quarta-feira, 29 de julho de 2009

ANAEL - Perguntas & Respostas [29/07/2009] - Autres Dimensions



29 de julho de 2009.
do site AUTRES DIMENSIONS.
Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui


Questão: poderia desenvolver sobre a Tábua de esmeralda [texto hermético] e nos dizer qual é a pedra que substitui a esmeralda?

Não se trata de uma pedra de substituição.
A esmeralda é a pedra que cinge a fronte do Arcanjo Lúcifer.

Ela é a pedra do Conhecimento.
A pedra da Lei não é a esmeralda.
A taça do Graal não é em esmeralda, ela é uma variedade de pedra chamada de espodumênio verde [‘hiddenita’, silicato de lítio e alumínio].

É uma pedra na qual foram gravadas as Tábuas da Lei, é uma pedra na qual foi formatada a taça do Graal, é uma pedra na qual a Luz se reflete sem ser alterada.

A esmeralda retém a Luz.
A pedra de que falo transmite a Luz.

Há, aqui, um grande mistério ligado à Luz.
Enquanto a Luz ficar guardada no Interior, secretamente, assim como disse CRISTO, vocês não estão no Amor.

O Amor é a livre troca da Luz.
O Amor é dar a Luz e nada mais.

>>>

Questão: quando você fala de dar a Luz, como isso se concretiza na vida social? Trata-se simplesmente de ser ou há uma maneira específica de difundi-la?

Dar a Luz, nos exercícios que vocês praticam em seres no caminho de conscientização do seu veículo de Estado de Ser, necessita de alguns rituais, de protocolos que vocês praticam, por exemplo, como aqueles que lhes foram transmitidos, que vocês transmitem, por sua vez.

Entretanto, no mundo dissociado que vocês ainda percorrem, através de suas atividades sociais, como as nomeiam, convém Ser.

Ser consiste em centrar a sua consciência no coração, centrar a sua consciência no coração não é uma palavra, mas uma Vibração.

Uma série rituais, de protocolos, de técnicas, foi transmitida a vocês, a fim de poderem estabelecer a sua consciência no coração.

Estabelecendo a sua consciência no coração, fora dos espaços de meditação ou de recolhimento ou de oração, vai lhes permitir estar no Ser.

Estando no Ser, vocês poderão irradiar, pela transparência e pelo perdão.
Vocês poderão irradiar, sem querê-lo e sem emitir a vontade, a doação da Luz.

É isso que lhes é solicitado, agora.

>>>

Questão: você pode especificar os rituais nos quais você pensa quando fala de levar a Luz ao coração?

Isso se refere essencialmente a dois ensinamentos que foram dados: o primeiro por Mestre RAM, ao qual eu sou filiado, obviamente, já que é o Regente do planeta Vênus.

Mestre RAM comunicou a vocês, no final do ano passado, um protocolo extremamente simples de consciência, visando destrancar o que é chamado de seis chaves do coração. (Meditação guiada sobre o CoraçãoClique aqui)

As seis chaves abrem a porta do coração, isso devia ser realizado, deve ser realizado, no seu espaço interior.

O objetivo sendo realizar, simplesmente, a consciência do coração, apenas chamando-a pelo pensamento.

A partir do momento em que você chegar a estabelecer a consciência do coração, simplesmente pelo pensamento, dizendo-se a si mesmo «eu me coloco no coração» e ao perceber a Vibração, você não tem mais necessidade de rituais, porque a sua consciência construiu as fundações para a expansão da doação da Luz em você e para a transparência da Luz em você.

Trata-se do abandono à Luz, tal como o defini no mês de maio [de 2009].
Há um protocolo que foi dado também pelo Intra-Terra há mais tempo, que se chama «apreender sua Essência» e que permite conectar com a Fonte Intraterrestre e Extraterrestre em vocês, a fim de acender a consciência do coração.

Assim é o símbolo do duplo triângulo entrelaçado do Selo de Salomão, correspondente ao estágio cardíaco.

Entretanto, a irradiação da Luz não se faz, propriamente falando, pelo chakra do coração, mas pelo ponto imediatamente superior, correspondente à 9ª lâmpada [9º. corpo].

Irradiar, e dar a Luz, e perdoar a Luz, correspondem a viver o Samadhi.

>>>

Questão: o que você entende por perdoar a Luz?

Perdoar a Luz é o ato que vem depois do abandono à Luz.
Eu deixarei o Mestre do Supramental explicar a vocês, é depois do meio-dia. (SRI AUROBINDO - 29 de julho de 2009Clique aqui)

Essa palavra é importante.
Perdoar a Luz é «entregar além disso a Sombra».

>>>

Questão: há algum tempo, foi recomendado carregar uma obsidiana olho celeste. Está relacionado com a ativação dos discos de obsidiana?

Há uma ligação entre o que foi chamado, por Miguel, e o que corresponde à realidade, dos ‘sete discos de obsidiana celeste’.

Os sete discos de obsidiana celeste, que estavam até agora, associados, estão hoje dissociados, o que quer dizer que os eixos de ressonância dos seus sete chakras principais, que são os seus sete centros iniciais, foram finalmente revelados e desvendados para a Luz.

A obsidiana olho celeste é uma variedade específica de cristal de silicato, de cristal de rocha.

Esse cristal de rocha tem a particularidade de cintilar e de refletir a Luz.
Esta pedra escura estava no interior do Templo de Comando Atlante.

Ela permitia aos Elohim que dirigiam, então, esse Templo, entrar em comunicação, além mesmo da falsificação da Luz, com o Trono e com os 24 Anciãos, chamados de 24 Melquisedeques.

Somente um grande padre tinha acesso a isso, devido mesmo à ligação e à conexão das sete lâmpadas com esta materialidade.

Hoje, é isso que foi levantado, durante a última etapa dos Casamentos Celestes e que vocês encontram, pouco a pouco, desde algumas semanas, e isso vai se amplificar, no seu tempo, na sua unidade de tempo Terrestre, nas próximas semanas.

A obsidiana é, portanto, uma pedra que permite meditar e que, hoje, lhes permite reconectar-se e se beneficiar da Luz, antes mesmo da sua falsificação, essa é então a Luz da Fonte.

O que está vindo é a Luz.
A melhor analogia que eu posso encontrar vai corresponder ao que eu vou dizer: você tem um olho, o olho lhe permite ver a Luz.

Você coloca a questão de saber por que a sua pupila aparece negra enquanto que é ela que vê a Luz?

E o que significa ver a Luz?
Eu repito o que o Mestre OMRAAM lhes disse: «a Luz é, antes de tudo, uma Vibração e não uma visão».

A Vibração se acompanha de uma modificação da compreensão e do agenciamento da Luz, segundo o espectro visível, visto pelo seu olho que mente.

O olho que vê tudo não é o olho da Luz, é a falsificação da Luz.
A falsificação de Luz está ligada ao que é visto e não vibrado.

Vibrar a Luz corresponde a passar além da Luz, vista no sentido da difração da Luz, na sua Ilusão desta 3ª Dimensão dissociada. Assim, portanto, a analogia entre a obsidiana olho celeste e o olho e a sua pupila é eloquente.

O essencial do que eu tinha que dizer com relação à Luz vibrada e a Luz não vibrada, a Luz Unitária e a Luz refratada, participam da mesma explicação.

Juntar-se à Luz é juntar-se à Vibração primordial.
A Onda Galáctica é Vibração.

Não esperem, independentemente dos sinais celestes descritos pelo Arcanjo MIGUEL, ver uma bela Luz chegar com os seus olhos abertos.

A Luz é Vibração, ela vai literalmente, assim como disse CRISTO, abrir os seus olhos.

Sua pupila negra vai se tornar ausência de pupila.
Não haverá mais filtro para a Luz.

Aí está porque a maior parte dos seres de Luz possuindo e apresentando um corpo de carne na 5ª Dimensão Unificada, e que irão se manifestar na sua densidade, vão possuir, diante dos olhos, marcadores específicos que são, de fato, filtros de obsidiana extremamente finos, a fim de lhes permitir localizar e separar a verdadeira Luz da Luz refratada.

>>>

Questão: é o caso dos Vegalianos?

Sim.

>>>

Questão: seria como uma forma de “óculos”?

Sim, para esses seres, intervindo mesmo em meio à sua Dimensão, como os Anjos do Senhor, os Anjos Guardiões, os Anjos Comutadores, os diferentes tipos de Anjo intervindo nos momentos de escolha (de comutação, de ascensão, de descida), os ‘Anjos de Luz’, dado que necessariamente eles deverão ter um corpo denso para intervir.

Esse corpo denso pode vir da 5ª Dimensão, como da 2ª Dimensão.
Aqueles da 2ª Dimensão não irão apresentar proteção sobre os olhos.

Assim são os Dragões, assim são os reptilianos que, eles também, possuem, não uma pupila redonda, mas uma pupila em fenda.

Os seres de Luz, a partir do momento em que estão no seu corpo de carne (o que se refere aos Anjos do Senhor, aos Anjos Comutadores e aos outros Anjos também), são seres que terão obrigatoriamente, na frente dos olhos, conchas de obsidiana olho celeste, para lhes permitir não serem enganados, por sua vez, pela Ilusão da Luz.

>>>

Questão: sob qual forma poderiam aparecer os Anjos ditos Comutadores?

Os Anjos Comutadores são diferentes segundo o seu caminho e a sua direção.
Se o seu caminho e a sua direção se referirem à Ascensão a outras Dimensões que a 5ª Dimensão, vocês estarão frente aos Anjos chamados de Anjos Elohim.

São os Anjos Planejadores, vindos da Fonte da Fonte.
Se o seu destino for o de ir para as Dimensões ligadas aos mundos além do mundo dos Arcanjos, ou seja, além da 18ª dimensão, o seu Anjo Comutador será um Anjo Azul de Sírius.

Se o seu destino for o de se manter na 3ª Dimensão Unificada, o seu Anjo será um Anjo do Senhor.

Se o seu destino for o de ir para a 5ª Dimensão, com ou sem o corpo, você estará lidando, igualmente, com um Anjo do Senhor.

Agora, se o seu caminho for o de percorrer os mundos da dissociação, o seu Anjo Comutador será um Dragão, antigamente chamado, em suas tradições, de Baphomet [Bafomé].

>>>

Questão: é possível já ter visto o Anjo Comutador, ou ele vai intervir apenas no último momento?

O Anjo Comutador começa a aproximar a sua Radiância de vocês.
Esta Radiância pode por vezes ser percebida, de maneira específica, no nível do ‘plexo solar’, como uma sensação de vazio, uma sensação de mal-estar e, como alguns seres aqui empregaram isso, bem além da desconstrução, uma sensação de demolição.

Isso pode ser acompanhado de um processo que será extremamente breve e que foi perfeitamente descrito, de maneira muito real, por um ser que viveu isso durante toda a sua vida e que se chamou São João da Cruz, que escreveu a “noite escura da alma”.

Esse é o processo, mas que vocês vão viver de maneira muito acelerada.

>>>

Questão: o fato de viver isso pressupõe um tipo especial de Anjo Comutador?

Não.
Porque a FONTE, em sua imensa gratidão e em sua imensa Graça, lhes permite, até o momento em que o céu se fechar novamente, escolher.

Existe uma Graça e esse ‘princípio da Graça’ quer que a FONTE Pai/Mãe Una deseje que, até o último instante, mesmo a entidade que vocês chamariam da mais escura possível, possa aceder à Luz.

Isso faz parte do ‘princípio do perdão’.

>>>

Questão: os Reptilianos podem utilizar esses óculos de obsidiana para enganar os humanos?

Não, obviamente porque, se eles colocassem os mesmos óculos, eles se tornariam cegos.

Eu explico, cegos com os olhos, mas também cegos para a Vibração e, portanto, para as ondas mentais.

>>>

Questão: o fato de carregarmos uma obsidiana conosco...

Não irá protegê-los do Dragão.
Somente a Vibração, somente a Paz Vibral, irá lhes permitir escapar ao Dragão.

Nenhuma pedra, nenhuma proteção outra senão a de vocês se doarem, de se perdoarem e de se darem à Luz.

Esta é a única garantia da sua Ascensão.
Enquanto vocês não tiverem dado tudo, assim como disse CRISTO, vocês não poderão segui-lo.

Há, ao mesmo tempo, um grande mistério e também uma grande evidência.
O que vocês não derem de vocês, ou do exterior de vocês, irá acorrentá-los tão seguramente como o resto.

O que vocês têm que dar pode ser tanto posses exteriores como posses interiores.

O que são as posses interiores?
São os apegos que vocês criaram a certezas, a religiões, a seres, mesmo eles devem desaparecer.

Vocês não podem aceder à Luz sem isso.
Para parafrasear, eu diria que a melhor maneira de encontrar a Luz é desposar a Luz e viver o abraço de CRISTO.

Se pudesse ser feita uma analogia com alguns seres sobre este planeta, eu lhes diria que vocês devem ser como um sadhu.

>>>

Questão: o fato de ter esmagado inconscientemente um lagarto no quarto tem um significado específico?

Qualquer ato, eu repito, absolutamente qualquer ato, carrega um significado.
Este significado pode ser tomado em uma construção mental, mas pode também se referir ao mundo dos arquétipos.

NOTA: O mundo dos arquétipos é o mundo invisível dos espíritos, deuses, demônios, vampiros, duendes, heróis, assassinos e todos os personagens das épocas passadas da humanidade sobre os quais foi depositada forte carga de afetividade." (GRINBERG, 1997, p. 134); Fonte: cgjung.wikispaces.com

Em última análise, mesmo o que pareceria relevar de uma construção mental, de uma construção simbólica, os prende, inexoravelmente, ao mundo dos arquétipos.

Não ver isso consiste em se tornar diabólico, que é o inverso de ser simbólico.
Costuma-se dizer que um ser é diabólico, ou seja, que ele recusa ver o conjunto dos sinais, dos símbolos e das Vibrações.

Mas, do mesmo modo, existem seres simbólicos.
Esses seres simbólicos são seres que ligam as diferentes manifestações, nesta densidade, à sua origem celeste.

E absolutamente tudo, exterior e interiormente, pode ser ligado a uma análise assim feita. Assim, portanto, esmagar um lagarto é já um primeiro passo para o aterramento do Dragão.

Não devem confundir o ato que faz irrupção, pela interação da Luz e da Sombra, na sua própria manifestação e fazer disso um ato consciente de caça.

Fazer um ato consciente de caça volta à oposição à Sombra e, portanto, a tombar si mesmo na dualidade.

>>>

Questão: qual ensinamento extrair de um sonho onde um escorpião que tentava me picar?

O escorpião é a energia das profundezas.
As profundezas são destruídas, os planos da Ilusão da 2ª Dimensão, dos infernos, desviam-se e se afastam definitivamente da 3ª Dimensão na qual vocês vivem atualmente, e ainda mais da 5ª Dimensão na qual vocês vão viver.

O escorpião deve ser abandonado.
Ele vai tentar, obviamente, picá-los e provocar, da sua parte, uma reação.

Isso é lógico, isso faz parte do ‘jogo da Sombra e da Luz’.
Cabe-lhes, individual e coletivamente, aquiescer à Luz.
Aquiescer à Luz é o abandono à Luz.

Vários seres lhes falaram da inteligência da Luz.
A Luz inteligente não é uma visão da mente.

A Luz agencia e coordena e constrói, em vocês, o que deve sê-lo, e desconstrói, em vocês, o que deve sê-lo.

Então, deixem trabalhar a Luz.
Obviamente, a falsificação da Luz tentou fazê-los crer que era útil, e foi durante algum tempo, trabalhar em vocês.

Trabalhar em vocês foi importante durante uma época, mas, hoje, o trabalho não é feito por vocês.

Crer que são vocês que realizam o trabalho é ainda uma falsificação ligada
ao ego.

É a Luz que age em vocês e não vocês que agem em vocês.
Se fossem vocês que agissem em vocês, vocês iriam se recolocar na dualidade e no ego, porque, aí, haveria trabalho, confrontação, oposição e dualidade.

A Luz é Unidade.
Colocar-se sob a influência da Luz é, realmente e no sentido pleno do termo, deixar trabalhar a Luz.

Em outras palavras, estar na Unidade consiste em não mais ver senão a Luz. Enquanto vocês virem uma Sombra, em vocês ou à sua volta, enquanto vocês julgarem, em vocês ou à sua volta, vocês participam da dualidade.

Assim, CRISTO lhes pediu para não julgar.
Isso não corresponde à ausência de julgamento, sobre o que eu já falei longamente, mas, entretanto, a partir do momento em que vocês julgarem.

Julgar quer dizer discernir.
Discernir quer dizer classificar o que é da Sombra e o que é da Luz.

Colocando-se sob a dualidade do que é da Sombra e da Luz (o que, no entanto, foi necessário durante tempos muito longos) vocês participam da manutenção da dualidade.

Hoje, o sentido do abandono assume todo o seu sentido.
Se vocês quiserem encontrar a sua Essência, abandonem os sentidos e vão para a sua Essência e para a sua Unidade, é tudo o que lhes pede a Luz.

Deem esse passo e vocês vão ver, por si mesmos, a Verdade dessas palavras.

>>>

Questão: o que você entende por Vibração? Como se manifesta e como fazer a diferença com as manifestações físicas ou fisiológicas básicas de 3ª Dimensão?

A Vibração não é o sentido, a Vibração não é o calor e o frio, a Vibração não pertence a esta Dimensão.

A Vibração é algo de muito mais rápido do que o que vocês estão habituados, pelo sentido, e pelas energias etéreas.

A Vibração de que falo é pura Luz, mas a Luz não vista.
Trata-se da Vibração chamada de ‘plano da Città’, ou seja, plano do Supramental.

Trata-se, portanto, de uma Vibração que pode ser assimilada, e eu digo sim, ser assimilada, a uma corrente de ar fresco, uma Vibração que, impactando-se no nível do corpo, dá sinal e percepção. Mas a Vibração não é a percepção, ela é a ressonância e a interação da Vibração com o seu corpo físico.

Entretanto, existem várias Vibrações.
A Vibração de que falo é uma Vibração que se impacta diretamente no nível dos chakras denominados Sahasraha e Ajna chakra, e que vem se estabelecer e assentar no que chamamos de coração, dando a percepção da Vibração da rotação do chakra do coração.

Qualquer outra Vibração percebida em outro lugar é falsificação da Luz, entretanto, ela participa da realidade da Luz, mas ela sofre difração pelo seu próprio sentido e pela sua própria percepção que a altera.

Assim, quando é pedido a vocês para se centrarem, para se alinharem, e para viverem a Luz, isso corresponde a três etapas: recepção da Luz em meio aos chakras chamados de Ajna e de Sahasraha chakras.

Havia, nos tempos antigos e ainda há alguns anos, a necessidade de fazer descer esta Vibração até a parte superior da sua coluna vertebral e no conjunto do corpo, a fim de despertar o que é chamado de Kundalini.

Hoje, toda a maior parte do trabalho deve ser feita através do coração, porque é no coração que se fazem a base e as fundações das ‘cinco novas lâmpadas’.

Assim, portanto, a Vibração é Vibração, no sentido mais arquetípico.
Não é nem calor, nem frio, poderia ser, eventualmente, uma discreta corrente de ar que dá uma sensação de alargamento, isso é a Vibração.

>>>

Questão: a Vibração de Luz pode se manifestar, por exemplo, por tremores?

Sim, mas não é mais a Vibração, é o tremor, em resposta, do corpo.

>>>

Questão: por que eu me senti, várias vezes, apertado no meu corpo com vontade de sair?

Geralmente, a percepção de estar ao mesmo tempo apertado nesta 3ª Dimensão e neste corpo físico corresponde a retornos nesta densidade, o que quer dizer que antes de perceber a estreiteza, você tinha saído do seu corpo, no seu veículo astral.

>>>

Questão: convém demorar-se na Vibração do coração ou convém deixar acontecer?

Convém abandonar-se à Luz.
Há uma coisa que vocês devem assimilar e viver e fazer a experiência: a Sombra pode se manifestar pela Vibração em diferentes níveis, tanto em cima como embaixo, mas ela não pode penetrar no seu santuário sagrado.

Assim, a Vibração do coração corresponde à Luz e à Luz não falsificada.
Não pode ser de outro modo.

«Ninguém pode penetrar no Reino dos Céus se não voltar a ser como uma criança».

A sombra não pode penetrar no Reino dos Céus, o Reino dos Céus está em vocês e é o seu Templo Interior e ele é o coração.

O coração não pode ser contaminado, de maneira alguma, no plano vibratório.

>>>

Questão: e como então reconhecer que estamos na Vibração do coração?

Não há que reconhecê-la, dado que, quando ela é colocada no nível do coração, isso apenas vem da Luz.

Não há, portanto, esforço a fazer de reconhecimento, a Sombra não podendo estar, por Essência, no nível do coração.

Isso não é um fato para saber, isso é um fato para Vibrar.
Não é uma sensação, não é uma percepção, mas é uma Vibração real.

Vocês conhecem, todos vocês, as Vibrações do ‘plexo solar’, por tê-las vivido durante os dias de angústia, durante os dias de contrariedade, durante os dias de raiva.

É algo que parte de um local que vocês podem situar, seja uma raiva ou o simples fato de ter medo e de fazer as suas próprias necessidades, isso parte sempre do mesmo lugar.

Agora, a Vibração da Luz, quando chega ao nível da cabeça, vocês não têm qualquer meio de saber se é falsificada ou se é luminosa. Assim, vários seres são enganados pela Luz que eles recebem no nível da cabeça.

Recebendo uma Vibração sobre a cabeça, eles podem ser tomados tanto pela ‘Luz branca Metatrônica’ como pela ‘Luz negra do plano dos Dragões’.

Não há qualquer meio de saber.
Somente o filtro do coração, que é, de fato, o lugar onde se revela a Luz, será a garantia da autenticidade da Fonte que vocês vivem.

Assim, qualquer ser que se diz canal ou médium, que perceberia Vibrações no nível da cabeça, não está absolutamente certo de receber a Luz.

O único modo de estar certo situa-se no nível do coração e, portanto, a Vibração do coração é efetivamente uma Vibração e não um saber.

A impressão de ‘compressão’, ou de ‘infarto’ para os mais ansiosos, sentida no nível do coração, corresponde à Vibração do coração.

Esta Vibração pode penetrar e sair.
Penetrando, ela comprime.

Quando ela sai, ela libera.
É o vai e vem do perdão da Luz.

>>>

Questão: se a Luz à qual recorremos pode ser falsificada, como nos assegurar, no âmbito do tratamento, que não transmitimos a Luz falsificada?

A partir do momento em que você viver a transmutação do coração, a Luz que penetrar em você, seja qual for a origem, que ela venha da FONTE ou sendo, até mesmo, uma Luz negra, o seu coração é capaz de transmutá-la em Luz retificada e, portanto, autêntica.

A garantia está aí.
Ela se situa no nível do coração.
Vários seres foram manipulados pela sombra crendo transmitir mensagens de Luz, porque eles sentiam o chakra da parte superior. Entretanto, eles jamais foram capazes de fazer descer esta Luz ao nível do coração.

Somente o coração é a garantia da autenticidade.
Lembrem-se das palavras de São João: «haverá muitos chamados e poucos escolhidos».

Os chamados são marcados na testa.
Eles recebem a energia e a Vibração pelos chakras de cima.

Hoje, é-lhes solicitado para integrar esta Vibração de cima no seu coração.
Aí se situa a garantia da autenticidade e da retificação em conformidade
com a Luz.

Isso corresponde também ao que disse CRISTO quando tratava as pessoas e lhes dizia: «que seja feito segundo a sua fé».

Esse é o ‘jogo da Sombra e da Luz’, porque aquele que tem a fé, e que está no seu coração, mesmo se receber a luz escura, irá transformá-la na Luz autêntica.

O que é importante não é o terapeuta, é aquele que recebe.

>>>

Questão: aconteceu-me de acolher a Luz escura, mas, fazendo-a descer ao coração, ela se transmutou em Luz branca.

A Luz escura faz parte da esfera Sefirótica Binah, que é a Luz escura, mas a Luz escura deve ser transmutada pelo coração.

Assim, não há diferença entre a ‘Luz escura’ e a ‘Luz branca’, somente o seu coração permite realizar a Unidade da Luz.

Assim, não importa, em última análise, o que você recebe, porque é o que você for capaz de transmutar em Luz que trabalha em você.

Assim, efetivamente, em outro nível de Verdade, a Luz escura é Luz branca, mas em outro nível de revelação, somente a sua capacidade Vibratória, no nível do seu coração, poderá fazer a Luz branca.

>>>

Questão: inversamente, a Luz branca pode se transformar em Luz escura por um fechamento do coração?

É o que faz a Sombra há 300.000 anos.

>>>

Questão: quando se foi operado fisicamente no coração, isso deixa vestígios específicos com relação a todo esse processo, e o que é preciso fazer?

A operação do coração físico é também a operação do coração sutil.
Não há vestígio de cicatrizes, mas sim abertura à Luz.
A doença do coração ‘abre o coração’.

>>>

Questão: como se articulam emoções e mental?

As emoções vêm de um plano vibratório situado acima do mental, mas, essas emoções, vão aonde?

Elas vão ou para o corpo, ou elas vão alimentar o que SRI AUROBINDO chamou de ‘franja de interferências’.

Esta ‘franja de interferências’ é alimentada de emoções que vêm do plano abaixo do mental, mas pelo seu movimento, elas acabam atingindo o Supramental e, portanto, a Luz.

Elas nascem em um plano e sobem para outro plano, ou elas descem no corpo, ou elas sobem para além do mental.

É por isso que, quando João lhes falou da aspiração, a aspiração é um movimento, como a emoção, cuja aspiração vai conduzi-los à ‘franja de interferências’, mas, sendo uma aspiração de Luz, ela vai ajudá-los a alcançar o Supramental.

Assim, portanto, a emoção pode ou descer e cristalizar, ou subir e vir, naquele momento, representar o que se chama de ‘fechamento da sua Dimensão nos mundos astrais’, o isolamento da Terra, tal como estava presente.

MIGUEL veio dissolver o plano astral, assim como ele anunciou.
O plano astral planetário sendo, portanto, a limitação para o seu fechamento.

>>>

Questão: se o plano astral estivesse dissolvido, as emoções teriam menos tomadas em nós?

Absolutamente.
As emoções, em vocês, serão dissolvidas a partir do momento em que vocês viverem a efusão do astro responsável pelas emoções, ou seja, o Sol.

Há uma junção e uma conexão evidente entre as suas emoções, sejam elas quais forem, e o Sol, no nível, obviamente, individual, mas, sobretudo, coletivo.

Se a humanidade toda, inteira, elevasse o pensamento para o Sol, o Sol desceria o Pensamento dele em vocês.

>>>

Não temos mais perguntas. Agradecemos.

Então, vou terminar como disse João: deem-se prazer e estejam na Alegria.

************
Mensagem de ANAEL no site francês Autres Dimensions:
http://autresdimensions.info/article8411.html
29 de julho de 2009 (Publicado em 29 de julho de 2009).
Versão do francês para o português: Celia G.
via: http://leiturasdaluz.blogspot.com.br

Um comentário:

Postar um comentário