quarta-feira, 16 de junho de 2010

UM AMIGO - 16 de junho de 2010

16 de junho 2010.

do SITE AUTRES DIMENSIONS


Eu sou Um Amigo.

De meu Coração a seu Coração, de minha Consciência a sua Consciência, expressei-me, há pouco tempo, sobre o laço e a relação formal que existe entre Consciência e Vibração.

O acesso à Existência é Vibração.
A Consciência Ilimitada é Vibração.
A consciência limitada é Vibração mínima.

Em meio às transformações que vocês vivem agora, vários de vocês são chamados a vibrar, primeiramente por intermédio das Coroas Radiantes, do Triângulo Sagrado, para acender as lâmpadas, para, em seguida, num segundo tempo, acender as novas lâmpadas chamadas ainda Novos Corpos e, por último, através da reunificação das novas lâmpadas, como as Três Lareiras, viverem a Vibração que lhes permite aceder a esta parte que lhes era desconhecida e inacessível até o presente.

Vibrar no Ilimitado e passar na Consciência Ilimitada se faz por uma acentuação e uma aceleração da Consciência e da freqüência da Vibração.

Nesta expansão de Consciência e nesta expansão de Vibração, vocês se apercebem que certo número de freios, certo número de portas que estavam fechadas se entreabrem e lhes permite entrar em comunicação, em relação com outros reinos, com outros mundos.

Assim, portanto, a Vibração que passa do limitado ao Ilimitado, se acompanha da passagem de uma relação compartimentada, segmentada, fechada, para uma relação aberta que lhes permite entrar em comunicação com o universo, com a Terra, com os vegetais, com toda Consciência, quaisquer que sejam sua forma e sua Dimensão.

As explicações, no sentido em que se entende, ao nível humano, bloqueiam a Vibração. Certamente, a explicação é satisfação para o mental, mas ela é limitante e cristalizante para a Consciência Ilimitada.

A passagem do ego ao Coração, ou a passagem do mental ao Coração, necessita o abandono de certo número de regras de funcionamento, todas provenientes do mundo que vocês conhecem, de seus limites, de sua própria história, de suas próprias feridas e de seus próprios condicionamentos.

A explicação do Coração é evidência, simplicidade.
Ela não passa pelo filtro do mental.
Ela não passa pela razão.
Ela não passa, sobretudo, pela dualidade e a discriminação.

A passagem do limitado ao Ilimitado consiste já em aceitar, não como um dogma, mas como uma realidade Vibratória, que vocês são ao mesmo tempo isso e bem além disso, que vocês são ao mesmo tempo esse corpo perecível e além, esta Dimensão de Semente de Estrelas que não conhece a limitação.

Será necessário reunificar, entregar na relação, a parte limitada de vocês com sua parte Ilimitada. Isso apenas pode se realizar pelo Coração e pela Vibração, e a Vibração apenas pode aparecer se o Coração vibra.

Eu não falo, certamente, da Vibração chamada prânica ou etérea, eu falo da Vibração chamada Supramental, plano da “città”, aquela que percorre os seres despertos, segundo as descrições que fez Sri Aurobindo.

A Vibração do Supramental é uma Vibração extremamente rápida, bem diferente da simples percepção vibratória usual e habitual, bem conhecida daqueles que percebem, pela energia, pela onda.

Lembrem-se também que penetrar as esferas do Ilimitado necessita abandonar todo julgamento, com relação a si mesmo, com relação ao outro, como o disse Anael, confiar-se, abandonar-se à Vibração da Luz para viver a Essência e a quintessência.

Lembrem-se também as palavras de Cristo: “ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não volta a ser tal como uma criança”, criança marcada pela espontaneidade e a Presença, no instante e no momento presente, bem maior do que pode viver um adulto, por seu passado e por suas projeções no futuro.

Alguns apoios, para além do corpo e para além da Consciência pura, poderão ser utilizados. Lembrem-se que esses apoios são apenas ferramentas que lhes permitem, certamente, aproximá-los da Vibração do Ilimitado.

Assim são os mantras, assim são os cristais ou outras técnicas Vibratórias dentro na natureza, que lhes permitem, não ascender ao Ilimitado, mas aproximá-los de maneira Vibratória porque, definitivamente, somente a Consciência, na aproximação do Ilimitado, aceita não mais ser limitada, para não mais manifestar diferença de separação entre a consciência comum da véspera (consciência de sua Dimensão) e Consciência Ilimitada (na Existência, nas dimensões unificadas).

Há a possibilidade, devido à época específica que estão vivendo, de dirigir, com freios muito mais importantes, sua própria Consciência, do limitado para o Ilimitado. É-lhes possível, dentro da majoração da Vibração, perceber esta Vibração e conectá-la e depois, em seguida, identificá-la à Consciência.

A Consciência Ilimitada é Vibração.
A Consciência Ilimitada é não fixação numa forma.
A Consciência Ilimitada é Vibração extremamente rápida como a Luz, certamente, não aquela que vocês vêem, mas aquela que existe na Alegria, no Samadhi e na Consciência pura Sahat-shit-Ananda.

É dentro disso que nós os convidamos.
O ideal, o objetivo, sendo realizar, de maneira muito prática, a própria subida Vibratória de vocês mesmos, dentro de seus espaços meditativos, como em seus atos comuns, de sua Vida comum.

Isto que realizei em minha vida, numa época onde era muito mais difícil é, em resumo, muito mais fácil hoje.

Retenham que os únicos obstáculos são apenas procedentes do mental, das emoções e, antes de tudo, das crenças e dos condicionamentos e, portanto, dos medos, porque isso é um medo que foi inscrito em suas estruturas, num dado momento de sua evolução nesta Dimensão dissociada, que foi responsável das crenças porque, nas crenças, há um quadro e, nesse quadro, há o apaziguamento do mental.

Sair das crenças para ir para o Ilimitado é, por vezes, para alguns seres humanos, difícil. Aceitar abandonar todas os referenciais, todos os condicionamentos e, portanto, todos os medos, é por vezes tão inscrito na memória coletiva da Humanidade dissociada que vocês chamam matriz, que isso representa um desafio importante.

Mas, lembrem-se, como lhes disse o bem amado Arcanjo Miguel, a Luz tocou a Terra. Assim, portanto, ela está à sua porta, muito mais facilmente que há ainda um ano, muito mais facilmente que há dez anos ou vinte anos. Eu diria mesmo que a Consciência capaz de se estabelecer no Coração, na Coroa Radiante do Coração, poderia entrar na Consciência Ilimitada, de maneira instantânea, pela Vibração que se propaga no conjunto de estruturas do corpo e dos corpos sutis.

Aí está, preliminarmente, o que tinha a lhes emitir.
É evidente que, se existem em vocês questionamentos relativos ao que chamamos Consciência e Vibração, se há necessidade de alimentar o Coração e a cabeça pela Vibração, para ajudá-los a irem sempre mais para o Coração, podemos responder a essas questões.

Questão: Uma Paz sentida no Coração é um acesso a este Ilimitado?

Caro Irmão, na Vibração do Coração percebida, existe certo número de estados. Do mesmo modo que, quando o Antakarana se constrói (essa ponte de Luz que une a personalidade inferior à alma, existem sete sons, sete tonalidades diferentes), do mesmo modo, ao nível do Coração, existem sete Samadhi diferentes.

A Paz é uma das etapas.
O conjunto desses Samadhi encerra-se no que é chamado o Maha Samadhi ou Grande Samadhi, aquele que lhes confere o acesso à eternidade.

A Paz é uma etapa essencial e preliminar, mas existem outras.

Questão: Esses diferentes estados já existem em nós e se deve simplesmente redescobri-los?

Caro Irmão, o acesso à Existência foi retirado, há muito tempo, para a maior parte de vocês. Não é portanto exato dizer que está inteiramente presente no Interior de vocês.

Existem estados a reconquistar.
Passar do Interior para o exterior, passar da Consciência limitada para a Ilimitada, é o objetivo.

Lembrem-se que seu corpo de Existência permaneceu prisioneiro no sol.

O Antakarana do Sol para a Terra terminou, pelos Casamentos Celestiais, por intermédio das Etapas.

O conjunto do sistema solar está agora conectado.
Resta estabelecer a Cruz Planetária que permite resolver as últimas oposições.

Assim, portanto, vocês descobrem espaços que, quando se instalam em vocês, lhes parecem interiores e eles o são, mas não eram preexistentes devido ao fato mesmo do princípio de falsificação.

Questão: Porque perder todos os marcadores ligados à personalidade, pode assemelhar-se à loucura?

Caro Irmão, a partir do momento em que o humano funcionou com marcadores (esses marcadores sendo tanto psicológicos, comer para manter o corpo, ir ao trabalho para poder alimentar-se, manter relações num casal ou outra forma de relação), tudo isso considerado como vital pela personalidade, a partir do momento em que sua única necessidade torna-se o Coração, a partir do momento em que vocês tornam-se capazes de se estabelecer, por tempos cada vez mais intensos e longos, no Coração, obviamente, isso pode parecer loucura à personalidade.

Esta etapa corresponde à dissolução da personalidade.
Esta dissolução não é um desaparecimento da personalidade.
É o que ela quis fazê-los crer.

Mas esta dissolução, esta pequena loucura, é a etapa necessária para que vocês não estejam mais sob a influência da personalidade, mas para que a personalidade esteja submissa, inteiramente, à Vibração da Luz, da Existência e da Unidade.

A perda dos marcadores é indispensável nos diferentes estados místicos, dos quais alguns lhes são hoje perfeitamente conhecidos, pelo próprio princípio de experiências de morte iminente.

É evidente que o acesso a esta Luz, ainda que não seja a verdadeira Luz, que só possa se fazer fora do corpo, fora do aspecto Ilimitado... A chance específica ligada a este final de ciclo é que vocês não têm necessidade de sair desse corpo para experimentar a Luz, porque a Luz veio a vocês, e a Luz ganhou o direito de se manifestar e de se revelar e, sobretudo, se estabelecer.

A problemática é que vários seres humanos estão tão fechados dentro de seus hábitos, de seus medos, de seus modos de funcionamento (vindos justamente da personalidade), que lhes será muito difícil, no momento vindo, elevar suas Vibrações para aceder a esta Vibração de Existência.

As feridas são limitações da Vibração.
Os medos são cristalizações.
Os sofrimentos são também alteração do Ilimitado.

A personalidade tem o hábito de viver dentro de alguns quadros perfeitamente racionais e definidos nos quais tudo é apreensível, ou tudo ao menos calculável, ainda que o cálculo seja falso.

O que não é o caso na simplicidade do Coração e na Vibração do Ilimitado. Foi-lhes frequentemente dito que a Luz é Inteligência e que a Inteligência da Luz não pode estar situada no mental discursivo que passa seu tempo a escolher no bem e no mal, no julgamento de valor, no que é bom e no que não é bom.

A Luz do Coração na Luz Vibral, na Unidade e no Ilimitado, é evidência e simplicidade.

No mental e na personalidade apenas existem questões.
No Coração, apenas existem respostas a questões que não existem mais.

Questão: Que significa o fato de dizer que o sofrimento é alteração do Ilimitado?

Cara Irmã, nos mundos unificados e na Existência, a Sombra não existe.

A doença, no sentido em que entendem, não existe.
Tudo é harmonia, beleza, bondade, felicidade.
Existem múltiplas possibilidades de mudança de forma.

A doença é cristalização dentro de uma forma já fixada por ela mesma, nesse corpo biológico. Assim, portanto, um sofrimento, qualquer que seja, nesse corpo, como numa ferida emocional ou mental, é um freio importante ao acesso para o Ilimitado.

O acesso ao Ilimitado, quando começa a aparecer e a se manifestar à sua consciência comum, tem virtudes e capacidades de dissolução das cristalizações.

Assim, portanto, o sofrimento é limitação.
O sofrimento os impede de terem acesso ao Ilimitado.

Ora, lembrem-se que é útil, ou indispensável, para a maior parte dos seres humanos, aceder a esse Switch de Consciência que os faz passar do limitado ao Ilimitado, antes que o sofrimento, visto com o olhar da lagarta, torne-se intolerável sobre esta Terra.

De sua capacidade para passar ao estado de borboleta resultará sua capacidade para afastar-se da lagarta e de seus sofrimentos.

Questão: O aumento da energia da Vibração vai permitir a certo número de seres humanos, mesmo inconscientes, atingir este Ilimitado?

Caro Irmão, cada dia de seu tempo, nós o esperamos.
Cada dia de seu tempo, um número cada vez mais importante de seres humanos começam a aceder à Paz do Coração e, também, à intuição ou ao instinto que algo de essencial está as suas portas.

Diante desta forma de urgência Vibratória e de Consciência, é evidente que nós nos preparamos para acolher, cada dia, cada vez mais seres humanos em sua Existência.

Esperamos sempre vê-los mais numerosos deixar os espaços da limitação.

Questão: Se voltar a ser criança e reencontrar a criança liberada em Si, reencontrar esta criança liberada em Si é uma maneira de aceder ao Ilimitado? Uma ilustração de pureza, de elevação espiritual?

Caro Irmão, se isso se acompanha da Vibração de seu Coração e da Vibração do conjunto de seus constituintes, então, sim. Aí também, muitas palavras existem: a criança Interior, criança inocente...

Eu já expliquei toda a diferença entre o Amor, no sentido em que vocês o empregam pelas palavras, com o Amor Vibração. Do mesmo modo, colocar palavras é sempre possível, mas lembrem-se que no Ilimitado, o que prevalece é a Vibração.

Assim, vocês podem fazer e expressar palavras por vezes muito belas, se não são Vibrantes, elas não correspondem à Verdade. Assim, portanto, vocês devem passar do conceito, tão sedutor que seja, para a Vibração real, do Estado de que falo.

A pureza é efetivamente uma das etapas mas, infelizmente, existem alguns seres humanos para quem a pureza é uma procura absoluta que se traduz por uma busca mental e absolutamente não por uma busca Vibratória.

É muito importante diferenciar isso.
A solução para o limitado é a Vibração que conduz ao Ilimitado.

Então, evidentemente, certo número de conceitos são aplicáveis nisso mas, se vocês aplicam os conceitos e não vivem a Vibração, isso corresponde a uma Ilusão a mais, porque, mesmo os conceitos os mais belos, como a pureza, pode tornar-se um fechamento do mental pela busca deste ideal de pureza ao nível da cabeça, ao nível dos alimentos, ao nível da conduta, perdendo de vista que o essencial é a Vibração, antes de qualquer coisa.

Apenas na Vibração o mental pode se apagar.
Apenas na Vibração que a emoção pode se afastar.
Todo o resto, eu diria, é apenas uma resolução temporária deslocando sua consciência de problemática em problemática, de crença em crença.

Quantos seres humanos passam de uma crença a outra, de uma religião ou um sistema, permanentemente, durante sua Vida? Enquanto vocês não acedem à Vibração, nenhuma crença os liberará das crenças.

Questão: Que significa a expressão que emprega por vezes: «o momento vindo»?

O momento vindo é o momento em que esta Dimensão desaparecerá, inteiramente.

Se vocês foram capazes de se estabelecer na nova Vibração, vocês irão nesta nova Vibração. Se não foram capazes, vibratoriamente, de se elevarem nesta Vibração nova, vocês partirão em outros espaços, em outros lugares, em outros tempos, para aperfeiçoar esta elevação Vibratória.

O momento vindo é o momento em que esta Dimensão desaparecerá no Fogo. Ou vocês são capazes, vocês mesmos, de tornar-se o Fogo do Coração e, portanto, o Fogo da Existência, ou vocês não são capazes, Vibratoriamente.

Eu não falo de aptidão mental ou emocional, eu falo unicamente de aptidão vibratória.

Questão: A Vibração é o eterno canto de Amor do universo?

Inteiramente, definitivamente.

Questão: Quando diz que esta Dimensão não existirá mais, você faz referência ao desaparecimento deste planeta?

Do mesmo modo que a lagarta torna-se borboleta e a lagarta se dissolve, do mesmo modo, esta Terra dissolver-se-á nesta Dimensão para nascer na nova Dimensão.

Este novo nascimento apenas poderá ser realizado pelo Fogo.

Trata-se do batismo pelo Fogo.
Esta Terra não existirá mais nesta Dimensão, mas na nova Dimensão.

Eu os lembro que é ao que assistem nesse momento mesmo.

