quinta-feira, 1 de julho de 2010

ANAEL - 1º de julho

1º de julho de 2010

Mensagem de 1º de julho (publicada em 26 de julho de 2010) do SITE AUTRES DIMENSIONS



Questão: Qual é a diferença entre clariaudiência, mediunidade e canalização?

Os canais são diferentes e o nível Vibratório é diferente.

No que concerne à mediunidade, ela pode existir, o mais frequente, de nascimento ou como um Dom vindo de experiências nas vidas passadas. A mediunidade se expressa sob forma visual e não clariaudiente, o mais frequente.

A mediunidade toma o canal do Plexo Solar.
Ela está ligada ao Astral e à percepção do Astral da pessoa ou do Astral futuro e passado. A mediunidade está portanto em relação direta com o que é chamado classicamente de Plexo Solar.

No que concerne à clariaudiência, ela corresponde à ativação de um chacra que está situado em relação direta com a construção do Antakarana, chamado, em sua Dimensão, de Corda Celeste ou lâmpada da clariaudiência.

A clariaudiência esta em relação direta com a ativação, no plano Vibratório espiritual, do chacra laríngeo.

Quanto à canalização, existem tanto canais de canalização como pessoas canais.

O acesso ao Mundo Unitário apenas se pode fazer pela constituição do corpo de Luz correspondente à ativação das cinco novas lâmpadas, à ativação da Coroa Radiante do Coração, do Triângulo Sagrado e do que é chamado de Coroa Radiante da Cabeça.

Se somente a Coroa Radiante da Cabeça está aberta, não há possibilidade de determinar, a seu nível, a não ser pela Vibração percebida no Coração, se isso corresponde à Unidade ou não.

Ainda uma vez, assim como disse em diversas oportunidades, o importante não é que seja verdadeiro ou falso, para vocês, porque, a partir do momento em que vocês encontram uma determinada Vibração, esta lhes trará ensinamento, quer ela pertença à Luz Unitária ou não, o importante sendo o nível de ressonância com o qual vocês entram em ressonância, com relação ao que é emitido como informação.

Embora possa ser útil e agradável ouvir a trama astral, por intermédio de um médium, que vai lhes dizer o que vai acontecer amanhã ou depois de amanhã, ou dar indicações sobre as condutas correntes de sua vida e mesmo algumas informações sobre os mundos espirituais, isso se situa por um intermediário, do mesmo modo que, quando vocês vão numa igreja, vocês chamam um Curador ou um Padre que é, de algum modo, o intermediário entre vocês e algo que é superior.

O importante é compreender que vocês têm essas capacidades em vocês mesmos.

A mediunidade deve tender a se apagar diante da Unidade, quaisquer que sejam as manifestações para vocês.

Nem todos têm a função de se tornar um canal.
Nem todos têm a função de se tornar clariaudiente.

O importante sendo a clariaudiência do som que traduz a abertura do Antakarana e a construção da Ponte de Luz que os une ao nível de sua alma e, sobretudo, de seu Espírito.

A mediunidade toma então sua fonte, geralmente, no mundo astral.

O que é chamado de Intuição, correspondente à ativação do 3º olho, é muito mais difícil de encontrar. Ela se traduz por uma característica de visão muito menos nítida que o que pode existir no mundo astral.

A Vibração é, obviamente, mais elevada, o que não quer dizer que a pessoa seja necessariamente mais elevada, ela mesma.

Tudo depende, ainda uma vez, aí também, de polaridades que existiram nas vidas passadas, de alguns dados ditos hereditários e também de capacidades Vibratórias do próprio indivíduo.

Isso dito, agora, no que concerne ao aspecto puramente Vibratório, é importante compreender que a Vibração que vocês percebem, vocês mesmos, vai corresponder à realidade do que vocês vivem e à realidade do que é percebido.

Assim, vocês podem ilustrar isso pela frase de Cristo dizendo: “Que seja feito segundo tua Fé”.

Sua Fé determina o nível de suas crenças, mas determina também o nível de Vibrações que podem captar, por uma informação ou por outra, que vai então Vibrar em vocês e ressoar em vocês.

Entretanto, não é a mesma coisa ressoar na ação/reação, do que ressoar na Unidade.

Questão: Somos todos capazes de desenvolver essas capacidades?

Aí também a resposta foi, em parte, dada.
Depende de sua evolução, de suas funções e de seus papéis neste período.

Vocês não têm, todos, que se tornarem curadores.
Vocês não têm, todos, que se tornarem padres.
Vocês não têm, todos, que se tornarem isso ou aquilo.
Sigam o que dita seu Coração e vocês ficarão melhor.

Entretanto, a captação, no mundo Vibratório Unitário, de seus Anjos Guardiões e do contato real, através dos mundos ditos sutis e existentes nos Mundos Unitários se realiza, de maneira concreta, pela ativação do décimo segundo corpo.

Questão: Por qual razão, nesse momento, a Fonte não se manifesta?

A Fonte fez, por esse canal, além das palavras que foram pronunciadas, uma revelação essencial relativa à sua personificação num veículo criado, na matéria, de maneira regular, mesmo nesta matriz.

A Fonte, o que exprimem os Arcanjos, com sua polaridade que é própria a cada um, é diretamente oriundo da Fonte.

As palavras da Fonte são palavras muito simples e vão ao essencial.

Hoje, seu essencial é Vibratório.
A Vibração da Fonte pode tocá-los, mas é essencial se prepararem para serem tocados diretamente pelas Vibrações sobre as quais nós tentamos alinhá-los.

Questão: Os cantos gregorianos são justos ou falsificados?

Devido ao princípio de reversão e de falsificação existente na matriz, obviamente, tudo o que é musical está invertido.

Por isso, será que é necessário suprimir a música?
Não, certamente não.

Existem músicas que são capazes de fazer ressoar em vocês fibras, em relação, como dizem, com a alma, que os fazem arrepiar e que elevam, literalmente, suas Vibrações.

Será que é necessário, então, se privar?
A música das esferas, algumas almas particularmente dotadas puderam, por sua confiança particular à fulgurância do dom artístico criativo e da composição musical, traduzir, mesmo em meio à falsificação, certa forma de harmonia que existe nos Mundos Unificados.

São chamados os Grandes Compositores.
Assim, portanto, lhes é completamente possível, e mesmo desejável, ouvir essas esferas musicais, na falta de ouvir a música das esferas.

Questão: Qual diferença há entre facilidade e simplicidade?

Bem amada, a Facilidade é Simplicidade.
O caminho do Coração é fácil.

A partir do momento em que não há mais resistência, tudo é fácil.

O que evolui no Fogo do Coração é Graça. A partir do momento em que seu Fogo do Coração está ativado, o conjunto da vida se inscreve na Alegria.

O conjunto de eventos que se manifesta a vocês pode apenas exprimir a ressonância, a atração existente na Unidade.

E esta é minha fé, muito fácil, porém muito difícil para o ego.

Questão: Pode haver passagem parcial da Consciência no corpo de Existência?

Bem amada, o que você chamaria de passagem parcial corresponde, de fato, à apresentação do corpo de Existência, tal como o viverá todo ser vivo no final desta Dimensão. Alguns serão capazes de asceder e transferir sua Consciência e outros, não.

Levarão, entretanto, seu corpo de Existência, totalmente liberado da matriz, para outros universos, a fim de aperfeiçoar o corpo biológico, até chegar a passar livre e totalmente a Consciência nesse corpo de Existência.

Não há portanto passagem parcial.

Há ressonâncias parciais que obstruirão o acesso, totalmente livre, de toda estrutura carbonada nos Mundos Unificados.

Mas eu diria que isso é apenas adiado e as condições que existirão nos mundos de 3ª Dimensão Unificada nada têm a ver com o que vocês conhecem nesse Mundo, eis que não haverá mais véus, não haverá mais ilusões, não haverá mais privações e as regras de vida serão profundamente diferentes.

Questão: Sinto as vibrações do Coração e da cabeça, mas nada ao nível do Sacrum.

Bem amada, há necessidade de purificar e pacificar esta região de seu corpo, antes que as energias ali se estabeleçam de maneira definitiva.

Isso não é para o momento.

O importante, assim como lhe foi dito, e sobretudo durante os meses que você vai viver e o período perturbado que se apresenta diante de vocês, é a estabilidade na Vibração do Coração e certamente não no Sacrum. Aqueles de vocês que tiverem uma ativação espontânea do Sacrum devem, obviamente, acolhê-la, mas não devem procurar a Vibração do Sacrum.

O alinhamento e o estabelecimento da Consciência no Fogo do Coração é, de longe, o que há de mais importante.

Questão: Qual diferença você faz entre “ouvir” e “se ouvir”?

Bem amado, existem dois modos de se ouvir.

Seja o que dita o cérebro, o que dita a razão e o que dita a lógica, seja o que dita o Coração. O fato de ouvir, obviamente, evoca a segunda parte de minha proposição, que é ouvir falar seu Coração.

Se ouvir em outro nível de compreensão e que não é a compreensão do intelecto, mas bem mais, a fluidez do Coração e a Vibração do Coração, que deve guiar seus passos e seu caminho e não a lógica ou qualquer apego ou convenção que exista em seu mundo.

Em breve, vocês não poderão mais fazer a economia desta distinção, porque seu Coração e a Vibração de seu Coração se fará ouvir, seja sob forma de sonho ou de impulso, para ir num sentido, e a personalidade os puxará no oposto.

Isso se chama resistência, e «combate» bem/mal, que vocês têm a viver, assim como o disse Um Amigo, dentro mesmo de sua ilusão de vida. Cabe-lhes fazer escolhas, mas as escolhas não serão jamais ditadas, se possível, pelo intelecto, por qualquer interesse, mas unicamente pelo Coração.

Isso será fonte, para vocês, de gratidão, de facilidade e de estabelecimento na Alegria. Então, se vocês seguem o que dita sua cabeça, vocês se afastarão cada vez mais da Verdade e da Unidade e não pode ser de outro modo, através das energias da Consciência que se revelam a vocês, através da clarificação da Luz, da Inteligência da Luz, do que ela vem manifestar em suas vidas e sobretudo o que ela vem lhes pedir, para se alinharem na Verdade.

Questão: Pode-se estar na Alegria do Coração sem necessariamente sentir as vibrações do Coração ao mesmo tempo?

Há possibilidade.

Alguns seres começam a viver um sentimento de Alegria indescritível e não percebido pelas Vibrações.

Isso se refere a seres que ainda não ativaram nenhuma das três Coroas, mas que a ativarão, de maneira muito brutal, no momento em que a Luz se revelar, o dia da Unificação da Consciência, decretado pelo Arcanjo Miguel, correspondente a algumas influências astronômicas que existem em seu sistema Solar.

Entretanto, na Vibração do Coração e no Fogo do Coração, ela se acompanha sistematicamente da Alegria. A partir do momento em que vocês provam algo contrário à Alegria, a partir do momento em que estão tristes ou contrariados, o Fogo do Coração se apaga.

Não pode ser de outro modo.

Entretanto, alguns seres, efetivamente, são capazes de sentir uma Alegria, sem poder definir de onde ela vem. Em particular, através de percepções de natureza periférica que existe nas mãos e nos pés, e por vezes na cabeça, sem estabelecimento real e concreto das Coroas da cabeça e do Coração.

Esse é um trabalho de preparação que se faz nessas almas, que são atualmente muito numerosas.


___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e citando sua fonte: http://www.autresdimensions.com/
Versão do francês para o português: Célia G.

Nenhum comentário:

Postar um comentário