quinta-feira, 5 de agosto de 2010

ANAEL - 5 de agosto (2ª Parte)

5 de agosto de 2010

Mensagem de 5 de agosto (publicada em 11 de agosto de 2010) do SITE AUTRES DIMENSIONS


Bem amados Filhos da Lei de Um, eu sou Anael, Arcanjo.

Eu venho ao interior daquele que eu guardo, aproximando minha Presença mais perto de sua Dimensão.

Bem amadas Crianças, vocês não estão sem ignorar que a Luz se aproxima de sua Dimensão e de sua Consciência.

Nos próximos dias, mecanismos de Consciência importantes entrarão em ação, em sua Consciência comum, e irão permitir, nós o esperamos, para muitos de vocês, religarem-se às esferas da Eternidade.

Bem amadas Sementes de Estrelas, eu venho para lançar nova luz, através de minhas palavras e através de minha Presença, sobre vários elementos sobre os quais eu me expressei, há mais de um ano.

Eu venho para complementar, pelas palavras e pela Vibração, o que é o abandono à Luz, o Fogo e a Existência [Estado de Ser].

Eu venho então abrir, com vocês, três janelas sucessivas permitindo-lhes, pelas palavras e pela Vibração, aproximá-los, Vibratoriamente e em Consciência, do que eu vou falar e Vibrar em seu ser.

Se tal é seu desejo, eu lhes peço então para estarem receptivos e para acolherem, em sua Presença, minha Irradiação.

Nós poderemos doravante, nós, Arcanjos, nos aproximar ainda mais perto de sua Consciência limitada e de seu corpo efêmero.

Esse vai ser o caso, agora, e esse o será cada vez mais, progressivamente e à medida que vocês forem se aproximando da revelação das Chaves Metatrônicas e do Anúncio da Divina Maria.

Mecanismos intensos e potentes entram em ação ao nível dos corpos Celestes, ao nível de diferentes Consciências Unificadas, velando para que a passagem e a elevação se produzam e se desenrolem na Unidade, na Alegria e na facilidade.

Assim então, eu me permito explicar-lhes e eu repetirei essa explicação, não através das palavras já empregadas, há muito tempo, pelo próprio Mestre da Luz, consistindo em falar a linguagem da Luz Vibral que é parábola, ressonância e ativação.

Bem amados Filhos da Lei de Um, vamos acolher juntos, o Verbo.

... Efusão de energia ...

*

Abandono à Luz.

O abandono à Luz é doação de Si.

O melhor exemplo que eu posso encontrar, nesse mundo limitado, é este: um dia, vocês passam por uma ponte.

Nesta ponte, vocês ouvem algo.
Talvez vocês se vejam. Talvez vocês se percebam.
Talvez vocês ouçam vocês mesmos.

Uma Consciência, um corpo, está em curso de submergir nas águas do rio.

E aí, o que acontece?
Se o ego está muito presente e o sentido do Serviço está desenvolvido, vocês vão pedir ajuda.

Se vocês não estão mais no sentido do Serviço, mas no sentido da Unidade, vocês vão agir segundo o princípio da Ação de Graça e, naquele momento, vocês não colocam mesmo a questão da temperatura da água, do fato de saber ou de se lembrar se vocês sabem nadar ou não.

Vocês saltam.

E vocês vão ao encontro do que chama, sem se preocuparem com a corrente, sem se preocuparem em saber se sua ação será efetiva.

Vocês obedeceram ao impulso da Unidade.
A única diferença é que quem chama é apenas vocês mesmos, em outro espaço.

A única diferença é que não haverá jamais afogamento.
Há apenas o medo de se afogar e o medo do desconhecido.

Assim é no abandono à Luz.

Há um ato deliberado, não de serviço, mas de ‘ir para’.
Não para salvar quem quer que seja, mas para fazer o que dita o Espírito.

No momento que ele chega a vocês, essa impulsão nasce em meio à sua Consciência comum.

Vocês vão se abandonar ou refletir?
Vocês vão mergulhar ou vão resistir?
Vocês não vão olhar?
Vocês vão tentar afastar o impulso, a visão ou as palavras que chegarão a vocês?

Esse abandono à Luz, que alguns de vocês já viveram, ser-lhes-á proposto no Anúncio de Maria.