Questão: Isso significa que a raça humana vai desaparecer?

Nada desaparece, tudo se transforma.
Assim é de toda Vida nos mundos unificados como nos mundos dissociados.

Simplesmente, a dissociação transformar-se-á em outra coisa que não será mais dissociada.

A Vida mesmo é transformação.
A única diferença, com relação ao que vocês poderiam conceber comumente, é que, desta vez, a Consciência não se apaga.

Lembrem-se também que a partir do momento que vocês penetram as esferas do Ilimitado, por vocês mesmos, mesmo nesta Dimensão, quando sua Coroa Radiante do Coração se ativa até tornar-se Fogo, a partir do momento em que seu sacrum se desperta, a partir do momento em que suas três lâmpadas estão alinhadas, vocês têm a possibilidade, já ao nível de seus espaços de alinhamento meditativo, ou não, de aceder ao Samadhi.

Nesse Samadhi, vocês se extraem inteiramente do mundo tal como o definem. Nesses breves momentos, ou nesses momentos mais longos para alguns de vocês, sua Consciência está totalmente ausente da Dimensão dissociada.

É o que alguns de vocês experimentam, exceto que, lá, isso não será mais uma experiência, mas a realidade definitiva.

Questão: O abandono à Luz preconizado por Anael continua o meio por excelência de deixar a Luz penetrar em si?

Mais a ampulheta do tempo avança, mais isso se tornará a única solução. Vocês não podem encontrar a Luz e manter o que vocês são nesse mundo. Isso era válido nos tempos antigos, em que alguns Mestres conseguiram, parcialmente, se extrair da matriz.

Lembrem-se das palavras de Cristo: «vocês estão sobre esse mundo, mas vocês não são desse mundo». Cabe a vocês cortar: querem ir para a Vibração ou querem ir para a limitação?

Vocês não podem continuar, no momento vindo, a se manter na limitação e viver a Luz. Será um ou será o outro mas, em nenhum caso, os dois.

Eu posso também lhes assegurar que mais vocês forem para esta Vibração do Coração, mais vocês irão para o Fogo do Coração e o acesso à Existência, menos terão vontade de permanecer nesta Dimensão.

E, no entanto, é preciso porque, como lhes disse o Arcanjo Miguel, vocês são os Ancoradores e Semeadores da Luz nesse mundo e nós não poderemos levar a efeito o desvendamento e a Revelação da Luz se não tivermos número suficientemente importante de seres humanos aptos e capazes de realizar isso.

Mas o que vocês vivem é uma preparação.
Esta preparação, dezenas de milhões de seres humanos vivem sobre esta Terra. Alguns, muito raros, desde o início da Efusão do Espírito Santo sobre a Terra, em 1984, outros, muito mais recentemente desde a efusão do Ultravioleta retransmitido pelo Arcanjo Miguel desde mais de um ano e, em número crescente, dia a dia.

Progressivamente e à medida que a Luz se instala e se insinua, literalmente, nesta Dimensão, progressivamente, tornar-se-lhes-á mais simples penetrar no Ilimitado e, também, as limitações de todas as ordens desaparecerão até o final mesmo desta Dimensão.

Questão: Servir a Fonte sem ainda ter entrado no Ilimitado é possível realmente?

Caro Irmão, existem diferentes modos de servir a Fonte.
Obviamente, existiram, nos diversos ensinamentos, meios que lhes foram dados de amar, de servir.

Hoje, é-lhes solicitado ir além.
Muitos seres humanos que viveram o Serviço com a doação total deles mesmos, não tinham a Vibração para aceder ao Ilimitado.

Vocês devem ir além.
O Serviço está além do Serviço.
O verdadeiro Serviço a Fonte é Vibração.
O Verdadeiro Serviço da Fonte é acolher a Fonte em Si e esse é um processo Vibratório e não um mecanismo intelectual ou mesmo moral.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Então, caros Irmãos e caras Irmãs, eu lhes peço que acolham, de meu Coração a seu Coração, a Vibração.

...Efusão de energia...

E eu lhes digo até muito breve.

___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e citando sua fonte: http://www.autresdimensions.com/
Versão do francês para o português: Célia G.

Nenhum comentário:

Postar um comentário