terça-feira, 16 de março de 2010

UM AMIGO - 16 de março

16 de março de 2010

do SITE AUTRES DIMENSIONS


Irmãos e irmãs, recebam novamente minhas saudações e minhas homenagens.

Sou UM AMIGO.

Vamos nos interessar, se isso lhes interessa, por questões concernentes a esse corpo de Existência, porque não duvido que, independentemente das novas percepções que muitos de vocês vivem nesse corpo, numerosas são as perguntas sobre esse veículo multidimensional. Então, vamos tentar avançar, tanto quanto possível, numa compreensão simples do que é esse corpo de Existência.

Tanto quanto possível, estabelecerei uma consonância analógica (em suas funções e em suas potencialidades) desse corpo de Existência, com relação a seu corpo físico, que vocês conhecem. Vocês devem compreender, antes de tudo, que esse corpo de Existência (que lhe é mais ou menos desconhecido, mais ou menos revelado) está doravante no livre acesso.

Por outro lado, devem aceitar também que algumas de suas funções não possam ser apreendidas pelo mental, mas somente vividas. Um exemplo muito simples mesmo ao nível de seu corpo de personalidade (a menos, obviamente, de tratar-se de um especialista de anatomia): quando vocês olham à direita, vocês não sabem quais são os músculos que intervêm, nem os nervos e, no entanto, vocês o fazem.

É o mesmo ao nível desse corpo de Existência.
Pode-se dizer que me tornei um especialista desses corpos multidimensionais, quanto à sua função, à sua anatomia.

Eu seria portanto, de algum modo, um anatomista da Unidade.
Apreendam bem a analogia existente entre o movimento dos olhos, que vocês realizam espontaneamente, sem no entanto conhecerem as cadeias neuromusculares que intervêm.

No corpo de Existência é o mesmo princípio.
Progressivamente e à medida em que vocês penetrarem mais nele, em sua Consciência Supramental, progressivamente sentirão coisas novas, mesmo no corpo de personalidade.

Existe uma explicação lógica para cada percepção.
O objetivo, inicialmente, não é tanto esta explicação mas sim viver as manifestações, experimentar os efeitos, sem sempre compreender os mecanismos. Do mesmo modo que um recém nascido que chega do além encontra espontaneamente os reflexos de sucção e um certo número de reflexos, do mesmo modo, o corpo de Existência, quando renasce em vocês, aqui, traz com ele um certo número de reflexos.

Esses reflexos guiarão nossas expansões de Consciência e as capacidades novas que decorrem da utilização desta estrutura. Assim, tentem viver o mais frequentemente a Consciência mais que a explicação, o aspecto percepção antes que o aspecto racional e explicação. Porque a explicação não tem necessidade de ser compreendida, do mesmo modo que, quando vocês movem os olhos, vocês não tem necessidade de saber quais são os músculos que se movem: vocês o fazem. Tentem adotar o mesmo tipo de comportamento com relação ao que vão viver em breve. Muitas manifestações novas invadem pouco a pouco sua estrutura física e sua estrutura sutil. Elas são todas em relação com o ajustamento e a montagem de sua Existência, em seu veículo, cada um a seu ritmo.

Vivam as Vibrações e a Consciência.
Observem como um observador, antes que como um cientista.
Observem simplesmente as manifestações e a correlação das manifestações Vibratórias com a Consciência e, certamente, com os potenciais espirituais novos.

O mais importante está aí e em nenhuma outra parte.
Então, irmãos e irmãs, se vocês têm perguntas que os perturbam, que os afligem, vamos tentar resolvê-las juntos.

Esse trabalho é uma Alegria.
Então, podemos começar imediatamente a trocar.


Questão: O corpo de Existência tem a forma de uma Merkaba e pode mudar de forma?

O veículo Merkaba é um dos componentes do que é chamado Veículo Ascencional que é ele mesmo um componente do corpo de Existência, mas não é a totalidade do corpo ascencional e não é portanto uma totalidade do corpo de Existência.

Obviamente, o que vocês descobrirão, deixando definitivamente esse plano de 3ª Dimensão, é que o corpo de Existência não tem qualquer limite em sua expansão Dimensional, geográfica, temporal. Com efeito, de acordo com sua Fonte e sua origem estelar e segundo o plano dimensional do qual vocês vieram, vocês reencontrarão os plenos potenciais desse corpo de Existência, dos quais o mais inédito, para vocês, é a transparência e a plasticidade, ou seja, a capacidade, em função das dimensões nas quais ele evolui, de modificar sua forma, sua Vibração e sua cor.

Mas não se preocupem, tudo isso também se fará de modo muito natural e vocês se aperceberão que esse corpo de Existência está em tomada direta sobre a Consciência e que a Consciência se dirige à vontade. A intenção que cria o deslocamento, a intenção que cria a forma e a transparência, o que será para vocês uma grande novidade com relação a esse corpo opaco que habitam e que não obedece sempre, a priori, à sua Consciência.


Questão: O corpo de Existência seria a Consciência liberada?

Pode-se dizer assim.
Mas a Consciência não está limitada a esse corpo plástico e transparente. Devido mesmo ao fato da transparência, a Consciência não está mais limitada pelo corpo no qual ela está.

Na Existência, não há mais barreira: barreira entre vocês e os outros, barreira entre vocês e outra coisa, barreira nas Dimensões. O funcionamento da Consciência, nesse corpo de Existência, poderia corresponder ao princípio de holograma.

Na Existência, a Consciência está por toda parte e consciente de tudo, um pouco à imagem de fases místicas que podem ser vividas, nesse corpo físico que habitam, onde o ilimitado (sentimento de fusão, de diluição e em alguns casos de aniquilação) é bem real, com uma acuidade, certamente, muito maior, ao nível da Existência porque a Consciência não é mais atrasada, nem travada, por estruturas físicas e sutis, de sua dimensão.


Questão: Pensar que a Consciência é uma abertura para o infinito é certo?

Isso não é um pensamento, é uma Verdade.
A Consciência Unificada, ou não separada, tal como a conhecem, é infinita.

Vocês se tornam vocês mesmos a Fonte.
Isso não é uma imagem, é a Verdade.

Vocês são ao mesmo tempo a Fonte, vocês são ao mesmo tempo as galáxias, vocês são ao mesmo tempo os elementos, vocês são ao mesmo tempo vocês e diferentemente.


Questão: Existem indicadores para saber onde estamos no caminho para a Existência?

O primeiro dos indicadores é a capacidade para contatá-la e isso está aberto a um nível que jamais existiu na superfície desta Terra, desde alguns dias. Vocês localizam também a passagem na Existência pelas modificações mesmo nesta estrutura biológica, quando sua Consciência ali ainda está: modificação do ritmo cardíaco e do ritmo respiratório e depois a modificação da própria Consciência pelo fenômeno do switch ou de basculamento.

Este é o indicadir direto de que vocês estão prontos a receber e a viver na Existência. Em seguida, de acordo com os casos (que são profundamente diferentes de um ser para o outro), lhes será permitido, por sua constituição, transferir a totalidade de sua Consciência ao nível do Supramental e talvez viajar para onde bom lhes pareça, alguns instantes.

O outro indicador é o estabelecimento da percepção de Consciências que habitam esses Mundos Unificados: Anjos guardiões, Arcanjos, Guias que, anteriormente, lhes eram imperceptíveis e que tornar-se-ão cada vez mais perceptíveis progressivamente e à medida em que nós nos aproximaremos.

Esses são os sinais e os indicadores principais.


Questão: Como viver esses fenômenos se não sabemos mesmo que isso existe e não sabemos o que é?

Isso é simplesmente impossível.
Os primeiros de vocês que vivem o fenômeno de switch da Consciência percebem pertinentemente do que se trata. Do mesmo modo que a Consciência, chegando num corpo de bebê, sabe como fazer para comer, para manifestar, é exatamente similar para a Consciência da Existência.

Você não tem que se colocar questões: quando ali estiver, saberá instantaneamente.

Eu lhes dei as premissas.
Não é algo a intelectualizar, é algo que se vive efetivamente e, quando a vive, localiza imediatamente, pela intensidade da Vibração, pela Luz, pelos sinais que lhe dei, que algo acontece ao nível da Consciência que não é do registro do mental, que não é do registro das emoções, mas que é verdadeiramente do registro do que foi chamado a Luz Vibral.

Alguns de vocês devem ter paciência.
Lembrem-se das frases de Cristo que foram repetidas numerosas vezes: « os primeiros serão os últimos ». Há seres que vivem esta transformação, desde um quarto de século. Eles foram os pioneiros da recepção do Espírito Santo, os pioneiros da recepção do Ultravioleta e da irradiação da Fonte.

Naquela época, o caminho era muito mais árduo que aquele que vocês percorrem hoje, porque os planos dimensiionais estão muito próximos e é mais fácil viver nesta multidimensionalidade. Para aqueles que ali ainda não chegaram, nenhuma inquietude. Não é uma questão de avanço espiritual, mas é mais uma preparação de suas estruturas, assim como ao nível da estrutura física, da estrutura sutil, da estrutura do corpo de Existência.

Há fenômenos, como disse, de ajustamento e montagem, que vão a seu ritmo próprio, que são independentes de sua vontade e que são mesmo independentes, eu diria, de sua abertura do coração. Do mesmo modo que as Coroas Radiantes da Cabeça e do Coração foram vividas, de diferentes maneiras e em diferentes tempos, por todos os seres que criaram a Luz Micaélica na Terra.

Então, nenhuma inquietude: para além das palavras que eu pronuncio, quando penetram essas esferas indizíveis, encontram algo que lhes é muito caro, mesmo se não o tenha jamais vivido na encarnação.


Questão: Quando se vive um primeiro contato com o Si, é preciso procurar reproduzí-lo ou ele se remanifesta espontaneamente?

A partir do momento em que ele se manifesta, você terá apenas um desejo, é o de reproduzí-lo.

Num primeiro tempo, reproduzí-lo.
E, num segundo tempo, que ainda não chegou, de se estabelecer de maneira definitiva.

Isso é natural, totalmente natural.


Questão: As experiências de saída do corpo tem relação com o corpo de Existência?

Absolutamente nenhuma.
A experiência fora do corpo é uma saída no corpo astral e no mundo astral que estritamente nada tem a ver com os mundos da Unidade.

Qualquer que seja a beleza dos mundos astrais, eles são apenas o reflexo da Verdade. Eles não são a Verdade, ele fazem parte da matriz.


Questão: Viver uma forma de júbilo, quando a respiração é bloqueada, ao ponto de não ter fortemente desejo de retomar esta respiração, é um contato com a Existência?

Indubitavelmente, sim.


Questão: Os corpos de Existência são diferentes para cada um?

Sim, totalmente, de acordo com sua origem Dimensional.
Em sua forma, em sua textura e em sua estrutura, em sua irradiação, em sua constituição. Do mesmo modo que vocês habitam corpos diferentes (em tamanho, em cor), do mesmo modo os corpos de Existência são todos diferentes. Obviamente, existem sinais de reconhecimento que traduzem instantaneamente a origem Dimensional mas, para além disso, dois corpos de Existência de 18ª Dimensão nada tem a ver um com o outro.

As diferenças são múltiplas, do mesmo modo que isso existe no corpo de personalidade. Nesse mundo, há cores de olhos, o tamanho, a forma, a cor de pele, do mesmo modo, há as mesmas estruturas, diferentes, certamente, chamadas radiação, forma, plasticidade, transparência.


Questão: Existe uma Coroa Radiante, dita coroa dos Elohim, que faria parte do corpo de Existência?

Na condição de que esse corpo de Existência pertença no mínimo à 11ª Dimensão.

O que não é o caso para um corpo de Existência que pertença à 5ª Dimensão.


Questão: Se o ser humano vive predominâncias de um elemento sobre o outro, o corpo de Existância vai também exprimir essas nuances?

Indubitavelmente sim, mas indubitavelmente ainda mais em função da origem Dimensional.


Questão: Poderia nos citar um exemplo, por exemplo, de duas manifestações de corpo de Existência, de duas origens dimensionais diferentes?

O que é chamado o corpo Ascensional, geralmente, é um corpo de Luz. Esse corpo de Luz é um corpo de 5ª Dimensão, cuja particularidade é de manifestar uma irradiação voltada para o Interior: o corpo é como que iluminado do Interior.

Ao oposto, um corpo de 11ª Dimensão é um corpo totalmente transparentente e incolor, chamado corpo de Cristal. As formas e a plasticidade são sensivelmente as mesmas, mas a estrutura e a composição são profundamente diferentes. Haverá, no mais, uma coloração que não é uma cor, mas uma característica energética, se preferem, que dependerá efetivamente dos 4 pilares. Os 4 pilares ou as 4 linhagens espirituais traduzem-se e manifestam-se, ao nível por exemplo, de um corpo de 11ª Dimensão, por um antropomorfismo diferente.

Uma face ou um rosto chamado delfinóide, se sua origem é Siriana, uma face de Vegaliano com uma testa alta, se você vem de Véga, ou ainda uma face de felino, se você vem de Arcturius, etc., etc...


Questão: Há interações entre os corpos de Existência?

Não.
Até o presente, os corpos de Existência estavam no vestiário, ou seja, armazenados, imóveis, no Sol.

É o que vocês vêm aqui, da Terra.
Eles estavam literalmente prisioneiros.

Mas, no próprio Sol, existiam seus outros corpos, quando vocês não estavam mais encarnados, o que explica a experiência de morte iminente (ou Experiência de Quase Morte), em que os seres reencontram Seres de Luz que, de fato, são apemas Seres que existem no Sol, em seu corpo sutil, mas não em seu corpo de Existência, exceto para alguns grandes Seres que foram capazes de liberarem-se literalmente da prisão Dimensional (como Cristo, ou outros grandes Seres, que tinham total liberdade para manifestarem-se no Sol).


Questão: Como aquele que chamamos o Mestre de Luz pôde chegar a este estado e como explicar seu nome?

Ele é Mestre da Luz porque, justamente, foi capaz de restabelecer sua própria Luz e sua liberdade na matriz. Houve numerosos Enviados da Luz que realizaram o controle da Luz, durante os ciclos da Humanidade.

Entretanto, eles não são chamados o Mestre da Luz.
Esse título é dado a Cristo, reunificado na Consciência Micaélica, por seu papel na manutenção da integridade, desde a perversão desse mundo, há 300.000 anos.

Ele foi capaz, de diferentes modos que seriam muito demasiado longos a explicar, de manter a filiação Divina e a filiação espiritual.

Ele é portanto o Mestre da Luz.


Questão: Cristo é o maior Ser que se manifestou em nosso planeta?

Nesse ciclo da Humanidade, desde 320.000 anos, sim.
Antes não.

Houve muito numerosos, mas eles são tão diferentes de suas formas de Vida que não apresentam qualquer interesse, para hoje.


Questão: Para qual nível de dimensão evolui Cristo?

Para a 18ª.
Ao limite da 24ª.


Questão: Você evocou o fato de que o Sol é frio. Poderia desenvolver?

Frio é uma má palavra, digamos que não é ao calor ao qual se espera, pois a Luz do Sol, uma vez que você aí está, é um Amor indescritível e incomensurável, banhado inteiramente pela Luz de Cristo.

Então, sente-se em si, quer isso seja na Existência (para aqueles que tiveram êxito em liberarem o corpo), quer isso seja no corpo sutil (para aqueles que partem e passaram pelas portas da morte ou pela experiência de morte iminente).


Questão: A que então é devido o calor muito intenso que sentimos do Sol?

Ao atrito gerado, justamente, pela distância entre seu corpo sutil, físico e o corpo de Existência.

Existe uma circulação de correntes, que vocês chamam solares, que seguem ciclos, com forças específicas. Isso desencadeia um fenômeno de interação e de calor na superfície do Sol.

O sol, para vocês, nesta Dimensão, é verdadeiramente a Fonte de Vida.


Questão: Existem Seres específicos encarregados do sol?

Atualmente, somos muito numerosos a nos ocupar do Sol.
Muito, muito numerosos.

Canalizamos, nós também, as energias da Fonte, energias de formas Dimensionais as mais altas, a fim de permitir liberá-los.

Mas, tudo isso, vocês sabem.


Questão: Existe, em nossos corpos físicos, um índice de nossa origem estelar?

Para alguns seres humanos, sim, para outros, não.

Tudo depende da antiguidade que você tem nesse sistema solar.


Questão: Quais são as consequências da liberação desses corpos de Existência?

É exatamente o que desenvolvi desde o início de minha intervenção.

É exatamente o que lhes digo sem parar.
A partir do momento em que liberamos o corpo de Existência, torna-se, para vocês, muito mais fácil ascender à Existência.

É exatamente o que lhes disse.
O que quer saber mais?

Há, nesse nível, uma liberação do corpo de Existência.
Há um trabalho colossal realizado (pelo conjunto da Confederação Intergaláctica, os Arcanjos e outras Hierarquias de Luz) sobre o Sol e portanto sobre vocês, que tem conduzido à capacidade nova de se conectarem, não somente a esta Existência, mas de transferir sua Consciência, progressivamente, na Existência e, portanto, uma capacidade maior para constituir o Veículo Ascensional ou Merkabah.

A intensidade das irradiações que lhes chegam (em particular a irradiação do Sol Central da Galáxia e do Sol Central das Galáxias: Sirius B e Alcyone) foi focalizada, por nossa intervenção, sobre o Sol e permitiram romper, literalmente, os 3 envelopes de isolamento.


Questão: Se todos os corpos de Existência são liberados, o que é daqueles que vão decidir prosseguir seu caminho numa 3ª dimensão?

Eles recuperarão também seus corpos de Existência e estarão limitados, ao nível Vibratório Dimensional.

Eles estarão na 3D Unificada, terão acesso, de maneira diferente de vocês, a outras Dimensões, mas não na plasticidade.


Questão: O conjunto de corpos de Existência que foi liberado corresponde a toda a Humanidade?

Na medida em que as forças ditas eletromagnéticas (elas são, na realidade, um pouco mais complexas: correspondem também a forças gravitacionais) estão em vias de dissolução, obviamente, nenhum corpo de Existência pode permanecer prisioneiro.

Mas, Vibratoriamente, alguns estão ainda muito longe de certos Seres Humanos. Mas, no final, todo o mundo o reencontrará.


Questão: Quando conectarmos nosso corpo de Existência, nos será possível conectar seres queridos, falecidos?

Esta é uma questão complexa na medida em que aqueles a quem chama seus defuntos estão hoje num processo de estase específico, de letargia, se preferem, aguardando a Ascensão da Terra. Ora, vocês não tem todos, longe disso (contrariamente àqueles que vocês chamam Seres queridos), a mesma origem estelar, nem o mesmo objetivo, nem a mesma função.

E não se esqueça jamais que aqueles que você chama queridos, com relação à experiência desta Vida, são frequentemente Seres com quem vocês tiveram maiores problemas nas vidas passadas. Portanto, sua visão será profundamente diferente quando tiver reencontrado uma certa forma de memória.


Questão: É possível já ter estado em contato com o corpo de Existência mas sem ter Consciência disso?

Lembre-se que a Consciência da Existência é Vibratória.
Trata-se de Luz Vibral.

A partir do momento em que esta experiência de contato ocorra, em nenhum caso ela pode ser inconsciente.


Não temos mais perguntas, agradecemos.

Então, caros irmãos, caras irmãs, recebam Amor.
Eu saio agora e lhes digo até dentro de alguns instantes.


___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e citando sua fonte: http://www.autresdimensions.com/
Versão do francês para o português: Célia G.
Revisão: Beto Schlichting

Nenhum comentário:

Postar um comentário