É exatamente o mesmo processo, a mesma Revelação e o mesmo mecanismo.

Dessa forma, mais suas bagagens estão pesadas, mais vocês a priori estão pesados, menos há de espontaneidade e mais haverá de dificuldade para ir para esse abandono à Luz.

Tendo, a priori, as Crenças, alguns elementos aos quais vocês foram confrontados nesse mundo (a dúvida, o bem e o mal, a indecisão, o medo) serão obstáculos e pesos que surgirão, nesse momento extremo de lucidez, para obstruí-los e impedi-los de se religarem ao que vocês são.

***

É nesse sentido que hoje, e sobretudo desde pouquíssimos meses, toda a humanidade, qualquer que seja seu caminho, é chamada a ver, em Verdade, o mundo tal qual ele é e não como o que aqueles que os controlam querem que vocês vejam e não como o que seu ego gostaria que vocês vissem.

Esse abandono à Luz, é um ato.
É um ato de Graça feito a si mesmo, autorizando-os a ir para sua Verdade.

Ir para sua Verdade, é também aceitar ver a Verdade.
Aceitar se olhar sem viés, sem filtro.

E, aceitando se ver, não julgar, não condenar e impulsionar o movimento da Consciência.

É isso que lhes será proposto, pela realização da Cruz, vocês devem, vocês mesmos, passar por essa Cruz.

Não vejam, nesse nível, qualquer sofrimento, qualquer punição sofrível, mas simplesmente um momento intenso de revelação e de cara a cara com vocês mesmos.

É dessa cara a cara que resultará sua capacidade para ir para a Luz.

A preparação que alguns de vocês acompanharam, que seja nas Núpcias Celestes ou, para outros, desde vários anos, mesmo décadas, tem apenas uma única finalidade, de fazê-los viver esse reencontro consigo mesmos.

Precisam, para isso, no contexto desse abandono, deixar de reconhecer toda projeção, deixar de reconhecer toda Crença e toda suposição, abordar essa etapa como uma criança, manter-se centrado no instante, no aqui e agora, centrado em meio à sua Consciência em via de Unificação, essa que, desde o início do ano, por intermédio dos Melquizedeques ou dos Arcanjos, tenta fazê-los tocar Vibratoriamente esse estado.

É nesse estado e não em qualquer reflexão que vocês poderão viver o que têm para viver, se tal é sua aspiração, se tal é sua Vibração.

Essa etapa não é a última etapa, mas ela é a etapa principal e capital, permitindo-lhes então atuar nesse mundo, religados ao que vocês são, religados à Unidade, em Unidade e em Alegria.

***

Muitos seres humanos, nessa dimensão, que irão realizar esse abandono à Luz, verão sua Consciência se transformar, completamente e de uma única vez, de uma única, preparando-os para conduzir, cada um individualmente mas para o conjunto, seu Despertar para a Luz.

Não intelectualmente, não como um desejo, mas, bem mais, como o estabelecimento da Verdade, a fim de permitir apreenderem a Unidade e se tornarem essa Unidade.

O abandono à Luz será tão mais fácil que lhes será fácil se alinhar em si mesmos, silenciar o barulho do mundo, o barulho de sua cabeça, o barulho de suas feridas, de suas emoções, silenciar tudo o que não é A Fonte, a Verdade e a Alegria.

Não por qualquer vontade, mas, bem mais, por uma aquiescência à Luz.

Aquiescer à Luz é capitular.
Render-se.
Ir para o que vocês são.
É isso.

O mecanismo da Luz, operando em meio à Cruz, em meio à Revelação das Chaves Metatrônicas, irá permitir-lhes, se vocês acolherem-nas em Consciência e não por qualquer compreensão, na Luz Vibral e não na cabeça, mas no Coração, Vibrar em uníssono com A Fonte, vibrar em uníssono com a Verdade absoluta existente nos mundos Unificados.

Bem amadas Sementes de Estrelas, nós amaríamos, nós, Arcanjos, que vocês se alegrassem como nunca do período que vem a vocês, do afluxo da Luz e da revelação.

Vocês entram em pleno Coração da revelação a si mesmos, da revelação da Ilusão desse mundo.

Vocês penetram no Coração da Verdade absoluta da Unidade e da Fonte.

Não há nem que temer, nem que esperar.
Não há nem que projetar, nem que imaginar.

