quarta-feira, 1 de julho de 2009

RAM - Meditação guiada sobre o Coração [01/07/2009] - Autres Dimensions



01 de julho de 2009.
PROTOCOLO A PRATICAR - Atualização:
01 de julho de 2009.




Meditação guiada sobre o Coração
do site AUTRES DIMENSIONS

Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

Nota: esta meditação guiada foi proposta por RAM, por ocasião de uma canalização, em 26 de dezembro. Ela está reproduzida em sua integralidade (na rubrica "Protocolos AD"). [Clique aqui]

Eu sou RAM.
Lá se vão agora quase 4 meses que eu venho instruí-los por palavras, pela vibração, pela Luz e pelo silêncio, sobre o coração.

Além de palavras, além da vibração, além da Luz e além do silêncio, será necessário agora que, por vocês mesmos, através do que chamarei a consciência/energia, vocês sejam capazes de reproduzir à vontade esse nível de consciência.

Eu lhes proponho, então, de início, de nos reunir no silêncio interior, deixar aflorar à consciência a percepção da consciência/energia.
Esta consciência/energia manifesta-se logo que você concentra sua própria consciência no instante, no momento e no corpo.

O estado que você deve perceber antes de começar a utilizar a consciência/energia é um estado de calma interior, desprovido de emoções, desprovido de pensamentos, desprovido de movimentos.

Você deve se parecer com a superfície de um lago, sem correntes e sem movimento.

Você pode se ajudar pela respiração, sem, entretanto dirigir esta respiração, unicamente centrando-se na inspiração, na expiração e na pausa entre o inspirar e o expirar.

Este exercício de silêncio é o preâmbulo ao que vamos fazer e deverá ser estabelecido antes de começar o trabalho sobre a consciência/energia.

Você deve se parecer com a superfície de um lago que nada vem afetar, nem do interior, nem do exterior.

Enquanto vocês estabilizam este estado, algumas palavras sobre a consciência/energia.

Em estado de recolhimento, em estado de interiorização (em estado de meditação, se preferem), sua consciência, deslocando-se, localizando-se sobre certos pontos ou certas zonas, vai estar acompanhada pela energia.

A energia é a chave que destranca a porta do coração.
Vamos percorrer um caminho para o interior de seus corpos que vai corresponder ao desbloqueio de 6 pontos do coração, permitindo penetrar, de modo fácil e simples, seu santuário interior.

Mas, pelo momento, continuem a manter a superfície de um lago calmo, onde nada do interior nem do exterior possa vir alterar essa superfície plana sem movimentos.

O processo que vamos abordar pode ser reproduzido.
Ele lhes tomará, em tempo terrestre, de 20 a 30 de seus minutos.

Vai consistir em colocar sua atenção e, portanto sua consciência sobre lugares e pontos do corpo extremamente precisos, numa ordem precisa, a fim de desbloquear as 6 travas de sua interioridade.

Será suficiente seguir o ritmo que vou lhes propor e os lugares de seus corpos onde vou pedir, sucessivamente, para colocar sua consciência.

Assim vai instalar-se, na região do peito, um nível vibratório que, para alguns de vocês, é inédito. É nesse nível vibratório da consciência/energia que se encontra a unidade, o êxtase e o intase e o acesso à sua Divindade.

Não há outra porta, não há outro caminho.
Mesmo para aqueles que viveram sem o saber, passaram pela ativação desses 6 nós ou desses pontos ou desses 6 bloqueios.

Tudo o que terão a fazer será colocar sua consciência sobre o ponto que indicarei.
Durante esses alguns minutos em que sua consciência estará centrada sobre esta zona de seus corpos, vocês irão ativar vibratoriamente o espaço sagrado interior de seu ser.

Mas voltemos, pelo momento, à superfície do lago.

... Efusão de energia...

Sua consciência vai agora colocar-se sobre sua coluna vertebral, à altura das omoplatas.

Trata-se de uma zona e não de um ponto.
Sua consciência, em sua totalidade, coloca-se agora no meio de sua coluna vertebral, entre as duas omoplatas.

Uma zona grande.
O simples fato de colocar sua consciência sobre esta zona vai criar rapidamente uma fonte de calor, leveza, em suas costas.

Façamos isso juntos, agora.
Este calor ganha e irradia o interior de seu peito.
Deixe-o agir.

Continuem a colocar sua consciência sobre esta grande zona de aproximadamente 10 a 15 centímetros de diâmetro ao nível de suas costas.
Não se perturbem pela vibração e pelo calor.

Satisfaçam-se de estarem conscientes e de colocarem sua consciência nisso.

... Efusão de energia...

Agora vocês vão trasladar sua consciência entre o plexo solar e o plexo cardíaco, na ponta de seu esterno.

Coloquem sua consciência sobre esse ponto sem se ocuparem do que acontece no conjunto da região.

Não procurem analisar, compreender.
Satisfaçam-se de colocar a consciência lá onde eu lhes digo.

Não estamos mais sobre uma zona, mas sobre um ponto: na ponta do esterno.

... Efusão de energia...

Sua consciência vai agora se colocar acima de seu seio direito e abaixo da clavícula: uma zona de 5 a 10 centímetros de diâmetro.

Não se preocupem do que você sente fora desse ponto, no momento.

... Efusão de energia...

Sua consciência se coloca agora sobre a zona simétrica, do lado esquerdo do peito, acima do seio esquerdo e abaixo da clavícula esquerda.

... Efusão de energia...

Sua consciência se dirige agora à base de sua garganta, lá, onde existe um oco, nesse ponto preciso.

... Efusão de energia...

Enfim, sua consciência se coloca sobre o 6ª ponto que se encontra no centro do plexo cardíaco, no meio do peito, na frente.

... Efusão de energia...

Vamos, se querem, refazer uma segunda vez o circuito da consciência/energia.
De novo sua consciência se coloca no nível de suas costas, entre as omoplatas.

Trata-se de uma zona de 10 centímetros de diâmetro.

... Efusão de energia...

Sua consciência se translada agora sobre um ponto entre seu plexo solar e seu plexo cardíaco, na ponta do esterno.
Deixe pra lá o que acontece em outros lugares do corpo.

... Efusão de energia...

Depois a consciência se coloca acima de seu seio direito e abaixo da clavícula numa zona próxima de 7 centímetros de diâmetro.

... Efusão de energia...

Em seguida, sua consciência se translada sobre a zona simétrica, do lado esquerdo.

... Efusão de energia...

Em seguida sua consciência se translada sobre o quinto ponto: a parte baixa da garganta, no oco, acima do esterno.

Trata-se de um ponto.

... Efusão de energia...

E sua consciência se translada em seguida ao último ponto de consciência, no meio de seu peito, em pleno centro do chacra do coração, sobre a face anterior do peito.

... Efusão de energia...

Você abriu agora os 6 cadeados e penetrou enfim ao centro do peito, no interior.

... Efusão de energia...

Sua consciência pode se voltar agora sobre quaisquer explicações complementares que tenho a lhes dar com relação a esse trabalho da consciência/energia.

Existem, portanto 6 chaves sucessivas permitindo destrancar, eu repito, o acesso à sua interioridade.

Muitos seres humanos param no momento da percepção de seu próprio chacra do coração que gira na frente do peito.

Existe uma etapa, após esta, que é a passagem dessa irradiação exterior para uma irradiação interior.

Os 6 pontos de que eu falei, e que foram ilustrados pela vibração de sua consciência a esse nível, são os 6 guardiões que velam para que aquele que não esteja pronto não possa penetrar o santuário.

A fonte do que vocês são não está ligada unicamente ao seu chacra do coração, mas bem mais a esse ponto central no meio do coração, no interior do meio do peito.

É aqui, e em nenhuma outra parte, que residem a Unidade, a alegria, a plenitude e a totalidade do que veio procurar o ser humano em encarnação.

Tudo partiu desse ponto e tudo deve voltar a esse ponto.
O destrancar das chaves e dos cadeados desses 6 pontos deve se fazer a cada reunião.

Essas portas e esses cadeados voltam a se fechar a partir do momento em que, de novo, sua consciência se interessa pela vida comum.

Apenas no ser realizado, no ser despertado totalmente é que isso vai se tornar permanente e um estado estável.

O estado estável não é a irradiação do coração para o exterior, mas a irradiação do coração para esse centro, para o centro do Ser.

Se vocês têm questões com relação a esse procedimento, vou responder.

>>>

Ndr: Nenhum dos participantes fez perguntas.

Seu silêncio é a garantia de que o procedimento que acabamos de iniciar em vocês pode ser reproduzido de maneira fiel e autêntica.

Vocês poderão levar a efeito esse processo tantas vezes quantas desejarem.

Num primeiro tempo, respeitem a etapa essencial, preliminar, da superfície do lago de montanha.

Depois de certo número de repetições desse procedimento, vocês serão capazes de abrir essas portas e esses cadeados na vida comum.

A fase final corresponderá ao momento em que vocês perceberem a vibração interior do chacra do coração, no centro do centro do peito.

Não se demorem a colocar a consciência sobre as manifestações que se produzem. Contentem-se de vivê-las. Isto é essencial ao bom desenvolvimento do procedimento.

Irmãos e irmãs, se vocês não têm perguntas, eu lhes dou minhas bênçãos, ainda uma vez, e eu lhes digo até breve.

************
Mensagem de RAM no site francês Autres Dimensions:
http://autresdimensions.info/article3382.html
01 de julho de 2009 (Publicado em 01 de julho de 2009).
Versão do francês para o português: Celia G.
via: http://leiturasdaluz.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário