domingo, 21 de novembro de 2010

ANAEL - 21 de novembro de 2010 - Autres Dimensions

21 de novembro de 2010

Mensagem publicada em 24 de novembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Eu sou Anael, Arcanjo.

Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de estrelas, eu estou com vocês.

Assim, eu me permitirei, por minha Presença, hoje, dialogar com vocês e também, se vocês me concedem, o privilégio de persistir em vocês, durante seu trabalho na Merkabah Interdimensional coletiva.

Bem amados Filhos da Lei de Um, como vocês sabem e como o percebem, o trabalho de reunificação para com a Luz Vibral prossegue.

Esse ritmo vai crescendo.
Neste espaço de tempo que compartilhamos, pela Vibração da Luz e por nossa ressonância e nossa confiança, cada dia, é-lhes possível e tornou-se possível, por seu trabalho e pelo trabalho de abordagem da Luz Vibral, viver os primeiros momentos de seus reencontros, em Unidade, seja nesta estrutura chamada seu corpo físico ou, para alguns de vocês, diretamente no corpo de Existência, nesse momento, já desde algumas semanas, eu diria, com rapidez e convicção.

O processo, a que nós chamaremos com vocês as Núpcias Galácticas, como eu anunciei, assim como o Arcanjo Miguel, seus céus se entreabrem.

As primeiras forças e os postos avançados da Confederação Intergaláctica de Luz, por seus representantes os mais próximos de sua Dimensão, chamada 3ª Dimensão Unificada, manifestaram-se, durante o mês de outubro, em seus Céus, certamente não nesse país, mas, sobretudo, sobre outros continentes.

Em breve, muito em breve, os Anjos do Senhor, assim nomeados (ou Vegalianos de 3ª Dimensão Unificada), aparecerão em seus Céus, em número mais importante ainda, mesmo nesta Europa.

Pelo momento, os Céus foram visitados no que concerne à Alemanha e os Países Nórdicos. Em breve, e antes de seu inverno [verão no hemisfério sul], manifestar-se-á em seus Céus a Presença da Luz Vibral, por intermédio de seus primeiros embaixadores que puderam aparecer em seus Céus, os Anjos do Senhor.

No mesmo tempo, e em outros lugares, as primeiras Embarcações, chamadas Embarcações-Mãe, aparecerão em seus Céus.

Estas serão muito mais consequentes.
Elas se mostrarão, não para intervir, mas para manifestar a presença delas, a Vibração e o desencadear do que Sri Aurobindo chamou o «choque da humanidade».

Vocês entram nesses momentos tão fortes e tão intensos em que a lagarta, como o disse o venerado Mestre Omraam Mikaël Aïvanhov, reencontra a borboleta.

As modificações Vibratórias vividas em suas estruturas, as modificações de Consciência, as modificações de comportamento que vocês vivem e assumem nesse momento são diretamente procedentes da ressonância deste reencontro.

A progressão da Luz Vibral assegura, mesmo em seu mundo dissociado, a ancoragem da Luz, sua difusão, sua revelação.

Vocês estão, portanto, nos momentos da divulgação da Verdade, em vocês como no exterior de vocês, na superfície deste planeta.

Os mecanismos, as causas e as consequências do que lhes foi mascarado, escondido e encoberto começam a aparecer mesmo em suas diversas mídias, mas, sobretudo, mesmo em sua Consciência.

O modo de funcionamento de sua própria Consciência se faz sob um dia novo, onde o lugar para a análise encontra cada vez menos ressonância e onde o lugar para a evidência, a ressonância do Coração, instaura-se de modo cada vez maior.

Assim, para vários de vocês, torna-se cada vez mais fácil perceber a Verdade, não mais sob forma de um ato intelectual, de julgamento e de discernimento, mas sob a forma de um ato Vibratório vivido ao nível do Coração.

O Coração não mente jamais.
Bem amados Filhos da Luz, muitos de vocês começam a reencontrar sua dimensão de Filho da Luz, através da manifestação, mesmo nesta Dimensão, de sua dimensão de Cristo Solar, de Filho Ardente do Sol manifestando-se pela alquimia de suas três Lareiras, pelo despertar conjunto e a persistência de seus instantes Vibratórios, levando-os a experimentar uma nova Verdade, a sua, não mais desviada, não mais falsificada, mas aparecendo em sua nudez, em sua essência e em sua Verdade.

Bem amados Filhos da Luz, nós, Arcanjos, compartilhamos sua Alegria, aquela de seus reencontros e aquela de nossos reencontros.

Do mesmo modo que a Vibração Cristo, Maria e Miguel inscrita no Triângulo da Tri-Unidade realiza em vocês a nova Eucaristia, a nova ressonância e a nova Aliança: Aliança de Fogo, Aliança de Verdade, Aliança de Alegria, restituindo-os à sua Integridade, à sua autonomia e à sua liberdade.

Bem amados Filhos da Luz, em nome do Conclave, onde quer que vocês estejam sobre esta Terra, sejam abençoados, estejam na Graça com o que vocês conseguiram realizar.

Nós contamos com sua diligência, com sua assiduidade, para prosseguir e reforçar o trabalho de ressonância da Merkabah Interdimensional coletiva, que doravante e até 21 de dezembro será acompanhada, permanentemente, por Cristo, Maria e Miguel.

Assim como lhes revelou o Arcanjo Uriel, há poucas semanas, Cristo está doravante presente em seu Éter. Ele pode, portanto, manifestar sua Radiância e sua Irradiação mesmo na própria Presença de vocês.

A partir desta noite e até 21 de dezembro, a nova Tri-Unidade, em Consciência, em Vibração e em Presença efetiva juntar-se-á ao seu trabalho nas Estrelas de Maria, ativando em vocês, ao mesmo tempo que a Coroa Radiante do Coração e da cabeça, o Triângulo da Tri-Unidade e o Triângulo do sacrum, permitindo então, para a maior parte de vocês, reunificarem-se inteiramente.

Bem amados Filhos da Luz, o que temos a viver juntos são momentos grandiosos, não há outras palavras para definir esse retorno integral da Luz e da Verdade.

Aí está o anúncio que eu tinha a lhes dar em nome do Conclave. Isso começará a partir dessa noite, às 19h [16h no horário de Brasília].

Agora, eu volto às coisas mais individuais que lhes concernem.

Eu me tenho, portanto, à sua disposição para ouvir seus questionamentos concernentes à evolução e à transformação atual.

Recebam Graça, gratidão e agradecimentos do conjunto do Conclave.

Isso encerra meu papel de Embaixador por essa noite.
Eu lhes dou agora a palavra.

Questão: Como e do que o Sol foi liberado?

Bem amada, o conjunto da tripla falsificação que comprimiu o conjunto desse sistema solar para dele fazer uma 3ª Dimensão dissociada da Fonte, tornou-se possível justamente pelo que é chamado de forças gravitacionais, que encapsularam, literalmente, esse sistema solar nas forças chamadas Fogo por atrito ou Fogo Luciferiano.

A liberação do Sol tornou-se possível pela conjunção de três fatores.

O primeiro, inicial, foi o fato de poder caçar, de maneira definitiva, a embarcação dos Annunakis chamada Nibiru.

O segundo fato consistiu, para seu Sol, acolher a liberação dos primeiros Irmãos e Irmãs humanos entre vocês que puderam ascender ao Sol e acelerar sua liberação.

O terceiro fator, conjunto, tendo agido sobre o Sol e a chegada dos primeiros raios Adamantinos sobre o Sol ou irradiação da Fonte, juntamente à reunificação de sua Merkabah Interdimensional coletiva despertada por intermédio do Cristal Azul, desde o final de setembro de seu ano.

Assim, as forças heliosféricas que comprimiam o Sol foram liberadas e isso se traduziu por uma mudança importante de emissão de radiações do sol, assim como o aparecimento de buracos chamados coronais, em número cada vez mais importante sobre o Sol.

Isso se traduzirá, de maneira efetiva e final, pela transformação deste astro em planeta gigante vermelho ou em Sol gigante vermelho.

Isso será realizado ao afinal da mutação planetária da qual lhes falará o bem amado Sri Aurobindo.

A liberação do Sol, portanto a atenuação do Fogo por atrito. Esse Fogo por atrito era responsável pela cor laranja, ou avermelhada, de seu Sol.

O Fogo por atrito foi, portanto, dissolvido ao nível do Sol, do mesmo modo que nós decapitamos as forças astrais espirituais ilusórias deste planeta, no mesmo momento realizou-se a liberação do Sol.

O ser que mantinha fechado e encapsulado o Sol, nesta missão que a ele foi atribuída pelo Arconte Yaldebaoth, não está mais.

Ele foi retornado ao seu sistema solar de origem.
O Sol vive, portanto, nesse momento mesmo, sua liberação, do mesmo modo que vocês mesmos vivem, nesse momento, sua própria liberação.

Questão: Quando se tem dificuldades para meditar, isso pode cortar os acessos à Existência?

Bem amada, a meditação é um retorno em si e um despertar do Si.

Alguns seres têm faculdades maiores para meditar do que outros.

Por sua experiência, por seu caminho de vida na matriz, sua própria matriz, eles foram capazes de fazer calar o que vocês chamam o emocional e o mental.

Outros, devido às suas circunstâncias educativas, devido ao seu próprio caminho na matriz, não conseguem fazer cessar o jogo das emoções e do mental.

Eu os lembro de que o trabalho que vocês têm a realizar propriamente falando não é uma meditação, mas um trabalho de Serviço.

Esse trabalho de Serviço para a Luz é um trabalho Vibratório.

Se vocês são capazes de estabelecer a Vibração em vocês, apesar da atividade das emoções e do mental, isso se chamará também uma meditação.

Mas é, antes de tudo, um trabalho Vibratório.
A única possibilidade de acesso ao Si e à Existência realiza-se, unicamente, quando a Coroa Radiante do Coração Vibra, que vocês tenham podido meditar ou não.

Obviamente, a meditação cria, pelo silêncio exterior, um estado propício, interiormente, para o estabelecimento da Vibração.

O mais importante não é a meditação por meditar, mas efetivamente o silêncio exterior permitindo à Vibração se manifestar, se amplificar e se realizar. Assim, portanto, não sejam apegados a essa palavra meditação.

Se alguns entre vocês conseguem Vibrar sem passar pela meditação, então, faça-o. O único obstáculo para o acesso à Existência seria a não realização do Si.

A realização do Si possui diferentes estágios.
Uma vez o Switch da Consciência passado, naquele momento, a realização se estabelece em seu próprio ritmo, correspondendo à percepção Consciente e real da Vibração do chacra do Coração, quaisquer que sejam a expressão, a manifestação e a percepção.

Que isso vá da primeira fase até a última fase, o princípio é o mesmo.

Questão: Por que a Terra foi colocada, de alguma forma, em quarentena?

Bem amado, a partir do momento em que as forças de dissociação chamadas Arcônticas, ligadas aos Dracos, vindas da Ursa Maior, e alguns de seus aliados tomaram posse deste Universo, como de outros Universos, tornou-se indispensável, não ser colocada em quarentena – isso foi realizado, aliás, pela ruptura para com a Fonte – mas, de algum modo, para nós, ligados à Confederação Intergaláctica dos mundos livres, quaisquer que sejam as Dimensões, para evitar a propagação e a multiplicação da dualidade (o que é chamado junto a vocês o Fogo por atrito) ao conjunto da Criação.

Isso não corresponde a uma colocação em quarentena, mesmo se o resultado seja idêntico, eis que, de todo modo, os Dracos e os Arcanjos rebeldes instalaram, eles mesmos, as camadas isolantes.

Não foi, portanto, a Confederação Intergaláctica que os colocou em quarentena, mas efetivamente ela que sempre velou para que jamais, no curso desses 6 ciclos de 50.000 anos, não houvesse desaparecimento de seu Espírito, nem multiplicação da Dualidade em outros Universos.

Questão: Qual é a diferença entre o prana e as Partículas Adamantinas?

Bem amado, o prana, ou glóbulo de vitalidade, corresponde, em número muito limitado, ao que é chamado o Éter, raro, exceto em alguns lugares do planeta, devido mesmo à falsificação.

O fóton é efetivamente uma analogia do prana.
A Partícula Adamantina é o arranjo, sob a influência da Luz Vibral e das Chaves Metatrônicas, que permite a 6 moléculas de prana ou, se você prefere, a 6 fótons, se organizarem sob uma forma específica hexagonal, chamada Partícula Adamantina.

Para aqueles que têm a visão para além das Partículas Adamantinas presentes sob forma de neve branca, estas podem aparecer, nas condições de iluminação específicas ligadas à noite e ao reflexo lunar, como partículas de prana às quais teria sido associada uma forma de cauda de cometa, chamada também, em outros tempos e em outros lugares, os Agni Devas.

São as moléculas de Fogo arranjadoras e arranjadas, permitindo a construção dos mundos. Elas representam, ao nível elementar, o que ao nível do humano como ao nível dos Anjos ou dos Arcanjos, nós chamamos o Fogo do Amor.

Isso foi representado, em numerosas vezes, como o Cristo mostrando seu Coração em chamas.

Trata-se do que vocês chamam também, em algumas tradições, o Sagrado Coração.

Questão: Poderia desenvolver sobre o termo Eucaristia?

A Eucaristia é uma palavra de origem latina, significando, em seu sentido o mais absoluto, Comunhão.

Hoje, é-lhes possível viver a verdadeira Eucaristia que consiste em despertar em vocês o DNA correspondente a Cristo, a Maria e a Miguel.

Trata-se, portanto, em vocês, de uma Tripla Presença manifestando-se por certo número de características Vibratórias já definidas, chamando em vocês o Fogo, chamando em vocês a Alegria e, sobretudo, a conexão íntima com o que vocês são.

A nova Eucaristia é o despertar de suas linhagens espirituais, o despertar de suas linhagens Intraterrestres, o retorno à sua memória cósmica, a dissolução da memória falsificada.

Vocês podem chamá-la também a Nova Aliança, que é uma Aliança de Fogo.

Questão: Poderia falar do tubo de Cristal, de suas propriedades e de sua utilização?

Bem amado, o tubo de Cristal é uma estrutura Vibratória permitindo, como todo tubo de Luz existente em suas estruturas, que isso seja chamado Nadis, que seja chamada Ida, Pingala ou Sushumna, tem uma função energética de comunicação.

O tubo de Cristal é uma estrutura de Partículas Adamantinas nova, revelada pelas Núpcias Celestes e a Lemniscata Sagrada, permitindo fazer comunicar o 4º chacra ou chacra do Coração com o 7º chacra ou chacra da cabeça, com a Fonte de Cristal situada ao nível de sua Merkabah Interdimensional, passando pelos pontos chamados nós de ressonância, que são o 9º corpo, o 10º corpo e a cimeira da cabeça, ao nível do que está acima do 7º chacra e o compreende, ou seja, a Vibração de ER ou Éter.

O Tubo de Cristal permite, portanto, a comunicação e a aliança entre o Coração, a cabeça e sua dimensão de Existência.

Ele se estabelece assim que o Si está realizado, de uma maneira ou de outra.

Questão: Quem são os Seres de Cristal e qual é seu papel?

Bem amada, os Seres de Cristal pertencem à 11ª Dimensão.

O corpo de Existência deles é um corpo em silício de forma humana, mas podendo se expandir sobre milhares de quilômetros.

A forma deles está ligada aos Mestres geneticistas de Sírius e eles são, eles mesmos, os Criadores de mundos, chamados, em sua tradição, os Elohim.

Alguns deles foram os Gigantes, alguns deles foram os Grandes Golfinhos de pele acobreada vindos de Sírius B.

Eles têm uma filiação que os coloca em ressonância direta como Ki-Ris-Ti realizados percorrendo os mundos, para assegurar, se for possível, a redenção dos mundos falsificados.

Eles vão, assim, de universo falsificado em universo falsificado, permitindo então inaugurar os ciclos de manutenção do Espírito ou os ciclos de liberação do Espírito, em função das conformações e dos constrangimentos existentes ao nível dos mundos dissociados.

A maior parte dos Elohim vem de Altair, de Orion, de Bételgeuse ou de Vega. Eles estão presentes na iniciação de um novo ciclo falsificado, como foi o caso quando da criação de Atlântida, no Concílio de Alta, em 50 731 A.C, no mês de Maio.

Esses doze Elohim percorrem os mundos para sua redenção.

Eles aceitam, pelo sacrifício de sua multidimensionalidade e de seu posto de Elohim Criador, participando, num corpo de carne em carbono, cortado da Fonte, em número de doze, permitindo a eles levar a efeito a missão por seu sacrifício.

Eles trazem também, numa Embarcação-mãe chamada Yérushalaïm, o Cristal azul que é a defesa encontrada pelas forças da Luz Unificada para despertar a dimensão do Espírito e evitar, ao final de um ciclo falsificado, que este se reproduza indefinidamente.

Como vocês sabem, esse setor do multiuniverso, chamada Terra e este universo chamado sistema solar e o que ele compreende como sistemas falsificados, vê hoje sua liberação definitiva da dissociação.

Esta vitória, este estabelecimento da Luz, mais exatamente, tomou certo tempo.

Hoje, quando eu digo hoje, isso é recente, a Fonte, o conjunto dos 24 Anciaõs, o conjunto dos Conclaves Arcangélicos dos mundos livres, o conjunto das Estrelas de Maria dos mundos livres, assim como o conjunto dos Lipikas Cármicos de fase superior, de que faz parte Sereti, votaram, de maneira Unitária, o desaparecimento total da dissociação, quaisquer que sejam os universos e os multiuniversos.

Isso significa simplesmente que em cada Universo falsificado, a hora do último ciclo chegou, permitindo, e tornando possível, que jamais, sobre qualquer mundo criado ou sobre qualquer mundo original, possa existir a menor ruptura para com a Fonte, qualquer que seja o grau de densidade experimentado, qualquer que seja a Dimensão experimentada, qualquer que seja o teor da Criação, mundo em carbono ou outro.

Questão: O núcleo do Intraterra foi liberado do mesmo modo que o Sol?

Ele foi liberado por sua ação, de vocês, humanos despertos e acordados.

Pela conexão com a Merkabah Interdimensional e o Cristal azul, vocês permitiram, efetivamente, a liberação do núcleo da Terra.

É a partir daquele momento que a liberação do núcleo da Terra permite a ele se reconectar diretamente ao seu núcleo cristalino original que é Sírius, vibrar em outra frequência e começar sua Ascensão.

Sua Ascensão é também seguida de um fenômeno de dilatação ligada ao desaparecimento das forças de compressão e isso, de maneira progressiva, que foram chamadas as forças gravitacionais.

Assim, a Terra cresce, se expande e Ascensiona.
Vocês que realizaram esse trabalho, e vocês únicos, que nós preparamos desde muito tempo.

O que explica que, para vários de vocês que viveram o despertar, seja recente ou antigo, é-lhes perfeitamente possível perceber a acentuação Vibratória em algum nível, seja em suas estruturas e em sua Consciência.

Questão: Se Júpiter se torna um segundo Sol, isso tem uma incidência sobre a estase?

Bem amado, jamais Júpiter terá o tamanho suficiente para se tornar um segundo Sol.

Júpiter está se tornando o que é chamado um Pulsar.
Um Pulsar emite irradiações próximas do Sol, mas não é um Sol.

Não haverá segundo Sol.
Haverá o aparecimento de uma Luz semelhante a um Sol, que é simplesmente o companheiro chamado Nemesis ou Hercobulus, que será visível aos seus olhos de carne, visível para o instante unicamente em Infravermelho e sob certas latitudes e longitudes, em alguns momentos da rotação da Terra.

A partir do momento em que o sobrevôo acima do eclíptico de Hercobulus superar um ângulo de 30º, ele se tornará visível de acordo com as posições da Terra ao redor de sua rotação solar, de maneira evidente para os olhos humanos.

Isso não é, tampouco, um segundo Sol.
Existe um efeito sobre a Terra, uma grande confusão nesta noção de segundo Sol.

A força galáctica, a Confederação Intergaláctica, a irradiação da Luz Fonte de Alcyone, as radiações do Ultravioleta, a irradiação do Espírito Santo retransmitida por Sírius, o conjunto de modificações observáveis sobre esta Terra e sobre esse sistema solar, resulta da ação de certo número de fatores astrofísicos bem reais, responsáveis por certo número de transformações observáveis mesmo em sua Lua.

Alguns de vocês já se aperceberam.
Júpiter emite já como um Pulsar.

A atmosfera de Júpiter está profundamente modificada, permitindo à sua irradiação nova, efetivamente, afetar, desde fevereiro de 2009, suas estruturas.

Mas, daí a chamar Júpiter um segundo Sol, há uma distância.

Questão: Haverá um efeito sobre o fenômeno de estase?

O fenômeno de estase, se é o que vocês chamam os 3 dias, ocorrerá unicamente quando da parada de rotação da Terra.

Jamais a Luz pode provocar isso.
Em contrapartida, a influência das forças gravitacionais chamada forças de torção gravitacionais manifestam-se pela chegada, acima do plano do eclíptico de Nemesis, que produzirá esse mecanismo, exceto se de aqui até lá, a vitória que vocês estabeleceram na liberação da Terra se acompanhe da Ascensão da Terra, e reduza o cenário final escrito pelos profetas desde muito tempo.

Nisso vocês não são soberanos, nós não somos soberanos, há um meio de ação por vocês mesmos sobre o Sol, sobre sua Terra, pela Merkabah Interdimensional e pela Luz de suas Coroas Radiantes.

Ainda uma vez, nenhum dos elementos intervenientes sobre esse cenário tem predominância, somente a Terra decide, definitivamente.

Nós apenas ajustamos, como alguns lhes disseram, a quantidade de Luz que se derrama sobre a Terra.

O aparecimento, em seus Céus, como o Conclave me pediu que lhes dissesse, de algumas embarcações da Frota-mãe, sua abordagem dimensional visível nesse momento mesmo em alguns de seus meios tecnológicos, como eu já disse, lhes permite compreender este impacto dimensional e Vibratório que já ocorreu pelas esferas chamadas os Anjos do Senhor, há algumas semanas, que começaram exatamente há 5 semanas.

Esta abordagem se faz por toques sucessivos.
Ela se faz em função da ressonância estabelecida pela Terra e pelo conjunto da noosfera, ou seja, a Consciência da Terra e a Consciência de todos os humanos e de todos os sistemas vivos existentes na atmosfera.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, eu lhes transmito Graça e Gratidão.

Eu volto a sair desse Canal para melhor envolvê-los no momento de seu trabalho na Merkabah Interdimensional coletiva, supervisionando o trabalho realizado pela Presença real de Cristo, Maria e Miguel em seu Coração como sobre a Terra.

Que o Amor seja sua morada para a Eternidade.

Até logo


___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e citando sua fonte: http://www.autresdimensions.com/
Versão do francês para o português: Célia G.

Nenhum comentário:

Postar um comentário