Há, simplesmente, que se tornar como a criança, vivendo o momento em sua plenitude e em sua Verdade.

***

Bem amadas Sementes de Estrelas, segunda janela.

O que vem é Fogo.
As características desse Fogo são diferentes segundo o modo que vocês têm de viver o Fogo.

Eu não falo do Fogo que os queima.
Eu não falo da chama existente em meio a essa Dimensão, como vocês podem observá-la acima de um Fogo.

Mas eu falo do Fogo do Amor, revelação do Amor, Vibração de uma rapidez desconhecida em seu mundo, chamada para vibrar em suas estruturas físicas e sutis como em sua Consciência.

O Fogo queima o que não é verdadeiro.
O Fogo queima o que é Sombra e permite desvendar e revelar a Luz e a Verdade absoluta.

Nenhuma Verdade relativa pode resistir diante do Fogo.
Nenhuma Crença pode protegê-los, isolá-los do Fogo.

Isso que é para viver: Vibração da Consciência Unificada, revelação da Existência [Estado de Ser], da Fonte autêntica e não de qualquer imagem distorcida, manipulada desde milênios por aqueles que foram denominados, por alguns de vocês, Arcontes.

Essa Verdade, esse Fogo, irá permitir-lhes descerrar seus olhos e ver, em Verdade, além de tudo o que vocês possam imaginar.

Seguramente, essa Luz e esse Fogo, para alguns, fará ruir, em si, algumas Ilusões sobre o que acreditam de si mesmos, do mundo, da realidade desse mundo, mesmo.

Mas não há nada a temer porque esse Fogo é Fogo de Amor, Fogo de Verdade, desvendando e desmascarando o que vocês são em Verdade em meio à Existência.

***

Terceira janela.

Estar no Ser.
Estabelecer-se em meio à Presença eterna a vocês mesmos.

Deixar os mundos do efêmero, os mundos da aparência, os mundos da imagem, para penetrar no que vocês são.

Não mais estar na projeção da existência, mas na Verdade da Vida.

O Fogo vem revelar a Existência [o Estado de Ser].
A Existência é uma estrutura móvel.
Uma estrutura vibrante.

Uma estrutura da qual vocês esqueceram o teor e a consistência.

Cabe, se tal é seu impulso, acolher, acolher essa Existência.

Acolher a Existência se reflete pela Alegria, pela Ação de Graça e pelo acesso ao Ilimitado.

Porque a Existência é Ilimitada.
Vocês estão então convidados a passar da limitação ao Ilimitado.

Essa passagem, efetuada graças ao abandono à Luz e graças ao Fogo, realizar-se-á, para vocês, da melhor das maneiras.

Isso não é uma questão de fé.
Isso não é, não mais, uma questão de confiança.

Isso é ainda menos uma questão de ‘soltar’, mas, bem mais, isso é ilustrado pela parábola do Cristo, durante a crucificação, no momento do que eu denominaria a última dúvida e o último grito, nessas frases especiais que chamaram a modificação dos elementos da Terra e pela fecundação da Terra pelo sangue do Cristo: « Eli, Eli, Lama Sabachtani ».

Nessa simples frase se resume o que é para viver, o que é para realizar.

Realiza-se também o último grito daquele que se lança no vazio, superando, por ele mesmo, seus últimos medos, suas últimas projeções, suas últimas suposições, que são, por Essência, todas, sem exceção, falsas porque resultantes da Verdade relativa do instante e do momento efêmero em meio a um mundo efêmero.

Alcançar a imortalidade e a Consciência infinita do Ilimitado é uma renúncia, um sacrifício instantâneo da forma ilusória em benefício do corpo imortal, corpo de Fogo, para se tornar, pela Presença do Mestre da Luz em meio ao seu DNA revelado, Ki-Ris-Ti, Filho Ardente do Sol, para se tornar o sol que vocês são.

***

A conjunção do abandono à Luz, da revelação do Fogo e da Existência é a condição tripla permitindo ativar em vocês as Três Lareiras, alinhá-los, Unificá-los a fim de encontrar sua Tri Unidade na presença reunificada da nova Trindade: Cristo, Maria e Miguel, dos quais vocês são o filho digno, portador, em seu DNA e em sua Vibração, dessa Dimensão de Sementes de Estrela que lhes convêm realizar para a glória do Um, para o retorno ao seu Ilimitado.

