terça-feira, 31 de maio de 2011

ANAEL - 31 de maio de 2011 - Autres Dimensions




31 de maio de 2011.

Mensagem publicada em 1º de junho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Eu sou Anael, Arcanjo.

Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes de Estrelas, o quadro de minha intervenção desta noite está em ressonância direta com o que o Conclave Arcangélico pediu-me para dar-lhes, no que concerne ao que chamamos, com vocês, a última Reversão.

Eu retomaria, para isso, certo número de elementos que lhes foram comunicados na última parte do Yoga da Verdade, da Unidade, Yoga Integrativo, comunicados por UM AMIGO (ndr: na rubrica «protocolos» de nosso site).

Vou, portanto, falar-lhes da estrutura Vibratória que permite manifestar e viver a última Reversão, preliminar à Ascensão. Isso concerne às estruturas incluídas em dois eixos: o eixo da falsificação, chamado ATRAÇÃO-VISÃO e um segundo eixo, ligado a KI-RIS-TI-REPULSÃO, movimentando, centrados pelo AL-OD, o Fogo e a Terra, pondo em ressonância, em vocês, o Alfa e o Ômega, religados diretamente àquele que o anunciou.

«Eu sou o Alfa e o Ômega».
Assim falava o Cristo, em linguagem codificada, quando de sua vinda.
Ele era, assim como dizia, o Caminho, a Verdade e a Vida, a fim de que vocês se tornassem, vocês também, por sua vez, o Caminho, a Verdade e a Vida.

Assim, através desse duplo eixo, estabelece-se em vocês o último basculamento, a última Reversão, efetuada pela sincronia da ação do Arcanjo Uriel e do Arcanjo Metatron, permitindo estabelecerem-se na Verdade final da Unidade, pondo fim à Ilusão de sua Dimensão falsificada.

Esses tempos são aqueles nos quais vocês entram agora.
Eles se inscrevem pela possibilidade de seu retorno à Unidade, Ascensão vivida por e para o Cristo em sua Dimensão Cristo, chamado, em outros termos, KI-RIS-TI, Filho Ardente do Sol, permitindo o desvendamento, em seu Éter, pelo aparecimento da visão etérea do Cristo, vindo tal como ele partiu e tal como ele havia dito, pelos Céus.

Isso se realiza agora, não tanto porque esteja ligado às festas do calendário, mas, efetivamente, porque os tempos chegaram de revelar, em seus Céus, a Presença do Cristo na Luz Branca.

Isso se estabelece num futuro extremamente próximo, iniciando em algumas horas, permitindo, então, ao conjunto da humanidade compreender e viver, mesmo desviando-se disso, a segunda vinda da Vibração Crística, da Presença Crística em vocês, em seu Templo Interior, assim como em seus Céus e sobre esta Terra.

Os tempos estão cumpridos, assim como o Comandante informou-lhes, já agora há mais de dois meses.

Os tempos do fim são agora.
Esse fim é um novo nascimento, ele não corresponde a nada de trágico, não corresponde a nada que possa alterar, bem ao contrário, sua Consciência e sua continuidade.

Vocês são chamados, por um último apelo, a despertar no Fogo do Coração, Fogo do Espírito, conduzindo-os a manifestar em vocês a Alegria, a Paz, a Verdade, a fim de voltarem a tornar-se o Alfa e o Ômega, inscrito entre o Fogo do Céu e o Fogo da Terra, permitindo-lhes juntar-se ao seu Templo Interior.

A Vibração do ER-ER estabelecendo-os, pela Lemniscate Sagrada, na Verdade da Presença.

Filhos da Luz, Filhos da Eternidade, eis que veio o dia tão esperado e tão temido. Isso se inscreve no firmamento de seus Céus, como em seu Templo Interior.

Dia da Ressurreição, dia da Ascensão, dia de Pentecostes, permitindo festejar e realizar a Nova Eucaristia na Nova Tri-Unidade, na Verdade, em seu novo Nascimento em novos Céus e em uma Nova Terra.

Isso se desenrola sob seus olhos, vocês, que trabalharam e que trabalharão na Luz Unificada da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres.

Esses instantes são para gravar.
O mês da Graça termina pela promessa de sua Ressurreição, pela promessa de seu despertar na Unidade, nas Moradas de Paz Suprema.

Assim, a partir de hoje, dentro de algumas horas, vocês começarão, cada um ao seu ritmo, a perceber a descida do Cristo na Unidade e na Verdade em seu Templo Interior, pela Presença da Luz Branca e pela Vibração da Luz Branca, estabelecendo, em vocês, seu reino e seu retorno, e o retorno d’Ele.

Bem amados Filhos da Luz, bem amados Filhos da Unidade, a hora chegou de fazer ressoar o canto da Ressurreição. A hora chegou de terminar, de maneira definitiva, com a Ilusão matricial.

O fim da falsificação chegou.
O trabalho está terminado.
Assim, nós, Arcanjos, agradecemos ao conjunto de seres que trabalharam no que é comumente chamada: «equipe de solo».

Vocês, Sementes de Estrelas, reveladas e despertadas a si mesmas, que percebem as Vibrações da Unidade em suas Coroas Radiantes, o tempo do despertar do Kundalini chegou, o tempo chegou de juntar-se ao Alfa e ao Ômega, o tempo de seu retorno.

Isso se estabelece pelas Vibrações que aparecem em sua coluna vertebral, árvore da vida, partindo de seu sacrum e partindo de sua cabeça, reunificando-se atrás de suas costas, permitindo o vôo, pelo aparecimento das asas etéreas.

Esse momento, tão esperado, corresponde ao momento final da falsificação, momento em que o conjunto do que havia sido escondido em vocês revela-se, momento em que o conjunto do que havia sido falsificado, no plano histórico, revela-se em vocês, ao olhar de seus olhos e ao olhar de seu Coração.

Isso é agora.
Esse é o anúncio formal, preparando a vinda nova do Senhor Metatron em seu Coração, revelando-se, revelando a armadura de Luz, permitindo ao Cristo ali estabelecer-se.

Isso se desenrola durante o período que resta a cobrir entre agora e o fim anunciado de 28 de outubro do ano de 2011.

Obviamente, nesse lapso de tempo, inúmeras coisas devem ainda revelar-se em vocês, como ao redor de vocês, a fim de que o reino da Luz não sofra qualquer discussão nem qualquer disparidade em sua distribuição, a partir do instante em que a Consciência humana volte-se, de maneira definitiva, para sua Eternidade.

A passagem do Alfa ao Ômega, a reunião do Bem e do Mal em sua Unidade, realizadas pela Visão de Ki-Ris-Ti, permite a Reversão ao centro do ponto ER, revelando, então, a Luz Vibral, revelando, então, a realidade da Unidade em seu quotidiano.

Bem amados Filhos da Lei de Um, bem amadas Sementes de Estrelas, o apelo que lhes é feito é um apelo para juntarem-se às esferas da Unidade pela Vibração de sua Presença, pela Vibração de sua Unidade, pela Vibração de sua Alegria.

Nada mais deve alterar a revelação de sua Unidade, se não é a própria Unidade. Nisso, vocês são solenemente chamados a revelar sua Eternidade, a revelar sua Dimensão Unificada, mesmo nessa Matriz. Isso se realizará em vocês, além do despertar do Kundalini, para aqueles que ainda não o viveram, pela reunião da Tripla Lareira de Amor, de Paz e de Alegria, permitindo às suas Coroas Radiantes revelar-se inteiramente.

A hora e o instante são os tempos de sua Ressurreição, chamando-os para a Alegria e a Eternidade, chamando-os para superar e transcender os limites dessa encarnação, ao mesmo tempo mantendo esse corpo, vocês que estão em alguns países e que trabalham para a Liberação da Terra, para permanecerem como Ancoradores de Luz, a fim de perfazer a evolução e o futuro desta Terra nessa Nova Dimensão.

O conjunto de seus Irmãos, situados nos mundos carbonados Unificados, chamados por uns «Anjos do Senhor» e, por outros, «Técnicos do Senhor», revelam-se doravante em seus Céus, aparecendo em número cada vez maior em seus Céus, em suas cidades, no conjunto dos países da Terra, a fim de que sua presença não possa ser ignorada pelo conjunto da humanidade, permitindo, então, a revelação do retorno do Cristo, em Unidade e em Verdade, tal como ele partiu, ou seja, pelos Céus.

Bem amadas Sementes de Estrelas, bem amados Filhos da Lei de Um, vocês são chamados a manifestar sua Paz e a estabelecê-la nesse mundo, a fim de serem os apoios da Vibração de Cristo, a fim de serem os Filhos que acolhem o retorno do Filho pródigo, permitindo ao conjunto da humanidade, criada na Unidade, voltar a juntar-se à sua Dimensão de Eternidade.

Seu papel vai revelar-se agora, para além de toda missão e de toda função, que é simplesmente um papel de Mensageiro de Luz, pela qualidade de sua Vibração, pela qualidade de sua Essência, pela qualidade de sua Presença.

A cada espaço em que vocês revelarem sua própria Unidade, um conjunto de Vibrações que percorre a Lemniscata Sagrada, como sua coluna vertebral e como suas Coroas Radiantes permitirá, então, manifestar a Paz, manifestar a Luz, densificá-la, encarná-la e ancorá-la.

Aí está seu único papel, que tomará todo lugar, progressivamente e à medida dos dias que vão revelar-se. Lembrem-se de que, durante este período, inúmeros de seus Irmãos ainda adormecidos e que não desejam viver qualquer despertar, devido aos hábitos de dependência aos quais eles estão submetidos, devem herdar apenas sua Luz, apenas seu Amor, apenas sua Paz.

É o melhor modo que vocês terão de ajudar a Ascensão da Terra e a Liberação de seus Irmãos ainda adormecidos.

Nós contamos com vocês, como de hábito, a cada noite, em seus momentos de alinhamento às 19 horas, hora francesa, a fim de manter a Vibração, a fim de manter a ativação da Lemniscata Sagrada, superando a Vibração das Coroas estabelecidas em sua cabeça, conectando, assim, os pontos do Coração e os pontos da cabeça.

Não procurem compreender a lógica, nem os trajetos.
Estes se estabelecerão por si, em vocês, a partir do instante em que vocês formularem, de maneira clara e consciente, a reunião de suas Coroas. Assim, simplesmente ali pensando, vocês permitirão a fusão dessas duas Coroas, fusão dos Éteres da Terra e do Céu, recordando à Unidade a manifestação da Vida, recordando à Unidade a manifestação dos Éteres reunidos, Etereação do planeta, chamada Ascensão, na qual vocês entraram, agora, de maneira final.

Não há mais data, exceto o tempo que se desenrola a cada dia e que vai conduzi-los a aproximarem-se, a cada instante e a cada minuto, de sua vida, de sua Unidade.

Isso é agora.
O canto da Terra, que ressoou em diversos lugares, vai doravante generalizar-se, respondendo, assim, ao canto do Céu e do Sol, chamando-os a viver sua reunião.

Bem amados Filhos do Um, bem amados Filhos da Luz, eis o que o Conclave Arcangélico pediu-me formalmente para dizer-lhes esta noite, preparando assim a vinda de Maria (ndr: em 1º de junho), assim como a vinda do Senhor Metatron, no dia seguinte (ndr: 02 de junho).

Além dessa formalidade, eu permaneço, obviamente, com vocês, para suas interrogações, tanto sobre esse processo em curso como sobre qualquer outra questão que vocês julgarem por bem colocar-nos, concernente às evoluções atuais da Terra.

Bem amados Filhos da Luz, bem amados Filhos da Lei de Um, meu Amor e minha Graça está com vocês, eu os escuto agora.


Questão: que é a escala da Lemniscata Sagrada?

A escala da Lemniscata Sagrada corresponde às diferentes etapas Vibratórias ligadas à ativação dos novos Corpos, novas frequências, ligadas ao OD-ER-IM-IS-AL, reveladas desde agora dois anos.

Isso permitiu reconectá-los à sua Unidade, através do mecanismo chamado «Casamentos Celestes», tendo desvendado, para um número sempre mais importante de seres humanos, a nova frequência Vibratória da Terra, baseada numa oitava de 12 e não mais de 7.

As cinco Etapas correspondem aos cinco Degraus da escala, que deviam ser escalados, permitindo-lhes reunificar OD e AL, o Alfa e o Ômega.


Questão: isso significa que nossas doze fitas de DNA estão agora todas ativadas?

Bem amada, para os mais avançados de vocês no retorno à Unidade, essa é uma verdade, esperando-os em seu corpo de Existência.


Questão: a Consciência pode agora ser levada sobre os pontos VISÃO e ATRAÇÃO?

Bem amado, sim.
Além disso, o próprio princípio dessa última Reversão, cujas funções acabam de ser-lhes desvendadas, será ativado em dois dias, pelo Senhor Metatron.

Esse é o papel dele, essa é sua missão nesse sistema solar.
É, contudo, importante compreender e viver que, doravante, o conjunto dos pontos está ativado.

Alguns de vocês percebem mais do que outros.
Alguns de vocês vão perceber alguns pontos ao invés de outros pontos.
Hoje, isso deve ser transcendido e superado pelo próprio estabelecimento das conexões entre o Coração e a cabeça, por circuitos múltiplos.

O Coração não será mais, jamais, separado da cabeça; a cabeça não será mais, jamais, separada do Coração.

A alquimia situa-se nesse nível.
Assim, o simples fato de pensar na Coroa Radiante da cabeça, sem levar a Consciência, especificamente, sobre um ponto, assim como levar a Consciência sobre a Coroa Radiante do Coração, sem, especificamente, pensar em um ponto, permitirá alquimizar as duas e realizará, portanto, a última passagem de Abertura da Boca, mas também de abertura da moleira [fontanelle] posterior, permitindo-se juntar-se à Unidade em toda lucidez e em toda Consciência.

Assim, se é que se possa falar de trabalho, é-lhes solicitado, durante seus alinhamentos e também durante seus períodos em que a Luz se precipita em vocês, seja em alguns horários, como lhes foi anunciado, seja em alguns momentos que lhes são específicos, em função de seus próprios ritmos, simplesmente alquimizar a cabeça e o Coração, o Coração e a cabeça, permitindo, então, e deixando lugar, então, à última Reversão, permitindo revelar a Visão do Cristo no Éter da Terra.


Questão: como essas modificações impactarão o acesso ao estado de Turiya?

Elas permitem-lhes manifestar, de maneira cada vez mais duradoura, ou mesmo definitiva, o estado de Turiya, ou seja, extraí-los, cada um em seu ritmo, inteiramente, da ilusão, corpo, alma, Espírito, a fim de reencontrar o Espírito, se tal é seu caminho.

Eu esclareço, enquanto as questões chegam à sua Consciência, que, na saída dessa última Reversão, o ponto mais ativo, uma vez que é preciso falar de pontos, será o ponto ER ao centro da cabeça e, obviamente, o conjunto de Coroas.


Questão: como saber se a Lareira do sacrum está ativa?

Bem amado, pelo conjunto de manifestações que se produzem naquele nível ou que percorrem alguns pontos da coluna vertebral ou o conjunto da Árvore de Vida.

O Fogo do Coração transformar-se-á em Fogo do Corpo, correspondendo à sua irradiação total pela Luz Vibral.


Questão: pode-se fusionar as Lareiras Cabeça e Coração, se a Lareira do Coração não acendeu?

Bem amado, será feito a cada um conforme sua Vibração.
A evolução de cada um é função das Vibrações, como foi especificado.
Assim, a partir de amanhã, a Lareira do Coração, Coroa Radiante do Coração e Fogo do Coração acender-se-á pela conexão entre os dois pontos.

Se não se acende, isso significa que, se somente a Presença real da Coroa Radiante da cabeça efetivou-se, então, a evolução corresponde a outro mecanismo de Ascensão. Lembrem-se, contudo, de que, mesmo aqueles de seus Irmãos que, hoje, não podem vislumbrar qualquer liberação da Matriz serão, de qualquer modo, liberados da Matriz.

O mecanismo ascensional concerne ao conjunto da humanidade, mesmo se as evoluções sejam profundamente diferentes. Eles correspondem, contudo, a uma liberação para a totalidade da humanidade.

Simplesmente, o estabelecimento da Consciência nos mundos Unificados, para além dos mundos carbonados, é possível apenas se as três Coroas, se as três Lareiras estão ativas.


Questão: é possível já ter sentido o Fogo do Corpo inteiro?

Sim.
Alguns de vocês, que tiveram acesso, mesmo de maneira extremamente efêmera, em Consciência, ao Corpo de Existência, puderam viver essa irradiação da Luz já a partir do fim dos Casamentos Celestes.

Mas o número é limitado e restrito, em relação ao conjunto daqueles que vivem, pelo momento e pelo instante, a ativação das Coroas Radiantes e do Sacrum.


Questão: a que correspondem os momentos de estase que se pode viver?

Os momentos de estase correspondem ao estabelecimento da Consciência Turiya.

Vocês devem sair, extrair-se, de algum modo, da Ilusão, cada um em seu ritmo. Alguns de vocês vivem momentos chamados de estase, fazendo-os sair, já, da Matriz, em Consciência.

Resta, agora, sair desse corpo e dessa alma, de um modo ou de outro.


Questão: quando da báscula do ponto AL da cabeça, o ponto ER muda de localização?

Bem amado, não.
Mas existe, efetivamente, de um lado e de outro do ponto ER, à frente como atrás, como à esquerda e à direita, o aparecimento de quatro Vibrações correspondentes à Coroa central da cabeça.

Não é o ponto ER que muda de localização, é o ponto ER que se revela. Um desses quatro pontos, ou o ponto central, chamado ER, pode manifestar-se de maneira mais intensa em alguns momentos.

Isso não corresponde a um deslocamento do ponto ER, mas, efetivamente, a uma revelação do ponto ER.


Questão: que significa «fazer sair o corpo da Matriz»?

Bem amada, isso significa o fim desse corpo e o fim dessa alma.


Questão: como aqueles que devem manter esse corpo físico até o final acederão a seus corpos de Existência?

Isso será realizado apenas na sequência dos ensinamentos Vibratórios dados pelo Arcanjo Metatron e alguns membros da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres.

Não se esqueçam de que vocês são a ponte entre a Unidade e esse mundo. Como tal, é pedido a alguns de vocês, que fazem parte da equipe de solo, para manterem uma integridade física até o fim último da Terra, nessa Dimensão.

Muitas coisas, muitos elementos concernentes à sua evolução aparecer-lhes-ão cada vez mais claramente, também nesse nível, a partir da Reversão final, efetuada pelo Senhor Metatron.

Naquele momento, sua Consciência perceberá, de maneira cada vez mais clara e cada vez mais lúcida, o que lhes reserva a revelação de sua Unidade e o modo pelo qual essa revelação desenrolar-se-á, para cada um de vocês.


Questão: cultivar os estados de Samadhi facilita, então, os estados de passagem?

Seguramente, sim.


Questão: sentir a Coroa da cabeça, assim como a zona de projeção dos três pontos AL, mais o ponto ER da cabeça e do Coração faz parte desses processos?

Inteiramente, a resposta é sim.
Assim que aparecem os processos de ativação do ponto AL-AL, Vibração ao nível da linha do nariz, isso corresponde à fusão dos três últimos Corpos, chamados 10º, 11º e 12º Corpos.

Naquele momento, a visão etérea que aparece assinala sua entrada na Unidade.


Questão: se esses processos já estão ativos, mas não a lareira do Sacrum, esta última ativar-se-á nos dias que vêm?

Ela se ativará ou nos dias que vêm, ou, se for necessário, até o fim último, chamado Etereação do planeta. Lembrem-se de que eu efetivamente falei da Árvore de Vida, para além do despertar do Kundalini.

Alguns de vocês são chamados a Vibrá-la na totalidade e, portanto, a viver o que é chamado comumente Despertar do Kundalini. Outros são chamados a viver alguns pontos de Vibração ao nível das costas ou ao nível do pescoço ou na parte traseira da cabeça.

Isso é profundamente diferente para cada um, porque oriundo diretamente do que constitui suas linhagens espirituais.


Questão: sentir dores nas omoplatas corresponde ao que você descreve?

De um lado e de outro do chacra do Coração, ao nível da Árvore de Vida posterior, existem, efetivamente, pontos situados muito levemente dentro das omoplatas, correspondendo estritamente a isso.

Isso é o desenvolvimento do que são chamadas «as Asas Etéreas».


Questão: e no caso de trinca numa vértebra dorsal?

Nenhum obstáculo de ordem corporal pode interferir com esse processo Vibratório.


Questão: ter o corpo percorrido inteiramente por Vibrações assinala um acesso à Existência?

Isso corresponde ao desenvolvimento da irradiação da Luz, chamado Fogo do Corpo, na escala do corpo.

O acesso à Existência se faz de dois modos: ou pela reprodução do Corpo de Existência na estrutura corporal de 3ª Dimensão dissociada. Naquele momento, ativa-se, nesse corpo, um conjunto de circuitos e de funções, coisa que vocês viveram.

O acesso à Existência pode ser feito também, independentemente desse corpo, constituindo, em sobreposição, um Corpo de Existência. Num caso como no outro a Vibração é, efetivamente, o que permite aceder a esse Corpo de Existência.

O Corpo de Existência, ou Corpo de Glória, ou Corpo imortal, ou Corpo da Ressurreição ser-lhes-á restituído a partir da Etereação do planeta.


Questão: se o fato de estar em grupo facilita a subida Vibratória, pode-se elevar da mesma maneira as Vibrações estando sozinho?

Bem amada, para cada ser humano isso é diferente.
Alguns têm necessidade de um grupo, alguns podem viver em grupo e outros não. Cada caminho é diferente em relação ao acesso ao Corpo de Existência.

Eu a lembro, contudo, de que o mais importante é a conexão coletiva às 19 horas [hora francesa]. O grupo, assim como você o define, é, portanto, constituído e se constitui e se reconstitui de modo anônimo, onde quer que seja sobre o planeta, quando os seres reencontram-se de modo sincrônico, mesmo sem o saber, para alinharem-se.

Em resumo, você jamais está só.


Questão: é preciso saber algo do impacto dessas modificações nas crianças?

A única coisa a saber, assim como já o dissemos em múltiplas reprises e inumeráveis reprises: não se ocupem com as crianças.

Elas irão em linha reta para onde devem ir, e em toda facilidade.


Questão: esse será o caso para um adulto, se ele volta a tornar-se como uma criança?

Perfeitamente.
Parece-me, aliás, que algumas de suas intervenções de hoje, trazidas pelas Estrelas, falavam dessa inocência e do caminho da infância.


Questão: quando da Nova Aliança, a que corresponde o fato de reencontrar-se como num prado recoberto de grandes cristais translúcidos?

Isso corresponde a alguns mundos chamados Mundos de Cristal, existentes.


Questão: a que correspondem as dores ao nível da zona temporal, vividas quando de exercícios na ativação das Estrelas?

Qualquer zona, traduzindo-se ao nível da projeção das Estrelas ao nível da cabeça, corresponde à ativação dessa zona, simplesmente.


Questão: a evolução de uma criança deficiente difere daquela de uma criança sem deficiência?

Bem amada, e por qual razão seria diferente?
Não existe obstáculo algum, corporal ou físico, desse mundo, que impeça o acesso ao Espírito.


Questão: a que corresponde o fato, quando de um protocolo, de sentir a parte do tronco completamente liberada, enquanto os tornozelos estão plantados no solo?

Bem amado, os laços dos tornozelos foram liberados para o conjunto da humanidade.

Mas, para alguns seres, é indispensável mantê-los ainda, a fim de evitar uma partida demasiado antecipada.


Questão: esse mês de maio, dito mês da Graça, corresponde a uma colocação na Luz das últimas sombras?

Em grande parte, sim.
Mas também ao acolhimento dos humanos que ainda não viveram a manifestação Vibratória.

A Luz libera e ilumina.
A Sombra corresponde às resistências que vocês observam e que observarão, cada vez mais, sobre esta Terra, nas semanas a vir, concernentes à humanidade refratária, pelo momento, à Luz.


Questão: que é que bloqueia minha visão do Coração?

Quem bloqueia você mesmo, se não você mesmo?
A visão do Coração manifesta-se assim que a visão Etérea está presente.

Ela é uma sobreposição dessa visão Etérea, não sendo mais uma visão pelos olhos, nem uma visão astral, ligada ao 3º olho, mas, efetivamente, essa visão do Coração.

O desenvolvimento da visão Etérea e da visão do Coração é diferente, de acordo com cada ser humano, mesmo desperto.

Agora, jamais foi dito que o conjunto dos Despertos teria a visão Etérea nesse mundo. Entretanto, o campo de força e o campo de ressonância, estabelecido por aqueles que revelam essa visão Etérea, permitirá ao conjunto dos Despertos e ao conjunto da humanidade, no final, ver o Cristo.


Questão: a que corresponde, durante o período de alinhamento, o fato de ouvir um ruído furtivo, como na superfície?

Bem amado, existe uma multidão de sons apresentando-se a vocês, doravante.

Entre o som da alma e suas sete tonalidades, entre o som do Espírito e suas sete tonalidades, entre o som da Terra e suas sete tonalidades, o som da fusão dos Éteres e suas sete tonalidades, o som do Céu e suas sete tonalidades, isso dá muitos sons.

O conjunto dessas tonalidades diferentes conduzirá ao que é chamado o coro dos Anjos, ao som dentro do qual se ouvirá o som de Maria e a voz de Maria.


Questão: a que correspondem as lágrimas vertidas durante as meditações?

O Fogo do Éter, o Fogo do Coração, o Fogo do Céu e da Terra, a precipitação das partículas Adamantinas liberam lágrimas que não são nem lágrimas de tristeza, nem lágrimas de prazer, mas lágrimas de êxtase.


Questão: como o Cristo apresentar-se-á a cada um de nós?

Bem amado, quando o Cristo chegar, você não poderá colocar-se questão alguma. Então, deixe vir a você esse instante, sem projetar qualquer interrogação de tipo mental.

Não haverá qualquer meio de enganar-se.
Muitos de vocês o percebem, aliás.


Questão: qual diferença há entre «perceber» e «sentir»?

Perceber se faz diretamente com a Consciência.
Sentir pode se fazer em diferentes níveis: pela energia etérea, pela energia astral, pela energia mental e, enfim, pela Consciência Supramental.

O sentir, exprimido atualmente por um número considerável de pessoas, não é absolutamente uma característica que assegure outra coisa que a percepção da energia.

Perceber está para além da energia.
Perceber é Vibração e Consciência.

É perfeitamente possível sentir uma energia.
Esta pode manifestar-se ao nível simplesmente etéreo.
Trata-se, portanto, de uma percepção energética situando-se ao nível etéreo, estritamente nada tendo a ver com a Vibração da Luz Vibral.

A Vibração, ou a energia Vibral é sempre religada e em ressonância direta com a Consciência. É possível sentir uma Luz Vibral ao nível do Coração, dando o Fogo do Coração e traduzindo-se pela Paz ou pelo Samadhi.

É perfeitamente possível sentir uma energia circular e girar ao nível do Coração, sendo etérea, estritamente nada tendo a ver com a paz ou o Samadhi, traduzindo, então, simplesmente, um estado emocional.

Vocês todos conheceram isso reencontrando um ser amado ou sendo atraído por uma música ou pelo que quer que seja mais.

A diferença é que a Consciência que Vibra na Unidade não é função de circunstâncias exteriores, exceto, é claro, quando de fases de alinhamento comum onde, aí, revela-se a Merkabah Interdimensional Coletiva.

A emoção que acompanha uma percepção energética, ao nível do Coração, apaga-se por si mesma assim que a emoção não está mais ali e não se traduz por uma Alegria ou uma Paz ou um Êxtase.

A Vibração Etérea ou energia etérea não tem os mesmos efeitos na Consciência que a energia supramental. A energia prânica não tem qualquer medida comum com a energia supramental ou plano de la Cittá.


Questão: que significa: «reunir, em seu nome, o três em Um»?

É a reunificação da Nova Tri-Unidade: corpo, alma, Espírito ou também Vibração: Ki-Ris-Ti, Miguel, Is-Is.


Questão: por que os protocolos não curam sempre?

Em nome de que, bem amado, um protocolo espiritual de elevação da Consciência implicaria numa cura desse corpo?

Qual é o interesse?
Não existe obstáculo algum corporal para o acesso à Luz Vibral.
Agora, existe uma infinidade de razões para que uma patologia continue a existir enquanto a Luz Vibral é instalada.

Isso demonstra, simplesmente, que essa infinidade de razões não é absolutamente incompatível com o acesso à Unidade. Agora, de maneira muito mais geral, o acesso à Unidade, vivido realmente, traduz-se, antes, por um desaparecimento do conjunto de morbidades.

Mas isso não é constante.
Poder-se-ia mesmo dizer, sem fazer jogo de palavras, que a elevação Vibratória que vocês vivem é destinada, em definitivo, a fazê-los morrer ao nível da limitação e a fazê-los nascer para o Ilimitado.

Então, por que colocar-se a questão de uma anomalia de saúde, qualquer que seja, que existe apenas na Ilusão?


Não temos mais perguntas, agradecemos.

Bem amados Filhos da Lei de Um, bem amadas Sementes de Estrelas, em acordo com o Conclave e o Senhor Metatron, juntos, aqui presentes, vamos acolher (isso será a Graça que eu rendo à sua Presença) a Luz Cristo, em Unidade, em Verdade e em Presença.

Eu lhes digo, quanto a mim, certamente, até dentro de poucos dias.

Acolhamos.


... Efusão Vibratória...


Que a Paz, a Alegria, o Amor sejam sua Morada.

Anael saúda-os.


___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se as divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e informando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Célia G. - http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário