sexta-feira, 10 de julho de 2009

O.M. AÏVANHOV - Perguntas & Respostas [10/07/2009] - Autres Dimensions



10 de julho de 2009.

do site AUTRES DIMENSIONS.



Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e ver que, com seus casulos de Luz, vocês todos ganharam em Luz e, sobretudo, em Alegria.

Há algo que é muito leve, em vocês todos, que eu vejo aqui.
Então, eu venho agradecê-los por terem participado desta ampliação vibratória, em vocês, do lugar e também terem permitido algo de, eu diria, relativamente novo.

Vocês sabem que o Arcanjo Miguel lhes dá coisas, todas as semanas, que lhes permitem se aproximarem da Luz.

Efetivamente, vê-se que em seus casulos de Luz, a Luz cresce, mas há, também, filamentos de Luz específicos.

Esses filamentos de Luz específicos traduzem, para vocês, a capacidade nova de entrar em relação com seu veículo multidimensional (alguns de vocês o veem já), mas, também ter uma comunicação, talvez mais fácil, com as outras Dimensões.

Isso é extremamente importante.
Eu creio que, através das Núpcias Celestes, vocês compreenderam que era o fim da separação, o fim da divisão e que vocês iriam poder manifestar a comunicação com as outras Verdades, aquelas que são muito mais importantes do que aqui.

Então, eu me regozijo de ver isso.
E eu venho também, obviamente, como meu hábito, tentar ajudá-los em seu caminho com relação a questões às quais me dá um prazer responder.

Então, caros amigos, eu lhes dou minhas bênçãos pelo avanço e vamos tentar, juntos, avançar um pouco mais.

>>>

Questão: que fazer desta visão de Cristo que vivencio ultimamente?

Caro amigo, seu coração foi entregue à vontade do Cristo, o que você quer que lhe aconteça de melhor?

Tudo é cuidado.
Agora, a vida é do domínio do Divino, então, deixe-se levar.

Quando vocês estão sob a influência da Luz (isso eu penso foi dito por muitos intervenientes e eu me repito também, a meu modo), quando vocês entram no domínio da Luz, quando vocês aceitam a Luz em vocês, tudo se torna simples e tudo se desenrola segundo o princípio da evidência, da sincronia, da fluidez.

Não existe qualquer muro que não possa ser destruído pela Luz.
Não existe qualquer Alegria que não possa ser construída pela Luz.

Tudo se realiza na facilidade, na Alegria e na felicidade.
Qualquer atração ligada ao medo do futuro, do amanhã, não pode afetá-los e isso se junta totalmente à parábola do Cristo, quando ele disse: «será que o pássaro se preocupa com o que ele terá para comer, amanhã?».

Tudo, em seu mundo, foi feito para obrigá-los a ter medo: ter um teto, ter dinheiro, ter com o que pagar os contratos, ter com o que pagar os aluguéres, mas se vocês soubessem como, quando aceitam a lei do Amor, tudo vem a vocês, gratuitamente, inteiramente!

Vocês nada arriscam.
Vocês não serão jamais alguém que estará na rua.

Se vocês levam o Amor, não lhes faltará jamais nada, qualquer que seja a evolução desse mundo.

Se vocês levam o Amor e se vocês o manifestam (na condição de ousar, obviamente), se vocês seguem a Luz, tudo se colocará no lugar em sua vida, para facilitar a instalação da Luz.

Se isso é uma mudança de lugar, como por acaso há alguém que virá comprar sua casa, porque isso vai lhe facilitar as coisas.

Se você deve mudar de profissão, bem, você perde sua profissão.
Se você não está na certeza da Luz, você vai chorar por ter perdido seu trabalho, mas, se você confia na Luz, você verá que outra coisa chegará de muito mais agradável, porque muito mais em acordo com a Luz e a Luz funciona sempre assim.

Vocês sabem, é o exemplo que, eu creio, foi empregado no mês passado pelo Arcanjo Anael (ou por mim, não me recordo mais quem disse, eu assisti a tudo): é o macaco que coloca a mão no bocal e que não consegue tirar a mão do bocal, porque ele tem os amendoins.

É a Verdade.
Vocês têm todos a mão no bocal, vocês querem sair do bocal, mas vocês não querem abrir a mão.

Enquanto que é tão simples assim: você tira a mão do bocal, você inverte o bocal, e você tem todos os amendoins.

É tão simples assim.
A sincronia da Luz é realmente assim, em Verdade, eu lhes digo.

Mas, para isso, é preciso aceitar soltar.
Você não pode pretender a Luz e não querer soltar.

>>>

Questão: tenho, por vezes, a impressão de me tornar um pouco louco, tenho o tempo todo vontade de rir.

É perfeitamente assim, caro amigo, você está quase.
É a Verdade: o Amor o torna louco de Alegria, então, imagine, quando você é jovem, você fica todo emocionado porque encontrou o Amor de uma noite.

Imagine que, com a Luz, não é o Amor de uma noite, é o Amor de todos os dias e de cada instante, mas, para isso, é preciso ter confiança na Luz e não em você.

É assim, o abandono à Luz, e você não pode viver este estado de perfeição a Alegria e do Amor se você não abandona.

É também o princípio do sacrifício de Abraão.
Está escrito na Bíblia.

Se você não aceita isso, jamais você viverá na Alegria.
Você viverá, permanentemente, na dúvida e no medo, sobretudo com o que vai lhe cair à frente.

>>>

Questão: tenho por vezes a impressão de que não vou chegar ali.

Isso faz parte dos riscos da existência.
Entretanto, não se esqueça de que o que vai lhe cair sobre a cabeça vai ajudá-lo, mesmo, grandemente.

Então, obviamente, é mesmo assim melhor ter chegado, em parte, ao abandono, porque, quando você chegou ao abandono, você não tem mais nada a perder.

Em contrapartida, se você não se abandonou completamente, você terá tudo a perder porque ali nada há a perder.

É por isso que é preciso tudo dar, antes.
Vocês devem se dar à Luz, isso é extremamente importante.

O que acontece, por exemplo, quando o ser humano chega ao termo de sua vida?

Ele vai passar por certo número de estados, ele vai, primeiro, dizer «não é possível, eu não quero morrer», então, ele vai negociar com a morte, com Deus.

Ele vai dizer «não, por favor, eu não acabei, deixe-me um pouco de tempo».
Ele estará em cólera, ele vai chorar, ele estará depressivo e, depois, quando se aperceber que isso a nada serve, o que ele vai fazer?

Ele vai aceitar e, quando a aceitação surge, a Alegria e o Amor se manifestam.
Hoje vocês estão exatamente nas mesmas circunstâncias, exceto que não é a morte que os espera, é muito mais grandioso, mas vocês não poderão viver a grandiosidade se permanecem apegados à sua pequenez.

Então, sim, é preciso se inspirar do que você vive, das vibrações que viveu, aqui ou em outros lugares, das visões, das informações, das leituras que você tem e fazer a separação das coisas: será que é isso que você quer?

É a Verdade do que é anunciado, que lhe parece verdadeiro em seu coração, ou é o que é o apego à sua profissão, ao seu lugar, ao seu automóvel, à sua casa, ao seu marido, à sua mulher?

A solução está aí.
É aí que é preciso decidir, em sua alma e consciência.

É o que lhe é solicitado e é o que vai lhe ser imposto, também, então, é preferível decidir do interior, antes que seja imposto do exterior.

Isso é fundamental.
Pelo momento, os jogos dos medos, os muros que vocês veem diante de vocês, ou as palavras que vocês empregam («não consigo me abandonar totalmente» ou «será que o molde está realmente destruído» ou «será que tenho dado suficiente gás»), tudo isso, se querem, está diretamente ligado aos diferentes medos residuais que restam.

A Luz os quer totalmente inteiros, com ou sem «gás», mas quando vocês estão totalmente na Luz, vocês estão realmente na Alegria.

Então, como saber se vocês estão na Luz?
E bem, é muito simples: vocês estão na Alegria?

A Alegria é a Luz.
Quanto mais vocês se aproximarem de seu centro, mais vocês tocarão sua Eternidade, mais vocês estarão no coração, mais vocês estarão na evidência, e mais vocês estarão na simplicidade, na humildade e na Verdade.

Não há outra alternativa nesta época.
Deem-se conta da chance que vocês têm.

Eu creio ter ouvido, cara amiga, que você disse: «eu sei tudo isso».
Mas, se você o sabe e não o realiza, você estará ainda mais infeliz do que aquele que não sabe.

Lembre-se do que disse o Cristo: «Pai, perdoe, eles não sabem o que fazem».
Eles, não sabiam, eles não eram responsáveis, mas aquele que sabe, ele é responsável, totalmente.

Em outros termos, você não tem desculpas: ou você crê, ou você rejeita.
Deus vomita os tépidos, você não pode permanecer, como digo frequentemente, com as nádegas entre duas cadeiras.

E quanto mais os dias passarem, mais o espaço entre as duas cadeiras vai crescer.

Se as duas cadeiras se afastam demasiadamente, o que acontece?
Você faz “pouf”.

Será melhor estar sentado sobre uma cadeira.
Cabe a você escolher a cadeira da Sombra ou a cadeira da Luz.

Entretanto, será melhor ter uma cadeira do que fazer “pouf”.

>>>

Questão: sinto vontade de deixar tudo para trás. É correto?

Será que sou eu quem vai lhe dar a resposta para esse gênero de questão?
Faça o que é correto em seu coração, faça o que é correto em sua Luz.

Se a Luz a empurra no traseiro, não resista.
O que a empurra: a Luz ou outra coisa?

Se é a Luz, então, atire-se.
Não se esqueça jamais que com o mental, vocês se enganam quase sempre.

Com a intuição, seguem o primeiro impulso.
Hoje, se você responde ao impulso, nada é loucura, porque as condições mudaram.

Há, às vezes, lampejos que lhe chegam, assim, ao nível de sua consciência, você não sabe por quê. Antes, você teria podido dizer «mas o que é este impulso? É necessário que eu raciocine».

Hoje, não.
Os impulsos são enviados pela alma, porque a alma se sente, no interior de seu corpo, numa forma de urgência e ela envia os impulsos que são por vezes excêntricos.

Se esses impulsos vêm da Luz, é preciso segui-los.
Não há impulsos que venham do mental.

O mental, ao contrário, vai tentar evitar e fazê-los se mover, de uma maneira geral. É o que chega, hoje, em suas vidas, de maneira fulgurante, sob forma de impulsos, sob forma de decisões ligeiras e rápidas que ocorrem de um dia para o outro.

Não são jamais ilusões, não são jamais muros, são, ao contrário, para
liberá-los.

>>>

Questão: mas isso não seria um impulso de cabeça?

Hoje, chama-se a isso um impulso de alma, é um impulso de coração, não é mais um impulso de cabeça.

Compreenda bem, no interior de todos os seres humanos do planeta que estão se transformando (ou que nem mesmo têm consciência de que há algo que se transforma sobre a Terra), o mental espreita porque ele tem medo, ele está aterrorizado, o mental.

E as forças opostas à Luz tudo fizeram para que vocês estivessem aterrorizados. Então, se algo sai deste terror, não é mais um impulso de cabeça, evidentemente.

Vocês estão no período de contração, de compressão do mental, que permite à Luz emergir, para aqueles que a desejam.

Então, obviamente, não pode mais ali haver impulso de cabeça, quando a cabeça está confinada.

Em contrapartida, o que há sim, são os impulsos de coração, são os impulsos da alma e não são mais os impulsos de cabeça.

Os mecanismos mudaram na humanidade, em sua totalidade.
De um lado, há as forças, em vocês, como no exterior de vocês, que tentam resistir às mudanças. Resistir às mudanças é manter os hábitos que os mantinham na certeza afetiva, profissional, de habitação, social etc ...

Hoje, mais do que nunca, o mental vai lhes ordenar, pela energia de medo que é gerada sobre o planeta, para nada mudar, sobretudo, para nada mover, porque é a situação que quer isso: o mental sabe que ele vai morrer.

Então, se você tem um impulso que vem, ele não pode vir da cabeça.
O único impulso da cabeça é dizer-lhe «sobretudo não mova nada, não faça nada, permaneça como você está, aí há segurança».

É o que lhes diz o mental.
Em contrapartida, o impulso da alma vai lhe dizer «hey, há isso que deve mudar» e, como por acaso, as sincronias se instauram.

Então, o mental intervém, ele vai lhe dizer «mas, o que é esse muro? Não é possível, eu vou no muro, eu não posso mudar isso».

Então, não é um impulso de cabeça que chega, hoje, é o impulso da alma.
É preciso respeitá-lo, porque ele não os leva no muro, mas ele os leva para a liberação, para a Luz, e não para outro lugar.

>>>

Questão: você pode me dar as informações ou conselhos sobre a sequência de meu caminho?

Você deve aprender a ter confiança em sua própria Luz.
Eu não ditaria jamais um comportamento ou uma decisão.

Isto, como para a Luz, deve vir de você.
Crescendo na Luz, seu caminho se ilumina.

Nenhum ser de Luz lhe imporá para ir para onde você não queira ir, mesmo se ele saiba que seu caminho é lá, ele não se permitirá jamais dizer-lhe para ir lá.

Cabe a você descobri-lo.
Pode-se apenas sugerir.

Como o disse o Arcanjo Miguel, a propósito das efusões da radiação do ultravioleta: ele podia apenas propor, mas apenas você que podia abrir seu coração.

Do mesmo modo, cabe-lhe, a você, decidir.
Nós não podemos decidir por você, senão nós não estaríamos mais no coração e não estaríamos mais lá onde estamos, é claro. Então, ninguém outro além de você mesmo deve lhe dizer, nem lhe ditar o que você tem a fazer.

Em todo caso, o que eu disse para todo o mundo é válido para você: siga as linhas de menor resistência, siga o impulso da alma, inteiramente, e tudo acontecerá para o melhor.

Hoje, há pessoas que são chamadas à mudança, de maneira extremamente brutal.

Essa mudança não é devida ao mental.
Recorde-se de que o mental apenas quer uma coisa: é a segurança e, sobretudo que nada se mova.

Então, se você vê ao seu redor coisas que se movem, mas corra para as coisas que se movem, porque elas significam que você está no sentido da não resistência.

Aqueles que resistirem serão varridos, totalmente, corpo, alma e Espírito, e recomeçarão.

A Luz os quer totalmente.
Não é um jogo do Espírito.

Quando o Arcanjo Anael expressou-se, durante incontáveis horas, sobre o abandono, era este significado.

Se você não é capaz de abandonar o que você é para a Luz, para sua alma, você não tem nada a fazer no mundo da Luz.

É tão simples assim.
E, se há um «sim, mas...» é o mental que fala.
Eu não falei para você, cara amiga, mas eu ouvi, muito ao redor, emergir o «sim, mas...».

>>>

Questão: tenho sangramentos no nariz durante as meditações, o que acontece?

Mas é perfeitamente normal, caro amigo.
Quando você perfura a bainha dos chacras, ao nível do que você chama Ajna chacra e Sahasraha chacra, há um mecanismo de permeabilidade, ao nível das fossas nasais, que perfura o pavimento das fossas nasais, e que coloca em comunicação a parte central de seu cérebro, diretamente com o ar exterior.

Quer dizer que a oxigenação do cérebro não se faz mais somente pelo oxigênio do sangue, mas se faz diretamente pelo oxigênio ao nível do pavimento das fossas nasais, que passa através desta membrana.

Isso provoca, sobretudo quando das meditações, quando das luas cheias, e quando as energias na cabeça são muito fortes, filetes de sangue na narina esquerda.

Então, você quer que seja grave?
Que seu cérebro se comunique com o oxigênio diretamente.

Mas é isso que desencadeia a mutação do cérebro.
Não somente não é grave, mas, além disso, bem vindo.

A abertura se faz, a perfuração ocorre, que você pare ou não o sangramento, mas, isso dito, esses sangramentos não duram eternamente.

Eles se estendem durante a primeira parte da ativação dos dois chacras superiores.

>>>

Questão: que fazer para continuar a estar em acordo com a Luz?

Eu poderia responder de vários modos, mas, sobretudo, abandonar-se à energia que você descreveu há pouco.

Aceitar isso.
Permanecer nesta Presença.

Para isso, é necessário fazer calar tudo o que não é isso.
Isso não impede de viver sua vida, isso não impede de comer, de conduzir um automóvel, mas centrar-se, cada vez mais, nesta vibração.

Há protocolos que foram dados por Mestre Ram e que são essenciais para levar a efeito pela consciência, diretamente.

Se você não consegue ativar a vibração pela consciência, diretamente, parece-me que o Intraterra lhes deu também um protocolo que permite desencadear esta vibração ao nível do coração.

É isso o mais importante, porque há 10-20 anos, a energia não penetrava pelos chacras superiores e o trabalho se fazia progressivamente no passar dos anos.

Hoje, os planos evolutivos estão ligeiramente diferentes, quer dizer que o mais importante é a abertura do chacra do coração, o resto segue, ou seja, os novos corpos, ou seja, a ativação dos outros chacras.

Hoje, a energia da Fonte está mais próxima de vocês, então, é muito mais fácil do que anteriormente abrir o coração. Portanto, permanecer na Alegria e permanecer na vibração do coração, é levar a efeito a consciência do coração através, por exemplo, da meditação de Mestre Ram ou ainda com os protocolos ligados aos cristais.

>>>

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Caros amigos, eu os agradeço também.
Eu lhes transmito todo meu Amor, todas minhas bênçãos e quebrem bem os muros, quebrem bem tudo o que há a quebrar.

Sigam a Luz e vocês verão que não haverá qualquer problema.
Então, obviamente, era muito confortável, nos anos passados, ter sua pequena busca espiritual e buscar a Luz, mas, agora, é outra coisa, porque a Luz vem a vocês e ela lhes pede um engajamento total.

Então, evidentemente, há certo número de coisas a reajustar, uns e outros, mas eu lhes garanto que, se vocês aceitam, vocês serão apenas mais felizes, mais plenos e mais alegres. Mas é preciso, pelo momento, tirar a mão do bocal, é muito importante, e essa será minha conclusão.

Eu lhes transmito todo meu Amor e espero revê-los em breve.
Eu lhes digo até uma próxima vez.

************
Mensagem de O.M. AÏVANHOV no site francês Autres Dimensions:
http://autresdimensions.info/article200f-2.html
10 de julho de 2009 (Publicado em 10 de julho de 2009).
Versão do francês para o português: Celia G.
via: http://leiturasdaluz.blogspot.com.br

Um comentário:

Postar um comentário