sábado, 1 de agosto de 2009

ANAEL - 01 de agosto

 1º de agosto de 2009

do SITE AUTRES DIMENSIONS


PRIMEIRA PARTE

Questão: A moda atual dos vestuários pretos é um meio de abaixar nossas Vibrações?

É preciso bem compreender que, aplicando o princípio de ressonância e de atração, tudo o que foi construído sobre esta Terra participa da Sombra.

A Terra é bela, ela é Luz, em sua Essência e em sua Criação, entretanto, a Presença do homem invertido nesta densidade criou e manifestou, progressivamente e à medida dos séculos, a manifestação total da ressonância de atração da Luz preta ou invertida através da moda, da alimentação.

A única forma que as forças de Luz tiveram de fazer perdurar a Centelha Divina em vocês foi esconder, na música e em alguns escritos, a Vibração original que está bem além dos mitos e dos dados históricos.

Questão: Bach fazia parte desses músicos?

Inúmeros músicos foram capazes de fazer espelhar neles e refletir a Luz original.

Se vocês quiserem ter a verdadeira Essência Vibral da música de Bach, basta tocá-la ao contrário.

Mozart também, e alguns grandes compositores, revelaram, invertendo a Luz, porque eles não podiam ter a verdadeira Luz, a partir do momento em que a Luz se codifica e se manifesta nesta Verdade.

Até o presente ela foi, necessariamente, falsificada retornada para as necessidades da Luz, assim se vocês retornam os pedaços de música de alguns compositores e se vocês as revelam ao inverso, vocês terão a original e a tonalidade Vibral exata vinda da Fonte.

Essa reversão é ilustrada, mesmo em seu corpo, pelo cruzamento das fibras nervosas, pelo fato de que vocês nascem de cabeça para baixo.

Existem muito numerosas reversões, mas a passagem do Céu anterior luminoso no mundo, não mais da Luz, não mais luminoso, mas fenomenal, quer dizer, manifestado na densidade e na Sombra, apenas se pode fazer através desse princípio de reversão que vocês ilustram, através de seus próprios corpos, e que é ilustrado, obviamente, na língua e na música.

Era impossível traduzir a Luz nesta densidade em termos coerentes. A Luz podia apenas ser projetada, sonhada ou revelada, mas revelada em tempos não ancorados nesta densidade.

Isso foi mudado pelo sacrifício de Cristo, que espalhou seu sangue na Terra e que permitiu a amarração, no sentido próprio como no sentido figurado, ou a ancoragem, se preferem, da Luz do supramental em sua Verdade. Assim se levantou a estrela da manhã, que corresponde à sua própria casa que vem para vocês, chamada Bételgeuse.

Assim, toda tradição foi necessariamente vendada e invertida.
Não pode ser de outro modo em sua dimensão dissociada.

Entretanto, o retorno à origem, e ao que vocês chamam ainda de Translação Dimensional, acompanha-se do mesmo processo de reversão, ilustrado pelo basculamento dos pólos que estarão então frente ao que eles devem ser e não ao que eles foram, permitindo um realinhamento total da nova dimensão com relação à vontade da Fonte e à vontade de sua casa.

Questão: Ida e Pingala continuam cruzadas ou não?

A resolução dos cruzamentos múltiplos existentes ao nível da corrente sol-lunar da Shushumna, ou canal mediano da coluna vertebral, encontra-se coberta, literalmente, quando da construção de seu corpo de Luz, por partículas supra luminosas chamadas, por Miguel, de Ultravioleta, ou ainda partículas Adamantinas.

Elas são o que é chamado também de Agni Deva, as partículas supra luminosas que constituem a Luz ao nível das dimensões não separadas e não invertidas. Assim, Ida e Pingala não serão mais cruzadas, na nova dimensão, mas caminharão lado a lado para realizar a Unidade de uma só coisa.

Os cruzamentos e portanto os nós que literalmente asfixiam seus chacras se tornaram possíveis a fim de evitar-lhes desvendar a Luz antes do momento vindo, nesta densidade.

Somente alguns seres despertos, entre os despertadores, tiveram êxito em transcender os limites da encarnação e em superar a dualidade e a morte desse corpo.

Questão: O descruzamento dos 2 canais Ida et Pingala corresponde ao que alguns chamam de subida do Kundalini?

É preciso encarar duas épocas: aquela que é anterior a 1984, antes que a Luz começa a se manifestar em seu Interior e, obviamente, ainda anterior ao período que se inicia em 7 de julho de 2009, correspondente, real e concretamente, ao início da Revelação.

Antes de 1984, o trabalho do ascetismo espiritual era aquele de passar do ego ao coração. Passando do ego ao coração, e despertando os chacras, havia um fenômeno de despertar chamado de «despertar do Kundalini» que queimava literalmente o que vocês chamam de bainhas dos chacras, situadas ao nível do cruzamento de Ida e Pingala.

Ida e Pingala circulavam portanto ao nível das costas, de maneira alternativa entre a esquerda e a direita, e se cruzavam ao centro, vindo literalmente asfixiar e evitar que a Shushumna se despertasse.

Isso era uma proteção.
Naquela época, efetivamente, foi possível a alguns seres despertarem o Kundalini.

Desde 1984, e muito mais recentemente, foi-lhes solicitado não mais despertar o Kundalini, mas aceitar o abandono à Luz, ou seja, aceitar a Luz multidimensional que vem forrar seu ser e sobretudo forrar Shushumna, Ida e Pingala, vindo copiá-lo, de algum modo, pelo exterior, para criar um canal de ressonância e de comunicação que permite o despertar das 5 novas lâmpadas e sua conexão a seu veículo de Eternidade e de Existência.

Questão: É portanto o fim do Caduceu?

Sim.
O fim também da doença, obviamente.

Na 5ª dimensão, no momento em que a Translação se fizer, vocês estão nos mundos de pura Luz, qualquer que seja seu nível dimensional. A Sombra não existe e não pode existir e, portanto, a doença não pode se desenvolver.

A conexão direta, consciente, à Fonte, evita qualquer alteração e desequilíbrio desta dita «Fonte» em seus organismos novos.

Questão: Os caminhos de Compostela são uma projeção da constelação da Virgem sobre a Terra?

Existem várias projeções de constelações em seu globo Terrestre.

A projeção da constelação da Virgem é realidade, efetivamente, no caminho de São Tiago.

A projeção da constelação da Ursa Maior está presente no México.

A projeção da constelação de Orion está desenhada, de maneira perfeita, no Egito.

A projeção da constelação das Águias, Altair, está realizada, de maneira perfeita, ao nível de Teotihuacán.

Lembrem-se que existe uma ressonância descendente e ascendente, mas que encarna a Verdade da Luz.

Assim o é das igrejas do apocalipse de São João.
Assim o é de tudo o que existe nesta densidade.

As pirâmides, quando reencontram suas funções, são os intermediários dimensionais e os conectores dimensionais, a diferenciar dos portais e vórtices dimensionais.

As pirâmides, onde quer que estejam sobre este planeta, são os ancoradores da Luz e os ancoradores multidimensionais.

Elas permitem, literalmente, a Ressurreição e a Translação Dimensional. Elas são os acumuladores ligados ao que vocês chamam de «ondas com efeitos de forma» permitindo transcender os limites da Vida nesta dimensão.

Questão: A região da Inglaterra, em que há os “Crop Circles” corresponde também a uma projeção de constelação?

Sim.
A região de Stonehenge corresponde aos Mestres do tempo.
Os Mestres do tempo são retransmitidos por Saturno como Chronos e Mestre do tempo.

O calendário cósmico e o calendário humano são refletidos por una civilização e uma constelação que é chamada de Plêiades, à qual se junta a constelação de Arcturius, o Leão.

