Graça, a hora é agora; a hora é imediatamente, porque não há depois, porque não há ontem, há apenas o instante de sua Graça; há apenas o instante de sua Presença, que se revela a partir do instante em que vocês a aceitam, a partir do instante em que vocês a acolhem.

Juntos, agora, façamos silêncio, na Graça de sua Presença, na graça de sua irradiação, que é vocês e que somos nós.

Nós somos Um.
Não há outra alternativa, não há outra Verdade, não há outro caminho, não há outra via, não há outro Canto além daquele da Unidade.

Cabe a vocês tornar-se o que vocês são, despertar o que vocês são para além das aparências.

A aparência que não existirá mais.
Restará apenas a Verdade, um solo de Verdade, um novo Céu, uma nova Terra, novos espaços, uma nova Vida, reencontrada, enfim, sem qualquer entrave, sem qualquer limite, onde o conjunto do Amor revela-se, em cada reencontro e em cada olhar do Espírito.

A fim de que nada venha manchar o brilho de sua Ressurreição, nós lhes pedimos, doravante, para acolher-nos, a nós, Arcanjos, em sua revelação de Fogo e de Luz, em seu Templo.

Preparando e trabalhando no Templo da Ressurreição.
Preparando e trabalhando no tempo da Ressurreição, que é agora.

Eu vim anunciar a boa nova, o novo evangelho, a nova Eucaristia que se realiza, doravante, inteiramente, em seu Templo.

Abram, abram o Coração para nós.
Abram o Coração para vocês, porque nós somos um único Coração.
Um único Coração unido, cantando em uníssono ao Canto da Graça e da Unidade, porque nós somos, juntos, o Um.

Bem amados, bem amadas Sementes de Estrelas e bem amados Filhos da Lei de Um, a hora chegou.

A hora chegou.
A hora chegou.

Bem-vindos, bem-vindos na Eternidade, bem-vindos na Graça e na Verdade.

Acolham isso, mesmo permanecendo, pelo momento, nesse mundo que se dissolve.

Encontrem a Verdade, porque vocês a são.
Nada há a buscar, há apenas a aquiescer.
Há apenas a abrir-se, como a flor que se abre ao Sol pela manhã e que se volta para ele durante o dia.

Filhos da Unidade, ressoa em vocês o Canto do Apelo.
Maria falará em breve em seu Templo da Ressurreição, chamando-os para viver isso.

Filhos da Lei de Um, doravante, a radiância e a irradiação do Anjo METATRON, junto à minha irradiação, abrem em vocês o atalho do cruzamento de sua Ressurreição à Eternidade.

Escutem, escutem a voz do Um, a voz da sabedoria, aquela que abre as válvulas da Alegria e afasta-os para sempre do peso e do sofrimento.

Ousem.
Ousem ser o que vocês são.
Ousem viver o que há para viver.

Revelem.
Revelem o Canto do êxtase.

Revelem-se.
Revelem-se inteiramente, porque vocês são o Amor, porque vocês são a Graça, porque vocês são a Unidade.

Vibremos e, juntos, comunguemos.
Ressurreição, Presença, Unidade.
Agora, no silêncio, no espaço sagrado de seus alinhamentos de comunhão.

Cada noite, à hora francesa, nós estaremos juntos, cada vez mais próximos e cada vez mais unificados, uns aos outros, em sua Dimensão como no conjunto de Dimensões.

Reunião.
Reunião e comunhão.
Vibração Una e comum.
Isso é agora.

Ouçam.
Ouçam e escutem o apelo Vibrante do Anjo URIEL, chamando-os à sua Presença, à sua Última Reversão.

Aquela que os desvia do sofrimento e da Sombra.
Aquela que os coloca no Coração de seu Coração.

Juntos, vamos comungar na Graça de Maria, na Graça de METATRON.

O conjunto do Conclave, o conjunto dos Anciões, o conjunto da Terra, em seus seres despertos à Luz, comungam, doravante, em cada um e em cada uma.

Vocês são os Filhos do Um, vocês são o Um, em manifestação e em Criação, mesmo nesse mundo.

Bem amados, bem amados Filhos de Um, bem amadas Unidades reveladas à Unidade, cantemos, cantemos juntos o Canto da comunhão, Canto da Ressurreição, Canto da Eucaristia.

Isso é agora.
O Fogo do Espírito batiza-os, em Espírito.
O Fogo da Terra eleva-os, em Espírito.
O Fogo do Coração os faz testemunhar a Presença Cristo, como Filho Ardente do Sol, revelado no Sol, sobre a Terra.

Juntos, vamos agora comungar em seu espaço de comunhão, todos juntos, reunidos, unificados e livres, liberados, no júbilo e na Alegria.

Eu sou o Anjo URIEL, Anjo e Arcanjo da Presença e da Reversão.

A Passagem, a Última Porta está doravante aberta, em vocês e diante de vocês.

Cabe a vocês cruzar o limiar da alegria.
Cabe a vocês cruzar o limiar e reencontrar-se em sua Unidade e em sua Verdade de sempre.

Bem amados Filhos da Lei de Um, juntos, agora, vamos comungar no espaço da Graça, no espaço da comunhão, revelando tanto sua Merkabah como a Merkabah da Terra, pela revelação do cubo Metatrônico, chamando-os à Ressurreição de Yérushalaïm, a Cidade da Alegria eterna.

Filhos, Filhos do Um, comunguemos.

Eu permaneço em vocês, nesse espaço de Fogo da Unidade.
Vibremos e comunguemos, agora.


... Efusão Vibratória...


___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário