domingo, 19 de junho de 2011

GABRIEL - 18 de junho de 2011 - Autres Dimensions



18 de junho de 2011.

Mensagem publicada em 19 de junho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Eu sou GABRIEL, Arcanjo.

Espírito de Luz na carne, eu venho, com amor, trazer-lhes, hoje, em nome do Conclave Arcangélico, certo número de elementos concernentes ao Novo Sopro e à Nova Vida.

Certo número de mecanismos foi instaurado neste planeta, em sua carne e em seu Espírito, a fim de preparar um mecanismo específico, que pode ser chamado indiferentemente de Nova Vida, Translação Dimensional ou também Ascensão.

Trata-se, como sabem, de um processo de Passagem específico que não pode, em caso algum, ser assimilado a uma Passagem como a que é chamada o nascimento ou a morte em sua carne, mas um processo complexo, porque se estabelece de maneira complexa, ele também, num tempo relativamente longo, e preparado desde os tempos terrestres antigos.

Trata-se de um processo chamado o desvendamento e a revelação da Luz, conduzindo a Consciência humana a viver certo número de transformações, em ressonância direta com certo número de mecanismos Vibratórios e da própria consciência, que passa de um estado a outro, e o mundo, em sua totalidade, passa de um estado a múltiplos outros estados, que são determinados, de algum modo, por processos de afinidades Vibratórias chamadas lei de Atração, lei de Ressonância, levando a efeito o conjunto de Consciências e de estruturas, físicas, da carne ou sutis, existentes em seu mundo, aí onde vocês andam atualmente.

Esse processo, contrariamente ao que pode dele ser compreendido à primeira vista, é um processo que não é linear, como eu já disse, e que não é instantâneo. Ele foi preparado de longa data e é estabelecido segundo um calendário preciso, tendo em conta, ao mesmo tempo, a própria Consciência Terrestre, a Consciência de certo número de fatos chamados astronômicos ou astrofísicos, assim como a própria Consciência humana.

O processo de desvendamento e de revelação da Luz sofreu uma ordem lógica, estendendo-se num tempo relativamente longo, que permite implementar certo número de etapas.

O próprio Arcanjo MIGUEL anunciou a constituição de um Veículo interdimensional, chamado Merkabah interdimensional coletiva, que tornou possível uma conexão nova desse Sistema Solar, da Terra e da Consciência humana a outra fonte de energia, de Consciência, de polaridade bem diferente da que foi desde extremamente muito tempo.

Certo número de leis que prevaleceram nessa matriz deve ser substituído por outras leis, que lhes são totalmente desconhecidas.

As leis ditas habituais serão, portanto, e são já, substituídas, progressivamente, por esse processo de Revelação e de desvendamento, conduzindo-os a viver, com mais ou menos facilidade, esse processo de Translação Dimensional.

Os Casamentos Celestes, a abertura de alguns Portais intergalácticos foram destinados, desde dezenas de anos, a prepará-los intelectual, emocional, espiritual, individual e coletivamente para viver, conforme seu estado, esse processo.

As condições prévias a essa Translação Dimensional foram, portanto, inteiramente realizadas e permitem, portanto, agora, vislumbrar a revelação da Luz Vibral em sua totalidade, mesmo em sua Dimensão.

Esse processo desenrola-se num tempo breve, mas não instantâneo.
Contudo, como todo processo, existe, mesmo em sua fase final, um momento de início e um momento de fim que, os quais, é claro, são instantâneos.

O lapso de tempo, na acepção humana encarnada, que se estende entre o início e o fim da revelação da Luz Vibral, vai conduzi-los a experimentar, em consciência, aquilo a que vocês são destinados, eu diria, antes, a que vocês se destinaram, vocês mesmos.

Certo número de escolhas, certo número de decisões foram tomadas e devem, hoje, atualizar-se, inteiramente, na carne desse corpo, na carne desse planeta.

Os mecanismos prévios foram todos realizados, no tempo e na hora.
O mais importante deles, realizado inteiramente, havia sido chamado, por SRI AUROBINDO, no mês de abril, a Fusão dos Éteres, preliminar à restituição da Luz Vibral mesmo nesse universo, mesmo nesta Terra e mesmo em sua Consciência.

Certo número de Anciões detalhou os mecanismos Vibratórios e de Consciência, permitindo conduzir a Consciência para esse momento.

Nós estamos perfeitamente conscientes de que cada Consciência humana encontra-se num momento diferente e num tempo diferente desse processo de Translação e, no entanto, como eu dizia, esse processo de Translação é, antes de tudo, um processo coletivo, doravante, que deve conduzi-los a ajustar-se, ou a afastar-se dessa dita Translação.

Certo número de testemunhos, de marcadores está presente na estrutura da carne como na própria Consciência. Resta, agora, sobrepor e pôr em sintonia, de algum modo, a consciência fragmentada da humanidade e a Consciência Unificada, nova, que deve aparecer pela revelação da Luz Vibral.

É para isso que vocês serão convidados dentro de muito pouco tempo agora, pelo Senhor METATRON e que permitirá, então, segundo suas afinidades Vibratórias e segundo mesmo o estado de sua Consciência e de sua Vibração, ir para onde seu caminho de alma e de Espírito, ou de Espírito os chama.

Compreendam, efetivamente, que o mecanismo que se estende entre o início e o fim da revelação da Luz Vibral será vivido, por cada um de vocês, de maneira extremamente diferente. Contudo, podem-se ordenar as grandes linhas, e é para isso que eu quero vir, e é para isso que fui convidado: para dar-lhes esses elementos.

Muitos de vocês, entre os Semeadores da Luz, começaram a perceber, por seus sentidos ou por outros sentidos que aqueles conhecidos, certo número de manifestações totalmente inéditas, excedendo de longe o âmbito da vida habitual nessa matriz.

A revelação das cinco Sílabas Sagradas, a ativação das diferentes Cruzes, a ativação das Coroas Radiantes e, agora, o Despertar do Kundalini permite a alguns humanos experimentar certo número de mecanismos novos, que lhes foram desenvolvidos e anunciados e, em especial, pelas Estrelas, quando da constituição dos Eixos e do desvendamento dos Eixos existentes ao nível das diferentes Cruzes, assim como do Quadrado Metatrônico e, de maneira final, pelo último Cruzamento/Reversão.

O conjunto dessas Vibrações conduziu alguns humanos a experimentar o que é chamado, em seu sentido o mais amplo, o acesso à unidade. Certo número de marcadores dessa Unidade está presente no plano Vibratório e no plano comportamental e, também, obviamente, nos modos de manifestação da própria Consciência, através do mental, das emoções, dos comportamentos, dos afetos e mesmo em sua vida, a mais comum que seja.

Os seres humanos puderam, então, alguns deles, penetrar algumas manifestações novas, percepções novas, modificações por vezes radicais, por vezes mais leves, de seus comportamentos habituais em sua vida.

Isso se traduziu por certo número de impulsos da alma e de impulsos do Espírito, para começar certo número de mudanças, Interiores como exteriores.

Esses impulsos reais, mais ou menos fortes, mais ou menos apoiados, permitiram conduzi-los, a cada um, hoje, aí onde vocês estão, a preparar a revelação da Luz pelo Senhor METATRON, sobre a Terra como nesse corpo e em sua Consciência.

As percepções novas, em particular concernentes ao que é chamada a visão do Éter, a percepção dos estados multidimensionais, são diretamente ligadas, como sabem, talvez, à ativação das diferentes Cruzes da cabeça e também ao desenvolvimento dos corpos espirituais novos, que lhes foram tirados, até o presente.

Vocês estão, portanto, numa fase de aprendizado, na qual muitas coisas vão revelar-se no interior mesmo de sua Consciência, no interior mesmo de suas percepções, mas, também, do que foi convindo chamar seus espaços Interiores.

A distância existente, aliás, entre seu mundo Interior e o mundo exterior, tal como vocês a definem, tende a diminuir, para desaparecer.

Do mesmo modo, o conjunto da revelação da Luz vai pô-los frente à realidade dos mundos ditos espirituais, do Espírito, mundo onde as leis, assim como as propagações da própria Luz (ondas, se preferem) nada mais têm a ver com o que existe em seu mundo.

A interpenetração desses diferentes mundos fragmentados e Unitários começa a surgir em sua Consciência.

Para cada humano, isso vai traduzir-se pela capacidade de ver o que não podiam ver, para sentir o que não podiam sentir, para manifestar estados de humor que não podiam manifestar, para viver, de algum modo, formas de expansão de consciência, chamadas assim, mas que correspondem, de fato, a uma aproximação da Luz Vibral de sua Dimensão.

O Supramental revela-se, em sua totalidade, doravante, em sua Consciência, mas também no conjunto de esferas as mais tênues de sua sociedade, tanto no que vocês conhecem como sistema de Controle Mental Humano, no sistema de Crenças, no sistema de religiões, mas também no sistema de funcionamentos de trocas existente entre os humanos ou entre os grupos sociais, incluindo o que vocês chamam as trocas monetárias, o dinheiro, a política e a comunicação, no sentido amplo, entre os diferentes estratos da sociedade e das consciências humanas.

Alguns viverão isso, e vocês o têm sob os olhos, sob uma forma mais de revolta e de revolução.

Alguns viverão isso com uma aquiescência; outros, enfim, viverão isso com uma interrogação importante quanto à escolha a fazer, quanto à própria decisão de participar, ou não, disso ou daquilo.

A sobreposição da Luz Vibral revelando-se e estabelecendo seu reino, mesmo nesse mundo, como sabem, verá, não o desaparecimento de sua Consciência ou de sua vida, mas o desaparecimento, justamente, de tudo o que não é a vida. O que quer dizer que o conjunto de estruturas pertencente ao que foi construído num modo ilusório ou falsificado vai tender a apagar-se cada vez mais, inteiramente.

Esse fenômeno de dissolução será vivido, em paralelo, na Consciência, com mais ou menos facilidade, mais ou menos resistência, mais ou menos abandono, mais ou menos felicidade.

A preparação que aqueles de vocês começaram há anos, ou mais recentemente, permite, efetivamente, ter avançado um pouco mais do que aqueles de seus Irmãos e Irmãs que não quiseram fazer esse caminho para si mesmos. Esse avanço para si mesmos traduzir-se-á numa maior faculdade de adaptação às novas condições de vida, ao que eu chamei o Novo Sopro da Nova Vida.

Obviamente, a Água e o Fogo, assim como o conjunto dos elementos, vão modificar-se, como vocês veem sobre o planeta e como sempre disse o Comandante: o que acontece no exterior acontece estritamente, do mesmo modo, no Interior de vocês. Porque tudo o que é exterior é apenas uma projeção, de fato, de sua própria Consciência.

Assim, cada um percebe o mundo em função de seus próprios filtros, de suas próprias transparências, de suas próprias Crenças, de suas próprias adesões ou de suas próprias negações de certa forma de realidade.

Assim, cada um é, portanto, confrontado à sua própria concepção, à sua própria vida, Interiormente como exteriormente.

A Passagem chamada Translação, chamada Ascensão, é um mecanismo posto em marcha, como o disse o Comandante, desde já alguns meses.

Esse processo foi iniciado a partir da instalação da Merkabah interdimensional coletiva. O que quer dizer que alguns seres, entre os mais avançados, puderam penetrar, inteiramente, o Corpo de Existência, presente ainda no Sol e chegando, doravante, até vocês, a partir da revelação da Luz Metatrônica.

Alguns puderam, portanto, explorar esse Corpo de Existência.
Outros puderam, simplesmente, explorar, nessa carne, as manifestações dos potenciais espirituais novos, em ressonância com as novas frequências Vibratórias.

Isso pode traduzir-se, para cada um, por percepções profundamente diferentes, mas que vão, de qualquer maneira, sempre ao sentido da Liberdade, ao sentido da Autonomia e da Autorização. É isso que é chamado a desenvolver-se cada vez mais em vocês.

Um conjunto de Anciões falou de Vibrações e da concordância existente entre as Vibrações, as percepções Vibratórias, as modificações Vibratórias e a própria Consciência.

A Consciência é, portanto, chamada a reunificar-se.
Essa reunificação da Consciência far-se-á com mais ou menos Graça, mais ou menos evidência, em função de sua capacidade para penetrar nessa Consciência Unificada, qualquer que seja o modo e quaisquer que sejam os processos da Revelação.

A Consciência Unitária pertence ao Mundo Unificado.
A consciência fragmentada pertence ao mundo da personalidade, que deve tender a apagar-se inteiramente, para permitir-lhes passar da projeção ao estado Interior chamado Turiya.

Esses processos foram levados a efeito.
Eles permitiram, como eu disse, a ativação de Novos Corpos, de novos potenciais.

Eles permitiram, também, para alguns de vocês, tornarem-se, de algum modo, matrizes de ressonância da Unidade, permitindo, por contágio, de próximo a próximo, estabelecer essa Unidade nas distâncias e nesses dados Vibratórios, de maneira mais intensa, progressivamente e à medida do contágio que ganhou um número sempre maior de Consciências.

É preciso, contudo, admitir que um número importante da humanidade absolutamente não tem qualquer conhecimento, nem qualquer vivência concernente a essa Translação Dimensional. Entretanto, no que concerne aos adultos humanos, esse processo poderá ser vivido de diferentes modos.

O que se jogará naquele momento, obviamente, será, num primeiro tempo, o medo e certo número de elementos que lhes foram descritos por SRI AUROBINDO há alguns meses.

É claro, certo número de apegos a mecanismos de funcionamento, inscritos diretamente na carne e na consciência da personalidade, vão colocar-se, de algum modo, transversalmente a essa revelação da Luz.

E, aí também, cada um reagirá de maneira diferente: ou dirigindo a Intenção, a Atenção para a nova Consciência, ou buscando resistir a ela na antiga consciência.

Retenham que, nesse processo em que o Espírito volta-se para o Espírito, ou, então, cada vez mais para a carne, vocês não têm possibilidade alguma de ação, do exterior, uma vez que tudo atuará estritamente no Interior.

É claro, como eu disse, as circunstâncias exteriores de suas vidas são levadas a transformar-se completamente, a partir da revelação da Luz Vibral. Nada há, no entanto, absolutamente, a temer nessa nova revelação da Luz Vibral e nas modificações as mais importantes que possam ocorrer nas condições de suas vidas exteriores, uma vez que a vida Interior, progressivamente e à medida que vocês a aceitarem, desenvolver-se-á, ela também, e revelar-se-á do mesmo modo, chamando sua Consciência a passar ao Espírito, a penetrar em mecanismos cada vez mais potentes, que alguns de vocês já experimentaram em durações mais ou menos longas, em termos de minutos, de horas ou de dias, chamados a Estase.

Esse processo é o que permite, naturalmente, à Consciência extrair-se de certa forma de realidade que desaparece, para penetrar cada vez mais profundamente numa realidade nova, que aparece. Esse vaivém entre o que desaparece e o que aparece será facilitado, tanto mais que vocês têm, em si mesmos, a possibilidade, por intermédio de algumas estruturas que foram implementadas, de maneira consciente ou inconsciente, que correspondem, aí também, a um mecanismo comum ao conjunto da humanidade, chamado a Lemniscata Sagrada.

A Lemniscata Sagrada é, muito precisamente, a estrutura Vibratória que permite à Consciência passar do estado limitado ao estado ilimitado.

É claro, a circulação da limitação à ilimitação se faz mais ou menos facilmente, segundo as resistências presentes no interior da consciência limitada.

O conjunto do que vocês efetuaram, em especial para as Sementes de Estrelas e os Ancoradores da Luz, deveria permitir-lhes deslizar, em toda facilidade, nessa nova vestimenta, em sua nova Dimensão e em seu novo mundo.

Alguns seres terão, talvez, mais dificuldade.
As Forças Intergalácticas, por intermédio dos Mundos Unificados de 3ª Dimensão (chamados Vegalianos, Pleiadianos, Arcturianos e de outras formas menores, quanto à sua importância de intervenção), estão aí para, também, facilitar sua Passagem, dessa limitação à ilimitação.

A Ascensão será, obviamente, um processo que, para muitos seres humanos, será totalmente rejeitado.
Mas essa rejeição, em si mesma, não poderá se ater quando a revelação da Luz for realizada inteiramente.

Essa realização, total e final, como sabem, inscreve-se num âmbito limite de tempo, estendendo-se entre o fim de seu ano e, o mais tardar, no primeiro trimestre de seu próximo ano. Tudo dependerá da Terra, isso vocês sabem, mas, também, tudo dependerá do contingente de Semeadores de Luz, de Ancoradores da Luz, chamados também, em outras terminologias, a equipe de solo, que realizou sua alquimia total que permite estabelecer-se, de maneira definitiva, na própria ilimitação, criando, então, na Merkabah Interdimensional Coletiva e na Lemniscata Sagrada, um impulso novo que permite, a algumas formas de vida limitada humana, voltar-se e facilitar, para elas, o acesso a essa ilimitação.

Assim, o conjunto da evolução é traçado.
Assim, o conjunto de etapas finais é anunciado.
Assim, o desenrolar e a revelação da ilimitação se fazem, como vocês observaram, por certo número de modificações que ocorrem sobre esta Terra, traduzindo-se pela expansão da Terra, pela modificação de circunstâncias de vida, que podem ser chamadas, por aqueles que estariam ainda totalmente fechados a esse processo, uma forma de revelação que vai contra sua vida limitada, o que é perfeitamente exato para aqueles que não teriam outra alternativa do que permanecer nessa limitação.

Mas lembrem-se de que, em definitivo e na finalidade, a totalidade da humanidade será liberada desse confinamento dimensional, a totalidade da humanidade reencontrará uma forma de liberdade que se traduzirá por esse momento final, pelo face a face entre o limitado e o ilimitado. O que eu quero dizer com isso é que o conjunto de consciências que vivem apenas na limitação terá acesso, de maneira temporária, a essa ilimitação.

Essa escolha final não será uma escolha ditada pelas emoções ou pelos medos, não será uma escolha ditada por outra coisa que a própria Vibração da Consciência e do Espírito.

Não há, portanto, propriamente falando (exceto a fase intermediária entre o início e o fim dessa etapa final, que arrisca ser muito penosa), preocupação a ter, em definitivo, para cada Espírito ou para cada alma. Porque isso, em definitivo, desenrolar-se-á pelo desaparecimento total dessa Dimensão e pelo aparecimento total de sua nova Dimensão.

O traumatismo, se se pode falar assim, ou o choque, não está ligado ao fim, mas é, efetivamente, ligado ao que vocês têm a viver entre o início da revelação e o fim da revelação, a facilidade ou a dificuldade com a qual vocês viverão sua ilimitação. Tudo dependerá, é claro, e vocês compreenderam, do que lhes restará no Interior de sua consciência limitada como apegos, ou como dificuldades para ir para esse desconhecido que se tornará, de fato, cada vez mais conhecido, progressivamente e à medida dos dias que sobrevêm após a revelação da Luz pelo Anjo METATRON.

Aí está para o que vocês são chamados.
E eu penso que, progressivamente, que isso seja ao nível Arcangélico ou que isso seja ao nível das Estrelas ou dos Anciões, inúmeras informações suplementares virão a seu tempo, a fim de ajudá-los, se se pode dizê-lo, a ver claramente com o olho do Espírito.

Aí estão os alguns elementos ligados a esse Sopro novo de Vida, a essa nova Vida que se revela e para a qual vocês são chamados que, obviamente, acontecem, vocês apreenderam através de minhas palavras, inteiramente, nessa matriz.

Não é, portanto, um mecanismo que sobrevém num momento, mas é, efetivamente, um mecanismo que se estende segundo seu calendário no tempo, tal como anunciou o Comandante dos Melquisedeques, que iniciou a partir do mês de março, terminando no fim de outubro ou no fim deste ano ou, o mais tardar, no primeiro trimestre. Isso não depende de vocês, mas, é claro, alguns de vocês escolherão, deliberadamente, em toda lucidez, ir para a ilimitação.

Mas lembrem-se, contudo, que, se há a possibilidade de manter a limitação e a ilimitação, isso será desejável no sentido do Serviço, da Devoção, do Espírito, para seus Irmãos e suas Irmãs ainda adormecidos.

Aí está o que tinha a dar-lhes da parte do Conclave.
Essa era minha mensagem, concernente a essa última passagem que há, doravante, a efetuar. Se existe, nesse quadro que enunciei, certo número de interrogações, então, gostaria de responder.

Eu permanecerei, de qualquer modo, junto a vocês, com minha qualidade Vibratória própria, durante seu espaço de Alinhamento.


Questão: qual é a cor de sua Vibração?

A cor de minha Vibração pode instalar-se de diferentes modos.
Ela pode ser ligada ao azul, em meu papel de Passador.

Ela pode ser ligada também a uma forma de Luz, em ressonância com uma forma de cura específica chamada, se se pode dizer, «cura do Espírito» ou, em todo caso, «Revelação do Espírito», estabelecendo-se, então, no que eu poderia chamar um verde-azul.

Existe, contudo, uma irradiação de meu ser, que alguns podem perceber estabelecendo-se, como para todo Arcanjo, na Luz Branca Vibral a mais pura.


Questão: você vai voltar?

Isso é muito provável.

Mas, bem amado, eu lembro, contudo, que, como disseram URIEL e ANAEL, estou, agora e já, presente em vocês, de maneira Interior, como todo Arcanjo.


Questão: pode-se recorrer a você, em algumas circunstâncias?

Bem amado, sim, do mesmo modo que a Vibração dos Arcanjos, inteiramente, está presente em vocês.

Existe, portanto, um processo de apelo, que deve ser concebido e percebido como um apelo Interior e não exterior.

Do mesmo modo que a Dimensão KI-RIS-TI está em vocês, quando ela se revela e é revelada ao nível da consciência, do mesmo modo pode revelar-se, em vocês, minha própria consciência que é, também, a sua.


Questão: se um Arcanjo comunica-se conosco, é necessário conhecer o nome dele?

Bem amado, de uma maneira geral, um Arcanjo se anuncia.
Ele não permanece anônimo.

Como talvez alguns de vocês, aqui e em outros lugares, constataram, cada Arcanjo é portador de uma Vibração, Arcangélica, é claro, mas também de uma qualidade Vibratória e de consciência específicas, na Unidade.

No que me concerne, eu poderia ser chamado A Paz ou a Equanimidade.


Questão: isso significa que se pode recorrer a você para ajudar-nos a encontrar a Paz?

Sim.
Do mesmo modo que o Arcanjo URIEL permite-lhes encontrar a Presença.

Do mesmo modo que o anjo ANAEL permite-lhes encontrar a Comunicação exata e o Abandono.

Existem diferentes modos de ativar nossa Vibração e nossa Consciência em sua consciência, quer isso passe pelo que vocês realizam aqui, através de exercícios comunicados, quer isso seja através de algumas assinaturas, e mesmo de algumas Vibrações, como cristais.

Nós estamos presentes, como Consciências que criaram, no Conclave Arcangélico Original dos Doze Arcanjos, esse mundo, que aportamos nossa Vibração e nossa Consciência.

É, portanto, completamente lógico reencontrar-nos inscritos em suas memórias, em suas Vibrações, em sua consciência, assim como na natureza.


Questão: sentir-se melhor com a energia de um Arcanjo ao invés de outro está ligado a uma predisposição pessoal?

Bem amada, tudo é possível.

Isso pode ser uma predisposição pessoal como uma sincronia vibratória, mais marcada em você. Portanto, uma facilitação ou, em alguns casos, uma falta, ou uma sintonia.

Cada caso sendo diferente.


Questão: quando escrevo uma questão, tenho já a resposta. É uma forma de expressão da Unidade?

Bem amado, isso é completa e extremamente possível.
Agora, o efeito de escrever permite, simplesmente, fixar sua atenção e sua consciência, focalizar sua intenção no que é perguntado.

Bem amado, a escrita num plano não pertence ao Mundo Unificado.

Nada tem necessidade de ser escrito, uma vez que tudo está escrito, na Liberdade e na Autonomia.

A memória, como vocês a nomeiam nesse mundo, é ilimitada, atemporal e não localizada, e acessível a todos.

O Conhecimento, aquele do Coração, é instantâneo.
Não pode existir questão alguma nos Mundos Unificados.

Se uma questão emerge, a resposta aparece imediatamente.
Não pode existir, realmente, questão alguma.


Questão: nesse outro mundo, poder-se-á ter um acesso mais fácil com os Arcanjos?

Bem amada, não existe qualquer dificuldade de acesso nos Mundos Unificados, seja ao conjunto de consciências, fossem elas de 5ª Dimensão como de Dimensões as mais elevadas, porque não existe mais qualquer separação.

Não existe mais qualquer localização, no sentido que vocês entendem, nem qualquer limitação de espécie alguma.


Questão: não existe, portanto, alguma hierarquia?

Absolutamente nenhuma.
A única hierarquia existente é uma hierarquia Dimensional, na própria Luz, através de Sua própria inteligência.

Um Arcanjo não é superior a um Elohim.
Uma consciência, nos Mundos de Silício, não é superior ou inferior a um Arcanjo.

A Fonte não é superior ou inferior a um Arcanjo.


Questão: como seres humanos, o que nos tornaremos?

Não estou seguro de apreender o que há por trás.

A evolução humana nada quer dizer.
O humano deve reencontrar sua liberdade, sua origem Dimensional.

Alguns de vocês são Águias; outros entre vocês são Golfinhos; outros entre vocês são Leões; alguns entre vocês são Arcanjos, e outros entre vocês são Triângulos.


Questão: no momento da Translação, a Passagem far-se-á de maneira imediata ou efetivamente haverá um espaço no qual se poderá pedir ajuda ou um acompanhamento?

Bem amado, é muito exatamente o que acabo de desenvolver no curso de minha intervenção.

O mecanismo da Translação Dimensional está inscrito num lapso de tempo, entre o início da revelação da Luz e a fase final, que é uma forma, como eu disse, de aclimatação.

Nessa aclimatação, todas as ajudas úteis e desejáveis ser-lhes-ão transmitidas.


Questão: a pessoa fazia referência mais ao momento verdadeiramente da Translação mesmo, ou seja, do que se chama o «planeta grelha», ao momento final?

Naquele momento será demasiado tarde.
Tudo estará reailzado.

A ajuda manifesta-se desde o mês de março, de modo cada vez mais nítido.

As intervenções, por exemplo, dos Vegalianos foram anunciadas por um dos Comandantes Vegalianos, já há um ano.

Ela já ocorreu, essa ajuda.
Outros tipos de ajuda instauram-se, durante este período.

O «planeta grelha», assim como foi chamado de modo humorístico pelo Melquisedeque em Chefe corresponde, simplesmente, ao face a face com seu próprio Espírito.


Questão: o que você chama face a face com nosso próprio espírito?

Eu os remeto, para isso, ao Apocalipse de São João, que perfeitamente descreveu esse processo.

É o momento em que CRISTO, a Dimensão de Logos Solar ou Espírito Solar, CRISTO-MIGUEL, se preferem, chama-os para viver sua Ressurreição.


Questão: por que sinto como um medo que me desconecta?

Olhe no interior de si mesmo: onde estão seus medos?
Pode-se dizer, em linguagem figurada, que você vive no medo.
É o medo da Consciência Ilimitada, processo chamado Dissolução, consecutiva à Paz que eu trago.

Eu disse, efetivamente, e eu repito: você vive o medo.
O medo está inscrito na insegurança da pessoa e na limitação da pessoa.

Há, aí, um elemento a transcender que corresponde, em seu sentido o mais amplo, ao que enunciarei como, em termos escolhidos, o Amor de sua pequena pessoa e não de sua grande pessoa.


Não temos mais perguntas, agradecemos.

Bem amados Espíritos da Luz presentes nessa carne, eu permaneço, portanto, com minha Paz, durante seu espaço de alinhamento e digo-lhes, certamente, até pouco depois da intervenção do Anjo METATRON.

Até muito em breve.



________________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário