domingo, 21 de dezembro de 2008

O.M. AÏVANHOV - Perguntas & Respostas [21/12/2008] - Autres Dimensions



21 de dezembro de 2008.

do site AUTRES DIMENSIONS.



Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los neste período importante deste ano.

Como sabem, vocês estão alguns dias antes do Natal.
Estão num período que precede o fim do ano, que é extremamente importante, eu já o disse em muito numerosas retomadas e, cada ano, eu repito porque, durante os doze últimos dias do ano vocês preparam os doze meses do ano seguinte, cada dia representando um mês.

Então, é melhor viver este período numa atitude de recolhimento, de espiritualidade, de busca de quem vocês são e do que vocês são.

Aí está, caros amigos.
Então, como de hábito, eu lhes transmito todas as minhas bênçãos, todo o meu amor e vamos, se querem efetivamente, começar a interagir, como faço habitualmente com vocês.

>>>

Questão: qual é seu ponto de vista sobre o período que vem, em especial a partir de 21 de dezembro?

O 21 é o solstício.
Como sabem, a partir não de 21, mas de 23, certo número de elementos vão fazer, como dizer..., com que a Terra não gire mais redonda, é o caso de dizê-lo.

Muitas coisas vão chegar de maneira sincrônica e que correspondem, eu diria, a uma perturbação do éter, ou seja, do elemento que mantém a coesão de seu sistema solar e da vida em encarnação.

Vocês vão passar, a partir de 23, por um cinturão específico energético que alguns, em momentos passados, chamaram um cinturão de fótons. Mas não se trata de fótons, trata-se de ondas eletromagnéticas que vão precipitar-se sobre a Terra e cujo papel o mais importante, eu posso dizer agora, é suprimir, em parte ou inteiramente (isso jamais é fixado de antemão) o éter, ou seja, a força de coesão da matéria.

Então, aquilo pode ir de desagrados menores até desagrados importantes e, isso, de maneira individual, mas também em função dos lugares onde vocês estão e dos lugares onde estão sobre o planeta.

Se há quem tenha demasiado calor, outros terão muito frio.
Se para alguns falta água, outros terão muita água.
Se alguns tiverem muito a comer, outros não terão a comer.

Vão acontecer modificações em seus sistemas, de uma maneira geral, tanto em suas crenças como no que vocês são, como em sua tecnologia, como ao nível dos elementos. Isto vai acompanhar-se também de manifestações excepcionais ao nível de seu céu.

Quando eu digo «seu céu», eu não falo do cosmos, falo do elemento ar e o céu azul que vocês veem, tudo isso vai sofrer transformações mais ou menos importantes.

Recordem-se de que eu sempre disse, durante anos, que o que acontecia no exterior acontecia também no interior.

Vocês não estão, alguns, sem sentir pressões importantes que se manifestam ao nível de alguns chacras e que prefiguram a chegada dessa corrente.

Aí está o que posso dizer.
O detalhe dos acontecimentos é profundamente diferente para cada ser humano e cada lugar. Mas, entretanto, creio que cada um de vocês poderá dizer que haverá um antes e um após este período de Natal.

Aí está o que posso dizer.
É necessário saber que a particularidade desse cinturão eletromagnético é que ele vai repartir-se sobre o que se chamam as linhas de falha.

Cada país, cada grupo social, cada técnica, cada indivíduo será, ao final, afetado, de uma maneira ou de outra, em função do que é.

Por conseguinte, em mesmos lugares os destinos são diferentes, as energias são diferentes, de acordo com cada pessoa.

Então, cada um poderá viver isso à sua maneira.
Isso pode ir por desagrados energéticos, como sensações incomuns, ou mesmo períodos de confusão mental ou de nervosismo.

Ao nível dos países, do que acontece sobre o conjunto deste planeta, cada coisa responderá à sua maneira, eu diria, ao que se manifesta em breve.

>>>

Questão: isso vai acompanhar-se de catástrofes naturais?

É muito provável e mesmo quase certo, mas nada é jamais certo mas, entretanto, há elementos de probabilidade extrema para que modificações ambientais ocorram de maneira irremediável na superfície da Terra.

Isso não diz respeito necessariamente a toda a Terra.
Vocês serão afetados e referidos também em função do que vocês são individualmente.

Se vocês estiverem centrados numa dimensão de coração, de generosidade, de amor, esta energia não lhes colocará qualquer problema.

Em contrapartida as resistências que vocês têm vão se manifestar por pontos de tensão e também por eliminações de coisas mais ou menos violentas.

Então, o lugar é função, qualquer que seja, das entidades que estão presentes no momento em que isso se produz e também em função de dados (digamos históricos) que aconteceram sobre os lugares.

A preconização é a mesma para todo o mundo: encontrar a calma interior.
Encontrar a calma interior é fazer silêncio ao nível das emoções, não deixar a cabeça dominar, não deixar os hábitos mesquinhos dominarem.

Estarem abertos, tolerantes e na humildade.

>>>

Questão: nós temos necessidade de proteções específicas?

A melhor proteção é seu estado interior.
Eu sei que existem outras proteções, como proteger-se de certos tipos de irradiação, isso é possível.

Mas a melhor das proteções é você mesmo e seu estado vibratório, porque, se você se preocupa, como dizer..., em se proteger, você não estará no estado de Unidade, você estará no medo.

Não se esqueçam, eu repito, é um evento importante, da ordem da Luz.
O que vocês observam, as reações, estas, poderão ser da sombra.

Toda a sombra que foi acumulada no interior da Terra, no interior dos seres, no interior dos países, no interior das sociedades, no interior das técnicas, surgirá.

Lembrem-se de que é uma energia que se instala, ela vai crescendo e vai instalar-se, mas, uma vez que ela está instalada, ela não sai mais.
Quer dizer que tudo o que vai se desenrolar no período que seguir corresponderá totalmente à realidade dessa energia.

Então, também em função do que eu dizia para os doze últimos dias do ano, se vocês sabem contar, há o 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29 30 e 31.

Vocês estão nos nove últimos meses e a atmosfera de 23 de dezembro corresponderá à atmosfera do mês de abril etc. etc.

O 24 de dezembro tem a atmosfera do mês de maio.
Vocês constatarão por si mesmos que o próximo ano, dado o nível de energias e de eventos que são movimentados, o que vocês viverão ali será a repetição perfeita, numa escala muito maior, do que acontecerá durante os nove últimos meses do ano.

>>>

Questão: esses fenômenos seriam sempre acompanhados de muito frio?

Perfeitamente, mas talvez não aqui, na região, mas, em todo caso, haverá temperaturas absolutamente inacreditáveis em algumas regiões.

>>>

Questão: viajar pode apresentar riscos?

O único risco é interior.
Se vocês estão perfeitamente, como dizer..., alinhados e centrados no coração, onde quer que estejam, isso não tem qualquer espécie de importância a priori, mas, obviamente, para o ser humano, é melhor estar num lugar mais calmo e não exposto à loucura humana ou à loucura dos elementos.

Eu já disse que todas as cidades colocavam problemas, obviamente, mas, entretanto, lembrem-se de que isso vai reproduzir-se e de que haverá numerosos sinais que piscarão no interior de sua cabeça, de seu coração e de seu sentir.

Vocês terão injunções que lhes dirão: «oh, lá, lá, não sei porquê, mas não posso ficar aí».

Para nada serve querer planejar partidas, mudanças à vista, porque isso provaria, eu repito, que vocês estão no medo. Mas, isso dito, se eu estivesse ainda vivo, obviamente, eu preferiria estar em plena natureza do que numa cidade.

>>>

Questão: os eventos vão estender-se em todo o ano de 2009, num crescendo?

Irá num crescendo e, sobretudo o ser humano será privado de todos os seus modos de interações e de comunicações, sejam os meios de transporte, tudo o que servia para trocas (como o dinheiro) e tudo o que era comunicação, viverá períodos de perturbações e, sem entrar nos detalhes, mas que vão obrigá-los, não vocês, certamente, mas outras pessoas, a colocarem-se questões, digamos.

Questões sobre os acontecimentos, obviamente.
Questões sobre a ligação entre esses eventos e fenômenos de manipulação pela tecnologia ou também pela chegada de algumas perturbações visíveis ao nível cósmico.

>>>

Questão: tudo isso explica as sensações de peso na cabeça?

A energia penetra pela cabeça.
Isso é uma evidência.

Obviamente, é seu pólo elétrico o mais alto.
É ali que vocês recebem essa energia em vocês, pressentindo, para a maior parte, o teor e a intensidade.

Proteger-se dessa energia para nada serve porque, se ela não entra pela cabeça, ela entrará por outros lugares, de qualquer modo.

Ela é feita par ir ao coração.
Ela não é feita para descer à parte inferior das costas e despertar o kundalini.

Esse fogo cósmico deve acender o fogo do coração.
É o objetivo dele.

Mas, se vocês não são capazes de acender o fogo do coração, acender-se-ão outros tipos de fogo ligados aos chacras inferiores, ou seja, raivas, doenças, agressividade, assassinatos e putrefação de corpos extremamente rápida.

Muitas doenças vão, aliás, aparecer.
Isso não diz respeito a vocês, pelo momento, nesta região da Europa, mas vocês aprenderão que, nos países os mais mal divididos vão aparecer doenças virais extremamente fulminantes, bacilos que haviam desaparecido desde muito tempo, a priori, da superfície da Terra e que se reativam.

Lembrem-se do período, há alguns anos, de grandes frios, onde efetivamente estava inscrito na trama astral de que esse grande frio devia chegar até vocês.

Ele jamais chegou até vocês porque há tramas astrais que se modificam.

Em contrapartida, as tramas astrais modificam-se em função do humano, mas, em contrapartida, tudo o que vem da ordem cósmica, ou seja, enviado pelos sóis, enviado pelos buracos negros ou pelos planetas, tem uma influência real e concreta sobre vocês.

E isso obedece a um calendário extremamente preciso ao nível do que vocês chamam o tempo.

>>>

Questão: os três dias que deviam ser anunciados por Maria vão desenrolar-se nos dias que vêm?

Isso é do domínio do possível.
É preciso saber que há uma primeira onda dessa energia que chega, aí, agora.

Vocês dela constatarão os efeitos.
O que vocês observarão será o que se produzirá, maior, no próximo ano.

Entretanto, se a intensidade da energia e a intensidade da recepção dos seres humanos encontram um eco favorável (ou seja, se uma pessoa em dez é capaz de fazer descer um décimo dessa energia em seu coração), então, sim, vocês terão direito ao que se chamam os três dias e à catalepsia.

Isso é uma eventualidade, mas será necessário, para isso, que um mínimo de seres humanos conduza essas energias ao coração. Se esse não é o caso, eu lhes digo que os três dias que vocês viverão (23, 24 e 25) chegarão em abril, maio e junho (ndr: 2009) e, aí, vocês começarão a ver por si mesmos a possibilidade de viver esse período de três dias.

Mas, como vocês também sabem, vocês serão prevenidos.
Então, as pressões que vocês têm na cabeça, para alguns, os zumbidos nos ouvidos, correspondem ao fato de serem prevenidos da chegada dessa energia, mas, nesse barulho, nessa pressão, eu creio que vocês não ouviram ainda o anúncio feito por Maria.

Então, enquanto esse anúncio não se realiza, não há qualquer temor a ter, exceto urgência, caso em que nós teremos que agir num prazo não mais de 72 horas, mas de 24 horas. Mas isso não depende de nós, isso depende apenas de vocês, caros amigos.

Isso não depende de modo algum de nós.
Nós, nós nos temos prontos, simplesmente, para qualquer eventualidade, eu diria.

>>>

Questão: Jofiel nos falou de um som específico, como um grito.

Então, um som como um grito será um som que prevalecerá durante o período dos três dias.

Aquele de que eu falo é o anúncio, por um zumbido contínuo, extremamente alto e potente, no qual começará a modular-se a voz de sua mamãe.

>>>

Questão: nós ouviremos então distintamente a voz de Maria?

Perfeitamente.
O filtro de cada humano sendo diferente poderá ser uma simples palavra, mas, de qualquer modo, será um reconhecimento energético e um choque para a maior parte dos seres humanos.

>>>

Questão: como fazer descer o melhor possível essas energias ao coração?

Vocês já sabem, eu já falei disso em numerosas reprises, o venerável RAM falou disso também, fazer descer as energias ao coração, isso se pode fazer pelo pensamento, mas é também o mental.

É preciso fazer o lugar no coração.
Como se faz o lugar no coração?

Bem, esvaziando-o de todos os pensamentos inúteis.
Fazendo esse famoso silêncio no interior.

Efetivamente, o silêncio exterior pode ajudar a encontrar o silêncio interior para alguns.

O melhor modo é acolher.
Acolher é ir no sentido, eu diria, desse nível de vibração que vem para vocês e não resistir.

Aceitar, acolher, isso faz parte também do soltar e de sua capacidade para entrar no controle.

>>>

Questão: é necessário parar as atividades profissionais para viver tudo isso?

Se para alguns de vocês isso é necessário, sim.
Vocês têm a escolha, obviamente, mas se vocês tinham uma visão um pouco menos, como dizer..., voltada para si mesmos, o que é que vocês querem?

Sua conduta deve ser ditada pelo que vocês querem.
Não é mais tempo de obedecer a convenções, ou seja, dizer «para que eu tenha meu lugar na sociedade é preciso que eu faça isso ou aquilo».

Agora o lugar não é na sociedade, ele é no Interior de vocês, como pessoa.
O grupo social constituído hoje é um erro, porque ele funciona segundo códigos de ética que vocês chamam «a lei», que absolutamente não são espirituais.

Não há obrigação social que se tenha diante de sua espiritualidade e do que vocês são.

Então, façam suas escolhas.

>>>

Questão: quando as coisas vão começar a ser mais agradáveis para viver?

Então, isso, eu creio que precisará aguardar outra dimensão.
A única coisa agradável é encontrar seu coração, porque é a porta de saída.

Não há outra.
Os eventos exteriores serão cada vez mais desagradáveis.

Não pode ser de outro modo e, como eu lhes disse, a temperatura sobe na água em que vocês estão.

>>>

Não temos mais perguntas. Agradecemos.

Então vou, caros amigos, aportar-lhes todo o meu amor e eu vou deixar a palavra a alguém que espera e que é o venerado RAM.

Eu lhes digo até muito em breve.

************
Mensagem de O.M. AÏVANHOV no site francês Autres Dimensions:
http://autresdimensions.info/articlefac6.html
21 de dezembro de 2008 (Publicado em 21 de dezembro de 2008).
Versão do francês para o português: Celia G.
via: http://leiturasdaluz.blogspot.com.br

Um comentário:

Postar um comentário