Assim, aqueles que traçam, sob nosso pedido, alguns Crop Circles, são efetivamente os Pleiadianos e os Arcturianos de 11ª e de 18ª dimensões.

Questão: É exato que, nessas constelações teria havido um desenvolvimento paralelo de formas humanóides e de formas não humanóides, animais?

O que vocês chamam de «animal», no sentido terrestre de 3ª dimensão vem por vezes de dimensões bem superiores ao que vocês podem imaginar e mesmo conceber. Eles são, aqui, um pálido reflexo invertido da realidade de Luz que são as Águias, os Leões, os Golfinhos e outros mamíferos marinhos.

Os Pleiadianos são, do mesmo modo que os seres de Sirius, essencialmente seres Delfinóides.

Os Arcturianos são os Leões.
A Ursa Maior corresponde a diferentes civilizações, algumas dessas civilizações são Ursos, efetivamente, e outras são aquelas que vocês conhecem bem, sobre a Terra, chamados de Lagartos ou de Répteis.

Sobre esta Terra e nesta densidade os animais se arrastam ou andam em 4 patas, porque perderam sua orientação e sua verticalidade com relação à Fonte.

Isso é uma Criação corrompida da Luz.
Entretanto, existem seres que, eles, não perderam esta dimensão ascensional: são os seres aéreos que vocês chamam de Águias.

Questão: Em nossa língua francesa, a Vibração AL, que evoca a Fonte, aparece bastante facilmente. O que é nas outras línguas?

Ela existe em todas as línguas, hindus, européias, semíticas e outras.

Vocês encontrarão necessariamente as mesmas raízes silábicas ou então elas serão invertidas e se apresentarão ao inverso, como «la».

Tanto no grego, como no latim, como nas línguas indo ou hindus, vocês encontrarão exatamente a mesma coisa. Obviamente, há uma diferença entre God e Od, mas, entretanto, será sempre incluída, ao nível das palavras pronunciadas, a sílaba invertida ou real correspondente ao que se quer denominar, qualquer que seja a língua sobre este planeta.

Isso se refere a todas as línguas, e mesmo aos dialetos locais.
Aprender uma língua é, certamente, útil, mas o mais importante é compreender a Vibração.

Se você se liga, literalmente, na ressonância, atração e Vibração do que pronuncia, pouco a pouco e progressivamente, à medida da associação das novas chaves de Luz, por nós mesmos e o Arcanjo Metatron, vocês compreenderão a Essência, sem qualquer esforço, sem passar pelo aprendizado, porque esse processo de língua Vibral está inscrito, inteiramente, em seu cérebro.

Há portanto muito poucas sílabas para conhecer.
As derivadas, que são em número de 12 para cada sílaba, são apenas de muito pouca importância com relação à origem da Vibração.

Questão: Quais são os efeitos da música invertida?

A música invertida, concebida por seus grandes compositores, eleva, obviamente.

Ela eleva a alma, mas ela não pode revelar.
Se vocês a invertem, vocês revelam em vocês a língua Vibral.

Façam a experiência.
Todas as frases que vocês pronunciam com sua língua são a inversão da Luz. Isso não quer dizer que elas participam da Sombra, obviamente, mas elas permitiram à Luz ser veiculada na Vibração que eu chamaria de degenerada, da língua e também da telepatia.

Reencontrar a Essência e reencontrar a origem da Vibração é já, por si mesmo, vibrar nessas novas frequências que lhes são reveladas e que lhes serão reveladas cada vez mais.

Entretanto, há uma língua que foi utilizada e que, aí também, é falsa. Quando eu falo de inversão de banda magnética, eu não falo da língua falada por alguns adolescentes chamada de «verlan» [falar invertendo as sílabas] ou «invertida», eu falo sim da inversão total, assim como vimos e experimentamos aqui, com as notas de música, que são as 5 sílabas originais guardadas em Vega de Lyra.

Questão: Por exemplo, a palavra «merci» [obrigado] tornar-se-ia ci-rem?

Se você quer compreender o sentido original com relação à Luz, você tem “mer” e “ci”.

Se você quer, agora, inverter a totalidade, você tem isse-rem.

Questão: Os mantras são também inversões?

A maior parte dos mantras de origem oriental, começando pelo OM, corresponde ao OD. Simplesmente, o OM enraíza, na matriz, o OD, ao nível do 2º chacra.

Vocês estão acostumados aos mantras com o OM, ou o som OM, que são destinados a enraizar. Agora, se vocês querem revelar, vocês devem assentar a Vibração, não mais no 2º chacra, mas para o coração, através do OD.

Questão: A Vibração lida basta ou é melhor ouvi-la?

O que é visto não é o que é vibrado.
Os olhos são mentirosos, porque eles falsificam a Luz.

Apenas a Vibração que está além dos sentidos da visão e que corresponde ao ouvido.

O ouvido é o único sentido que não foi invertido.
Assim, ouvir faz vibrar.

Questão: O que é dos cantos gregorianos cantados em latim romano?

Eles participam da mesma Vibração vendada.
Eles elevam a alma, mas elevar a alma pela música não é revelar a Luz pela descida da música invertida.

Num caso, há aspiração da alma para os domínios etéreos.
No outro caso, invertendo, é a Luz e a Revelação da Luz, Vibração e vibrante, que desce até você.

Assim o é nos tempos que vocês vivem.
O Espírito Santo começou a se efusionar sobre a Terra desde o mês de agosto de 1984.

Hoje, ao Espírito Santo foi associada a Radiação do Ultravioleta. À Radiação do Ultravioleta, no meio dos Casamentos Celestes, foi associada a Vibração e a Revelação da Fonte.

Questão: Ao nível dos números, o que é do sistema decimal e binário?

O código binário, decimal, é uma inversão.
O verdadeiro código não pode ser binário, na Criação, mas apenas pode ser ternário e, portanto, em 12, e o 12 reencontrando-se ao nível de 3 possibilidades.

O código binário de sua informática não é absolutamente quântico, porque não admite uma terceira possibilidade.

A verdadeira Inteligência corresponde ao ternário.

Questão: Maria sendo a Criadora, isso significa que ela igualmente criou o Verbo?

Ela transmitiu o Verbo.
O Verbo tem por origem a Fonte Pai/Mãe Una, mas, a partir do momento em que há manifestação e Criação das dimensões que se afastam da Fonte, há necessariamente encarnação do Verbo.

A encarnação do Verbo se fez em Maria, o Verbo se fez carne.
Jeshoua, Jesus, o Ungido do Senhor, Ki-Ris-Ti, é, portanto, aquele que nasceu na matriz, não da Mãe.

Questão: É preciso então igualmente inverter o nome de Jeshoua?

Jeshoua é de fato o Yod He Vav He (transformação da Luz em princípio invertido, ou seja, satânico) transformado pelo Shin de Jeshoua, que veio colocar o movimento e a inversão para limitar a potência de Yod He Vav He e transformá-la em Luz pelo princípio do Shin (ndr: Yahvé é transformado pelo Shin, que se torna Jeshoua).

O Shin é movimento, ele é valor numerológico 300 e inversão mesmo do princípio do Yod He Vav He e portanto retorno à Luz.

Vocês não têm que inverter Jeshoua.
Vocês têm que inverter, em sua língua e em seu cérebro, Jesus ou Cristo.

Vocês recaem em IS (Isis).
O Verbo se fez carne.

Ele é a Vibração da 11ª lâmpada que corresponde à Revelação do Verbo que se fez carne.

Questão: Como não julgar, dado que, aparentemente, isso faz parte de nossa estruturação?

Aí estava o objetivo do ascetismo, nos tempos antigos.
Buscar o Reino dos Céus ou meditar (com apoio ou sem apoio), assim como o disseram os povos tibetanos, permite chegar à Iluminação.

A Iluminação é transfiguração que permite transformar a Luz e fazer de modo que o julgamento desapareça em vocês.

A encarnação é julgamento.
A descida nesta densidade, para as necessidades da experiência consentida pela Fonte e organizada, lhes permite fazer a experiência da dualidade.

Retornar à Unidade é superar a dualidade.
Não se pode superar a dualidade julgando.

Enquanto vocês estão na discriminação, o bem, o mal, vocês participam do jogo da dualidade.

Hoje, o esforço é diferente, porque antes de 1984 vocês deviam fazer o esforço de subir para a Luz e a Ascensão da montanha era difícil, mas, hoje, é a Luz que vem a vocês, desde 1984.

É portanto a questão de se abandonar à Luz que permitiu a inúmeras pessoas viver o despertar do Kundalini.

O Espírito Santo, descendo desde 1984, revelou o Kundalini.
A Radiação do Ultravioleta, descendo entre vocês, retransmitido por nosso Conclave e por Miguel, despertou a lâmpada do coração.

A Vibração da Fonte, que foi associada, proporciona em vocês a reunificação da Tri Unidade e a passagem do código binário para o código ternário. A Revelação do código ternário, através das 5 novas Vibrações de suas 5 novas lâmpadas torna possível a passagem da Tri Unidade em Unidade.

Vocês escapam, assim, da dualidade.

Questão: Ao nível do cotidiano, quando o julgamento chega, ali colocar a Luz basta?

Quando o julgamento vem, ele assinala seu não retorno à Unidade.

O retorno na Unidade não pode mais estar na dualidade da Sombra e da Luz. Assim, querer compensar e perdoar, pela Luz, o julgamento que vem da Sombra, é uma primeira etapa, mas vocês não podem passar sua Vida a agir desse modo.

É nesse sentido que o abandono à Luz vem realizar, em vocês, a ausência de julgamento.

Vocês não podem ali chegar sozinhos.
Vocês podiam ali chegar, nos tempos antigos, chegar à imortalidade, mas quantos seres ali chegaram?

Hoje, trata-se de um processo de massa aberto ao conjunto da Humanidade. Assim, portanto, ao se abandonarem à Luz, ao se abandonarem à Inteligência da Luz, que é confiança e Cristo, naquele momento, o trabalho se faz por Cristo.

A redenção se faz pela intercessão a Luz e não unicamente por seu esforço pessoal que é, bem..., geralmente, esforço do ego.

Questão: Na palavra cristal, há a palavra Cristo, a que corresponde o fato de ter se juntado Al?

AL quer dizer «Cristo elevado».
AL significa Divindade e elevado.
«Cristo elevado» é aquele que desceu na matéria, na matéria a mais densa que é o cristal.

O cristal é portador de Luz, assim como a portava o portador de Luz chamado o Arcanjo Lúcifer.

Todos os cristais são uma condensação da Luz.
A Luz, nesta dimensão, foi conduzida há muito tempo nos cristais.
Os cristais são confiança na matriz original, porque não podem ser alterados.

Obviamente, eles podem ser mal utilizados, mas, entretanto, sua estrutura é conforme o plano original. Assim, o primeiro reino da natureza, em sua organização no reino cristalizado, permite a confiança.

Nesse sentido, os seres de Sirius, os grandes Golfinhos da época, trouxeram matrizes cristalinas que permitiram realizar sobre a Terra a ancoragem da Luz nos multiuniversos e multidimensões que permitem, hoje, e que permitirão, ainda mais tarde, a esse sistema solar e a este planeta evoluir nos espaços de Luz.

Os cristais difundem, por sua própria Presença, independentemente do uso ou do mau uso que vocês façam deles. Eu os lembro que os cristais matriciais estão inscritos na matriz cristalina que é o núcleo cristalino da Terra.

A inserção mesmo em sua densidade dissociada, ligada à visão das Águias, de Altair, e dos grandes Golfinhos de Sirius, permitiu, por sua projeção temporal na totalidade dos universos, antecipar o que iria chegar milhões de anos mais tarde, ou seja, o isolamento da Terra por algumas raças que quiseram experimentar a ruptura total da Fonte.

Assim, os seres chamados, para além dos Planejadores, os Supremos Planejadores, realizaram a inserção das matrizes cristalinas nos universos que iriam viver a separação, a fim de permitir, no momento vindo, o retorno à Unidade.

Questão: Poderia falar novamente do Verbo Cristo?

Eu jamais falei da inversão para Cristo.
O Cristo veio restabelecer.

Quando vocês invertem Cristo, vocês têm o que?
Vocês têm IST, não há inversão para esse nome.

Cada nome, mesmo aquele que vocês portam, está invertido.
Isso não quer dizer que vocês são Sombra, mas vocês são portadores da Luz invertida, por seu prenome, mesmo nesta dimensão.

Cristo veio, por seu sacrifício, instaurar a conversão do Yod He Vav He, ou seja, da cruz, a cruz sendo ligada à matriz que quis se separar da origem.

Eu jamais disse que a Luz Crística era invertida, obviamente.
Agora, no que concerne às experiências realizadas na periferia da Fonte, da qual vocês participam e da qual participam alguns universos multidimensionais chamados de 3ª dimensão dissociada, os Supremos Planejadores tiveram acesso no início e no final.

Assim, Cristo, que é o Alfa e o Ômega, teve conhecimento do início e do fim. Nós então inserimos, nesta matriz que iria se tornar dissociada, o próprio princípio do retorno à Unidade.

Esse próprio princípio do retorno à Unidade é materializado, efetivamente, pelos cristais.

Questão: Como utilizar um quartzo lapidado em dodecaedro?

As 5 formas geométricas perfeitas, chamadas de Sólidos de Platão, são a materialização, em sua densidade, da nota Vibral autêntica.

Assim, indo do OD ao AL, há os 5 Sólidos de Platão.
Assim, o dodecaedro está ligado à nota IS e à Vibração do IS, ou seja, do Verbo Criador.

O OD, ao nível da Vibração, corresponde ao que vocês chamam de pirâmide triclínica. O ER corresponde à fundação da nova dimensão, inserida na Radiação do Ultravioleta em seu coração, no cubo, simbolismo da cruz do planeta Vênus e da reversão.

Mas eu paro por aí, porque isso lhes será revelado espontaneamente assim que vocês tiverem, em vocês, as chaves da língua matricial silábica original.


SEGUNDA PARTE


Eu sou Anael, Arcanjo.

Almas humanas em encarnação e em peregrinação, vimos sucessivamente, nós, Arcanjos do Conclave, permitir-lhes viver uma Radiação própria a cada um de vocês, independente da Radiação do Ultravioleta, independente da Radiação da Fonte e independente da Radiação do Espírito Santo.

Vimos trazer-lhes em sétuplo [sete vezes mais intensa] a Radiação que permite a ativação e a Revelação, em suas estruturas corporais, das cinco novas frequências, dos cinco novos sons.

Eu não me estenderei sobre seu significado, isso lhes será revelado e desvendado no momento vindo, pelo Arcanjo Miguel, que é seu papel. Cabe a ele anunciar-lhes as cinco novas Vibrações que serão transmitidas pelo Arcanjo Metatron, a fim de lhes permitir acolher em vocês, em suas caixas e em seus templos, a Vibração e a Santificação da Radiação das cinco novas frequências.

Vocês têm necessidade, para isso, de acolher a transmissão, a Radiação e a efusão da Vibração e da Radiação dos sete Membros do Conclave [dos 7 Arcanjos que participam da evolução deste sistema solar].

Isso se fará na recepção silenciosa.

Eu começo assim.
Eu me permitiria, ao mesmo tempo permanecendo no Interior desse canal, pronunciar, a cada vez, o nome do Arcanjo, antes de sua Radiação e de sua transmissão.

Eu começo assim por mim mesmo.

Anael.
... Efusão de energia ...

E eu lhes peço agora para acolher Miguel.
... Efusão de energia ...

E eu lhes peço agora para acolher Jofiel.
... Efusão de energia ...

E eu lhes peço agora para acolher Uriel.
... Efusão de energia ...

E eu lhes peço agora para acolher Gabriel.
... Efusão de energia ...

E eu lhes peço agora para acolher Rafael.
... Efusão de energia ...

E eu lhes peço, agora, para acolher Metatron, que pronunciará ele mesmo as cinco sílabas sagradas correspondentes às cinco novas Vibrações.

Eis Metatron.
... Efusão de energia ...

Ehie - Asher - Ehie - OD - ER - IM - IS - AL - Ehie - Asher – Ehie

Assim, a Vibração do som ativa, em suas estruturas, em suas caixas e em seu Templo, abrindo em vocês as portas da Sacralidade, a possibilidade do retorno na Unidade.

Vocês, Sementes de estrelas, filhos da Lei do Um e da Unidade, filhos da Fonte, assim, sela-se em vocês a promessa do retorno à Unidade, do retorno à Verdade, à Luz em Cristo.

Sua liberdade é inalienável, sua liberdade absoluta se encontra fora desse mundo que vocês devem, no entanto, contribuir para elevar, por sua Presença e sua Radiância, pela Luz que vem, que foi e que é, pela Fonte Una.

O fato de selar a Luz em vocês, abre seu Templo de interioridade para a manifestação de sua Presença, de sua Radiância, da Alegria.

Peçam e lhes será dado, participem e vocês participarão.
A hora é para a abertura do que deve ser, a hora é para o fechamento do que deve ser fechado.

As limitações passam para o ilimitado.
Sua credibilidade na Luz ditará sua Vibração, através do estado de ser, através da manifestação, nesta densidade, de seu corpo de Existência, corpo de Luz, uma Luz fora desta dimensão e que vem, no entanto, a vocês, revelar-lhes e elevá-los na Vibração Una, na Essência, na manifestação da Glória e da Graça.

Almas Humanas, vocês viverão a experiência da Luz, nada mais deve atrair sua Consciência, seu olhar ou sua ação. A ação verdadeira e justa, para vocês, como para todos os seus irmãos, consiste em acolher a Luz, em deixarem se transcender e se transfigurar, em a deixarem trabalhar em vocês a fim de lhes permitir ir na Eternidade, na Existência, em sua dimensão de Sementes de Estrelas que vocês são.

Nós lhes transmitimos, o Conclave e eu mesmo, a garantia de nossa assistência, a garantia de nossa luminescência, a garantia de nossa proteção.

Nenhuma dúvida, nenhum medo vão, doravante, poder invadir seu Espírito.

A Luz é certeza.
A Luz é Alegria.
A Luz é evidência e manifestação.

Os momentos que vêm são momentos de Alegria, de redescobertas. Não se deixem impressionar pelo que seus olhos e seus ouvidos vão ver e ouvir.

Vocês são a Eternidade, vocês são a Existência que se desperta em vocês. Vão em seu centro, em sua interioridade, lá onde se encontra a paz, lá onde se encontra a alegria.

Tornem-se o eixo do mundo, abracem e se deixem abraçar pelo abraço da Luz.

Há liberdade apenas na Verdade da Luz.
Há liberdade apenas abandonando o livre arbítrio procedente da dissociação.

Há liberdade apenas vivendo a Unidade.
Há liberdade apenas em sua Existência, em sua Eternidade e na Verdade de sua Essência.

Almas humanas, Anael, Arcanjo, e o Conclave, os banham, ainda uma vez, do Amor Luz/Vibração, do Amor Luz/Verdade, a fim de confortá-los na Luz.

Recebam, Acolham esta Vibração.

... Efusão de energia ...



___________________________
Compartilhamos essas informações em toda sua transparência. Agradecemos em fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente este texto e citando sua fonte: http://www.autresdimensions.com/
Versão do francês para o português: Célia G.

Nenhum comentário:

Postar um comentário