Alguns de vocês irão viver isso dentro de muito pouco tempo, não significando, no entanto, a retirada dessa Dimensão porque vocês deverão operar em meio a essa Ilusão, para que seu entusiasmo e o seu Fogo apareçam, permitindo estabelecer a Luz nesse mundo e espiritualizar esse mundo, para permitir a libertação da Terra e seu parto na nova Dimensão.

O momento do fim da separação chegou.
O momento do fim da Ilusão em sua Consciência chegou.

Tudo o que não é Luz, tudo o que não é Verdade, deve desaparecer pelo princípio mesmo da Luz.

É para isso que vocês estão convidados.
Isso poderia ser denominado as Núpcias Terrestres, permitindo à Terra se elevar na Luz, se extrair da influência da Sombra a fim de realizar sua sacralidade.

E vocês estão aí para isso, para vocês como para o conjunto de seus Irmãos e dessa Terra.

Vocês irão perceber, em meio à revelação do Fogo, que não há nenhuma separação, ilustrando por aí, a realidade e a Verdade absoluta das palavras do Cristo: “nós somos todos um” que não será mais uma palavra em vão, mas bem mais, a realidade Vibratória do Absoluto, vivenciada por Ação de Graça no veículo eterno.

Bem amadas Sementes de Estrelas, o que acontece e o que acontecerá traduz o que A Fonte, ela própria, chamou, ainda há pouco tempo, de o lembrete e o alarme de seu juramento e de sua promessa (*), o despertar de sua Unidade, o abandono da Ilusão, o abandono do que não é verdadeiro, do que não vibra em acordo com a Luz Unitária e com A Fonte.

Filhos da Lei de Um e Filhos da Fonte, tornando-se Um e Fonte vocês mesmos, para não mais estarem separados, para não mais serem limitados.

***

Bem amados Filhos da Luz e Sementes de Estrelas, pela minha Presença nesse canal, pela aproximação Vibratória que é essa que eu realizo e que complementará, depois de mim, o Arcanjo Uriel, é-lhes desde já possível se reaproximarem da Presença.

Presença a si mesmos, assinalando e refletindo o abandono à Luz, a ignição do Fogo em suas Coroas para que estas resplandeçam para a Eternidade.

Eu proponho, quanto a mim, antes de abrir uma troca pelas palavras e pelas Vibrações, acolher durante alguns minutos a Vibração de minha esfera de ação em meio ao Amor e ao planeta Vênus.

Eli. Eli.

... Efusão de energia ...

Bem amados Filhos das Estrelas, em minha Presença e em sua Presença, se há questionamentos relativos ao que nós viemos trocar pela Vibração e pela palavra, se me for possível ali colocar mais Vibrações e palavras, então eu o farei.

***

Pergunta: Poderia nos fazer reviver, uma segunda vez, essa Vibração que você emitiu?

Eu estou aí, em Presença, entre vocês, para isso.

Eli. Eli.

... Efusão de energia ...


Pela Graça da Divina Maria, é-me concedida a Graça de fazê-los Vibrar em meio à Presença.

Elohim. Elohim.

... Efusão de energia ...


Em meio à Vibração, persistindo na Presença, na sua como na minha, unificados sobre o DNA de Maria e de A Fonte, nós podemos continuar a trocar.

***

Não temos mais perguntas, agradecemos.

***

Bem amados Filhos da Lei de Um, resta então, em alguns instantes, acolher o Arcanjo Uriel, Anjo da Presença e da reversão, aquele cuja Vibração e Consciência podem lhes permitir ir para o que eu vim lhes falar.

Que a Paz, a Alegria, o Amor, a Luz e a Verdade estejam em vocês, para vocês e por vocês.

Eu lhes digo, quanto a mim, em qualquer hora de seu tempo, em meio às Radiâncias.

************

(*) – Mensagem da Amada FONTE (16.07.2010):

http://despertardaluzinterior.blogspot.com/2010/06/fonte-16-de-julho.html


***

Mensagem do Amado ARCANJO ANAEL no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=697
5 de Agosto de 2010 Publicado em 11 de Agosto de 2010)

___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e citando sua fonte: www.autresdimensions.com
Versão do francês para o português: Zulma Peixinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário