sábado, 10 de julho de 2010

MARIA - 10 de julho

10 de julho de 2010

do SITE AUTRES DIMENSIONS



Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.

Meus Filhos bem amados, eu volto a vocês com alguns dias de atraso.

Com efeito, algumas circunstâncias, relacionadas com a preparação da Terra e de Consciências, atrasaram minha vinda.

Eis então que estou, agora, entre vocês para esclarecer o período que advém e para dar-lhes certo número de elementos próprios a ajudá-los a se preparar, no melhor, para a transformação da Consciência em curso, neste sistema solar e nesta Terra.

Como vocês o vislumbram, muitas coisas, nesse momento, se revelam em vocês, como no mundo e na condução deste mundo por aqueles que o conduziram até hoje.

Seus Céus estão em movimento e em mudança.

Várias manifestações aparentes nos seus Céus refletem a Revelação da Luz e trazem à tona zonas de Sombra existentes em meio à Humanidade.

Como vocês o sabem, o período é crucial.

Ele corresponde tanto à Revelação da Luz como à Revelação do que impediu a Luz de se estabelecer em meio à minha criação desde tanto e tanto tempo.

***

Chegou agora o momento de alcançar, se tal é o seu desejo, os Domínios da Vibração da Luz, os Domínios da Existência [Estado de Ser], os Domínios em que nenhuma Sombra pode empalidecer o que vocês são.

Meus Filhos bem amados, o período é importante.

Ele necessita, em vocês, ajustamento, coragem, fé e também ‘abandono à Luz’.

A Luz não se subjuga.
A Luz é.
Vocês são também Luz.

É então um encontro entre a Luz e a Luz que requer que entre os dois não exista nenhuma Sombra, nenhuma culpa no ‘deixar ir’ o que seja exterior à Luz.

A ressonância que chega a vocês, através da jornada da Unificação da Consciência (que será dirigida pelas forças Arcangélicas, em 17 de Julho), será precedida, como o sabem, por um eclipse do sol, amanhã.

E amanhã, às 20:00h [15:00h – hora de Brasília], vocês irão perceber, para os mais preparados dentre vocês, o que significa essa Unificação da Consciência.

A intensidade das Vibrações e sua rapidez vão levar vários seres humanos a experimentar estados de Alegria, estados de plenitude que, até o presente, não tinham sido possíveis, exceto para alguns seres.

Isso é aberto a todo o mundo, sem distinção de raça, de sexo, de idade ou do que quer que seja.

Basta simplesmente estarem na escuta da sua Consciência, de suas percepções, de seus centros energéticos, serem verdadeiramente os que vão ser capazes de sentir, de acolher e de ancorar essa Vibração especial que vem a vocês, pela primeira vez e de forma permanente, em 17 de Julho.

Eu voltarei também em 17 de Julho, após a intervenção de Miguel [às 12:00h – hora de Brasília], para dar-lhes, novamente, os elementos cruciais relativos à vinda da Cruz em seu Céu a partir de 7 de Agosto.

***

O período que vocês irão viver é um período extremamente tumultuado, não para a Luz, mas para o que não é Luz.

A Sombra vai entrar em combate contra a Sombra.

Haverá então inúmeras manifestações, em meio aos mundos da personalidade e aos mundos da Ilusão, podendo fazê-los acreditar em coisas que não são o que são.

O que vem é Luz, em totalidade.
Só a Sombra combate a Sombra.
Só a Sombra se rebela e não aceita a Luz.

Amanhã, a partir das 20:00h [15:00h – hora de Brasília], vocês poderão viver (para, eu repito, os mais adiantados dentre vocês) o que significa a vinda da Luz, em totalidade, sobre esta Terra.

Obviamente, isso não significa o fim desta Dimensão.

Isso simplesmente assinala uma nova perspectiva e um novo dia, sim, efetivamente, que irão se verter sobre a Terra e que irão lhes permitir viver em meio a um mundo diferente, em um mundo onde as Vibrações não serão jamais as que foram.

Isso começa, efetivamente, amanhã.

Cada dia que se aproximar do fim do prazo que lhes dei, eis agora dois meses, vocês irão se afirmar na Verdade e na realidade do que está em via de se instalar sobre a Terra.

***

Não dêem qualquer crédito aos rumores da Sombra.

Não dêem qualquer crédito aos que desejarem que vocês acreditem que coisas nocivas à saúde, ou não luminosas, estão chegando.

Tudo depende, novamente, da visão que terão e do espaço que ocuparão, ao nível Vibratório, em relação ao que vem.

Ou vocês se situam, de maneira indefectível, em meio à Luz e, naquele momento tudo vai ficar bem.

Ou vocês fazem o jogo da Sombra e não têm tranquilizado em vocês o que deve o ser e vocês irão participar dessa luta, de uma maneira ou de outra.

Mas lembrem que a Luz não vem combater.

A luz vem apenas estabelecer seu Reino.
Isso é agora.

Vocês entraram, de maneira indefectível e certa, em meio a modificações importantes.

Como Snow [uma das Irmãs de Maria] lhes disse, e como outras Estrelas têm dito, a Terra dá à luz e esse parto, vocês o vivem, estando sobre ela.

Então, não tenham receio.
Quaisquer que sejam as convulsões desse parto, onde quer que estejam, esse é seu lugar.

O que vocês vivem é o que vocês têm que viver.

Aconteça o que acontecer é o que precisa acontecer, para vocês, no momento em que o vivem.

Não tenham medo, não se preocupem, mas cultivem a Alegria, a esperança.

Cultivem a simplicidade pois, em meio a ela, vocês poderão viver com toda lucidez, com toda Consciência, com toda clareza, o retorno da Luz e a Luz que lhes é ofertada.

Minha mensagem é então muito breve, neste dia.

No entanto, se existe, em vocês, dúvidas relativas a ela, eu gostaria de recebê-las.

***

Pergunta: Qual a melhor forma de lidar com as ondas de emoção, de raiva, que podem aparecer?

Bem amado, isso corresponde à iluminação da Luz.

Então, de fato, nessa iluminação (por vezes dura, mas, apesar de tudo, Amor), cabe a vocês viver o que os faz viver a Luz.

Não há necessidade de atribuir importância.

Entendam bem que o que emerge, nesse momento, não é de você, no seu veículo multidimensional, mas, muito mais, dos resíduos, eu diria, dos mundos da personalidade e do mundo da Ilusão.

Olhem passar o que sobe.
Olhem eliminar o que se elimina.
Não dêem importância.
Não dêem corpo.

Não dêem ali atenção, mas deixem simplesmente, tal como um espectador que observaria o que acontece, acontecer.

Deixem simplesmente as coisas se escoarem.

Cultivar em vocês a Paz requer alguns ajustes, em meio mesmo ao seu corpo fisiológico.

Por exemplo, beber muito, muito, muito, permite pacificar também o Fogo que queima e que vai descer, a partir de amanhã.

Cabe a vocês também buscar a calma, em meio à natureza e junto aos seres que lhes permitem encontrá-la.

Esse período é um período, como havia lhes dito, crucial e único na História da Humanidade.

Muitos de vocês perceberam que sua herança foi roubada.

A Luz volta a vocês e, é claro, algumas coisas se rebelam, em vocês como em seu exterior, em relação à Luz.

Tudo o que desejava manter o ‘status quo’, tudo o que encontrava certa forma de segurança em meio aos modos de funcionamento antigos: o dinheiro, o poder, a sociedade, por vezes o casal, tudo simplesmente.

Hoje, devem ser novos como uma criança.

Acolher essas emoções, não como suas, mas como algo que se libera e que se esvai.

Se for sua necessidade, vão para a natureza, junto à água, junto às árvores.

Vão a algum lugar, a algumas construções ou junto a alguns seres que os acalmem.

Isso é importante.

O dia 17 viverá uma revelação importante.

Cabe a vocês se prepararem, durante esta semana, para viverem cada dia como uma síntese, de certa maneira, das ‘Núpcias Celestes’ e das Sete Etapas Micaélicas [‘Núpcias Unitárias’] porque é na realidade disso que se trata.

***

Pergunta: Como isso vai se passar para os animais e como ajudá-los?

Bem amada, nenhum animal tem medo da natureza.

Nenhum elemento da natureza tem medo do que vem do Céu, pois a natureza o acolhe em totalidade.

Há apenas o homem que está nesse estado de resistência, a humanidade.

Eu não falo, é claro, daqueles que me escutam e que lêem as minhas mensagens.

Eu falo sobretudo dos que estão em resistência com seus próprios medos, seus próprios fantasmas, e eles são todos humanos ou não humanos, mas, em todo o caso, eles não pertencem ao reino animal tal qual vocês concebem.

***

Pergunta: Como encontrar a Alegria quando se tem muitos medos que reaparecem?

O medo que reaparece, nesse momento, Meu Filho, é o que deve reaparecer.

Não se pode ter Alegria e medo, ao mesmo tempo.

A você cabe saber como acolher a Alegria em preferência ao medo.

Se há medo, é que há identificação com o medo.

Esse é o jogo da personalidade.

Certas coisas devem dar à luz, também, no ser humano.

Não há “de que modo”, há simplesmente que Ser.

É o que afasta do Ser que colocou “de que modo” e que se colocou no medo.

O Mestre Omraam, com suas palavras peculiares, falou-lhes do terror, de fato.

Para muitos seres humanos, isso será uma forma de terror.

Mas, para outros, isso será uma grande Alegria.

E no entanto, trata-se da mesma Luz, para um como para o outro.

Eu penso que após minhas palavras, o bem amado Um Amigo irá intervir para explicar-lhes esse parto à sua Dimensão Crística e o que isso reflete ao nível de seus circuitos energéticos.

Mas eu o deixarei desenvolver isso.

***

Não temos mais perguntas, agradecemos.

***

Meus Filhos bem amados, minha Graça e minha Luz os acompanham durante esse período preparatório.

Eu lhes digo então, quanto a mim, pela minha Presença, pelas minhas palavras, até então o dia 17 de Julho, após a intervenção de Miguel.

Estejam certos de que nós estamos ao seu lado, como nunca.

Aliás, alguns de vocês começam a perceber Luzes, à noite, ao entardecer ou à noite, no Céu, ou junto a vocês.

Essas Luzes brancas são as grandes manifestações de Consciência que vêem a vocês para prepará-los e para ajudá-los a viver o que está para se viver.

Elas são incontáveis.

Muitos de vocês as percebem à noite, quando adormecem, mas também nos seus Céus.

Sua Presença vai aumentar.

Mantenham um olho sobre essas Luzes, pois elas são, num certo sentido, Guias.

Eu lhes digo até muito em breve.

Todo meu Amor de Mãe os acompanha.

___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e citando sua fonte: http://www.autresdimensions.com/
Versão do francês para o português: Zulma Peixinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário